iLivro

Cruzamento #3

“Você acordou?”

O rosto de Carack estava visível em sua visão distorcida. Em vez de responder, In-gong piscou várias vezes. Toda vez que suas pálpebras se fechavam e abriam, seu campo de visão tornava-se mais claro.

“Mestre, eu deixei o orc te acordar depois da hora que o Mestre disse. Está bem?”

Ele ouviu a voz de Vento Verde do lado de sua cama. In-gong estendeu a mão e acariciou a cabeça de Vento Verde.

“Tudo bem, Muito bem.”

O rosto de Vento Verde se iluminou devido ao elogio de In-gong, e ele pensou na cauda de cachorro que ele tinha visto em seu sonho.

Depois de levantar a parte superior do seu corpo, Carack entregou-lhe um copo de água fria e olhou para o Travesseiro dos Sonhos Lúcidos.

“Parece que você usou o travesseiro. Que tipo de sonho você teve?”

In-gong olhou para baixo reflexivamente devido a pergunta de Carack. Seu rosto estava mais vermelho do que o habitual.

“Hã?”

“Isso é ótimo. Seu rosto reviveu. Você é como um novo recruta que sobreviveu sozinho em sua primeira batalha depois que todas os soldados foram mortas.”

In-gong riu dos detalhes estranhos, mas assentiu.

“Bem, é semelhante.”

“Príncipe?”

Carack perguntou de novo, mas In-gong não deu uma resposta específica. Então Carack coçou a parte de trás da cabeça antes de mudar o assunto.

“Príncipe, passamos um tempo aqui. Hoje, partiremos depois do almoço. Ainda há algum tempo, então não há necessidade de se apressar. O almoço será um pouco mais cedo do que o habitual. Ah, e as princesas querem ver o Príncipe.”

O relatório de Carack passou por ele. In-gong piscou.

“Noona?”

Era comum que as duas pessoas procurassem In-gong, mas não viriam pela manhã sem motivo algum.

Quando In-gong se levantou, Carack disse,

“Karma foi informá-las de que Príncipe está de pé, então ambas virão em breve. Além disso, Nayatra preparou café da manhã para quando Príncipe acordasse, então você só precisa se lavar e comer.”

Estes dias, era Nayatra quem preparava o café da manhã para In-gong todos os dias. Carack tinha ficado confuso com a atitude fria de Nayatra, mas parecia que ele já havia se adaptado.

“Sua Alteza, é Nayatra.”

Ele podia ouvir a voz de Nayatra de fora da tenda. Carack riu enquanto ele segurava a água, e In-gong começou a se lavar apressadamente. Depois de se lavar e tomar café da manhã, Caitlin e Felicia entraram na tenda. As duas apareceram ao mesmo tempo.

Caitlin viu o Travesseiro dos Sonhos Lúcidos e perguntou com um rosto brilhante,

“Shutra, você usou o travesseiro. Como foi? Você sonhou? Você realmente sonhou com tudo o que você queria?”

In-gong riu devido a sua curiosidade. Desde que ele viu a reação entusiasmada de Caitlin, pareceu estranho que Caitlin entregasse o Travesseiro dos Sonhos Lúcidos para In-gong, ao invés de mantê-lo para si.

‘Isso é bom.’

Seu humor melhorou devido às emoções de Caitlin.

“Sim, eu tentei na noite passada. Foi realmente incrível, pois fez o que minha mente queria.”

Os olhos de Caitlin começaram a brilhar como lanternas devido as palavras de In-gong, e ela perguntou com um rosto animado,

“Shutra, apareci no sonho?”

“Amita apareceu.”

In-gong riu desajeitadamente. Ele não esperava que ela perguntasse diretamente assim.

Os olhos de Caitlin se arregalaram pela resposta de In-gong.

“Amita?”

Ele disse a resposta errada?

Carack perguntou do lado direito,

“Príncipe, você dormiu no travesseiro dos sonhos, e o guaxinim apareceu? O que você sonhou?”

Carack se esforçou para imaginar. Naquele momento, Vento Verde falou,

“Mestre, eu apareci?”

“Uh, sim.”

Ela estava fazendo um rosto cheio de expectativa, então In-gong respondeu apressadamente. Vento Verde suspirou com alívio e se alegrou,

“Mestre é um grande mestre.”

“Eung.”

In-gong respondeu embaraçosamente e sentiu um toque de arrependimento. Ele não podia dizer a ela que tinha aparecido com a cauda de um cão.

