Capítulo 14: Uma Batalha de Abalar os Céus


Entre os sobreviventes do ataque mortal lançado por Rayzaki, estavam Seth e Trenth. Ambos estavam em um estado deplorável.

Suas roupas estavam em ruinas. Partes de suas vestes até mesmo grudaram em sua pele. Seus rostos estavam desfigurados. O crânio estava à vista.

Se eles não se tratarem logo, dificilmente irão sobreviver. O único que parecia ter sofrido apenas alguns aranhões é o encapuzado que flutuava a dez metros de distância de Rayzaki o encarando.

Rayzaki estava em pé no topo de uma árvore alta.

– Bom, eu realmente tentei, mas parece que você pretende sofrer uma morte extremamente dolorosa. Se assim é seu desejo, então considere feito.

O encapuzado bateu o cajado em pleno ar como se houvesse uma superfície sólida abaixo dele.

Aparentemente nada aconteceu, mas Rayzaki não ousou acreditar nisto nem por um segundo.

Em seguida, o encapuzado voou extremamente rápido sobre Rayzaki. Seu sentido-aranha soou, e como Neo desviando das balas, Rayzaki dobrou seu corpo para trás desviando do chute mortal do encapuzado. Com impulso, ele se levantou e sem perder tempo, aproveitou do impulso para dar um mortal para frente.

Na metade do mortal, ele lançou um jato de teia contra o encapuzado ao mesmo tempo em que uma janela era aberta sob seus olhos. Com apenas o pensamento, ele equipou um dos uniformes do cabeça de teia.

O Aranha de Ferro.

Um uniforme vermelho e dourado a prova de balas e com três braços mecânicos suplementares que se expandem a partir de um compartimento em forma de um círculo que fica nas costas do traje. Eles podem ser usados para manipular objetos, ou espionagem devido as câmeras embutidas.

Uma malha invisível em torno dos braços que permitem a habilidade de voo.

Uma espuma de titânio nitrílico com painéis que permitem que o corpo interno se articule. Essa parte do traje contém dispositivos de geração de energia que pode gerar até 1.2kWatts.

O traje também possui uma parte de contenção que pode ser usada para manipular objetos perigosos demais para tocar.

O filtro de máscara possibilita a filtragem de material nuclear, biológico e químico. Também possui oito minutos de ar extra.

As lentes melhoradas da máscara concedem visão panorâmica, variados modos de visão espectral, e sobreposição de informações.

O traje possui 17 camadas, cada uma executando uma função diferente, como controle de temperatura, controle de condutividade, controle de umidade, proteção contra projeteis, camuflagem, etc…

O encapuzado criou um escudo que se livrou do jato de teia em um instante.

Quando ele viu Rayzaki planando no ar usando uma roupa estranha, o encapuzado não pôde deixar de se surpreender. Mesmo Draiko que assistia tudo entre as nuvens se surpreendeu. Era algo que eles nunca tinham visto antes.

Os três braços mecânicos ainda não tinham sido ativados. Rayzaki iria usar como uma faca escondida no momento certo.

Por ter o seu atual nível, o traje não era desconfortável. Ele sentia como se fosse parte de seu próprio corpo. Ele podia se movimentar como se não estivesse usando nada.

– Você é retardado? Que tipo de idiota espera que o outro vá se entregar de livre e espontânea vontade para a morte?

Na sola de seus pés, havia um brilho azul, assim como na palma de suas mãos. Eram propulsores iguais aos do Homem de Ferro que o permitia voar e lançar ataques de energia.

O homem encapuzado sentiu uma forte pressão. Ele não sabia o que era, mas sabia que era perigoso.

Rayzaki voou em alta velocidade contra o encapuzado e em apenas cinco respirações, inúmeros golpes em pleno ar foram trocados. Cada golpe trocado parecia que a barreira do som estava sendo quebrada.

