iLivro

O rugido estrondoso de Alan chocou a todos, até mesmo Neféras sentiu medo quando Alan rugiu tão alto.

 

Neféras deu 3 passos para trás, mas quando viu que havia feito um enorme buraco no estômago de Alan, seu medo desapareceu, pois mesmo um Rei Marcial não iria aguentar tal ataque, muito menos um Santo Marcial.

 

Mas então a coisa que Alan fez depois o chocou imensamente, Alan disparou em uma corrida acelerada e chegou a frente de Kethra que estava caída no chão, em uma enorme poça de seu próprio sangue.

 

Todos estavam chocados com o rugido de Alan, e isso fez todos congelarem, e só quando Alan chegou a Kethra, todos recobraram seus sentidos, e viram Alan, com lágrimas de sangue nos olhos, agarrando Kethra.

 

“Por favor! Kethra, não me deixe! KETHRA! ”

 

Alan gritou, e Kethra que estava com os olhos meios abertos, deu um leve sorriso e sua mão tocou o rosto de Alan e então a voz de Kethra surgiu.

 

“Obrigado meu amor, obrigado por tudo! ”

 

“Não fale Kethra! Eu irei achar uma maneira de salvá-la e nosso filho! ”

 

Alan a interrompeu, mas então Kethra tossiu sangue, fazendo o desespero crescer em seu coração.

 

“Meu amor, eu já sei que esse é o meu final, então deixe-me dizer minhas últimas palavras para a pessoa que amo! ”

 

Alan agarrou Kethra mais fortemente em seus braços enquanto chorava, e Kethra começou a falar.

 

“Desde que eu nasci, eu achava que ficaria presa naquele lugar junto com meus irmãos para sempre, sem ver o sol e a lua de verdade, mas então você apareceu! Mesmo matando meu pai e irmãos, você fez isso porque sabia que eles não eram pessoas boas, e eu e minhas irmãs não lhe culpamos, mas sentimos medo… medo de que você nos trataria mal, mas foi ao contrário, você não nos tratou como escravas, você não nos maltratou, você nos deu um lugar para chamar de casa, comida de verdade e nos ensinou o que é amar! ”

 

“Nós estávamos muito felizes, e mesmo quando várias semanas e meses se passavam dentro daquele lugar, e não o víamos, nós não esperávamos a hora de você chegar, e com seu sorriso, para aquecer nossos corações! ”

 

“Eu agradeço Alan, meu amor, por nos salvar, do futuro que seríamos meras meretrizes de nossos irmãos! Obrigada por dar a mim e minhas irmãs a esperança de ver um amanhã, sem que precisemos lutar para conseguir comer! Obrigada por tudo! Por nos amar igualmente, por se preocupar com nossa vidas! Obrigada! ”

 

Lágrimas começaram a cair dos olhos de Kethra, era possível sentir a enorme tristeza em sua voz.

 

“Eu sei sobre a sua vida passada de Paloma, ela contou a todas nós, e eu me desculpo, me desculpo por ser mais uma que irá apenas abrir uma ferida em seu coração! Eu quero ficar ao seu lado! Quero nunca abandoná-lo! Quero ter vários filhos com você, ensiná-los a ser uma pessoa boa como seu pai, mas não irei conseguir realizar esse meu sonho bobo… “

 

“Por favor! Não fale assim, ainda há esperança, eu irei salvá-la e nosso filho, irei amá-los para sempre, por favor! Não me deixe! Você não é mais uma em minha vida, você é única, todas vocês são! Eu sou o lixo, alguém egoísta que quer ter muitas mulheres, eu não consigo amá-las todas, me desculpe por não protegê-la! Me desculpe! ”

 

“Hehe… seu grande idiota, não se culpe pela minha morte, você não é culpado por nada, todas nós temos que lhe agradecer! Pois você nos amou igualmente e sempre nos alegrou, mesmo quando estava com raiva, você se preocupava conosco! Você é o homem ideal em nossos corações, você é aquele por quem nós nos apaixonamos! ”

 

“Me desculpe Alan, não poderei viver ao seu lado e fazê-lo sorrir, mas como um último esforço de minha vida humilde, que você salvou, irei tentar salvar nosso filho, então por favor meu amor, se nosso filho sobreviver, o proteja e o crie bem… por favor…”

 

A voz de Kethra sumiu e sua força também, e então sua mão que estava no rosto de Alan, caiu no chão!

