iLivro

Eles chegaram na Black Lion Tribe antes da tarde.

 

Como Alan ainda estava ferido, ele não falou com ninguém e foi direto para seu quarto, Paloma foi informar seu pai sobre algumas coisas, mas não falou sobre os anéis espaciais e a morte de Mival Bilger e seu guarda.

 

Depois de ouvir Paloma, Daniel ficou surpreso e perguntou nervosamente.

 

“Onde está o corpo do Leão de Juba Roxa e o filhote? ”

 

Paloma ficou assustada com a repentina pergunta, e respondeu que tudo estava com Alan.

 

Quando ouviu que estavam com Alan, Daniel não pode deixar de ficar um pouco desanimado.

 

-Aquela criança conseguiu tamanho tesouro, e pelo que foi dito, é pelo menos um filhote mutado, se ele for crescer e ser leal ao seu Mestre, ele seria de grande ajuda para a Tribo. Mas pena que é daquela criança.

 

Daniel suspirou e depois disse adeus a Paloma.

 

 

Alan chegou em seu quarto, e assim que chegou colocou uma placa escrita “Não Perturbe! ” e entrou dentro do Reino.

 

Mas antes de entrar, ele pingou uma gota de sangue do Filhote de Leão no seu anel, fazendo Alan ter uma conexão parecida com a de Rambo.

 

Ao entrarem no reino, o filhote de leão ficou animado com o espaço, pois ele sentiu a incrível quantidade de Energia Espiritual dos arredores.

 

Alan viu isso e sorriu, e percebeu que o filhote de leão estava indo na direção de Rambo.

 

Alan apressadamente o pegou e falou.

 

“Não cause problemas para os outros aqui dentro ok? E vê se não arranhe os outros, você é muito forte, pode acabar matando alguém aqui por engano! ”

 

Parecia que o filhote de leão entendeu e mostrou um olhar orgulhoso, pois gostou de Alan chama-lo de muito forte.

 

Mas o que Alan disse é verdade, ele pode ser apenas um filhote no momento, mas ele tem sangue de duas Bestas muito fortes e seu talento não deve ser inferior à sua mãe.

 

Se esse leão acidentalmente arranhar Rambo, Rambo irá morrer em pouco tempo, sem saber o que aconteceu.

 

O leão assentiu para Alan e começou a brincar pelos arredores, as vezes provocando Rambo que estava dormindo.

 

Alan sorriu e depois se sentou, começando a usar a Energia Pura e Densa dos arredores para curar mais rápido, e 3 dias depois, ele se recuperou completamente.

 

Alan fez um conjunto de Arte do Tigre, e depois de ver que não havia nenhum problema, ele sorriu e foi dormir dentro do espaço.

 

No dia seguinte ele começou a treinar, e refletir sobre sua luta com o Leão de Juba Roxa.

 

-Eu quase morri! Se não fosse pelo meu Espírito Marcial jogá-lo em minha direção, eu não ficaria em um estado tão terrível! Parece que terei que evoluí-lo para um nível mais alto, para que sua inteligência melhore mais.

 

Alan suspirou e continuou a treinar a Arte do Tigre.

 

27 dias depois, Alan ouviu a voz do sistema.

 

[Arte do Tigre atingiu o Nível 9!]

 

Alan ouviu a voz do sistema e sorriu, estava quase chegando a parte onde poderia evoluiu para uma habilidade mais forte.

 

Alan percebeu que enquanto continuava a treinar dessa maneira, ele não conseguia encurtar o tempo das técnicas, como se faltasse alguma coisa.

 

Alan queria saber o porquê! Mas não conseguiu entender o que faltava. Ele apenas suspirou e começou a arrumar algumas coisas e depois pegou o Filhote de Leão e saiu do Reino.

 

Quando saiu, ele ainda estava no quarto, e viu que era bastante cedo, então ele resolveu sair e olhar para o sol nascer.

 

Enquanto olhava para o sol nascendo, Alan esqueceu todas as coisas em sua mente, e apenas observou aquele sol.

 

Ele não sentiu nada mais nesse mundo, apenas si mesmo e mais ninguém.

