6 dias depois.

 

Alan acordou, mas percebeu que não conseguia se mover, pois a dor que ele sentia era imensa.

 

Mesmo ele não sabe como ele acabou sobrevivendo a esse ataque, mas ele agradeceu a Auto-Cura que o ajudou a se recuperar mais rapidamente. Se ele não tivesse comprado essa habilidade, ele possívelmente demoraria mais de 20 dias para acordar.

 

Mas por sorte o corpo de Alan era forte e ele não morreu de desidratação e fome, assim como nenhuma Besta Espiritual ousou atacá-lo, por causa da aura que estava sendo liberada pelo corpo de Alan.

 

A Aura era a mesma que a do Rei Dragão, que fez Alan pensar que ele deve ter se invocado sozinho e o protegeu.

 

Mas como ele não ouviu nenhuma voz, Alan apenas retornou para o Reino e começou a rapidamente se recuperar.

 

Dentro do Reino, demorou mais 6 dias para Alan conseguir mover alguns dedos e mais 6 dias para ele conseguir mover um braço.

 

E com o movimento de um braço, ele tirou algumas pílulas e as comeu.

 

Ele não se importou com que pílula comeu, desde que aliviasse sua dor, estava bem!

 

Ele comeu pílulas com efeitos de aumentar a constituição por alguns minutos, que ajudou a aliviar a dor temporariamente, assim como reforçar os ossos por alguns minutos, então ele rapidamente se sentou e começou a circular a Energia Espiritual por todo seu corpo.

 

20 dias depois, Alan estava conseguindo se mover livremente, mas ainda estava muito fraco, pois ele havia acabado de se recuperar, e ainda tinha alguns órgãos que não se recuperaram completamente, fazendo Alan sentir dor as vezes enquanto se movia ou estava dormindo.

 

Simba o Leão que é a cria do Rei Leão da Floresta e um Leão de Juba Roxa, sempre esteve ajudando Alan a se mover pelo lugar.

 

Ele já cresceu bastante, já tendo a força de um Pico Guerreiro Marcial, ele tem quase 2 metros de altura e 2.20 metros de cumprimento.

 

Alan ficou satisfeito com esse leão que é bastante esperto e sempre o ajuda, mas Alan ainda está esperando para ele crescer e estar no Nível de Santo Marcial ou acima para poder começar a ser sua montagem e ajudá-lo nas lutas.

 

 

E em mais 3 dias, Alan se recuperou completamente não tendo mais problemas em se mover.

 

Alan deu uma última olhada no Reino e depois saiu.

 

Quando ele saiu, nada havia mudado, apenas que estava de noite.

 

Alan não sabe quão longe ele voou, então ele escolheu seguir a direção que tinha as árvores quebradas.

 

Alan ficou surpreso que ele voou mais de 300 metros de distância, quase atingindo 500 metros.

 

Alan começou a ter medo da gigante e prometeu interiormente que não iria provocá-la novamente.

 

E em pouco menos de 1 hora, Alan chegou ao mesmo lugar que ele foi enviado voando e viu a gigante dormindo encostada numa das paredes das montanhas.

 

-essa vadia nem ao menos foi ver se eu morri ou não!

 

Alan estava claramente bravo em seu coração, pois a gigante nem foi ver se ele morreu depois de ser acertado pelo seu soco.

 

Alan então se aproximou da gigante e quando foi acordá-la, um soco veio e o enviou a voar novamente.

 

[+10 Trilhões de EXP na Técnica, Corpo Celestial!]

 

E Alan voou 150 metros de distância e antes que caísse inconsciente ele conseguiu se mover para dentro do Reino.

 

Mas apenas uma coisa estava em sua mente esse tempo todo.

 

-O que porra aconteceu?

 

E ele caiu inconsciente!

 

 

Comparado a antes, o dano ao seu corpo foi menor e demorou metade do tempo para ele se recuperar completamente.

