Arquimago da Névoa Congelante!

Em uma vilarejo remoto do Reino de Ryfhel.

Uma jovem mulher de longos cabelos castanhos claro e corpo esbelto. Balançava uma espada pesada de duas mãos, ensaiando técnicas de esgrima. Apesar de empunhar uma grande espada pesada, seus movimentos eram rápidos e cheio de graça.

Cada movimento parecia perfurar o ar e movê-lo com sua vontade, seguido pelo som de um assobio, criando leves rajadas de vento.

Qualquer guerreiro que visse essa cena ficaria sem palavras. Porque mesmo com o aumento das capacidades físicas graças as artes marciais, seria necessário um grande esforço para empunhar uma espada tão pesada como se fosse graveto fino.

Essa pessoa era outra se não a famosa ex-membro dos Dragões Dançante: Milaine Magnus.

Ao lado de Milaine estava um jovem de dez anos de idade. Cabelo preto, como as penas de um corvo, e olhos cinzentos como uma tempestade. Seu rosto era de traços nobres, podendo fazer as pessoas facilmente confundi-lo como alguém da nobreza.

Ele carregava ao seu redor um ar hipnótico que atraia naturalmente as pessoas ao seu redor – da mesma forma que o fogo atrai naturalmente uma mariposa.

Seus movimento eram elegantes, passos ligeiros e golpes precisos. Ensaiava com uma espada leve de madeira. Desenhando deslumbrantes arcos e usando técnica de pés como estivesse lutando contra um oponente imaginário.

Sua técnica de espada mais parecia uma fascinante dança mortal fazendo o ar se arrepiar.

Esse jovem de dez anos de idade era o filho de Milaine, Arthur Magnus.

Assim como Milaine. Arthur estava fazendo o treinamento matinal para aprimorar sua técnica de esgrima. Desde que recebeu a espada de madeira há cinco anos atrás, durante sua festa de aniversário, ele vem seguindo essa rotina diária de treinamento duro.

MIlaine parou seus movimentos e com grande orgulho observou seu filho executando a Arte da Espada das Sombras, Florescer da Lótus Sombria – uma técnica secreta composta por quinze movimentos assassinos.

Era uma técnica muito poderosa, mas era também uma técnica extremamente difícil de dominar. Para Arthur que tem uma incrível capacidade de aprendizado, compreendeu e dominou a técnicas em menos de três anos.

Um grande feito que nem mesmo Milaine poderia realizar.

Quando Milaine pensava sobre o começo do treinamento cinco anos atrás. Suspirava de admiração. O talento monstruoso de seu filho não era menor do que o seu próprio talento.

……Mas……

Milaine suspirou melancolicamente.

Arthur parou seus movimento olhando para o horizonte com uma expressão impaciente.

―É inútil, mãe! ―disse ele com um meio sorriso forçado. ―Não importa o quão bem eu sou com técnicas de esgrimas, não posso utilizar energia interna. É o mesmo que tentar construir uma casa sem um alicerce firme. Ao entrar em contado com um vento forte está destinada a desmoronar.

Milaine queria dizer palavras inspiradoras para seu filho. No entanto não podia refutar suas palavras. Sem poder utilizar energia interna, não importa o quão bom ele seja em técnicas de esgrima. Sempre será inferior e mais fraco do que um guerreiro que possa utilizar energia interna.

Não entendo, pensou ela. Sendo que ele carrega meu sangue, sangue dos Magnus, é praticamente impossível ele não poder utilizar energia interna.

Todos aqueles que carregam o sangue dos Magnus, normalmente, nasce com aptidão natural para artes marciais. Arthur não era uma exceção, havia nascido com alta aptidão para artes marciais, contudo, ele era incapaz de utilizar energia interna.

Se ele estivesse aqui, pensou Milaine. Ele saberia como ajudar nosso filho, aquele maldito sabichão intelectual……

Um pensamento cruzou sua mente ao lembrar-se da pessoa que amava, pai de Arthur.

….Eu não havia pensando nisso antes, mas, talvez seja porque ele herdou a linhagem dele?

Milaine estremeceu com esse pensamento.

