iLivro

Capítulo 5:  Marca de Qi

[Capítulo arrumado. Agora sim esse é o capítulo 5. Desculpem pelo erro.}


Rayzaki não tocou em nenhum outro livro. Ele não queria aprender habilidades que lhe não seriam uteis. Ao invés disso, ele tentou criar sua própria habilidade. Uma habilidade genérica que qualquer RPG que se prese tem, o:

(TING)

Uma habilidade foi criada através de uma ação especial.
Através de sua observação contínua, uma habilidade para descobrir as informações do alvo,[Identificar], foi criada.
A Loja foi atualizada!

Você agora pode comprar na Loja.

Identificar é uma simples habilidade ativa que lhe permite ver as informações do alvo.

Esta habilidade lhe será muito útil no futuro.

Depois de mais uma hora, Rayzaki saiu da biblioteca. Ele havia aprendido mais três habilidades. Se ele quisesse, ele poderia ter aprendido todas as habilidades daquele andar, mas aquilo não iria lhe dar nenhum lucro.

Além do mais, o foco dele era conseguir os poderes dos personagens dos quadrinhos e não técnicas de meia tigela que só servem por um determinado período de tempo.

As técnicas que ele escolheu eram técnicas que lhe ajudariam por muito tempo.

Fuga do Camaleão. Ativa. Rank E. Consome 100 Energia por minuto.

Olho de Águia. Ativa. Rank E. Consome 10 Energia por metro a cada minuto.

Seta Divina. Ativa. Rank E. Consome 1000 Energia por uso.

A habilidade Fuga do Camaleão permite ao usuário apagar completamente sua presença consumindo 100 Energia por minuto.

A habilidade Olho de Águia permite ao usuário ver tudo através do Qi dentro do raio de seu alcance. Desde que tenha Energia suficiente, não há limites para o seu alcance.

A habilidade Seta Divina permite o usuário pôr uma Marca de Qi em um alvo sob a sua visão. O usuário pode se teletransportar a si mesmo, arma ou ataque de energia que tenha o Qi do usuário para o ponto onde a Marca de Qi está. A marca permanecerá ativa por 2 horas antes de desaparecer.

As três habilidades sozinhas podem não parecer nada, mas e se juntar todas três?

Enquanto Rayzaki tem energia suficiente, ele pode se teletransportar pra qualquer lugar do universo. Pode atacar um inimigo do outro lado do universo sem que ninguém saiba com ataques de energia de longo alcance, apenas usando a Fuga do Camaleão para apagar sua presença.

Pense nas possibilidades.

Imaginem uma visão de calor do Superman usando essas três habilidades.

Rayzaki se arrisca dizer que juntando as três habilidades, o ser que a usa se torna uma versão mais light de onipresença. Claro, o consumo de energia seria astronômico.

Ele queria saber do porquê destas habilidades estarem naquele andar. O porquê das pessoas as classificarem como Rank G. Será que ninguém viu as possibilidades?

Obviamente o sistema reconheceu o potencial das habilidades.

De Rank G para Rank E? Nem mesmo a Pílula-Avatar do Capitão América é tão forte. Seu Rank é F.

Mas, pensando melhor, Rayzaki podia entender a mentalidade das pessoas que classificaram as habilidades.

Por exemplo, a Seta Divina. Você acha que o inimigo iria ficar parado e se deixar ser marcado pelo Qi inimigo?

O Olho de Águia também tinha a sua fraqueza. Qualquer ser que cultiva iria detectar se um Qi estranho surgisse do nada bisbilhotando tudo.

O meio para usar o potencial destas duas habilidades ficou bem claro para Rayzaki assim que ele viu a habilidade Fuga do Camaleão.

A Fuga do Camaleão apaga completamente a sua presença o tornando parte do ambiente.

E tinha o tempo. Para alguém que não tem um sistema de nivelamento, mesmo os prodígios, os tais gênios, iriam levar no mínimo 1 ano para domina-las.

Rayzaki riu com o pensamento de tais gênios. Diante dele, esses gênios iriam ser humilhados. Bastava ele tocar no livro para aprender uma habilidade em questão de segundos.

