“O que é isso? ”

 

Alan se perguntou com grande horror, enquanto olhava para o enorme olho, que soltava uma intenção assassina imensa! Assim como uma aura extremamente poderosa, que ultrapassa a de um Rei Marcial!

 

-Mas que sorte! Achando um Monarca Marcial logo de começo! Porra! Sistema, que diabos é esse olho?

 

[Olho Demoníaco do Julgamento! Uma espécie rara entre os Demônios de seu tipo, Classificação Lendária! Com poder extremamente aterrorizante, mas um ataque e defesa mínimas!]

 

Ouvindo o sistema, Alan não se preocupou tanto quanto antes, pois parece apenas que o olho a sua frente, tem apenas golpes espirituais, que causam dano na mente ou na alma.

 

Possivelmente o motivo da morte de seu Pássaro da Tempestade, foi que o olho a sua frente destruiu sua alma.

 

Por sorte a Alma de Alan e extremamente forte, e com a ajuda da Aura do Imperador Dragão, isso aumenta muito mais! Lhe permitindo resistir ao seu ataque.

 

Alan então furiosamente, voou na direção do olho, em busca de vingança pela sua montaria.

 

E o Olho Demoníaco do Julgamento, começou a fugir em grande velocidade, quando viu que Alan não foi afetado pelo seu poder, e então correu de medo.

 

Mas infelizmente para ele, ele forçou Alan a usar a Aura do Imperador Dragão, que aumentou bastante a sua força, e junto com ela, sua habilidade de voo!

 

E em 5 minutos, Alan chegou ao lado do olho, e então deu um enorme soco, enviando o enorme olho para longe.

 

Um grito agudo soou quando ele atacou o olho, mas Alan não se importou, e então perseguiu e deu outro soco.

 

Logo tentáculos negros saíram de dentro do olho, e com os tentáculos, uma enorme boca cheia de dentes, parecia que tal besta, havia saído dos filmes de terror!

 

Não se sabia mais se tal coisa era considerada uma Besta Espiritual ou apenas um monstro!

 

Alan estreitou seus olhos ao ver os tentáculos, e então pegou sua espada e cortou na direção de um dos tentáculos.

 

Quando sua espada e os tentáculos colidiram, Alan viu que apenas perfurou 10 centímetros antes de parar.

 

Alan ficou feliz que conseguia ferir tal monstro, e então começou a usar suas técnicas, como Soberania da Espada, Rei das Mil Lâminas Supremas e Passos Sombrios!

 

E em cerca de 20 minutos, Alan conseguiu derrotar o olho, o deixando incapacitado no chão, com um líquido branco e vermelho saindo de várias feridas em seu “corpo”.

 

Alan com um sorriso triunfante, pegou sua espada e então a enfiou no enorme globo ocular, e então a mensagem do sistema soou.

 

[+5 Trilhões de Pontos de EXP, por matar um Monarca Marcial de Nível Inferior!]

 

[Como o usuário matou tal existência com suas próprias mãos, sem a ajuda de outros, a recompensa especial foi adquirida!]

 

[A Técnica de Cultivo da Alma, Olhar do Julgamento foi adquirido!]

 

“Cultivo da Alma? Que isso sistema? ”

 

[As técnicas de Cultivo da Alma, tem várias categorias, sendo que seu benefício principal, é melhorar a força da alma, para então poder resistir a futuros ataques da alma! E sobre os benefícios secundários, dependem muito da técnica estudada, pode tanto ser como o do Olho Demoníaco do Julgamento que o usuário matou, que lhe permite causar ataques na alma de seus inimigos, assim os explodindo e matando! Como também pode ser usado para criar barreiras, armas, Armaduras e entre outras coisas, varia muito de técnica para técnica!]

 

Os olhos de Alan brilharam ao ouvir o sistema, e então pensou na dor que sentiu quando o Olho usou essa técnica, era muito poderoso, quase o matando!

 

Alan pensou no que faria se usasse tal técnica no futuro, com apena sum olhar, ele mataria seus inimigos.