 

E quando Alan saiu, ele correu na direção da gigante, e quando apareceu, a gigante já havia acordado e estava olhando para o céu entediada.

 

Alan estava com raiva e chegou perto dela rapidamente e gritou.

 

“Que porra foi aquela! Por que diabos você me acertou? Que… Pera… “

 

A gigante se assustou com o grito de Alan e atacou inconscientemente, enviando Alan a voar novamente.

 

[+20 Trilhões de EXP na Técnica, Corpo Celestial!]

 

Mas só que a força dessa vez era 2x maior que ele havia levado anteriormente.

 

Alan voou mais de 200 metros depois desse soco.

 

E antes que Alan caísse inconsciente novamente, ele conseguiu entrar dentro do Reino.

 

Quando ele apareceu dentro do Reino, Simba que estava dormindo perto acordou e percebeu que seu Mestre estava ferido novamente, então ele rapidamente pegou um pouco de água do Lago de EXP com uma vasilha e colocou na boca de Alan, mas como ele não era experiente nisso, acabou derramando bastante no rosto de Alan.

 

Depois Simba se lembrou que tinha algumas pílulas que seu mestre deixou para ele não ter que sempre se concentrar no inventário do sistema ou o armazenamento do anel.

 

Simba não sabia diferenciar as pílulas, então ele empurrou qualquer coisa na vasilha e depois cuidadosamente colocou na boca de Alan e depois colocou água dentro, para ajudar Alan a engolir as pílulas.

 

E Alan acordou em 2 dias por causa disso e em 20 dias ele se recuperou completamente, mas suas pílulas acabaram, como ele ainda tinha alguns pontos do Sistema, só no caso, ele colocou algumas pílulas de recuperação naquela mesma pedra que Simba pegou as pílulas e depois saiu novamente do Reino.

 

Estava de noite e Alan acha que a Gigante deve estar dormindo nesse momento.

 

Ele rapidamente se apressou e viu que ela estava dormindo na mesma posição que antes, assim como suas mãos estavam atrás de suas costas.

 

Alan ficou aliviado e se aproximou, mas não baixou a guarda e chegou na frente do lindo rosto da gigante.

 

Alan estava com muita raiva e estava pensando em acordá-la com um soco bem no meio da cara, mas ele percebeu que havia um pouco de dor na expressão da gigante.

 

Alan sabe que essa expressão de dor, é a mesma que a dor da perda.

 

Alan começou a acalmar um pouco a sua raiva e tocou a cabeça da gigante, mas assim que ele tocou, a gigante acordou e olhou para Alan com choque e enviou um ataque em sua direção.

 

-Lá vamos nós de novo!

 

[+20 Trilhões de EXP na Técnica, Corpo Celestial!]

 

 

Simba olhou para seu mestre novamente no chão e pensou,o que ele está fazendo lá fora?

 

E então ele começou a cuidar de seu mestre novamente.

 

 

Alan se recuperou novamente e percebeu que sua Vitalidade havia chegado a 10 mil sem que ele percebesse, se perguntando o que merda aconteceu.

 

[Você estimulou sua Auto-Cura muito e ela está prestes a nivelar para Intermediário!]

 

Alan entendeu, e ficou um pouco feliz e irritado, pois em troca disso, ele teve que ficar vários dias deitado para se recuperar.

 

 

Quando chegou dessa vez perto da gigante, ele pegou algumas pedras e jogou na sua direção, chamando a atenção da gigante.

 

Ela olhou para as pedras que estavam sendo jogadas nela, e então olhou para a direção de onde estavam sendo jogadas e viu Alan.

 

Ela mostrou choque em seu rosto, pois não achava que Alan ainda estaria vivo.

 

-Até que essa barata é persistente!

 

Foi o que a gigante pensou.

 

Por algum motivo Alan sentiu raiva olhando para a gigante enquanto via seu rosto de choque. Mas ele não “sabe” porque!

