Ascensão (Parte 1)

  1 Parte

Arthur foi pego de surpresa por todos aqueles elfos negro góticos se ajoelhando e chorando de alegria.

“Eh…? Como assim criança da profecia?” Perguntou Arthur.

“Antes da queda do império negro o oráculo de Érebo fez uma profecia:“Quando tudo parecer sombrio e sem esperança ele virá em forma de uma criança, Quando o ver não o reconhecera. Mas em lugar dos seus olhos haverá um abismo escuro e nesse abismo o triângulo estelar de Érebo. Esse será o Arauto de Érebo, o Rei negro que os guiara para uma nova era!!” Todos elfos negro disseram em uníssono como um coro em perfeita harmonia.

Annúndir se levantou e falou bem alto:

“Irmão e irmãs! Nossa vigília acabou! Nosso Arauto! Nosso Rei surgiu! Viva o Rei negro Arthur Magnus, Arauto de Érebo!!!!” Rugiu Annúndir anunciando seu novo rei.

Os elfos negro se levantaram formando um linha reta em frente de Arthur. Colocaram sua mão direito em frente de seus corações e o saudaram:

“Viva o Rei negro Arthur!!!”“Viva o Rei negro Arthur!!!”“Viva o Rei negro Arthur, Arauto de Érebo!!!”“Viva o Rei negro Arthur!!!”“Viva o Rei negro Arthur!!!”

Todas vozes ecoaram pelo templo saudando seu novo rei enquanto batiam seus pés no chão fazendo o templo tremer levemente.

Annúndir deu um passo a frente o saudando e falou:

“Nós os guardiões das ruínas de Lilac juramos lealdade ao Rei Arthur! Juramos nossas espadas e nossos corações! O servirndo na vida e na morte!” Ainda com a mão direita no peito todos se ajoelharam ficando em silêncio aguardando as palavras de Arthur.

…O que há com esse desenvolvimento repentino? Gritou Arthur dentro de seu coração.Fiz apenas uma pergunta e não pedi para ser rei! Alias quem quer se tornar um rei para ficar o dia inteiro sentando em um trono?

Arthur estava em perda pensando como lidar com a situação atual. Vendo a seriedade dos elfos negro a sua frente não podia dizer:“Ah, foi mal mas já tenho um compromisso importante, então não poderei ser seu rei.” Arthur não iria fazer algo tão insensível quando alguém fez uma saudação cheia de paixão.

…Mas eu tenho os méritos para ser um rei? E quando a Milaine, Liz…., pensou melancolicamente. Principalmente quando pensou em Liz a sua pequena fada.

Quando estava perdido em seus pensamentos Azura falou em sua mente:

Que escolha tem além de ser rei deles? O único modo de sobreviver ao que está por vir no futuro e se tornando um rei! Disse Azura em sua mente e completou com palavras irresponsáveis:Siga apenas o fluxo dos eventos e não pense muito no assunto.

…Sobreviver ao que está por vir…, pensou lentamente sobre as informações que tirou do cavaleiro santo Jackson Markfall.

Após ter libertado Azura contou sobre as informações que tirou do cavaleiro santo nas batalha da cordilheira. Mesmo Azura não podia fazer nada em seu estado atual.

Então Arthur começou a ver a situação com uma nova luz. Se tudo desse certo poderia formar um reino para sobreviver aos eventos que estão por vir e além disso poderia aumentar sua força e de Azura.

Se eu pensar em continuar vivendo em um vila tranquila fora de todo perigo e o mesmo que pedir para morrer quando os planos “deles” se iniciar! Suspirou aliviado encontrando uma solução para aquela situação. Agora havia outro problema, como se tornar mais forte?

Arthur estava se tornando forte tão rápido que poderia ser chamado de desumano, mas para ele não era o suficiente.

Preciso me tornar mais forte, uma força que pode superar exércitos, uma força que poderá desafiar os céus!

Há uma maneira, disse a doce voz de Azura em sua mente.Você é metade humano e metade demônio, para se tornar forte ira precisar se livrar da sua metade humano.

Arthur ponderou por alguns segundos as doces palavras de Azura que lhe prometeu poder. Mas em troca iria perder sua parte humana, a parte que o liga com os humanos.

…Para ganhar é necessário perder, disse Azura em um tom melódico, como se fosse o canto de um rouxinol. A magia antiga, ou melhor a magia demoníaca funciona no principio da troca. A magia demoníaca e capaz de fazer inúmeros milagres, de transformar mortais em deuses……Assim me tornei rainha graças a magia demoníaca!

