TUE: Volume 2 Capítulo 25

Sendo Perseguido e Matando

Ao ouvir isso, os agentes ao redor revelaram involuntariamente expressões chocadas. Atualmente, em 1984, a América era conhecida por sua democracia e respeito pelos seus cidadãos, o FBI ainda era um segredo do governo. Em 1974, o presidente da América Richard Nixon renunciou por causa do escândalo de Watergate, isso foi relacionado a alguns altos funcionários do FBI. Eles até conseguiram trazer um presidente para baixo, o poder do FBI foi amplamente impulsionado, e agora seu poder influente estava no auge. Sheyan realmente ousou procurar um advogado na frente deles? Utilizando seus direitos?

O agente de nariz vermelho ficou atordoado por um tempo. Ele então mudou o alvo do seu revólver diretamente para o rosto de Sheyan, com um olhar severo, ele falou:

“Fedelho, eu não gosto de você, se você continuar falando bobagens, então vamos prende-lo com um gigolo. Talvez esse show seja interessado em sua bunda. Ajoelhe-se agora!”

Os olhos de Sheyan brilharam friamente, seu rosto no entanto manteve-se sem emoção enquanto sacudia a cabeça. Bufando, ele lentamente se ajoelhou. Seu corpo tremia excessivamente como se estivesse com medo, e os agentes ao redor do FBI pareceram zombar sadicamente. Com um ligeiro empurrão de sua mão esquerda, aquela maleta preta contendo o exoesqueleto de aço e cobalto atingiu o chão ao lado dele.

Embora o FBI estivesse transbordando de elevação, eles sabiam que a “evidência” nas mãos de Sheyan era de extrema importância, não pode ser danificada. Se alguma coisa deu errado, eles poderiam esquecer de obter uma promoção nos próximos anos. Imediatamente chamando atenção e inclinando-se para ele. Nesse momento, a frustração de Sheyan podia ser vista grandemente através de suas grossas sobrancelhas franzidas em sua testa se conectando entre si. Mantendo sua postura firme com as mãos erguidas, ele moveu a cabeça para trás, e bateu sua testa para baixo no peito do nariz vermelho!

O movimento de Sheyan foi tão abrupto, foi como um movimento de cabeça de ferro do Templo Shaolin. Esses poucos agentes do FBI não foram bem versados ​​nas artes marciais chinesas, e de modo algum estavam preparados para um movimento tão brusco e estranho!

A testa de uma pessoa é o osso mais duro da pessoa, além da força incomparável de Sheyan aplicada, ele atingiu apenas o nariz vermelho. O nariz vermelho ofegou, seu rosto ficou pálido enquanto os dois olhos incharam, como se estivessem saindo. Sua refeição anterior, misturada com sangue fresco, correu pela garganta e finalmente foi vomitada pela boca.

TUE: Volume 2 Capítulo 24

Restauração Perfeita

“O que! Há dois chips?! “A voz de Vincent estava cheia de surpresa e emoção. Para um pesquisador, a quantidade de seu objeto de pesquisa determina diretamente a velocidade do avanço da pesquisa. Vincent apenas teve um chip inicialmente, se o chip quebrou ou algo deu errado durante a experimentação, então seus esforços seriam infrutíferos. Se Vincent tivesse outra peça, sua velocidade para alcançar um novo avanço tecnológico seria inimaginável.

“Então vamos falar diretamente sobre nossos termos.” Vincent se acalmou, enquanto se sentava na cadeira. Ele estava começando a se sentir desconfortável com isso. Esse maldito bastardo na frente dele executou tudo de forma extremamente meticulosa, conseguindo dando-o um tapa na cara diretamente. Era óbvio que ele estava completamente preparado antes de chegar aqui.

No entanto, ele teve dois itens que eram necessários para Vincent, definitivamente ele já havia imaginado seus próprios termos antes disso. Se ele não pudesse cumprir seus requisitos, então não seria negociável!

Sheyan olhou cautelosamente ao redor da churrascaria bagunçada, sussurrando:

“Existe um lugar mais silencioso para conversar?”

Vincent entendeu, ele mesmo não queria divulgar nenhum desses segredos para os outros. Tomando uma respiração, se levantou:

“Meu carro é bastante grande, vamos falar nele.”

MHK: Capítulo 121

Décima Vez Comprando no Mercado Negro (10)

O rosto da primeira pessoa a aparecer foi o de Franz. Parecia que ele ainda estava meio adormecido, ele respondeu enquanto piscava os olhos.

“Hmm? Sr. Kei? Como você…”

“O que foi, você ainda não começou?”

