Big Life: Capítulo 14


Capa Big Life

Big Life

Autores: 우지호
Tradutor: Pyown

Eu Sou Generoso (4)

Gerente Geral Ma Jonggu recebeu a ligação e veio após uma hora.

Ele estava coberto de suor porque estava se encontrando com um escritor para um contrato.

Assim como Gerente Geral Ma foi para o escritório, gritos alto o suficiente que todo o escritório podia ouvir. “Você sabe oque fez, então conserte!” Veio antes do grito ‘ACKKK!’.

Então, a porta do escritório se abriu e o Gerente Ma saiu. Mancando porque ele foi chutado na canela, ele sombriamente foi para Gyungsu e disse.

“Ligue com o seu telefone.”

“O que? Quem …?

“Ha Jaegun! Ligue para Ha Jaegun! Ele bloqueou meu telefone, seu idiota!”

Gerente Ma gritou como ele bateu o punho sobre a mesa.

Surpreendido pela explosão, Gyungsu apressadamente tirou o telefone. Gerente Ma estava agachado com as mãos atrás da cabeça, bem diante dele.

Ao mesmo tempo.

Jaegun tocou a campainha da casa de seus pais. Ele podia ouvir a voz de sua irmã Jaeyn.

“Quem é … é Jaegun?”

Reconhecendo Jaegun pelo interfone, Jaeyn abriu a porta. Jaegun sorriu e entrou na casa.

“O que é isso? Eu não recebi nenhuma ligação também”

“Nada, só é o seu dia de folga também.”

“Engraçado, é por isso que você perguntou meus dias de folga ontem? Que vento soprou hoje? Você nunca veio quando eu chamei para você vir.”

Jaegun respondeu com uma risada.

Ele viveu como um escritor sem nome que lutou para manter seu corpo saudável. Ele estava envergonhado de mostrar seu rosto para sua família e por isso ele recusou seus convites.

No entanto, agora era diferente.

Por causa de Rankings Marciais e a continuação, os comentários foram bons. Agora sentindo o momento, ele decidiu visitar sua família. Era para dar um presente a sua mãe e dizer sua situação.

“Onde estão mãe e pai?”

“Mãe está no cabelereiro, o pai está no turno da manhã desde ontem.

O pai de Jaegun perdeu o emprego há três anos no local de trabalho de socorrista. Desde então, ele tem trabalhado como guarda de segurança em um condomínio. Foi um trabalho duro com mudança de horários de turno, mas ele nunca perdeu o trabalho além dos feriados.

“Você tomou café da manhã?”

“Sim, é tarde, ah, espere, uma ligação.”

Puxou seu telefone, os olhos de Jaegun se contraíram.

Era Gyungsu de Hetae Mídia.

Sabendo sobre oque era, Jaegun teve um pequeno sorriso e atendeu a ligação.

“Alô.”

“Escritor Ha, Alô. Sou eu Gyungsu da Hetae Mídia.

“Sim. O que foi?”

Jaegun disse friamente. Como ele esperava, Gyungsu cuspiu uma sequência de palavras.

“Ah, sim, trata-se do contrato que mencionei. Vou ter que te encontra-lo, falar com você e falar sobre o contrato, mas acho que podemos fazer suas exigências. Se hoje estiver bom, gostaríamos de vê-lo.”

“Eu mencionei naquele dia. Eu queria uma resposta naquele dia. Mas agora já faz uma semana.”

“Is-issso. Isso é por causa das reuniões e as situações internas que tivemos aqui, por isso precisávamos de algum tempo.”

“Eu não me importo com as reuniões internas da Hetae Mídia. O importante é que eu não tive resposta. Então eu vou desligar se você não tem mais nada a dizer. ”

A voz do outro lado mudou como Jaegun ia desligar.

“Escritor Ha, Esse é Gerente Geral Ma Jonggu. Lamento que não pudéssemos dar-lhe uma ligação imediatamente. Por favor, dê-nos mais uma chance de nos redimir. Vou tentar não decepcioná-lo. Por favor, não desligue. Ok? Estou lhe implorando, senhor.”

Gerente Ma, com medo de Jaegun desligar, falou as palavras rápido. Jaegun olhou para o teto e pensou. Era verdade que se sentia mal por estar lhe implorando tão mal.

“Alô? Senhor? Senhor?”

“Estou pensando.”

“D-desculpe. Eu posso esperar.”

Jaegun ignorou o olhar de Jaeyn sobre o que era e fechou os olhos. Respiração irregular do Gerente Ma poderia ser ouvida através do telefone.

“Ok. Eu verei.”

Jaegun abriu a boca para tomar uma decisão.

“Eu acredito em suas palavras de não me desapontar, Gerente Geral, Ma.”

“Obrigado. Obrigado. Senhor. Realmente obrigado. Quando devo ir? Irei visitá-lo.”

“Estou em minha casa em Suwon. Eu estarei aí por volta de 4 ou 5 então sobre … ”

Gerente Ma rapidamente cortou-o.

“Se você estiver em Suwon, é aí onde é a casa de sua família? Então eu irei até aí. Eu posso chegar aí em uma hora. ”

Foi o endereço que ele fez um contrato com seu trabalho de estréia. Jaegun, um pouco surpreso, olhou para o relógio da parede e acenou com a cabeça.

“Então eu vou fazer isso. Eu vou esperar.”

“Sim senhor. Eu já irei aí.”

Jaegun colocou o telefone no bolso. Ele tirou uma garrafa de leite da geladeira. Jaeyn, que estava esperando, perguntou.

“O que é isso? Editor? Ouvindo, parecia que eles estavam implorando para você? ”

“Eles estão pedindo um contrato de continuação.”

“… continuação?”

Jaeyn apenas perguntou isso e engoliu suas outras palavras.

Poderia ser que se ela continuasse, ela poderia quebrar as partes sensíveis do seu irmão.

Era uma dor, mas Jaeyn sabia. Seu irmão não era um escritor que um editor estaria implorando tanto por isso. Ele não era tão popular como um escritor. Então ela estava mais curiosa sobre esse telefonema.

“Eu irei a um café e voltarei mais tarde. Devem chegar em cerca de uma hora de Seul.”

Mas as previsões de Jaegun estavam erradas.

Foi cerca de 30 minutos depois a campainha tocou. Enquanto olhava para o interfone, era o rosto do Gerente Ma e de Gyungsu. Eles devem ter ignorado todos os sinais vindo aqui.

“Eu estarei no quarto então.”

“Desculpe. Vou ser rápido.

“Não, está bem. Vá devagar.”

Jaeyn entrou em seu quarto e Jaegun abriu a porta.

“Ah! Olá senhor.”

Nas mãos do Gerente Ma e Gyungsu estavam caras costeletas de carne e um conjunto de ginseng. O Gerente Ma levantou e disse.

“Sinto muito que chegamos inesperadamente, então não poderíamos ter tempo para selecionar um presente adequado. Espero que sejam bons para você.”

“Obrigado. Vou recebe-los.”

Jaegun ficou surpreso.

Ele nunca tinha conseguido um presente tão caro mesmo nos feriados.

O melhor foi apenas um conjunto de atum e um conjunto de presunto que os funcionários ganharam.

No meio de receber tal presente, Jaegun sentiu novamente. Seu valor tem subido.

“Entrem.”

Jaegun foi para o lado e disse-lhes para entrar. Desde que eles vieram para a casa, não tinha sentido ir a um café. Era melhor falar em seu quarto. O Gerente Ma e Gyungsu tiraram suas sapatos e entraram.

Comentários