No entanto, os outros agora começaram a fazer perguntas. A primeira foi Felicia.

“Shutra, eu apareci?”

“Uh… sim.”

“Hoh…”

Enquanto In-gong evitava seu olhar, os olhos de Felicia se estreitaram estranhamente. Ele não sabia se era uma coisa boa ou ruim, mas então Carack passou a fazer uma pergunta,

“Príncipe, eu apareci?”

“Você apare… ceu?”

Ele tinha claramente aparecido, mas ao contrário dos outros, tudo o que In-gong tinha feito era mudar suas roupas.

Depois de Carack, Nayatra falou de um canto,

“Sua Alteza, e quanto a mim?”

“Eung.”

In-gong evitou seu olhar novamente. Os olhos de Caitlin se estreitaram ainda mais do que Felicia enquanto perguntava,

“Shutra, então eu fui a única que não apareceu?”

“Não, isso…”

“Príncipe, com o que você sonhou?”

Carack fez a pergunta que todos estavam se perguntando. In-gong começou a explicar com uma expressão aliviada,

“Eu sonhei em lutar contra o rei bárbaro. Eu posso sonhar o que quiser. Eu pensei que poderia ser usado para simulações de combate.”

“Então, por que nós aparecemos no sonho? E a 6ª Princesa e o Guaxinim?

“Shutra, você sonhou em lutar comigo?”

“Se é um sonho de luta, então não devo aparecer?”

Carack, Felicia e Caitlin falaram em turnos. Quanto mais ele dizia, mais a situação parecia piorar. In-gong mudou o assunto apressadamente,

“Ah bem! Tive um sonho sobre a luta contra o rei bárbaro, e foi de grande ajuda. Obrigado pelo excelente presente, Caitlin noona. Então, por que vocês dois queriam me ver?”

Era óbvio que ele estava mudando a conversa, mas foi aceito. Felicia acariciou a cabeça de Caitlin, que estava mal-humorada e disse,

“Amita disse para nos reunirmos. Ele completou mais equipamentos.”

“Oh, finalmente.”

Já fazia muito tempo desde que deixaram o Palácio do Rei Demônio para Evian. O equipamento de alta qualidade não era criado em um instante, e ele usou esse tempo para terminar mais deles.

Felicia deu um longo suspiro.

“Ele não tinha condições de trabalho adequadas porque continuamos nos movendo. Shutra não sabe, mas Amita ficou bravo todos os dias. Daphne estava realmente sofrendo.”

“Eu os elogiarei mais tarde.”

Daphne não era membro dos Cavaleiros do Rei, mas pertencia à facção de In-gong. Era necessária uma recompensa apropriada.

“Karma os trará daqui a pouco.”

Karma estava ocupada se movendo esta manhã. Enquanto isso, In-gong estava preso em seus pensamentos enquanto esperava por Amita.

Então, algo veio a sua mente novamente.

“Houveram bastante progressos.”

Fazia vários meses desde que ele montou sua tenda nas montanhas Jishuka, e muitas coisas mudaram desde então.

In-gong tinha muitos subordinados. Ele também tinha apoiadores, como o Duque da Espada e a 4ª Rainha Elaine Moonlight, e até criou uma facção que continha cinco crianças do Rei Demônio.

“Eu também obtive Nayatra, e logo terei Vandal.”

Eles eram dois dos três subordinados que ele mais amava em Knight Saga. Agora era a hora de avançar um passo.

Não era apenas força que era necessário para tornar-se o Rei Demônio. Claro, o poder da criança real era um fator importante, mas era impossível assumir todo o Mundo Demônio sozinho. Então, as forças armadas da criança real eram necessárias.

Suas forças…

O contorno estava começando a se formar. Ele ainda não conheceu a 3ª Rainha Sylvia Doomblade, mas os reforços dos elfos negros enviados para esta batalha significavam seu apoio. Então, In-gong poderia pensar nos elfos negros como dele.

“Além disso, há Felicia.”

Os elfos negros eram uma sociedade maternal, então a posição de Felicia era significante. Sem ela, não seria fácil obter o apoio dos elfos negros.

Os elfos negros e os licantropos… Duas crianças do Rei Demônio estavam apoiando In-gong. Era um fundo sólido, mas ele não podia depender disso. In-gong já havia chegado ao palco onde ele poderia ter uma organização de inteligência de forma independente.

Em Knight Saga, Nayatra era uma cavaleiro de escolta e a chefe de sua organização de informação. Vandal também estava no comando da organização militar de Zephyr.