 

“Qual seu nome mesmo? Deixa pra lá, eu não me importo mesmo, apenas vá pela porta, você conseguiu sobreviver a um de meus golpes, então entre dentro! ”

 

Ela apontou para a porta e começou a ignorar Alan que estava confuso em seu lugar, mesmo quando Alan a chamou, ela não mostrou nenhum interesse e apenas saiu para pegar algo para comer.

 

Alan olhou tudo isso e ficou com raiva, e como se quisesse que piorasse, o sistema falou.

 

[Se você está com raiva de ela não te bater mais, eu dou a dica de perturba-lá enquanto estiver dormindo!]

 

Alan ouviu isso e gritou.

 

“Você acha que sou masoquista, porra? ”

 

[Possivelmente!]

 

Alan começou a se sentir injustiçado em seu coração e estava querendo achar algo para extravasar a sua raiva.

 

Então ele olhou para a porta que a gigante guardava e entrou!

 

 

Quando entrou, ele percebeu que estava em uma planície com cerca de 10 quilômetros quadrados e dentro de tudo isso, Alan viu algo.

 

Mais de 100 mil Bestas Espirituais de Rank 1 ao 4, todas de diferentes níveis e tamanhos.

 

Tinha mesmo alguns humanoides.

 

Alan olhou para trás e viu duas palavras.

 

Campo de Batalha!

 

Alan olhou para as palavras e depois para aquele exército, palavras, exército, palavras, exército e se perguntou.

 

-Não posso voltar?

 

Alan então olhou bem para aquele exército e viu que havia uma Besta humanoide vindo em sua direção.

 

Era uma mulher que tinha dois grandes Chifres em sua cabeça que apontavam para cima.

 

Ela estava vestindo um vestido vermelho lindo que combinava com seus lindos cabelos carmesins.

 

Essa mulher era super linda, assim como estava no Pico de Mestre Marcial.

 

Ela chegou a 5 metros de distância de Alan e falou em outra língua, mas que Alan conseguiu entender.

 

“Você Humano! Você será o sacrifício dessa Grande Rainha Demônio hoje! Eu a Grande Rainha Demônio Nira! ”

 

Alan olhou para ela e depois olhou para atrás dela, onde estava aquele enorme exército de Bestas, todos estavam olhando para Nira como se ela fosse uma idiota.

 

-Será que essa mulher é uma idiota?

 

“O que é esse sacrifício? ”

 

Nira ficou surpresa com Alan entender sua fala, pois ninguém nunca entendeu a sua língua, nem mesmo seus pais e irmãs.

 

Ela consegue entender o que eles falam, mas ela criou a sua própria língua que acabou esquecendo como falar a linguagem de sua família.

 

“Como você consegue me entender? ”

 

Alan sorriu e falou.

 

“Não importa qual seja a língua, eu conseguirei falar ela! ”

 

Nira ouviu Alan e sorriu, então ela não perguntou mais e respondeu.

 

“O sacrifício que você será, será que você me dará seu sangue para eu poder evoluir! ”

 

“E se eu recusar? ”

 

Quando Alan falou, Nira fez um rosto como se estivesse prestes a chorar! Alan rapidamente falou.

 

“Tabom, Tabom! Eu serei seu sacrifício! Apenas se você pingar uma gota de sangue nesse anel! ”

 

“Sério! ”

 

Os olho de Nira brilharam e ela olhou para Alan com grande expectativa, então ela chegou perto e mordeu seu dedo, deixando uma gota de sangue cair no anel.

 

Assim que Nira iria falar, ela sentiu como se estivesse conectada com Alan e percebeu que teria que chama-lo de Mestre inconscientemente.

 

“O que você fez comigo? ”

 

Alan sorriu e falou.

 

“Agora você é minha! Espere dentro do Reino enquanto eu acabo com as coisas aqui fora, não perturbe ninguém lá dentro Nira! ”

 

Alan acenou e Nira sumiu enquanto olhava para Alan com choque e raiva.

 

Do outro lado, todos ficaram chocados com o desaparecimento de Nira, e um homem que estava no Pico de Mestre Marcial, que era o pai de Nira gritou.

