iLivro

Segundo dia de invasão!

 

“Meu senhor, metade de nossos espiões foram achados e mortos, assim como recebemos uma informação que não se sabe se é realmente verdadeira! ”

 

Um jovem de 20 a 25 anos, que tinha um chifre enorme no lado esquerdo de sua testa, olhou para Neféras com grande medo enquanto falava.

 

Neféras olhou friamente para o jovem e falou.

 

“A morte de alguns vermes não é grande coisa, eles serviram ao seu propósito bem, mas qual é essa informação? Se for algo inútil, você morrerá! ”

 

O jovem estremeceu e rapidamente falou.

 

“Descobri a partir de espiões, que a Seita Chama Celestial, tem uma Anciã Suprema, chamada Minerva, que é um Demônio Carmesim com Sangue Real! ”

 

No momento que Neféras ouviu isso, imenso choque surgiu em seu rosto, pois ele havia ouvido falar que a muitos anos atrás, o Imperador do Trovão, havia exterminado todos os Demônios Carmesins, e sabendo que havia um aqui, que tinha o Sangue da Realeza dos Demônios Carmesins, é uma surpresa imensa.

 

Neféras não pode deixar de ficar animado, pois como um demônio, ele não tem nenhum interesse nos humanos, que aos seus olhos são meros alimentos e escravos, por outro lado, um Demônio Carmesim, é considerado uma das 3 raças mais Nobres de Demônios, mesmo a linhagem de Neféras, não se compara, já que ele é apenas um Demônio de Chifres Negros, e não se compara aos Demônios de Chifres Dourados ou Púrpura.

 

Neféras era um General Demoníaco, com milhares de Demônios lhe servindo, mas tal status, não era o suficiente para nem ter uma plebeia do Clã Demônio Carmesim como esposa no submundo, mas a muitos anos a sua raça decaiu imensamente e foi “exterminada” pelo Imperador do Trovão.

 

Agora sabendo que havia um Demônio Carmesim, com Sangue da Realeza nesse lugar, é impossível que Neféras não esteja animado.

 

“Bom! Muito bom! Rápido! Envie um mensageiro, dizendo se ela me seguir, eu a deixarei ser minha mulher, e irei lhe prometer ter quantos litros ou toneladas de sangue humano quanto quiser! ”

 

Neféras estava tão animado, que esqueceu a etiqueta, mas o que o jovem disse depois lhe deixou furioso.

 

“Meu senhor, nós enviamos mensageiros, mas todos foram mortos, e ela lhe mandou uma mensagem, ”A menos que você consiga derrotar meu Marido, você não é digno nem de tocar meus pés! ”.”

 

Ouvindo o jovem, os olhos de Neféras brilharam com imensa fúria, e ele perguntou.

 

“Quem é o lixo do marido dela? Quem ousa ter a mulher que eu! O Grande Senhor Demônio Neféras tenho meus olhos? ”

 

O jovem tremeu e com a voz trêmula de medo, ele respondeu.

 

“Se-seu ma-marido é A-A-Alan, aquele que im-impediu que seu corpo fosse 100% recuperado! ”

 

Ouvindo o jovem, a expressão de Neféras escureceu e ele se lembrou de algo e falou.

 

“Aquele que destruiu uma das Seitas escondidas? Que tinha meu dedo? Aquele bastardo?!! ”

 

Imensa intenção de matar surgiu de Neféras, e antes que o jovem respondesse, seu corpo explodiu!

 

Depois de algum tempo, Neféras se acalmou e ele gritou.

 

“Se ela quer que eu mate seu marido, então o matarei! Hahaha! Rápido, envie informantes, quero saber onde está seu marido e quero saber de todas as suas mulheres! Irei estuprá-las todas na sua frente e depois matá-las! Hahaha! ”

 

Um outro jovem parecido com o anterior, assentiu e olhou para a poça de sangue no chão e engoliu seco e depois foi apressadamente dizer as palavras de Neféras.

 

Havia um indício de ódio e dor em seus olhos quando ele havia olhado para a poça de sangue no chão, pois aquele era seu irmão gêmeo, a sua única família!

 

Neste momento, Alan estava nas costas de Rina, que estava correndo em uma velocidade monstruosa!

 

Ela entrava entre as fendas espaciais, e depois aparecia a centenas de quilômetros depois, e por segundo, ela corria 5 quilômetros.

 

Era tão rápido que se alguém abaixo do Santo Marcial, estivesse montado nas costas de Rina estaria morto!

 

Alan não se incomodou com o vento forte em seu rosto, pois nem lhe afetava.