 

Ao pensar nisso, Alan ficou extremamente animado e aprendeu a técnica sem hesitação, e então a coluna de Técnica de Meditação, mudou para Técnicas de Cultivo, com Olhar do Julgamento logo ao lado do seu Nove Mares Espirituais!

 

Mas havia algo estranho que Alan não entendeu.

 

“O que era esse 1/12 ao lado da técnica? ”

 

[Significa quantos níveis tal técnica tem, e dependendo de quantos níveis você atravessa, será possível descobrir coisas novas!]

 

“Mas porque as técnicas anteriores não tem isso? ”

 

(Lich: Por minha causa, eu não havia pensado nisso naquela época, então terei que criar uma desculpinha.)

 

[Bem simples, porque tais técnicas eram apenas para Meditação, para ajudá-lo a melhorar seu cultivo mais rapidamente, não necessitavam de níveis para compreender Reinos mais altos, e outra, as Técnicas de Meditação que o usuário aprendeu anteriormente, eram da mais alta qualidade de seu Universo, e foram estudadas sabe-se lá quantas vezes, assim resumindo cada vez mais tal técnica, assim não necessitando mais se preocupar com tais níveis!]

 

[E outra, tal técnica é inútil quando você tem a mim, pois você já estará usando seu talento ao seu limite, e as Técnicas de Meditação, no máximo aumentam os benefícios que você ganha quando se passa nos Níveis de cada Reino, mas com o tempo, se não for uma técnica de mais alto nível, os efeitos se enfraquecem com o passar do tempo!]

 

No momento que Alan ouviu o sistema, ele entendeu grande parte, e as áreas que não havia entendido, não se preocupou em perguntar, pois ele pode aprender com o tempo.

 

Alan então logo se concentrou no conteúdo em sua mente, e depois de inspecioná-los por um tempo, ele decidiu que iria tentar compreender quando estiver dentro do Reino, pois ele não entendeu quase nada do que estava escrito!

 

Alan então guardou o corpo do Olho Demoníaco do Julgamento, e estava pronto para entregá-lo para Simba ou Rambo.

 

Aica já devorou a Rainha Harpia – Camilla a muito tempo, e já havia atingido o Pico do Rei Marcial, com apenas um pequeno gargalo para poder entrar no Monarca Marcial.

 

E agora com o corpo do Olho Demoníaco do Julgamento, Alan conseguirá levantar um dos dois para o Pico do Rei Marcial também, ou até o Monarca Marcial!

 

E sobre as Harpias, Guaxinim e os dois T-Rexs, Alan não se preocupou muito com seu desenvolvimento, e apenas escolheu algumas Harpias talentosas como suas Concubinas, e agora seu Harém aumentou para mais de Mil!

 

E com a ajuda de Alan, e claro, o sistema, todas são pelo menos Nobres Púrpuras, e as antigas Nobres Púrpuras, também evoluíram para Bronze, e as Nobres Bronze, evoluíram para Prata, apenas que as Pratas não evoluíram para Dourada, pois não atingiram o requisito de nível!

 

E o motivo de Alan não evoluir todas para Prata, por dois simples motivo, elas acabaram de evoluir e estavam instáveis, e Alan não iria gastar todos seus pontos do Sistema que ele juntou com tanto suor e lágrimas, nas suas Concubinas.

 

Mesmo sendo suas mulheres, nem todas lhe darão filhos, assim como nem todas irão lhe acompanhar para sempre, claramente muitas morrerão com o tempo, assim como irão traí-lo e então Alan irá abandoná-las.

 

Pois as Harpias são conhecidas pelos seus fortes desejos sexuais, no momento que elas ficarem muito tempo sem fazer sexo, claramente elas ficarão carentes e tentarão de tudo! Para satisfazer-se, e então trair Alan era apenas questão de tempo.

 

Mas Alan esperava tal coisa, e já estava pensando em como fazer que tal cenário não ocorra, que seria com a ajuda do sistema, para criar alguns brinquedos especiais, como um brinquedo, que lhe permite fazer cópias de certas partes de seu corpo e cópia-las, e o corpo principal estará sentindo tudo o que essa cópia fizer.