A vida nunca pareceu tão justa como estava agora.

Vendo que ainda faltava duas horas pra meia noite, Rayzaki foi para o pátio de treinamento.

[Fuga do Camaleão]!

Ele sentiu a energia ser sugada de seu corpo.

[Olho de Águia]!

Seus olhos verdes se tornaram um verde castanho avermelhado. A habilidade Olho de Águia cria uma esfera de Qi vermelho, pra quem tem alguma técnica pra ver o Qi, mas ao ser usado com a Fuga do Camaleão, o Qi se tornou incolor. A esfera de Qi se expande ao redor do usuário para todos os lados de acordo com a vontade do usuário.

Quando o Qi incolor entra em contado com qualquer coisa, até mesmo o ar e o Qi ambiente, mesmo estando abaixo do solo, o usuário vê tudo como se estivesse diante dele.

Rayzaki estendeu a esfera de Qi por 100 metros

A esfera funcionava também como um nervo sensível. Qualquer movimento poderia chamar sua atenção.

Ele viu besouros batendo suas assas a mais de 20 metros. Viu o que não devia ver no quarto de dois adultos.

Ele podia focar sua atenção em somente alguma coisa ou em tudo, ou simplesmente deixar no automático. Qualquer coisa com intenção assassina iria ser detectada imediatamente assim que entrasse em contato com a esfera.

Uma enorme propriedade cheia de cultivadores e ninguém foi capaz de senti-lo.

Isso o fez se sentir poderoso.

O melhor dessas duas habilidades é que as duas poderiam ser mantidas ativadas indeterminadamente por causa de sua atual taxa de recuperação de Energia, 14/segundo. Claro que ele teria que diminuir o alcance do Olho de Águia, para mantê-la. Mas mesmo assim, seria o suficiente para ele conseguir se manter seguro.

Rayzaki diminuiu o raio de alcance da esfera para 50 metros e assim conseguiu manter…

– Acho melhor desativar o Olho de Águia primeiro.

Rayzaki nunca foi bom em matemática.

Depois de desativar a habilidade, Rayzaki usou a Seta Divina para criar uma Marca de Qi no chão ao mesmo tempo em que usava a Fuga de Camaleão para apagar a sua presença.

[Marca de Qi].

Depois de 1 minuto, ele criou outra marca em outro local do pátio. Ele fez isso por 10 minutos. Ele conseguiu criar em torno de 10 Marcas de Qi por todo o pátio.

A Marca de Qi tem a aparência de uma flor de lótus como se fosse uma real flor.

Por ter usado a Fuga do Camaleão, as marcas eram incolores. Assim, mesmo se alguém usando alguma técnica de visão que lhe permite ver o Qi, ele não seria capaz de ver as marcas.

Uma vez que a Seta Divina só consome energia para criar as marcas, ele agora não precisava se preocupar mais.

Ele esperou se recuperar.

– O problema da Seta Divina é que as marcas só duram por duas horas. Se ao menos fossem permanentemente. Bom, aí eu já estaria pedindo demais.

Ele suspirou.

– Seria excelente seu eu conseguisse tirar o Noturno.

Outro problema da Marca de Qi é que levava três segundos para criar uma única marca. Em uma luta de vida ou morte, um único segundo pode muda tudo.

Rayzaki teria que criar aas marcas antecipadamente.

O lado bom é que a velocidade do teletransporte era igual ao do Minato.

Durante as duas horas Raykazi não parou de usar a Seta Divina.

Ele fez interessantes descobertas.

Primeiramente, usando a habilidade Ascensão do Dragão Espiritual, ele descobriu que ataques de energia (e possivelmente envolvendo armas) aparecem três metros de distância da marca e acertam exatamente onde está a marca como se fosse um imã. Ele usou um besouro como cobaia criando uma marca nele e o atacou com a Ascensão do Dragão a mais de trinta metros de distância.

O ataque de energia incolor desapareceu três metros de distância de Rayzaki assim que ele o lançou e reapareceu três metros de distância do besouro que tinha uma marca.

O inseto voou pressentindo o perigo, mas não importa o quanto ele tentou, o ataque o perseguiu como os raios do Darkseid e acertou o alvo.