 

Alan ficou naquela posição de contemplação por cerca de 20 minutos, e percebeu que sua mente se acalmou e seus pensamentos estavam em ordem.

 

Ele percebeu que na sua visão, o mundo estava sendo enxergado de uma forma diferente.

 

Ele conseguia ver completamente a Energia do Céu e da Terra, assim como conseguia tocá-la.

 

-Meu Sentido Espiritual nivelou novamente?

 

Alan olhou para seu status.

 

___—___

[Nome: Alan]
[Raça: Humano]
[Linhagem Sanguínea: Dragão]

[Nível:7]
[EXP:13.430.085/35.000.000]
[Nível de Cultivo: Guerreiro Marcial]

[Vitalidade:3.100]
[Força:3.100]
[Constituição:3.100]
[Agilidade:3.100]
[Espírito:2.000]
[Energia Espiritual:5.200]

[Espírito Marcial:

Nível 6<Chama de Gelo do Rei Dragão>
Nível 6<Rei Dragão>]

[Técnica de Meditação: Manual Supremo dos Dragões]

[Habilidades]

<Técnicas de Faca(Avançado)>
<Rastreamento(Avançado)>
<Cozinhar(Avançado)>
<Visão Melhorada(Intermediário)
<Sentidos Melhorados(Avançado)>

[Técnica]

<Chama de Gelo(Avançado <186.000/1.000.000.000.000 EXP>)>.
<Aura do Rei Dragão(Intermediário <40.000/1.000.000.000>)>.
<Arte do Tigre(Parte 1)NV 9 (172.640/450.000)>.
<Controle da Espada NV 1 (22.400/1.000.000.000.000)>.
<Passos das Sombras(Parte 2)NV 1 (1.600/1.000.000)>.
<Espada sem Som NV 1 (800/100.000.000)>.

___—___

 

Alan viu o crescimento de suas estatísticas e ficou feliz, pois quebraram 3 mil. A EXP de suas habilidades também aumentou bastante com seu constante uso nas batalhas recentes.

 

Mas Alan percebeu que seu Sentido Espiritual sumiu.

 

-O que aconteceu com o Sentido Espiritual?

 

[Você entrou em um estado que apenas aqueles que atingiram o pico do cultivo ou o final de suas vidas conseguiram. Um com a Existência! Um estado onde você consegue sentir apenas si mesmo com apenas seu pensamento.]

 

Alan ouviu isso e ficou feliz.

 

-Parece que Avançado não é o final. Talvez por causa de eu já ter morrido, minha mente e pensamentos são bastante diferentes de alguém vivo, então é o mesmo que eu já ter morrido?

 

(Isso é confuso, mesmo para mim que escreveu!)

 

Alan suspirou e depois percebeu que o leão já havia desaparecido de seus braços, e estava brincando com Mari ao seu lado.

 

Alan olhou com surpresa, pois não percebeu que Mari estava ao seu lado.

 

Mari olhou para Alan que acordou de seu estado e sorriu.

 

“A mestra falou que você entrou em um estado de contemplação, onde ao terminar você ganharia grandes benefícios.”

 

Alan sorriu gentilmente e acariciou a cabeça de sua irmã, então ele tirou o anel espacial e tirou uma Orb de nível 3.

 

Mari olhou confusa para as duas coisas.

 

“Esse é um anel espacial, e essa é uma Orb bastante preciosa, onde ao fazer seu Espírito Marcial comê-lo, ele ficará mais forte.”

 

Mari ouviu e ficou surpresa, não achava que esse tipo de Item existia(Orb).

 

Ela olhou para seu irmão e sorriu feliz pelo presente, ela sabia que era muito precioso.

 

“Vamos comer algo e depois você usa essa Orb. Não use o anel na frente dos outros, pode causar problemas para você entendeu? ”

 

Mari assentiu e depois seguiu atrás de Alan.

 

Alan segurou as mãos de Mari e foram para a cozinha pedir algo para a velha cozinheira.

 

Depois de comerem, Alan queria ver como estava o progresso dela na Arte do Tigre.

 

Mari ficou feliz e quando chegaram ao pátio, eles começaram a treinar.