A magia demoníaca era tentadora demais para Arthur, mas, o que teria que perder em troca do poder? Se fosse necessário perder as pessoas com quem ele se importa para ganhar poder ele não iria usar a magia demoníaca, preferia continuar fraco do que se tornar forte.

……É como irei perder minha metade humana, o que terei que trocar pelo poder? Perguntou para Azura.

…Eu irei te ensinar uma magia demoníaca do décimo nível[ Ascensão demoníaca]! Respondeu Azura com um sorriso diabólico, enquanto o coração de Arthur palpitou de emoção.

A maior magia que tinha usado até agora era [Éden negro] magia do oitavo nível. Na época não tinha o poder mágico o suficiente para ativar a magia do oitavo nível. Uma magia terrível que poderia ter destruído toda floresta caso ele tivesse o poder mágico suficiente.

Isso era apenas o poder de uma magica do oitavo nível. O quanto seria assustador uma magia do décimo nível? Só de pensar o quanto seria poderoso a magia demoníaca do décimo nível fez seu corpo tremer todo.

…Essa magia demoníaca ascende demônios inferiores para demônios superiores! Sentindo a confusão de Arthur ela explicou:Diferente da maioria das raças os demônios podem ascender para uma hierarquia racial superior. Com [Ascensão demoníaca] um demônio inferior poderia ascender para um demônio nobre e assim por diante, mas, o nível hierárquico que você subirá irá depender da quantidade de almas que será oferecido! Resumindo quando mais almas você oferecer mais poderoso se tornará!

Arthur estava perplexo com as informações que ela estava jorrando em sua mente. Nunca tinha imaginado que existiria tal magia poderosa. Magia do décimo nível era algo que fugia da compreensão humana.

Azura qual é a hierarquia racial dos demônios? Outras raças possuem também um sistema de hierarquia racial parecido com os demônios? Arthur estava entusiasmado com a possibilidade de ascender para um demônio superior.

…Humm….A hierarquia racial dos demônios segue a seguinte ordem: demônio inferior, demônio nobre, Arquidemônio, Lorde demônio, Rei demônio, Imperador das trevas, Deus Demônio menor e Deus Demônio maior!

…Até mesmo se tornar um deus demônio? falou para si mesmo em total estado de choque.

…Sim, como você acha que os deuses surgiram? Azura respondeu com desdém e explicou:Algumas raças possuem a hierarquia racial, mas, diferente de nós demônios não possuem uma magia que os permita ascender. Essas raças podem ascender de duas maneiras dependendo de sua raça. A primeira é com esforço e sorte, a segunda e sendo nomeados por um ser de hierarquia racial superior!

Quando mais ouvia sobre a explicação de Azura, mas confuso se tornava. Percebeu sua falta de conhecimento sobre os assuntos arcanos. Prometendo para si mesmo que iria pesquisar mais sobre a magia nesse mundo.

…Por exemplo se eu nomear esses elfos negros,  iram subir na hierarquia racial?

Com sua pergunta um riso sonoro soou dentro de sua mente. Arthur podia até imaginar ela segurando a própria barriga e rolando no chão de tanto rir. Não sabia o que era tão engraçado, mas aguardou ela parar de rir e explicar o motivo do riso.

…Não…Garoto você se superestima demais! Seu nível hierárquico é o de um demônio inferior. Somente um Lorde demônio para cima tem o poder de nomear um ser vivo. Além disso esse elfos negros não podem ser nomeados, pois seus ancestrais foram nomeados por Érebo, que se não me engano era um deus demônio maior. Claro que você pode os nomear novamente, mas, você ira precisar ter um poder mágico maior do que um deus demônio maior.

Arthur percebeu a tolice de sua pergunta com a reposta de Azura. Também entendeu que para poder nomear um ser já nomeado era necessário um poder maior do que a magia original usada na nomeação.

Azura também explicou que nomear iria sugar uma grande quantidade de poder mágico. Fora que o próprio nomeado iria se tornar muito poderoso quando subir de hierarquia. Muitos deuses demônios e os de hierarquia evitava nomear deliberadamente, para não cavar sua própria cova no futuro.

….Posso apenas lamentar por minha ignorância, espero que você me ensine mais daqui para frente Azura! Arthur disse sinceramente enquanto voltou a olhar para os elfos ajoelhados aguardando suas palavras.

…Agradeça a bondade dessa rainha garoto! Disse Azura, não com arrogância, mas com uma voz gentil.Garoto você ira realmente se tornar o rei desses elfos negro?

Sim, respondeu com determinação.