 

“Mande alguém para esse humano agora e me traga minha filha! ”

 

Ao seu lado estava 2 mulheres, uma parecia bastante com Nira, possivelmente sua mãe, e a outra era bastante bonita também, tinha cabelos Carmesins como Nira, assim como o homem na sua frente.

 

Seu corpo é bastante sexi, se Alan visse isso, ele a teria jogado dentro do Reino e depois começaria a se divertir com ela.

 

Logo atrás dessas duas mulheres estavam alguns jovens, havia um total de 15, 9 eram homens jovens e 6 eram mulheres, havia 3 jovens que pareciam um pouco com Nira, possivelmente seus irmãos e irmãs.

 

“Meu amor! Trate esse humano bem, até ele entregar Nira, então depois você o use como sacrifício! Se conseguirmos beber seu sangue, nós os Demônios Carmesins conseguiremos superar a limitação desse Reino e quebrar para Santo Marcial! ”

 

Aquela que falou era a mulher sexi, que é uma de suas mulheres.

 

Esse homem olhou para ela e a abraçou e falou.

 

“Bom meu amor, então faremos do jeito que você falou! Envie duas de nossas filhas para ele como pretexto de querer servi-lo! Se conseguirmos seu sangue, conseguiremos sair desse reino e finalmente nosso talento será exposto e poderemos voltar ao nosso pico novamente, e finalmente matar aquele demônio! O Imperador do Trovão que prendeu toda a nossa raça nesse reino imundo com esses demônios e Bestas Espirituais de baixo nível! ”

 

Esse homem então apontou para duas garotas bonitas que eram suas filhas, assim como uma delas tinha uma aparência similar a Nira enquanto a outra era sexi igual a mulher desse homem.

 

“Sim Pai! ”

 

“Sim Pai! ”

 

As duas se curvaram respeitosamente e então esse homem apontou para um jovem alto que tinha uma grande semelhança com ele e falou.

 

“Vá falar com esse humano e o engane, e depois o traga para mim! ”

 

“Sim querido pai! ”

 

Esse jovem respeitosamente se curvou e foi com as duas irmãs para a direção de Alan.

 

Basta lembrar que essa planície não era para ter nada, pois todos os seres aqui dentro, foram postos para ser o teste do descendente do Imperador do Trovão, e não para Alan conseguir algumas Bestas Espirituais.

 

Mas com o tempo, os Demônios Carmesins mataram algumas Bestas Espirituais e construíram algumas casas com seus ossos e couro, enquanto usam seu sangue para melhorar suas forças.

 

Mas não para serem colocados como animais de estimação de Alan.

 

Mas isso foi o que o Imperador do Trovão não contou, que existisse algum item que pode ignorar a raça, e desde que tenha um Núcleo, pode ser domado.

 

Isso é algo que nem mesmo o Imperador do Trovão ou mesmo os 8 Deuses Dragões esperavam acontecer, muito menos com aqueles da Raça dos Demônios Carmesins.

 

A Raça dos Demônios Carmesins, são uma raça poderosa e talentosa, onde para poderem evoluir e se nivelar, eles tem que beber sangue como vampiros, mas dependendo do sangue que tomam, tem efeitos diferentes.

 

Se eles tomam sangue de Bestas Espirituais por muito tempo, seu cultivo acaba ficando estagnado e eles ficarão presos.

 

Mas se eles beberem sangue de Humanos ou raças que não tenham Núcleos, eles conseguem avançar facilmente, pois quando bebem sangue humano, seus corpos se estabilizam rapidamente, os dando chances de quebrar para níveis mais altos.

 

Como esses Demônios Carmesins estão presos nesse reino há muito tempo e não conseguem avançar para reinos mais altos por causa da restrição desse espaço, assim como não conseguem absorver o sangue de humanos, eles estão presos no nível de Mestre Marcial, assim como suas futuras gerações também estarão presas nesse nível também, enquanto eles continuarem dentro desse reino.