 

Alan já estava falando com o sistema a bastante tempo sobre esse item, e se poderia replicar seu irmãozinho, assim como seu sêmen.

 

E o sistema havia dito que sim, então Alan estava pronto para comprar milhares deste item, para copiar seu irmãozinho e ter uma vida feliz!

 

 

Depois de arrumar tudo, Alan suspirou ao pensar na sua montaria morta, e então chamou Simba para ser sua montaria.

 

Simba era mais forte que o Pássaro da Tempestade, então não morreria de forma tão patética como ele.

 

E então, Alan e Simba começaram a de aprofundar nas terras das Montanhas dos Mil Espíritos, a procura da Fruta das Mil Fertilidades.

 

Alan sabe que pode demorar bastante para achar tal item, mas não se importa, pois pelo menos até daqui a 6 meses, que será quando ele irá voltar, com ou sem a fruta.

 

O motivo, é que ele quer estar lá quando seu filho ou filha nascer, Alan não quer perder um dos possíveis momentos mais felizes de sua vida!

 

Alan então teve bastante cuidado enquanto explorava os arredores, matando qualquer Besta Espiritual que aparecesse, mas depois do Olho Demoníaco do Julgamento, não houve lá grandes desafios.

 

No máximo alguns Reis Marciais, que seriam mortos por Alan e Simba facilmente.

 

Alan até conseguiu ganhar alguns tesouros preciosos que são muito úteis para aqueles cultivadores demoníacos, que Alan vendeu para o sistema, assim conseguindo cerca de 70 Milhões de Pontos!

 

(Lich: Alan consegue vender itens, não apenas os Núcleos de Bestas!)

 

Alan ficou extremamente feliz com os pontos do Sistema, e comprou algumas Orbs e evoluiu algumas Harpias, que melhoraram bastante sua resistência na cama.

 

Agora, Alan está extremamente feliz, pois no máximo precisa de cerca de apenas 2 a 3 Harpias, para poderem satisfazê-lo por completo, sem que elas fiquem extremamente cansadas.

 

E tudo isso, aconteceu em 1 semana!

 

Alan não sabia como chamar a sua vida, além de agradável!

 

E hoje algo extremamente alegre aconteceu, sua terceira Alma Animal finalmente surgiu!

 

Era chamada, Coruja da Sabedoria, que poderia falar qualquer língua sem exceções!

 

A Coruja da Sabedoria, Alan pensava que era inútil e se arrependeu de fazer um contrato com ela, mas ele estava errado, pois essa coruja lhe ajudou imensamente!

 

Não apenas ele, Aica e Rambo também, pois eles estavam presos no Pico do Rei Marcial, e estavam presos no seu gargalo.

 

Mas quando ele convocou a coruja, e a deixou dar algumas dicas para os dois, os dois simplesmente avançaram 2 dias depois dentro do Reino!

 

Isso chocou a Alan imensamente, e então percebeu que sua compreensão nas técnicas aumentou bastante, fazendo ele conseguir EXP mais rápido em todas as suas técnicas!

 

Não demoraria muito até Alan quebrar o gargalo que estava preso, e evoluir suas técnicas para o Grau Divino!

 

E até mesmo sua técnica do Corpo Divino, que ficou muito tempo parada, estava começando a ganhar EXP, com algumas dicas da Coruja da Sabedoria, pois ela havia dito uma maneira de aumentar o nível de tal técnica, que era bastante simples.

 

Usando o Campo Gravitacional, gastando dois Mares Espirituais, Alan iria conseguir criar algo como uma órbita Terrestre ao seu redor, assim colocando uma enorme pressão no seu corpo, e então lhe permitindo avançar novamente!

 

Alan claramente ficou animado, pois antes havia testado usando um pouco de Energia Espiritual no Campo Gravitacional, mas os efeitos não eram tão grandes, e Alan decidiu desistir, pois demoraria muito de seu tempo, e a gravidade não era das melhores.