Um garoto como você se tornando um rei é algo preocupante, zombou ela.Está rainha irá de ensinar como reger, mas por enquanto apenas diga as palavras que irei te falar!

 2 Parte

Arthur respirou fundo antes de começar a falar as palavras que Azura sussurra em sua mente.

Na sua vida anterior nunca foi bom com discursos, principalmente na escola. Lembra-se da época de escola foi o suficiente para sentir um frio na sua barriga. Diferente da época de escola a responsabilidade que estava sendo colocado em seus ombros era grande demais.

Ele não podia fazer um discurso meia boca e agradeceu sinceramente a ajuda de Azura. Se não fosse ela a situação teria sido pior do que apenas um frio na barriga.

Mesmo assim….
……Odeio discursos, pensou Arthur sentindo um nó em sua garganta.

Arthur respirou fundo mais uma vez acalmando suas emoções e começou:

“Por favor levantem a cabeça e escute minhas palavras, bravos guardiões!” Disse Arthur seguindo o roteiro que Azura tinha preparado.

Sem hesitar Annúndir e todos atrás dele levantaram a cabeça o encarando com olhos cheios de expectativas. Vendo aqueles olhares cheios de expectativas Arhur sentiu seu estômago doer a ponto de querer vomitar de stress.

” Como Arauto de Érebo o deus negro, assumirei o manto da responsabilidade de guiar todos elfos negros para uma nova era!” Seu tom era majestoso aos ouvidos dos elfos negros o que ascendeu um fogo quente e apaixonante em seus corações.” Das terras desoladas do norte iremos ressurgir com os estandartes do sol negro de Érebo! Nas planícies devastadas irei construir uma nova Lilac, ainda mais gloriosa e mais poderosa!”

Com cada palavra os ânimos se elevaram, não podendo conter aquela euforia em seus corações bateram seus punhos em seus peitorais de couro fazendo o som ecoar por todo templo como tambores de guerra.

Mesmo Arthur não pode deixar de ser influenciado pela atual atmosfera e continuou com o discurso apaixonante criado por Azura.

“Mas antes disso irei mostrar a esse exercito o grande erro que cometeram! Iram descobrir amargamente que pisaram na cauda de um dragão adormecido! Arthur rugiu com essas palavras de poder sentindo-se como o ator principal de algum filme Hollywoodiano de fantasia medieval.

O som ficou mais alto chegando a ser ensurdecedor.

“Eu, Arthur Magnus irei obliterar aqueles que ousaram invadir as ruínas de Lilac e ascender como seu rei!!!!” Suas palavras soaram com um trovão em meio ao barulho ensurdecedor. Cada elfo negro tremeu de excitação e no ápice daquela sentimento nunca antes sentindo, Arthur, virou as costas e falou:“Venham até a entrada do templo e observe o poder de seu rei!”

Arthur caminhou com passos elegantes e firmes para a entrada do templo.

Em sua mente Azura falou:

É assim que um rei deve ser,disse ela como um professor ensinando um aluno. Um rei deve instigar seus subordinados com palavras heroicas. Esse é o básico que rei deve saber, garoto.

Arthur assentiu silenciosamente em sua mente. Aprendeu que palavras poderiam mudar os ânimos. As palavras que Azura tinha falado para ele, estimulou todos elfos para um estado eufórico.

Até Arthur foi influenciado por essas palavras.

Quando Arthur saiu do templo ficando de frente para os degraus, viu um mar de orcs envolta do templo. A barreira era a única coisa que os impedia deles avançarem.

“É a primeira vez que vejo tantas pessoas….Quero dizer orcs…São tão feios quando aos filmes!” Exclamou Arthur vendo o mar de orcs que poderia ser descrito como um mar de formigas.“Azura o que devo fazer para iniciar a minha ascensão na hierarquia demoníaca?”

Primeiro iremos usar a magia demoníaca [Ascensão demoníaca] para iniciar sua ascensão racial….No momento você não tem o poder mágico o suficiente para usar essa magia, então irei cantar parte do verso para iniciar o processo da ascensão racial! Seja grato a está rainha!

Arthur sentiu um calor quente preencher seu coração com a ajuda dela, mesmo sabendo que ela tinha seus próprios motivos para o ajudar. Não poderia deixar de ser grato para aquela rainha chamada Azura.

As chamas roxas e lilases começaram dançar violentamente em volta dele, o envolvendo em um manto de chamas o transformando em um figura demoníaca. Devido a pressão que Arthur emitia os orcs próximos da barreira começaram a cair um por um, sangrando por todos orifícios em seus rostos feios.