 

Quando Alan viu que a técnica que Mari mostrou estava pelo menos no nível 2, Alan sorriu e depois de dar algumas instruções, ele deixou Mari com Elwanda, que já havia chegado e estava observando os dois.

 

Alan percebeu que além de entrar no espaço as noites, e falar com algumas pessoas, ele não tem mais nada para fazer.

 

Alan de repente pensou naquele livro que ele conseguiu de Mival, e o tirou de dentro do anel.

 

Assim que ele o colocou na mão, ele percebeu que era bastante atingido, e quando ele abriu, ele ouviu a voz do sistema.

 

[Quer Aprender a Antiga Técnica de Forjamento?]

 

Alan apenas assentiu. E assim que concordou, uma grande quantidade de informações como antes foi enviada para sua mente.

 

A Antiga Técnica de Forjamento, consiste em um total de 24 níveis, que são as 6 classificações: Comum, Amarelo, Profundo, Terra, Céu e Divino.

 

E cada um tem 4 níveis de qualidade, por isso 24 níveis.

 

Os três primeiros graus, são os mais fáceis de avançar, mas a partir do grau de terra é acima, as coisas começam a complicar bastante.

 

Em si, essa técnica não tem grau algum, mas se fosse medido, não perderia para o Grau Divino, pois quem consegue atingir o pico da técnica, poderá criar armas divinas que tenham almas próprias e muito mais.

 

Assim que Alan absorveu toda a informação, choque apareceu em seu rosto, ele não esperava que essa técnica fosse tão incrível.

 

Alan pensou em algo que mesmo assustou ele, e talvez o sistema.

 

-Se eu atingir o requisito de evoluir essa técnica, o que será que acontecerá?

 

Mas na sua pergunta, não houve resposta.

 

Alan entendeu que nem o próprio sistema consegue respondê-lo.

 

Com um novo objetivo em mente, Alan perguntou se havia alguma forja na Tribo, mas o servo falou que apenas o patriarca saberia desse assunto.

 

Alan assentiu e depois foi ver Daniel.

 

“Como posso ajudar? ”

 

Daniel estava sorrindo felizmente enquanto encontrava Alan.

 

Alan sorriu igualmente e falou.

 

“Eu queria saber se tem alguma forja na Tribo, e se tiver, eu gostaria de ter permissão para usá-la! ”

 

Daniel ficou surpreso com o pedido de Alan, e depois de um tempo ele falou.

 

“Tem uma velha forja subterrânea que pertencia a algum amigo de um Antigo Patriarca, mas essa oficina foi abandonada, pois não apareceu nenhum gênio na arte de forjar, então o abandonamos. Se você quiser usá-la, pode ir, mas saiba que algumas coisas devem estar velhas e danificadas.”

 

Alan assentiu e depois foi guiado para uma porta velha, que quando foi aberta, uma grande quantidade de poeira vazou, Alan sabia que fazia anos que não era aberto.

 

Alan olhou para Daniel e falou.

 

“Deixa que eu cuido daqui, a partir de agora! ”

 

Daniel assentiu e não incomodou mais sobre esses assuntos ou perguntou o porquê de Alan querer um oficina de forjamento, mas não é como se ele se importasse, pois essa oficina é velha e não causará nenhum dano de ele usá-la.

 

Quando Alan pisou nas escadas, a poeira subia e o som rangendo de madeira era ouvido.

 

Quando Alan chegou no final das escadas, ele viu um espaço enorme, havia mais de 100 metros quadrados nesse lugar.

 

Alan viu que apesar da poeira, havia várias coisas que não estavam com poeira.

 

Havia um forno feito de um material vermelho não identificado, e um martelo bastante grande no lado.

 

Havia algumas pilhas de pedras Vermelhas em um canto, que soltava um calor.

 

Alan olhou com surpresa para essas pedras, pois sabia que eram pedras de fogo, matérias muito importantes para a forja de Equipamentos.

 

Alan viu várias coisas usadas para forjar e no final havia uma mesa com um bilhete.

 

-Não sei qual o seu nome meu jovem, apenas sei que você é o descendente dos Dragões!