 

Mas agora, isso mudou completamente, com a ajuda da Coruja da Sabedoria.

 

Até as Harpias se beneficiaram bastante, e algo que chocou até mesmo o sistema, foi uma técnica que a Coruja da Sabedoria conhecia.

 

Que permitiu as Harpias, a evoluirem, não em Classificação, mas em corpo mesmo, as permitindo criar dois braços humanos!

 

Isso foi muito chocante, surpreendendo a todos!

 

Alan então começou a pensar quem realmente era a Coruja da Sabedoria, pois tal nível de sabedoria não era comum, mas infelizmente a Coruja se recusava a responder sobre perguntas pessoais, e no final, Alan ficou sem nenhuma resposta.

 

E como as Harpias ganharam braços, claro, não foram todas, apenas as Nobres Púrpuras e acima ganharam, pois eram as únicas que por algum motivo, conseguiam cultivar tal técnica.

 

E se as Harpias comuns tentassem cultivar tal técnica, não seria possível, pois parecia que apenas as Harpias Nobres, tinham uma certa quantidades de Canais Espirituais(Meridianos), que permitiam tal técnica circular, enquanto as Harpias comuns não!

 

Alan tentou uma maneira de mudar isso, mas a Coruja já havia falado que tentou isso milhares de vezes, e não conseguiu, pois era impossível para as Harpias de baixo nível, cultivarem braços!

 

Alan no final saiu com um pouco de tristeza, mas feliz, pois agora suas Concubinas Harpias, tinham braços, que lhes ajudaram imensamente!

 

Alan então criou algumas armas para suas Harpias segurarem, assim como também deu um nome para elas, que seria as Valkyrias!

 

-Mesmo não se comparando às verdadeiras, as Harpias chegam perto, pelo menos… eu acho…