Como se um véu tivesse sido retirado de seus olhos, agora compreendia perfeitamente o motivo de seu filho ser incapaz de utilizar energia interna.

A verdade era óbvio demais, pensou ela com raiva de si mesma. Bastava um olhar atento e logo saberia que ele recebeu a linhagem amaldiçoada daquele desgraçado! Porra! Será que eu estava com tanto medo de admitir que meu filho herdou aquela maldita linhagem que fechei meus próprios olhos?

―Mãe? ―chamou Arthur.―Você está bem? Parece um pouco pálida…

―Eu estou bem ―Milaine respondeu e sentou-se no gramado do quintal. ―Venha filho, sente-se ao meu lado. Vamos conversar.

Arthur sentou-se ao lado de sua mãe e por um longo tempo observaram o céu azul e as nuvens passageiras.

Arthur foi o primeiro a quebrar o silêncio.

―Não é meu destino seguir o caminho da espada ―disse Arthur pausadamente. ―Por outro lado, mãe, talvez seja meu destino seguir o caminho da magia! Desde de pequeno posso sentir o abundante fluxo de energia mágica dentro de mim. Posso até manipular-lo, veja!

Arthur estendeu a mão para o alto e sobre a palma de sua mão manifestou a energia mágica e a manipulou diretamente sem ajuda de qualquer ferramente mágica.

Milaine arregalou seus olhos, vendo a energia mágica se condensar sobre a palma da mão de seu filho, girando, tornando-se um pequeno vórtice de energia azulada de uma tonalidade profunda de azul.

O ar se agitou ao redor de sua mão.

….Ele realmente herdou a linhagem sanguínea dele, pensou Milaine com tristeza. Caso contrário seria impossível manipular diretamente a magia sem ajuda de uma ferramenta mágica. Humanos são incapazes de manipular diretamente a energia mágica.

―Magia é perigosa! ―exclamou ela. ―É um poder que rouba a humanidade daqueles que a utilizam. É um poder amaldiçoado que nenhum ser humano devia usar.

Arthur ficou em silêncio. Não era a primeira vez que discutiam sobre magia. Ele já havia perdido as contas de quantas vezes tentou convencer sua mãe de permitir-lo aprender lançar magia.

Arthur não sabia o que havia acontecido no passado de sua mãe. Suspeitava que o ódio de sua mãe pela magia era algo relacionado com seu pai.

―Mãe, meu coração não está no caminho da espada, condenando assim meu destino como guerreiro ―disse Arthur com um sorriso auto-depreciativo. ― Mas o sangue que corre por minhas veias, ferve sempre que penso na magia, deixando claro que caminho devo seguir: o caminho da magia. Não importa os riscos, perder minha humanidade é um preço que estou disposto a pagar.

Milaine ficou em silêncio, contemplando melancolicamente as nuvens passageiras.

―Seu ódio pela magia ―continuou Arthur. ―Tem algo haver com meu pai?

Naquele momento um brilho de tristeza surgiu nos olhos de Milaine.

Arthur sentiu o coração pesado por ter causado tal expressão triste em sua mãe.

―Allan Muggul Pentafrost! ―disse ela entre os dentes. ―Esse é o nome de seu pai.

―Allan Muggul Pentafrost….―sussurrou Arthur cada palavra, gravando aquele nome em seu coração.

―Seu pai era um grande mago, um dos poucos que atingiu a classificação Arquimago.

Arthur arregalou seus olhos de surpresa. Desconfiava que seu pai podia ser uma grande figura em Arcádia, mas……Um Arquimago estava longe de seus sonhos mais selvagens.

Milaine havia explicado que os magos eram classificado em oito níveis de acordo com seu conhecimento, tamanho do poder mágico e até que camada podem lançar magia.

Os oito níveis eram os seguintes: Aprendiz de Mago; Mago; Grande Mago; Mestre Mago; Arquimago, Sábio, Paragon, e a maior posto de todos Deus Mágico.

Para ser um mago classificado Arquimago mostrava que seu pai tinha um vasto poder mágico e grande conhecimento arcano.

Arquimagos por ter duros requisitos eram extremamente raros em Arcádia.