 

A Energia Vital de Kethra começou a se juntar em grande quantidade, sem nenhum esforço, em seu ventre, e o bebê em seu útero, começou a absorver essa Energia Vital.

 

O bebê estava morrendo junto com a mãe, mas depois que Kethra lhe deu toda a Energia Vital, o bebê começou a se desenvolver mais rápido.

 

Alan viu isso e suas mãos tremeram, ele então com cuidado, assim que a Energia Vital foi completamente dada ao bebê, ele abriu ainda mais o buraco no estômago de Kethra, mas logo seu corpo tremeu!

 

O desespero surgiu em seu coração, um desespero imensurável!

 

E então ele abraçou fortemente Kethra e começou a chorar em uma enorme tristeza.

 

O motivo, era que a criança em seu ventre, foi acertada pelo feixe de luz negra de Neféras, e foi bem em seu coração.

 

A criança já estava morta a muito tempo, Kethra apenas não sabia disso…

 

Logo Os Músicos Azuis começaram a cantar em vozes tristes.

 

~~~×~~~

 

Amando e lutando
Acusando, negando
Não consigo imaginar um mundo em que você se foi

A alegria e o caos
Os demônios de que somos feitos
Eu estaria tão perdido se você me deixasse sozinho

Você se trancou no banheiro
Caída no chão quando eu entrei
Eu te peguei para sentir seus batimentos cardíacos
Você pode me ouvir gritando: por favor, não me deixe?

Espere eu ainda te quero
Volte, eu ainda preciso de você
Me deixe pegar a sua mão, eu vou consertar tudo
Juro te amar por toda minha vida

Espere eu ainda preciso de você

Longa estrada infinita
Você está em silêncio ao meu lado
Conduzindo um pesadelo do qual não posso escapar

Rezando sem esperança a luz não está apagando
Escondendo o choque e o frio em meus ossos
Eles te levaram em uma mesa
Caminho para lá e para cá enquanto você está imóvel
Eles te pegam para sentir seus batimentos cardíacos
Você pode me ouvir gritando por favor, não me deixe?

Espere eu ainda te quero
Volte eu ainda preciso de você
Me deixe pegar a sua mão, eu vou consertar tudo
Juro te amar por toda minha vida

Espere eu ainda preciso de você
Eu não quero te deixar ir
Sei que não sou tão forte assim
Só quero ouvir você dizendo, querido
Vamos para casa
Vamos para casa
Sim
Eu só quero te levar para casa

Espere eu ainda quero você
Volte, eu ainda preciso de você

 

~~~×~~~

 

(Música: Chord Overstreet – Hold On)

 

Dessa vez o sistema não falou nada sobre os efeitos da música, mas Alan não se importou em ouvir, ele estava gritando “Por favor, não me deixe também! ”.

 

Mas mesmo com seus gritos, Kethra não reagia, toda a sua Energia Vital desapareceu, e Alan nem pensou em pedir ajuda ao sistema.

 

Mas mesmo se pedisse, o sistema não conseguiria ajudar em tal situação.

 

“Hahaha! O que foi humano miserável? Chorando por causa dessa coisa suja? Hahaha…? ”

 

Neféras rugiu em risadas, mas antes de terminar, ele viu os olhos de Alan ficarem vermelhos, e então um fenômeno estranho surgiu nos céus!

 

Uma aura de fúria e tristeza imensuráveis surgiram ao redor de Alan, e Alan soltou um enorme rugido bestial!

 

*RUGIDO!!!*

 

Esse rugido foi tão alto, e carregava tanta tristeza e fúria, que ressoou em todo seu universo, assim como em toda Galáxia também!

 

Divindades olharam para Alan com pena, especialistas ficaram chocados e começaram a procurar de onde veio esse rugido.

 

Em um lugar muito distante, um Palácio arruinado, estava sentado um homem velho em um trono.