 

Sempre que Rina estava cansada, eles entravam dentro do Reino, e depois de 1 dia de descanso, eles saiam e Rina começava a correr novamente.

 

Desde que recebeu a mensagem de urgência, sobre a ressurreição de Neféras e sobre o ataque a Cidade Celestial, Alan ficou com medo!

 

Medo de perder aqueles que ama novamente, medo de não conseguir protegê-las!

 

E Rina sentiu esse medo de Alan, e por isso ela correu o mais rápido que pode, gastando quase totalmente a sua Energia Espiritual na corrida, mas depois de algumas horas de descanso no Reino, que tinha uma quantidade astronômica de Energia Espiritual, ela se recuperou e voltou a correr.

 

Alan nem se preocupou em ter uma noite quente com suas mulheres, pois ele estava muito preocupado com Kethra e as outras.

 

-Por favor! Aguentem até eu chegar! Por favor!

 

Alan gritava isso em sua mente a cada minuto que passava, ele nem havia fechado os olhos no últimos dias.

 

Mas havia algo que Alan não sabia, era que alguém o estava olhando o tempo todo, observando seu medo e ansiedade, assim como o desespero que surgia em seu coração.

 

Esse não era ninguém mais que o próprio sistema, que há muito tempo esteve ao lado de Alan, e já havia criado uma conexão incrível com Alan.

 

Se qualquer um acima do Imortal Marcial, soubesse sobre isso, eles ficariam imensamente invejosos, pois claramente o Sistema, é uma Divindade, uma Divindade Pura! Nascida de dois seres extremamente poderosos que ascenderam a divindade com seu próprio poder e talento.

 

E tal Divindade Pura, é algo raramente visto, mesmo em 1 bilhão de anos, é difícil de tal existência surgir.

 

E é bastante conhecido para as Divindades e alguns Cultivadores Divinos, que tal existência nasce com algo bastante especial.

 

Eles nascem sem forma, sem sexo ou preferência, eles nascem como uma folha em branco, e em menos de 1 hora, eles já recebem conhecimento imensurável!

 

Eles recebem a permissão das Leis Anciãs, que mesmo A Morte não conseguiria quebrar.

 

Pode se dizer que tais existências são Verdadeiros Deuses nascidos, que receberam o favor dos céus e da própria existência!

 

E havia algo como o “Sistema”, era apenas uma coisa simples de várias coisas que tal existência pode criar.

 

E conseguir o favor ou mesmo amizade de tal existência, seria algo incrível e inimaginável, mas também imensamente benéfico.

 

Pois tais existências, recebem a permissão dos céus para tudo! Podendo quebrar o equilíbrio e não ser punido, um exemplo é o Sistema, que permite que Alan receba EXP ao matar Bestas Espirituais com Núcleos de Besta, e qualquer coisa que tenha um Mar Espiritual.

 

Isso é algo que quebrar completamente o equilíbrio que os Antigos criaram, mas “eles” não se importam.

 

E se sabe, que como uma Divindade Pura, não tem sexo ou preferência, se tal existência se apaixonar, não apenas ganharam uma forma que esteja de acordo com a perfeição de um parceiro para seu amado, como se perder a virgindade, o parceiro receberá imensos benefícios, como a criação de Mundos e Universos, até mesmo o direito de quebrar o equilíbrio sem ser punido e várias outras coisas.

 

Mas claro, para uma existência que quase não tem sentimentos, se apaixonar por alguém, é extremamente difícil, muito mais difícil do que se tornar uma Divindade.

 

E sem que Alan ou o Sistema soubesse, ele(Sistema), estava se apaixonando por Alan pouco a pouco, desde que o reencarnou.

 

O sistema viu e viveu suas tristezas e alegrias, sentiu seus sentimentos, sentiu o que era amor, amizade, família, perda e etc, e com tais coisas, o sistema começou a agir mais como humanos, a ter sua própria alma, sem estar preso nas informações que recebeu desde o seu nascimento, aquelas informações frias e que não havia nenhum prazer em descobrir por si mesmo.

 

O sistema ao lado de Alan, viveu o que era realmente ser alguém vivo! Sentiu o prazer de descobrir coisas novas, que não estavam em suas informações.

 

O sistema evoluiu de uma simples máquina, para uma criança recém nascida, que estava finalmente abrindo seus olhos para o mundo.

 

O sistema finalmente estava vivendo!

 

E como estava finalmente vivendo, o sistema também conseguiu ver que não seria um final feliz essa história…

Comentarios em ALDF: Capítulo 112.1

Categorias