 

E tem outra coisa, quando os Demônios Carmesins viviam fora, eles eram uma raça incrivelmente poderosa, onde seus níveis são muito altos, eles tinham várias de Rank 6 ao 8 e tinha mesmo um Rank 9 Deus Marcial entre eles, mas esses eram poucos.

 

Depois da guerra dos Dragões e Fênixs, esses Deuses Marciais e abaixo, em maior parte morreram, mas quando sua raça estava se recuperando, apareceu o Imperador do Trovão e os enfraqueceu novamente e os prendeu dentro desse espaço.

 

Quando os Demônios Carmesins desapareceram, isso foi uma grande surpresa para todo o universo, assim como uma grande alegria para os humanos, pois se eles conseguissem se recuperar, os humanos e varias outras raças estariam com grandes problemas.

 

E isso foi um dos motivos de muitos adoravam o Imperador do Trovão, ele conseguiu impedir uma raça poderosa e com rápido progresso de Cultivo de aterrorizar as futuras gerações.

 

Mas o que todos não sabem, é que a Raça dos Demônios Carmesins, para nivelar, eles precisam do estímulo do sangue daqueles do mesmo nível, ou que tenham linhagens especiais.

 

Por isso os Deuses Marciais dos Demônios Carmesins escolheram participar da guerra, eles queriam quebrar para níveis mais altos com o Sangue dos Dragões e Fênixs, e se conseguissem, eles seriam possivelmente os imperadores do universo nesse momento.

 

Então ninguém nunca tentou “domar” um Demônio Carmesin, pois eles eram muito fortes.

Se aqueles antigos soubesse sobre isso, eles possivelmente estariam batendo suas cabeças no chão agora.