Annúndir e os elfos negros que observavam Arthur de longe não ousaram chegar mais perto. Se dessem um passo para frente seriam esmagados pela aura opressora que Arthur estava emitindo.

Arthur iniciou seu cântico sinistro, cantando por ele e Azura:

“O beijo da ruína….O abraço da morte……o bater de asas da borboleta que trás o caos ao mundo….Se afogue na loucura de minhas palavras….Abra as portas da alma….Morra nove vezes…….Renasça nove vezes……Ascenda as fileiras do poder! [Ascensão demoníaca]! ”

No último verso as vozes de Arthur e Azura se misturaram e as formações roxas gravadas em sua costas se expandiram por todo corpo. Ao mesmo tempo uma dor alucinante dominou seu corpo, como se as formações tivessem o queimando de dentro para fora.

…Aguente firme, as formações magicas gravadas em suas costas são um presente meu, ela riu e explicou:Imaginei que um dia você iria querer ascender para um demônio superior. No dia em que você me libertou gravei em suas costas uma formação mágica que se ativaria no dia em que você usasse a magia [Ascensão demoníaca]! Esse é meu agradecimento a você garoto!

Ouvindo o riso e as palavras de Azura, um temor percorreu em seu coração. Quando iria pergunta o que ela tinha feito, Azura falou:

Não se preocupe essa formação mágica não irá de prejudicar! A formação mágica irá ajudar em sua ascensão, apesar que a dor será quase insuportável! Com apenas essa oferenda de almas você iria no máximo ascender para um demônio nobre, mas, com a formação mágica você irá se tornar um lorde demônio!

O medo de que a formação mágica iria prejudicar seu corpo foi soprado para longe e substituído por um calor agradável.

“Para alguém tão arrogante você está sendo gentil demais!!” Disse Arthur resistindo a vontade de gritar de dor causada pela formação mágica.

…Hump!  Não me entenda mal garoto, fiz isso apenas por mim! Quero que você se torne forte o mais rápido possível para me ajudar em algo vital para esta rainha! Azura bufou friamente.

Arthur podia imaginar vendo a figura de Azura estufando seu peito ao dizer aquelas palavras arrogantes. Porém notou um pouco de gentileza naquelas palavras frias.

A dor lancinante que estava sentindo foi se amenizando aos pouco e substituído por uma sensação gélida e ao mesmo tempo quente vinda de sua alma. Ele não entendi bem o que tinha acabado de acontecer, mas sabia que algo mudou dentro de si.

Mesmo seu cultivo parecia diferente de antes.

…Para ascender para um lorde demônio é necessário receber a marca de um dos nove planos infernais o que é suficiente para frustrar muitos demônios para ascender para um lorde demônio! Mas eu concedi três marcas em seu corpo, a marca do fogo purificador, do gelo eterno e a marca das trevas eternas! Disse Azura e antes que Arthur pudesse agradecer ela explicou:É apenas para você se tornar mais forte por meus motivos!

Arthur não sabia, mas era normalmente impossível receber três marcas de três planos infernais diferente. Pois cada plano infernal era governado por um rei diferente que odiavam uns aos outros.

Somente um deus demoníaco maior poderia conceder as marcas espirituais dos planos infernais.

A dor cessou completamente e uma onda de poder fluiu por todo seu corpo. O manto de chamas lilases e roxas se tornou mais espesso e gradualmente se tornou um branco puro liberando uma tensa névoa gélida que gradualmente se alastrou por toda ruína de Lilac.

Junto com a névoa, dos céus escuros neve começou a cair como pétalas brancas que dava um toque de beleza para as ruínas sombrias.

Seja o arauto do inverno e os congele até a morte…. Seja o arauto do fogo purificador e queime suas almas…Seja o arauto das trevas e traga a escuridão sem fim. Azura sussurrou em um tom sedutor e finalizou dizendo:Seja a foice que colhe o trigo!

“Você realmente é um demônio no fim das contas…” Disse Arthur para Azura que gargalhava.

É claro que sou! Azura gargalhou enquanto Arthur sorriu diabolicamente e formou uma foice de gelo que parecia ser feito de safira que emitia uma aura gélida primordial.

Arthur deu um passo para frente e o exercito orc deu dois passos para trás, recuando por instinto. Em seus corações poderiam ver que somente uma morte dolorosa os aguardava e começaram a correr pisoteando aqueles que caíam no chão.

A figura de Arthur em um manto de chamas brancas congelantes era o terror encarnado para os orcs que corriam desesperadamente.