 

Ele tinha uma expressão triste, mas de repente ele ouviu o rugido, e seus olhos que pareciam mortos, se acenderam em grande surpresa.

 

Logo uma mulher de 30 a 40 anos de idade, correu até esse velho e gritou.

 

“É nosso filho! Ele ainda vive! ”

 

A mulher parecia uma forma mais velha e madura de Mari, ela é uma grande beleza!

 

Com o grito da mulher, o velho no trono se levantou animado, parecia que a vida havia surgido em suas veias e ele gritou.

 

“Carlos, procure a fonte desse rugido! Agora! ”

 

“Sim! ”

 

Um grito animado veio de fora do Palácio, e então várias auras sumiram do Palácio e começaram a pesquisar por toda a Galáxia novamente!

 

Alan rugindo aos céus, fizeram até os céus sentirem pena dele.

 

A sua fúria e tristeza eram tão imensos, que os ceús se abriram e no centro dele, uma aura antiga e desolada, trazendo consigo grande fúria surgiu de repente.

 

Isso chocou a todos e um medo indescritível surgiu em seus corações.

 

Logo algo rugiu de volta do centro dos céus, e então uma luz vermelha e laranja desceram e entraram no corpo de Alan.

 

Boooomm!!!

 

Uma enorme explosão soou, e todos ao redor de Alan voaram para longe!

 

Apenas Kethra morta no chão, ficou presa aos braços de Alan, como se estivesse colado neles.

 

Alan sentiu enorme dor, mas continuava a rugir ignorando completamente a dor em todo o seu corpo.

 

Sua tristeza era tão grande, que tal dor, não era nada!

 

  • Você sente a fúria? Você sente a tristeza? Agora entre no meu caminho! O caminho Ashura!

 

De repente uma voz antiga e desolada surgiu, penetrou no cérebro de Alan, e então a sua forma de Dragão, que não importava o que fizesse, foi finalmente completa.

 

Booooooomm!!!

 

Logo outra explosão soou, e dessa vez foi dentro do corpo de Alan.

 

A sua aura aumentou em grande quantidade, ele passou do Nível 1 de Rei Marcial diretamente para o Nível 10!

 

A dor em seu corpo aumentou imensamente, mas a sua tristeza o fazia ignorar tal dor.

 

  • Torne-se um Ashura!!!

 

A voz soou novamente, e a luz vermelha e laranja cresceram em densidade e entraram ainda mais no corpo de Alan!

 

Boooomm!

 

Uma explosão menor soou, e dessa vez o corpo de Alan começou a crescer imensamente!

 

10 metros… 40 metros… 90 metros… 100 metros… 150 metros e finalmente parou em 200 metros de altura!

 

Um enorme Dragão, com suas escamas cheias de runas antigas e desoladas, com um brilho alaranjado surgiu na frente de todos.

 

As escamas eram completamente negras, como tinta, as runas em suas escamas laranja e havia uma aura vermelha o seu redor.

 

Em frente ao rosto do enorme Dragão, havia o corpo de uma bela jovem, a jovem era Kethra, mas não havia nenhuma ferida em seu corpo, mas ela ainda estava sem vida, assim como o bebê em seu ventre.

 

O Dragão estendeu sua enorme garra, e então agarrou o corpo de Kethra e depois o corpo desapareceu.

 

O Dragão então de repente começou a se quebrar em vários fragmentos!

 

Sons de vidro quebrando soaram a todo o momento, e então o corpo do Dragão se tornou pó ao vento.

 

E logo uma figura nua surgiu no centro onde o Dragão estava.

 

A figura tinha um olhar furioso, sua pupilas eram vermelho sangue, e essa figura olhou para Neféras com grande fúria.

 

  • Foi… você!!!

 

A voz daquela figura parecia ter vindo do inferno para Neféras, e antes que ele pudesse falar qualquer coisa, a figura surgiu na sua frente.

 

Neféras ficou assustado, e antes que pudesse falar algo, um soco com força monstruosa surgiu e o enviou voando para longe!

 

  • Você… vai… morrer!!!

 

A voz da figura soou novamente, e então ele desapareceu!

Comentarios em ALDF: Capítulo 114

Categorias