 

Assim que Alan leu isso, ele sentiu seu coração gelar.

 

-Meu nome era Altam! Eu fui um ferreiro que poderia criar equipamentos de grau céu. Eu sei que você é o descendente dos Dragões, pois eu fui a um vidente que me falou sobre o lugar que você apareceria e iria chegar, então eu me mudei rapidamente para esse lugar.

 

Esse forno é chamado de Forno do Imperador Dragão! Foi usado pelo Imperador dos Dragões para criar os melhores Equipamentos Divinos de todo o Mundo Marcial, mas em minhas mãos, eu não consigo ter 100% de seus efeitos, então eu queria dá-lo para alguém com a Linhagem dos Dragões, mas como os Dragões foram extintos, mesmo seus filhos bastardos que tinham uma minúscula chance de despertar a linhagem foram mortos, eu não consegui dá-lo a um Dragão, então por isso eu fui a uma vidente.

 

Eu esperei por 300 anos a sua chegada, mas você nunca apareceu, fazendo eu duvidar de sua existência, mas eu sei que você não aparecerá na minha era, por isso eu deixei tudo aqui e pedi para meu amigo, que apenas um jovem talentoso pode entrar, mas eu não confiei completamente nele, e coloquei uma barreira especial nesse lugar, onde apenas o descendentes com sangue de Dragão pode entrar e ver por trás da ilusão.

 

Você deve estar perguntando o porquê de eu fazer isso certo? É porque eu queria ver os Dragões, que foram classificados como a segunda melhor raça em forjar equipamentos, usar esse forno novamente! Mas como eu irei morrer nesse lugar, eu lhe peço que forja um Equipamento Divino e coloque meu nome é Espírito dentro dele, se fizer isso, eu agradeceria.

 

Assim que acabou de ler, Alan viu uma bola de cristal dos tamanhos das orbs, e viu que era completamente branca.

 

-O Espírito de Altam deve estar dentro dessa bola.

 

Alan pegou a bola de cristal e depois colocou dentro do inventário do sistema.

 

Depois de olhar um pouco mais, Alan percebeu que Altam deixou milhares de matérias nesse lugar para ele usar.

 

Existiam milhares de diferentes metais nesse lugar, Alan olhou bem e viu que eram todos raros e de alto nível.

 

Metal de Meteoro, Metal Estrelar, Metal de Ferro Demoníaco, Prata Sagrada…

 

Milhares de metais estavam nesse lugar, havia algumas prateleiras com um pó sobre elas e seus nomes estavam lá também, havia outros que tinha materiais de Bestas Espirituais e milhares de outras coisas.

 

Alan ficou maravilhado com esse tal de Altam.

 

-Ele desistiu de um futuro brilhante para me esperar em um lugar pequeno como essa Tribo. Eu prometo que se eu tiver o que é necessário para criar uma Arma divina, eu usarei seu Espírito primeiro.

 

Depois dessa promessa, Alan olhou para o forno e percebeu que era possível tirá-lo do lugar.

 

Alan colocou o Forno do Imperador Dragão dentro do anel, e depois começou a guardar todos os materiais dentro, e no processo, ele achou uma espada em um canto da sala.

 

Quando ele tocou, ele percebeu que a espada era de um alto nível, o fazendo ficar surpreso.

 

-Essa é uma arma de grau céu?

 

Alan pegou a espada e depois de balançá-la por alguns segundos, ele percebeu que havia um espaço dentro da espada que poderia armazenar uma incrível quantidade de Energia Espiritual, pelo menos 100x a quantidade que Alan tem agora.

 

Alan guardou sua antiga espada e colocou essa na bainha, ele não sabe qual o seu nível, mas sabe que não é inferior ao Grau Profundo.

 

Então depois de não deixar mais nada dentro do espaço, Alan subiu as escadas e foi direto para seu quarto.

 

Alan passou um total de 3 horas dentro daquela sala guardando todas as coisas, mesmo as prateleiras foram guardadas por Alan.

Alan estava feliz e depois que escureceu, ele entrou dentro do Reino.

Comentarios em ALDF: Capítulo 29

Categorias