“Não ache que podem escapar!” Arthur sorriu maliciosamente avançando, com um simples movimento de sua foice criou uma rajada de vento que congelou tudo que tocou. Transformando centenas de orcs em belas esculturas de gelos.“Sua feiúra somente é curada quando se tornam uma escultura de gelo, então irei curar seus rostos feios!”

Com essas palavras Arthur flutuou acima do exercito de orcs que corriam por suas vidas.

Arthur se transformou no ceifador e começou a colheita das almas.

Comentarios em AUMDA: Capítulo 10



15

Índice×

  1. 1
    Nova Vida!
  2. 2
    Liz a Druida
  3. 3
    Batalha nas cordilheiras (1 parte)
  4. 4
    Batalha nas cordilheiras! (2 Parte Final)
  5. 5
    Técnica de Qi? Lilith? Azura? (1 Parte)
  6. 6
      Técnica de Qi? Lilith? Azura? (2 Parte Final)
  7. 7
    AUMDA: Aviso sobre lançamento
  8. 8
    AUMDA: Capítulo 7
  9. 9
       Crise dos elfos negro (Parte 2)
  10. 10
      Crise dos elfos negro (Parte 3 final)
  11. 11
      Ascensão (Parte 1)
  12. 12
       Ascensão (2 Parte final)
  13. 13
    Viajando para as terras desoladas do norte!
  14. 14
    Antes da batalha!
  15. 15
    Batalha de um demon lord e um rei bruxo! (1 Parte)
  16. 16
    Batalha de um demon lord e um rei bruxo! (2 Parte final)
  17. 17
    Segredo dos elfos negro e planos para o futuro!
  18. 18
    Intermissão
  19. 19
    Três anos depois (1 parte)
  20. 20
    Três anos depois (2 parte final)
  21. 21
    A procura pelos anões!
  22. 22
    Sobre AUMDA e HDUM
  23. 23
    Um monstro chamado Milaine!
  24. 24
    A jovem rainha! (1 Parte)
  25. 25
    A jovem rainha! (Parte 2)
  26. 26
    A jovem rainha! (3 Parte final)
  27. 27
    Reencontro impossível! (1 Parte)
  28. 28
    Reencontro Impossível!(2 Parte Final)
  29. 29
    A caminho de Ryfhel! (1 Parte)
  30. 30
    A caminho de Ryfhel! (2 Parte Final)
  31. 31
    Ryfhel, a mais gloriosa cidade de Arcádia!
  32. 32
    Jantar com a família real! (1 Parte)
  33. 33
    Jantar com a família real!(2 Parte Final)
  34. 34
    Antes do torneio
  35. 35
    Vencedor!
  36. 36
    Intermissão
  37. 37
    Tempo de guerra!(1 Parte)
  38. 38
    Tempo de guerra! (2 Parte)
  39. 39
    Tempo de guerra!(3 Parte final)
  40. 40
    Bloodbath! (1 Parte)
  41. 41
    Aviso importante HDUM
  42. 42
    Bloodbath! (1 Parte)
  43. 43
    Bloodbath! (2 Parte Final)
  44. 44
    Nascimento de um rei demônio!
  45. 45
    Epílogo
  46. 46
    Aviso sobre AUMDA!
  47. 46
    Prólogo
  48. 47
    Nova Vida!
  49. 48
    Arquimago da Névoa Congelante!
  50. 49
    Ars Goetia!
  51. 50
    Aprendendo a lançar feitiços!
  52. 51
    Intermissão
  53. 52
    A Druida! (1 Parte)
  54. 53
    A Druida! (2 Parte Final)
  55. 54
    Duelo Mágico! (1 Parte)
  56. 55
    Duelo Mágico!(2 Parte)
  57. 56
    Duelo Mágico! (3 Parte Final)
  58. 57
    Intermissão 2
  59. 58
    Batalha nas Cordilheiras! (1 Parte)
  60. 59
    Batalha nas Cordilheiras! (2 Parte)
  61. 60
    Batalha nas Cordilheiras! (3 Parte Final)
  62. 61
    Epílogo
  63. 62
    A Cidade dos Aventureiros, Al-Markhen! (1 Parte)
  64. 63
    Viagem Para a Cidade dos Aventureiros! (2 Parte)
  65. 64
    Viagem Para a Cidade dos Aventureiros! (3 Parte Final)
  66. 65
    Separação!
  67. 66
    Entrando em Al-Markhen e Curando a Jovem Espadachim!
  68. 67
    Guilda dos Aventureiros! (1 Parte)
  69. 68
    Guilda dos Aventureiros! (2 Parte Final)
  70. 69
    Akai Ito, O fio Vermelho do Destino!
  71. 70
    Intermissão