Comentarios em ALDF: Capítulo 47



15

Índice×

  1. 0
    ALDF: Capítulo 0
  2. 1
    ALDF: Capítulo 1
  3. 2
    ALDF: Capítulo 2
  4. 3
    ALDF: Capítulo 3
  5. 4
    ALDF: Capítulo 4
  6. 5
    ALDF: Capítulo 5
  7. 6
    ALDF: Capítulo 6
  8. 7
    ALDF: Capítulo 7
  9. 8
    ALDF: Capítulo 8
  10. 9
    ALDF: Capítulo 9
  11. 10
    ALDF: Capítulo 10
  12. 11
    ALDF: Capítulo 11
  13. 12
    ALDF: Capítulo 12
  14. 13
    ALDF: Capítulo 13
  15. 14
    ALDF: Capítulo 14
  16. 15
    ALDF: Capítulo 15
  17. 16
    ALDF: Capítulo 16
  18. 17
    ALDF: Capítulo 17
  19. 18
    ALDF: Capítulo 18
  20. 19
    ALDF: Capítulo 19
  21. 20
    ALDF: Capítulo 20
  22. 21
    ALDF: Capítulo 21
  23. 22
    ALDF: Capítulo 22
  24. 23
    ALDF: Capítulo 23
  25. 24
    ALDF: Capítulo 24
  26. 25
    ALDF: Capítulo 25
  27. 26
    ALDF: Capítulo 26
  28. 27
    ALDF: Capítulo 27
  29. 28
    ALDF: Capítulo 28
  30. 29
    ALDF: Capítulo 29
  31. 30
    ALDF: Capítulo 30
  32. 31
    ALDF: Capítulo 31
  33. 32
    ALDF: Capítulo 32
  34. 33
    ALDF: Capítulo 33
  35. 34
    ALDF: Capítulo 34
  36. 35
    ALDF: Capítulo 35
  37. 36
    ALDF: Capítulo 36
  38. 37
    ALDF: Capítulo 37
  39. 38
    ALDF: Capítulo 38
  40. 39
    ALDF: Capítulo 39
  41. 40
    ALDF: Capítulo 40
  42. 41
    ALDF: Capítulo 41
  43. 42
    ALDF: Capítulo 42
  44. 43
    ALDF: Capítulo 43
  45. 44
    ALDF: Capítulo 44
  46. 45
    ALDF: Capítulo 45
  47. 46
    ALDF: Capítulo 46
  48. 47
    ALDF: Capítulo 47
  49. 48
    ALDF: Capítulo 48
  50. 49
    ALDF: Capítulo 49
  51. 50
    ALDF: Capítulo 50
  52. 51
    ALDF: Capítulo 51
  53. 52
    ALDF: Capítulo 52
  54. 53
    ALDF: Capítulo 53
  55. 54
    ALDF: Capítulo 54
  56. 55
    ALDF: Capítulo 55
  57. 56
    ALDF: Capítulo 56
  58. 57
    ALDF: Capítulo 57
  59. 58
    ALDF: Capítulo 58
  60. 59
    ALDF: Capítulo 59
  61. 60
    ALDF: Capítulo 60
  62. 61
    ALDF: Capítulo 61
  63. 62
    ALDF: Capítulo 62
  64. 63
    ALDF: Capítulo 63
  65. 64
    ALDF: Capítulo 64
  66. 65
    ALDF: Capítulo 65
  67. 66
    ALDF: Capítulo 66
  68. 67
    ALDF: Capítulo 67
  69. 68
    ALDF: Capítulo 68
  70. 69
    ALDF: Capítulo 69
  71. 70
    ALDF: Capítulo 70
  72. 71
    ALDF: Capítulo 71
  73. 72
    ALDF: Capítulo 72
  74. 73
    ALDF: Capítulo 73
  75. 74
    ALDF: Capítulo 74
  76. 75
    ALDF: Capítulo 75
  77. 76
    ALDF: Capítulo 76
  78. 77
    ALDF: Capítulo 77
  79. 78
    ALDF: Capítulo 78
  80. 79
    ALDF: Capítulo 79
  81. 80
    ALDF: Capítulo 80
  82. 81
    ALDF: Capítulo 81
  83. 82
    ALDF: Capítulo 82
  84. 83
    ALDF: Capítulo 83
  85. 84
    ALDF: Capítulo 84
  86. 85
    ALDF: Capítulo 84.5
  87. 86
    ALDF: Capítulo 85
  88. 87
    ALDF: Capítulo 86
  89. 88
    ALDF: Capítulo 87
  90. 89
    ALDF: Capítulo 88
  91. 90
    ALDF: Capítulo 89
  92. 91
    ALDF: Capítulo 90
  93. 92
    ALDF: Capítulo 91
  94. 93
    ALDF: Capítulo 92
  95. 94
    ALDF: Capítulo 92.5
  96. 95
    ALDF: Capítulo 93
  97. 96
    ALDF: Capítulo 94
  98. 97
    ALDF: Capítulo 95
  99. 98
    ALDF: Capítulo 96
  100. 99
    ALDF: Capítulo 97
  101. 100
    ALDF: Capítulo 98
  102. 101
    ALDF: Capítulo 99
  103. 102
    ALDF: Capítulo 100
  104. 103
    ALDF: Capítulo 101
  105. 104
    ALDF: Capítulo 102
  106. 105
    ALDF: Capítulo 103
  107. 106
    ALDF: Capítulo 104
  108. 107
    ALDF: Capítulo 105
  109. 108
    ALDF: Capítulo 106
  110. 109
    ALDF: Capítulo 107
  111. 110
    ALDF: Capítulo 108
  112. 111
    ALDF: Capítulo 109
  113. 112
    ALDF: Capítulo 110
  114. 113
    ALDF: Capítulo 111
  115. 114
    ALDF: Capítulo 112.1
  116. 115
    ALDF: Capítulo 112.2
  117. 116
    ALDF: Capítulo 113.1
  118. 117
    ALDF: Capítulo 113.2
  119. 118
    ALDF: Capítulo 114
  120. 119
    ALDF: Capítulo 115