―Ele era conhecido na sociedade mágica de Arcádia como Arquimago da Névoa Congelante ―continuou Milaine. ―E também era o líder da mais forte equipe de aventureiros, os Dragões Dançante.

Milaine ficou em silêncio ponderando o que devia contar, momento depois voltou a falar:

―Quando eu vagava sozinha por Arcádia acabei encontrando seu pai e os membros dos Dragões Dançante ― ela falou com um sorriso alegre. ―Eu era relutante em me unir a uma equipe, mas vendo o poder de cada um e o trabalho de equipe de todos acabou por conquistar meu coração. Apesar de um pouco frio, Allan era uma pessoa muito gentil e racional. Graças a ele fomos salvos diversas vezes em situações em que a morte era certa.

Milaine fez uma pausa olhando para o céu com nostalgia.

―Aos poucos passei de admirar Allan para o amar. No início não foi um amor mútuo, declarei várias vezes e do mesmo modo ele me rejeitava ― ela riu e brincou com uma mecha de seu cabelo. ―Foi preciso um longo tempo para fazer aquele idiota me amar. Ficamos juntos por muitos anos, um casal cheio de amor, nos aventurando pelo mundo com nossos amigos, tudo era perfeito até….

Sua expressão se tornou dolorosa como se de repente o sonho se tornasse um pesadelo.

―Ele mudou ―disse ela com uma expressão amarga. ―Aos poucos, sem percebemos ele foi mudando, se tornando cada vez mais frio e sombrio. Quando percebemos o que ele estava se tornando tentamos ajudá-lo, mas, era tarde demais. Sem qualquer aviso um dia desapareceu de nossas vidas. Depois descobri que estava grávida e os membros abalados pela saída de Allan desfizeram a equipe Dragões Dançante, cada um seguiu seu próprio caminho.

Arthur estava perplexo. Havia muito mistério envolta de seu pai, sobre suas origens, e o que havia acontecido com ele. Desconfiava que por sua expressão, ela não estava contando toda verdade.

Sua principal dúvida no momento: o que seu pai tinha haver com ódio de sua mãe pela magia?

Ao questionar Milaine porque ela odiava a magia, ela respondeu:

―Descobri após seu desparecimento que ele era um mago das trevas. Um mago que praticava artes mágicas proibidas. Não sei que tipo de magia ele usou, mas sei o resultado: ele perdeu sua humanidade. Por esse motivo eu digo que magia é perigosa, um poder que corrompe aqueles que a praticam.

―Há perigo até mesmo no caminho da espada ―disse Arthur, sério. ―Mãe, seu ódio pela magia é sem nenhum sentido. Independente do que o papai se tornou foi uma escolha dele, e não porque ele foi corrompido pela magia. Se esse fosse o caso, não seria todos magos de Arcádia se transformarem como o papai?

Milaine arregalou os olhos e balançou a cabeça para si mesma. Precisou ouvir as palavras de sabedoria de seu filho para perceber que seu ressentimento por Allan estava nublando seu julgamento.

Milaine puxou Arthur e o abraçou fortemente, a ponto de estar quase quebrando seus ossos.

―Perdoe essa mãe tola ―disse ela com um meio sorriso. ―Deixei meu sentimentos nublarem meu julgamento e colocar toda culpa na magia por tudo que aconteceu. Prometo que vou pensar melhor sobre esse assunto, por hora vamos focar apenas no treinamento de esgrima!

Arthur sorriu docemente e agradeceu sua mãe.

Eles prosseguiram com o treino e depois Milaine saiu para patrulhar os arredores do Vilarejo. Arthur passou o dia lendo e aprendendo a história e lendas daquele mundo mágico.

Naquele mesmo dia, durante a tarde da noite. Arthur acordou e percebeu que havia algo de errado. No canto do quarto olhando diretamente para ele havia uma homem de manto negro exalando uma aura gélida que congelava tudo ao redor.

Os olhos do homem de mantos negros eram cinzas, gélidos, como se pudesse congelar o mundo apenas com um olhar.

Arthur estava preste a ter um encontro que mudaria sua vida.