Rayzaki não era idiota. Ele sabia que mesmo a armadura sendo bem resistente, ela não poderia durar muito tempo contra alguém que estava quase no nível do Thor ou Hulk.

Taoístas eram seres extremamente misteriosos. Eles nasciam como simples pessoas, mas quando entravam no caminho em busca da imortalidade, seus corpos e mentes sofriam poderosas transformações.

Quando alcançados níveis mais elevados, com apenas um aceno de mão poderia causar maremotos. Seres com este grau de habilidade e poder não eram para serem subestimados.

Por isso que entre as habilidades que ele aprendeu no ultimo andar da biblioteca do clã estava uma chamada “Transmutação de Ferro”. A primeira habilidade evolutiva que ele adquiriu.

Transmutação de Ferro é uma habilidade que permite usar o Qi por um determinado tempo sobre o corpo e suas vestes aumentando a resistência, durabilidade e força em 5 vezes.

Esta habilidade ainda poderia evoluir a níveis astronômicos.

Transmutação de Cobre. Transmutação de Prata. Transmutação de Ouro. Transmutação de Jade. Transmutação de Diamante.

No livro tinha apenas essas 6 formas descritas e apenas a primeira forma era possível aprender pelo livro. As outras deveriam ser cultivadas e alcançadas sozinhas.

Em outras palavras, Rayzaki teria que “farmar” a habilidade para evolui-la para o próximo nível.

Com um pensamento, ele ativou a Transmutação de Ferro.

Com um soco desprevenido, Rayzaki atingiu com força bruta o tórax do encapuzado. O homem misterioso com o cajado voou como um meteoro e derrubou algumas poucas árvores que ainda estavam de pé.

Um som como um trovão reverberou por todos os lados junto da onda de choque que fez a terra tremer.

Sem perder tempo ele estendeu as duas mãos e lançou dois jatos de energia contra o corpo do encapuzado. Desta vez ele não teve tempo de criar um escudo e foi atingido em cheio.

– AHHHH!!! – seu grito agoniante repercutiu para todos os lados.

Rayzaki desativou a Transmutação de Ferro e ao mesmo tempo concentrou toda a sua energia e ativou a Dança do Trovão em seu ataque mais aterrador.

Mesmo o monte Everest seria completamente destruído em cinzas se fosse atingido por aquele raio com mais de 2 metros de grossura. Desta vez não foi um raio interminável, pelo contrário, foi um único raio que caiu e sua queda demorou apenas três respirações.

As nuvens de tempestades desta vez desapareceram como se nunca tivessem sido convocadas.

Ainda pleno ar, Rayzaki respirou fundo e ativou a Ascenção do Dragão Espiritual em seu punho direito. Com sua lata taxa de recuperação, ele continuou pondo energia em seu eminente ataque.

Com apenas um pensamento, a Seta Divina foi ativada e o encapuzado teletransportado três metros na frente dele.

Surpreendentemente, o homem ainda estava consciente, mas em compensação, seu corpo estava deplorável.

Com sua energia abaixo de 10%, a habilidade do título O Menino que Sobreviveu foi ativada.

Um dado de luz azul mística com um número de 1 a 6 escrito em energia dourada em cada lado surgiu acima da palma da mão esquerda de Rayzaki. O dado tinha 30 centímetros em cada lado. Rayzaki o lançou.

O dado girou no ar algumas vezes antes de cai na altura de seus pés como se tivesse uma superfície solida em pleno ar.

Ele estava com sorte. O resultado foi 6. O dano causado iria aumentar em 60%.

O dado se desfez em fragmentos de energia que voou para Rayzaki. Seus olhos atrás da máscara brilharam com uma energia dourada parecendo uma divindade.

Sentindo o perigo, o encapuzado tentou fugir, mas algo ainda mais bizarro aconteceu.

Três tentáculos saíram das costas de Rayzaki e voaram como flechas perfurando os dois ombros do encapuzado e o terceiro perfurou a garganta do homem com o cajado.