Em seu segundo experimento, ele usou outro besouro e atacou novamente. Assim que o punho de energia surgiu três metros de distância do besouro, ele ativou a Marca de Qi no inseto e o teletransportou para o outro local.

Com isso ele confirmou que enquanto algo tivesse a Marca de Qi que ele criou, ele estaria no comando de suas ações.

Em outras palavras, enquanto Rayzaki tem energia o suficiente para criar inúmeras marcas, ele tem total controle do campo de batalha.

O punho de energia desapareceu novamente e no mesmo segundo estava três metros diante do besouro.

Isso confirmou que enquanto a Marca de Qi permanecer, qualquer ataque que Rayzaki lance que tenha seu Qi irar perseguir o alvo até que as duas horas se passem.

Isso só era possível porquê qualquer habilidade que Rayzaki aprenda que não seja de um personagem dos quadrinhos será no nível máximo. Ele simplesmente não tinha que passar horas, talvez dias, nivelando a habilidade para aumentar seus efeitos.

Para confirmar suas descobertas, ele pegou uma pedra do tamanho de um punho e criou uma marca nela.

Agora já havia mais de 20 marcas no local.

A pedra mudou de marca pra marca instantaneamente. Em menos de dez segundos ela já havia percorrido todas as mais de 20 marcas.

Raizaki fez o mesmo teste com ele mesmo. Claro que ele não precisava criar uma marca em seu próprio corpo.

Assim como a pedra, em menos de dez segundos ele se teletransportou por todas as marcas na área.

Ele também tentou se teletransportar para fora do raio de alcance que ele estabeleceu o Olho de Águia.

A marca estava atrás de uma parede, e como o local estava fora do alcance do Olho de Águia, ele podia sentir a marca, mas não podia se teletransportar pra ela. Para ele se teletransportar, as marcas devem estar dentro do alcance de sua visão.

Ele não podia teletransportar a si mesmo, mas ele descobriu que os ataques de energia atingiram o alvo, até mesmo a pedra foi teletransportada para o alvo. Ele achou isso uma injustiça.

Ele tentou com um besouro e o infeliz foi teletransportado para a marca atrás da parede.

Infelizmente o usuário deve ser capaz de visualizar em tempo real o local para o qual ele vai se teletransportar.

Ele não podia fazer nada, essa habilidade já era bem roubada pra começo de conversa e ele estava querendo mais? Não cuspa no prato que te alimenta, idiota!

No final, ele conseguiu aprender a usar perfeitamente suas habilidades. Tudo devia ser feito no momento certo, e tudo vai depender da Fuga do Camaleão. Se seus inimigos não sabem o que ele está fazendo, então é 90% de certeza da vitória.

Ele também usou o corpo a máximo tentando se adaptar perfeitamente aos poderes do primeiro vingador.

Rayzaki Zukar passou uma semana em treinamento árduo para aprender a usar suas atuais habilidades em seu máximo potencial.

Antes ele ganhava apenas um comprimido de cultivo de seu pai por semana, mesmo sabendo que era inútil seu pai lhe dava escondido. Se os anciões do clã soubessem, iriam fazer um “barraco”. Mas agora que Rayzaki podia cultivar como qualquer outra pessoa, no dia seguinte que o patriarca havia ido jantar, ele mandou uma remeça de comprimidos de Classe Neiran – Base Média.

Para cada nível de cultivo haviam comprimidos que ajudavam no cultivo.

Cada nível era chamado de Classe mais o nome do nível, e havia 5 tipos de qualidade de comprimido.

Base Baixa: 20~30%

Base Média: 31~50%

Base Intermediária: 51~75%

Base Grande: 76~85%

Base Excelente: 86~100%

Usando o Qi, os cultivadores poderiam dizer com precisão qual a porcentagem de eficiência dos comprimidos.

O Clã Zukar tinha dinheiro o suficiente para conseguir no máximo comprimidos de Base Grande, mas eles não compravam comprimidos.

Quando Rayzaki tocou o comprimido, ele esperou pelo som de mensagem pop-up, mas nada veio.