Comentarios em AUMDA (Reescrito): Capítulo 2



15

Índice×

  1. 1
    Nova Vida!
  2. 2
    Liz a Druida
  3. 3
    Batalha nas cordilheiras (1 parte)
  4. 4
    Batalha nas cordilheiras! (2 Parte Final)
  5. 5
    Técnica de Qi? Lilith? Azura? (1 Parte)
  6. 6
                                  Técnica de Qi? Lilith? Azura? (2 Parte Final)
  7. 7
    AUMDA: Aviso sobre lançamento
  8. 8
    AUMDA: Capítulo 7
  9. 9
                            Crise dos elfos negro (Parte 2)
  10. 10
                                          Crise dos elfos negro (Parte 3 final)
  11. 11
                                            Ascensão (Parte 1)
  12. 12
                                        Ascensão (2 Parte final)
  13. 13
    Viajando para as terras desoladas do norte!
  14. 14
    Antes da batalha!
  15. 15
    Batalha de um demon lord e um rei bruxo! (1 Parte)
  16. 16
    Batalha de um demon lord e um rei bruxo! (2 Parte final)
  17. 17
    Segredo dos elfos negro e planos para o futuro!
  18. 18
    Intermissão
  19. 19
    Três anos depois (1 parte)
  20. 20
    Três anos depois (2 parte final)
  21. 21
    A procura pelos anões!
  22. 22
    Sobre AUMDA e HDUM
  23. 23
    Um monstro chamado Milaine!
  24. 24
    A jovem rainha! (1 Parte)
  25. 25
    A jovem rainha! (Parte 2)
  26. 26
    A jovem rainha! (3 Parte final)
  27. 27
    Reencontro impossível! (1 Parte)
  28. 28
    Reencontro Impossível!(2 Parte Final)
  29. 29
    A caminho de Ryfhel! (1 Parte)
  30. 30
    A caminho de Ryfhel! (2 Parte Final)
  31. 31
    Ryfhel, a mais gloriosa cidade de Arcádia!
  32. 32
    Jantar com a família real! (1 Parte)
  33. 33
    Jantar com a família real!(2 Parte Final)
  34. 34
    Antes do torneio
  35. 35
    Vencedor!
  36. 36
    Intermissão
  37. 37
    Tempo de guerra!(1 Parte)
  38. 38
    Tempo de guerra! (2 Parte)
  39. 39
    Tempo de guerra!(3 Parte final)
  40. 40
    Bloodbath! (1 Parte)
  41. 41
    Aviso importante HDUM
  42. 42
    Bloodbath! (1 Parte)
  43. 43
    Bloodbath! (2 Parte Final)
  44. 44
    Nascimento de um rei demônio!
  45. 45
    Epílogo
  46. 46
    Aviso sobre AUMDA!
  47. 46
    Prólogo
  48. 47
    Nova Vida!
  49. 48
    Arquimago da Névoa Congelante!
  50. 49
    Ars Goetia!
  51. 50
    Aprendendo a lançar feitiços!
  52. 51
    Intermissão
  53. 52
    A Druida! (1 Parte)
  54. 53
    A Druida! (2 Parte Final)
  55. 54
    Duelo Mágico! (1 Parte)
  56. 55
    Duelo Mágico!(2 Parte)
  57. 56
    Duelo Mágico! (3 Parte Final)
  58. 57
    Intermissão 2
  59. 58
    Batalha nas Cordilheiras! (1 Parte)
  60. 59
    Batalha nas Cordilheiras! (2 Parte)
  61. 60
    Batalha nas Cordilheiras! (3 Parte Final)
  62. 61
    Epílogo
  63. 62
    A Cidade dos Aventureiros, Al-Markhen! (1 Parte)
  64. 63
    Viagem Para a Cidade dos Aventureiros! (2 Parte)
  65. 64
    Viagem Para a Cidade dos Aventureiros! (3 Parte Final)
  66. 65
    Separação!
  67. 66
    Entrando em Al-Markhen e Curando a Jovem Espadachim!
  68. 67
    Guilda dos Aventureiros! (1 Parte)
  69. 68
    Guilda dos Aventureiros! (2 Parte Final)
  70. 69
    Akai Ito, O fio Vermelho do Destino!
  71. 70
    Intermissão