Comentarios em ALDF: Capítulo 94



15

Índice×

  1. 0
    ALDF: Capítulo 0
  2. 1
    ALDF: Capítulo 1
  3. 2
    ALDF: Capítulo 2
  4. 3
    ALDF: Capítulo 3
  5. 4
    ALDF: Capítulo 4
  6. 5
    ALDF: Capítulo 5
  7. 6
    ALDF: Capítulo 6
  8. 7
    ALDF: Capítulo 7
  9. 8
    ALDF: Capítulo 8
  10. 9
    ALDF: Capítulo 9
  11. 10
    ALDF: Capítulo 10
  12. 11
    ALDF: Capítulo 11
  13. 12
    ALDF: Capítulo 12
  14. 13
    ALDF: Capítulo 13
  15. 14
    ALDF: Capítulo 14
  16. 15
    ALDF: Capítulo 15
  17. 16
    ALDF: Capítulo 16
  18. 17
    ALDF: Capítulo 17
  19. 18
    ALDF: Capítulo 18
  20. 19
    ALDF: Capítulo 19
  21. 20
    ALDF: Capítulo 20
  22. 21
    ALDF: Capítulo 21
  23. 22
    ALDF: Capítulo 22
  24. 23
    ALDF: Capítulo 23
  25. 24
    ALDF: Capítulo 24
  26. 25
    ALDF: Capítulo 25
  27. 26
    ALDF: Capítulo 26
  28. 27
    ALDF: Capítulo 27
  29. 28
    ALDF: Capítulo 28
  30. 29
    ALDF: Capítulo 29
  31. 30
    ALDF: Capítulo 30
  32. 31
    ALDF: Capítulo 31
  33. 32
    ALDF: Capítulo 32
  34. 33
    ALDF: Capítulo 33
  35. 34
    ALDF: Capítulo 34
  36. 35
    ALDF: Capítulo 35
  37. 36
    ALDF: Capítulo 36
  38. 37
    ALDF: Capítulo 37
  39. 38
    ALDF: Capítulo 38
  40. 39
    ALDF: Capítulo 39
  41. 40
    ALDF: Capítulo 40
  42. 41
    ALDF: Capítulo 41
  43. 42
    ALDF: Capítulo 42
  44. 43
    ALDF: Capítulo 43
  45. 44
    ALDF: Capítulo 44
  46. 45
    ALDF: Capítulo 45
  47. 46
    ALDF: Capítulo 46
  48. 47
    ALDF: Capítulo 47
  49. 48
    ALDF: Capítulo 48
  50. 49
    ALDF: Capítulo 49
  51. 50
    ALDF: Capítulo 50
  52. 51
    ALDF: Capítulo 51
  53. 52
    ALDF: Capítulo 52
  54. 53
    ALDF: Capítulo 53
  55. 54
    ALDF: Capítulo 54
  56. 55
    ALDF: Capítulo 55
  57. 56
    ALDF: Capítulo 56
  58. 57
    ALDF: Capítulo 57
  59. 58
    ALDF: Capítulo 58
  60. 59
    ALDF: Capítulo 59
  61. 60
    ALDF: Capítulo 60
  62. 61
    ALDF: Capítulo 61
  63. 62
    ALDF: Capítulo 62
  64. 63
    ALDF: Capítulo 63
  65. 64
    ALDF: Capítulo 64
  66. 65
    ALDF: Capítulo 65
  67. 66
    ALDF: Capítulo 66
  68. 67
    ALDF: Capítulo 67
  69. 68
    ALDF: Capítulo 68
  70. 69
    ALDF: Capítulo 69
  71. 70
    ALDF: Capítulo 70
  72. 71
    ALDF: Capítulo 71
  73. 72
    ALDF: Capítulo 72
  74. 73
    ALDF: Capítulo 73
  75. 74
    ALDF: Capítulo 74
  76. 75
    ALDF: Capítulo 75
  77. 76
    ALDF: Capítulo 76
  78. 77
    ALDF: Capítulo 77
  79. 78
    ALDF: Capítulo 78
  80. 79
    ALDF: Capítulo 79
  81. 80
    ALDF: Capítulo 80
  82. 81
    ALDF: Capítulo 81
  83. 82
    ALDF: Capítulo 82
  84. 83
    ALDF: Capítulo 83
  85. 84
    ALDF: Capítulo 84
  86. 85
    ALDF: Capítulo 84.5
  87. 86
    ALDF: Capítulo 85
  88. 87
    ALDF: Capítulo 86
  89. 88
    ALDF: Capítulo 87
  90. 89
    ALDF: Capítulo 88
  91. 90
    ALDF: Capítulo 89
  92. 91
    ALDF: Capítulo 90
  93. 92
    ALDF: Capítulo 91
  94. 93
    ALDF: Capítulo 92
  95. 94
    ALDF: Capítulo 92.5
  96. 95
    ALDF: Capítulo 93
  97. 96
    ALDF: Capítulo 94
  98. 97
    ALDF: Capítulo 95
  99. 98
    ALDF: Capítulo 96
  100. 99
    ALDF: Capítulo 97
  101. 100
    ALDF: Capítulo 98
  102. 101
    ALDF: Capítulo 99
  103. 102
    ALDF: Capítulo 100
  104. 103
    ALDF: Capítulo 101
  105. 104
    ALDF: Capítulo 102
  106. 105
    ALDF: Capítulo 103
  107. 106
    ALDF: Capítulo 104
  108. 107
    ALDF: Capítulo 105
  109. 108
    ALDF: Capítulo 106
  110. 109
    ALDF: Capítulo 107
  111. 110
    ALDF: Capítulo 108
  112. 111
    ALDF: Capítulo 109
  113. 112
    ALDF: Capítulo 110
  114. 113
    ALDF: Capítulo 111
  115. 114
    ALDF: Capítulo 112.1
  116. 115
    ALDF: Capítulo 112.2
  117. 116
    ALDF: Capítulo 113.1
  118. 117
    ALDF: Capítulo 113.2
  119. 118
    ALDF: Capítulo 114
  120. 119
    ALDF: Capítulo 115
  121. 120
    ALDF: Capítulo 116
  122. 121
    ALDF: Capítulo 117
  123. 122
    ALDF: Capitulo 118