Ele tinha doze comprimidos. Antes de engolir o primeiro, ele achou melhor tentar outra coisa. Ele guardou o comprimido no inventário.

(TING)

A Loja foi atualizada!

Você agora pode comprar na Loja.

Rayzaki socou o ar comemorando

Ao abrir a loja, ele logo encontrou o comprimido.

Pílula de Cultivo Classe Neiran:

Base Média (Rank G)

Uma pílula que aumenta a energia em um determinado valor permanentemente.

 

Classe: Neiran

Base: Média

Eficiência: 48%

 

25 Pointcoins

Isso era incrível. Uma pílula de Base Baixa de 20% custa 500 ouros, e aqui está, no sistema, uma pílula de Base Média de 48% por apenas 25 ouros.

– Droga! Agora me arrependi de ter comprado aquele livro….

Ele guardou todas outras pílulas em seu inventário também.

Havia duas com eficiência superior. Uma era de 49% e a outra de 50%, e mesmo assim ambas eram 25 Pointcoins. Todas as pílulas eram 25 Pointcoins, incluindo uma que tinha a eficiência de 31%. Ele retirou as pílulas do inventário e decidiu identifica-las.

[Identificar].

Pílula de Cultivo Classe Neiran:

Base Média (Rank G)

Pílula de Cultivo Classe Neiran:

Base Média (Rank G)

Uma pílula feita por um alquimista para ajudar no aumento de força.

 

Classe: Neiran

Base: Média

Eficiência: 48%

Energia:+ 480

 

Uma pílula feita por um alquimista para ajudar no aumento de força.

 

Classe: Neiran

Base: Média

Eficiência: 50%

HP:+ 500

Energia:+ 500

EXP:+ 500

 

1095/2000 Dosagem1095/2000 Dosagem
Pílula de Cultivo Classe Neiran:

Base Média (Rank G)

Pílula de Cultivo Classe Neiran:

Base Média (Rank G)

Uma pílula feita por um alquimista para ajudar no aumento de força.

 

Classe: Neiran

Base: Média

Eficiência: 31%

Energia:+ 310

 

Uma pílula feita por um alquimista para ajudar no aumento de força.

 

Classe: Neiran

Base: Média

Eficiência: 40%

HP:+ 400

Energia:+ 400

EXP:+ 400

 

1095/2000 Dosagem1095/2000 Dosagem

Ele entendeu rápido como o sistema funcionava. Porcentagens inteiras davam HP e EXP, fora isso, somente Energia era dada.

Seguindo tal logica, um simples comprimido com 100% lhe daria 1000 EXP. Ele só esperava que o preço também fosse baixo.

Por mais que ele queria engolir as pílulas, Rayzaki conseguiu se segurar. Ficou bem claro pra ele que as pílulas tinham restrições. Ele tinha mais 905 chances de tomar uma pílula da Classe Neiran, então ele preferia tomar pílulas de 80% pra cima. E também essas pílulas iriam lhe render uma boa grana.

Agora que Rayzaki era capaz de cultivar, o clã iria lhe fornecer doze comprimidos por semana.

Aquele particular ramo da família Zukar tinha uma receita mensal de 50000 ouros vendendo inúmeras plantas medicinais para Sandell e região.

Rayzaki tinha uma mesada de 5 ouros por mês, e só faltava duas semanas para ele receber sua mesada.

Por isso ele decidiu treinar por mais uma semana sem usar comprimido algum. Ele pretendia receber sua segunda remeça de pílulas, e mais sua mesada ele iria comprar uma pílula do primeiro vingador e vende-la no leilão.

Seu plano de se tornar um ser supremo começou.


[Nota: A história vai começar a se mover agora. Então pessoal, estou com um dilema aqui, por isso decidi pedir a ajuda de vocês.
Devo pôr uma restrição de vezes que a MacBot pode ser usada?
Estou hesitante, pois se não o personagem vai fiar muito Overpower rapido demais.
Estava pensando no seguinte: A MacBot só aceita 1 ficha a cada 24 horas.
O que vocês acham? A escolha fica por conta de vocês.]


Capítulo Anterior      Menu    Próximo Capítulo

Comentarios em Another Level: Capítulo 5

Categorias