Os tentáculos o trouxe mais perto de Rayzaki, e sem hesitar, ele socou com toda a sua força o peito do encapuzado ao mesmo tempo em que guardava os tentáculos.

Uma onda de choque destrutiva se espalhou para todos os lados derrubando e destruindo tudo que estava me pé.

Esse último ataque de Rayzaki foi um golpe que desafiava os céus. No último instante, o encapuzado conseguiu conjurar um escudo como uma segunda pele em volta de seu corpo, mas Rayzaki não desistiu, ele ativou a Transmutação de Ferro.

Com o efeito dos 60% ainda ativo, seu golpe foi a outras alturas.

Mesmo o escudo do Vale Negro começou a rachar como um espelho. A maioria dos que ainda estavam vivos, simplesmente morreram ao serem atingidos pela onda de choque. Os dois irmãos, Seth e Trenth, no último momento ativaram seu tesouro mais preciso. Um casulo os envolveu e assim ambos sobreviveram.

O encapuzado sentiu cada osso de seu corpo rachar. Ele vomitou sangue em pleno ar. Tomado pela ódio e medo, ele usou seu último trunfo.

Rayzaki podia ver agora perfeitamente o rosto do homem. Ele parecia estar em torno dos 40 a 50 anos. Ele parecia um velho lascivo que com toda certeza ninguém iria se sentir à vontade de deixar uma mulher perto dele. Seus olhos eram âmbar e sua pele branca. Em seu antigo mundo, ele chutaria e iria dizer que o encapuzado era algum general russo.

O cajado brilhou e ele atingiu Rayzaki como uma flecha espiritual que atravessou o seu corpo.

Rayzaki sentiu sua alma se contorcer como se o próprio diabo a estivesse tocando.

– Um pequeno presente. Espero que você sofre inúmeros tormentos! – o encapuzado riu antes de ser lançado com força bruta para o chão como um meteoro.

Vendo a janela de mensagem que apareceu em sua frente, Rayzaki gritou furioso:

– EU VOU TE MATAR DESGRAÇADO! NÃO IMPORTA QUANTO TEMPO PASSE, EU VOU TE ENCONTRAR E DESTRUIR!

Mesmo Rayzaki foi lançado para trás sem controle algum por tão forte ter sido o choque do impacto de seu punho contra o corpo do encapuzado.

O impacto do corpo do encapuzado atingindo o chão criou uma cratera e fez inúmeras rachaduras se espalhar o solo ruir.

Naquela área da floresta era o fim do mundo. Mesmo no próprio ar havia algumas rachaduras que pareciam que a própria realidade iria ruir.

Mas isso só era possível pois além do próprio poder esmagador lançado por Rayzaki, o escudo que o encapuzado havia criado era de poderoso o suficiente para resistir, mas isso não impediu do encapuzado sofrer danos.

Tudo pode ter parecido que levou um tempo para acontecer, mas na verdade tudo aconteceu em menos de 4 respirações. Desde o momento em que o encapuzado foi teletransportado e perfurado pelos tentáculos até o momento em que Rayzaki berrou maldições ao mesmo tempo em que era lançado sem controle algum em linha reta pelo ar tão rápido quanto a velocidade do som. Sabendo que havia dois peritos assistindo tudo nas nuvens, ele não lutou contra, pelo contrário, usou os propulsores para aumentar sua velocidade quebrando a barreira do som.

O encapuzado estava em péssimo estado, sendo assim ele simplesmente bateu o cajado no chão um selo de teletransporte maior foi ativado e ele sumiu sem deixar vestígios.

Além de Draiko e seu fiel servo que assistiu tudo no ar como se fosse algum show, havia apenas duas testemunhas dessa batalha de abalar os céus, os únicos sobreviventes, os dois irmãos, Seth e Trenth.

Em breve a notícia do que aconteceu neste dia iria repercutir para todos os lados. Os dois irmãos iriam narrar detalhe por detalhe tudo o que testemunharam.

Comentários