“Eu estava prestes a começar a me preparar”.

“Levante-se, vamos tomar o café da manhã juntos.”

“Mas como você …”

“Eu tenho um novo item.”

Então, do outro lado da tela, o Cubo perguntou a Franz

[O Escolhedor está solicitando sua invocação. Você aceita a invocação?]

Ele olhou o cubo brevemente antes de responder

“Eu irei voltar depois que eu lavar meu rosto então.”

“Certo.”

A segunda pessoa a aparecer foi Serin.

“O que … huh … Oppa?”

Ela já estava sentada em uma mesa na sala de jantar da pousada. Ela teve seus equipamentos de combate completos, e provavelmente completou seus preparativos para a raid.

“É um novo item … Já teve seu café da manhã?”

“Não, eu estava prestes a pedir …”

“Então venha para cá e vamos comer juntos.”

OSZ: Volume 3 Capítulo 14

Salve-os… Zorgnatron…

 

Em sua visão, Zorg estava na província Leão Azure. Ele estava diferente do “ele” de agora, em seu corpo não havia nenhum sinal de refinamento, ele continuava o mesmo jovem fraco que era antes, seus cabelos eram compridos e além disso, ele vestia uma túnica amarela casual e uma capa branca por cima. Na capa estava escrito, Zorgnatron 4º Élder no Comando.

Uma multidão estava reunida na praça, um palco foi erguido de última hora por ordens do patriarca. Haviam três pessoas sobre o palco, um rapaz robusto e musculoso que aparentava ter seus dezessete anos, uma garota muito bonita que parecia ser um pouco mais velha que o rapaz, e o patriarca. Tão fervoroso como sempre, ele estava fazendo o seu discurso, os dois irmãos seriam executados em praça pública pelo crime de espionagem e tentativa de assassinato.

— NÃO SOMOS ESPIÕES! NÓS VIEMOS RESGATAR NOSSA IRMÃZIN…

  • Pow * * Pow * * Páá *
  • AAAARRRRGGGGHHHH! *

— Cale a boca vadia, não importa o quanto você minta, nada do que você disser poderá te livrar da morte. — Disse o Patriarca enquanto desferia dois socos no estômago da garota e um tapa em seu rosto.

— Seu desgraçado! Eu juro… — O jovem rapaz faz uma pequena pausa para se conter, seu corpo tremia violentamente devido ao forte ódio que ele estava sentindo. — Eu juro por tudo o que é mais sagrado, se houver vida após a morte, eu vou voltar e te matar. Seja no céu ou seja no inferno, eu vou te buscar. — Disse o jovem olhando no fundo dos olhos do patriarca sem ao menos piscar.

MHK: Capítulo 120

Décima Vez Comprando no Mercado Negro (9)

Sungjin chegou à Forja de Kargos.

“Bang Bang Bang”

Kargos estava martelando com força na bigorna. Sungjin, como sempre, estava parado para evitar perturbá-lo durante seu trabalho. Mas não importava quanto tempo ele esperasse, o martelamento não parou.

Eram 5 da manhã, e tudo sem ser a Forja estava envolto na escuridão. Sungjin levantou-se e esperou mais de duas horas. Uma vez que o sol começou a subir no horizonte, Kargos finalmente limpou o suor das sobrancelhas e disse

“Whew … terminada.”

Seja ou não devido ao fato de que o Coração de Dragão era um material difícil de trabalhar, ou porque uma espada tinha que ser feita a partir do zero, demorou muito mais do que quando ele teve a Lua Espectral aprimorada.

Sungjin, que esperara com os braços cruzados, caminhou até ele e toco em suas costas.

“Obrigado pelo seu trabalho duro, Kargos.”

“Eh. Vá em frente e pegue-a. Essa é a sua quarta espada agora.”

Kargos entregou a espada a Sungjin.

“Wow…”

Sungjin não podia deixar de exclamar com admiração. Não foi por causa da espada, mas por causa da elegância e da beleza da bainha. A bainha, que era de aço, estava decorada com imagens de dentes e língua de um dragão, e chamas que saíam de lá. Quando Sungjin inclinou a bainha para inspecioná-lo mais de perto, as chamas pareciam ganhar vida e dançar.

“Wow, quando você fez isso, Kargos?”

“Bem … ontem de manhã … O Coração do Dragão não foi totalmente derretido quando eu terminei Artemio, então coloquei algum trabalho nisso.”

“Obrigado, Kargos.”

“Eh, você vem regularmente a minha forja. Por sinal, você também não deve verificar oque tem dentro da bainha, não acha?”