Uma vez que todas as recompensas de Evian forem coletadas o nível de mérito seria bastante alto. Esperançosamente, seria possível que seu oficial da organização fosse registrado no Palácio do Rei Demônio.

‘E… é hora de entrar em contato com as igrejas religiosas.’

A religião não era algo que ele pudesse ignorar. As espécies no Mundo Demônio acreditavam em deuses diferentes.

Os licantropos seguiam Stella, a deusa da lua e da caça, enquanto os elfos escuros seguiam Camilla, a deusa dos sonhos e das sombras.

Os humanos desprezavam os deuses como deuses demoníacos, mas as mesmas doutrinas existiam.

Na verdade, ele não sabia se eles eram existências distintas ou as mesmas, mas era um mundo onde o poder divino existia do mesmo modo que a magia. O poder das igrejas era bastante intenso no Mundo Demônio.

A religião com o maior poder no Mundo Demônio era a religião de Erebos que adorava o deus da noite e a escuridão, que poderia ser chamado de deus do Rei Demônio. Em Knight Saga, eles poderiam ser aliados ou inimigos, dependendo da escolha de Zephyr.

‘Santa Sombria Altesia’.

Se Beatrice, a santa da luz, estava do lado do Mundo Humano, a santa sombria, Altesia, estaria do lado do Mundo Demônio. Eram beldades com enormes poderes divinos, mas as posições das duas eram bem diferentes em Knight Saga.

Ao contrário de Beatrice, a chamada heroína, a Altesia podia se juntar ou não a Zephyr. Se ela se juntasse à Zephyr, ela poderia ser usada a longo prazo. No entanto, se ela fosse inimiga, Zephyr pisaria nela sem qualquer hesitação. Então, Nayatra não era a única que ele queria no Mundo Demônio.

De qualquer forma, agora era hora de entrar em contato com a religião de Erebos. Talvez ele não precisasse se mover primeiro.

“Será muito útil.”

Altesia não era a única que pertencia à igreja de Erebos. Havia muitas outras pessoas talentosas, como o governante da igreja, Floriodus e Antonios, o principal cavaleiro. Além disso, a igreja de Erebos enviava peregrinos para todo o Mundo Demônio. Sua rede de inteligência ajudaria a encontrar Sektum, cuja localização era desconhecida.

‘Está bem, está bem. Vou puxá-los um por um.’

In-gong estava queimando com ambição.

“O que você estava pensando tão intensamente?”

In-gong levantou a cabeça para a voz de Felicia. Amita chegou à entrada da tenda sem que ele percebesse. Como sempre, Daphne estava o acompanhando.

“Este Amita terminou!”

Ao contrário do habitual, sua cauda estava balançando no ar. então Amita parecia estar se sentindo bem. Amita cruzou os braços com orgulho. Depois de Amita, Daphne apareceu, vestida com roupas muito coloridas, com soldados orcs que estavam carregando algumas caixas.

“As minhas belas roupas para Daphne estão finalizadas. É uma grande roupa que aumenta sua afinidade com os espíritos. Contém feitiços defensivos que eu especialmente projetei.”

Daphne riu das palavras orgulhosas de Amita e acrescentou,

“Não é um exagero dizer que todo bordado é um círculo mágico. A habilidade de Amita é realmente excelente.”

“Bem bem. Acho que sim.”

Daphne piscou para todos de trás das costas de Amita. Todos entenderam o significado e ficaram em silêncio para fazer Amita se sentir melhor.

“Hrmm, o próximo é o equipamento da 8ª Princesa.”

“Eu?”

“Sim, era originalmente parte do conjunto completo do 9º Príncipe, mas será dado a você.”

Amita respondeu à excitação e apontou para a caixa mais pequena. Daphne abriu a tampa para revelar um par de luvas. A parte em que a mão seria inserida era azul, enquanto a parte de metal era de prata. Ao contrário da Treme Terra, que era robusta e resistente, essas luvas eram sofisticadas e davam uma sensação de luxo.

Caitlin perguntou com olhos brilhantes,

“Amita, posso provar?”

“Claro. É sua.”

Assim que a permissão foi dada, Caitlin rapidamente colocou as luvas. As luvas escuros eram ligeiramente grandes, mas redimensionaram assim que Caitlin as colocou.

“8ª Princesa ainda está crescendo, então adicionei um recurso de redimensionamento.”

Amita começou a recitar o funcionamento das luvas como se fosse professor. Caitlin ouviu a explicação e riu enquanto olhava para In-gong.

“Obrigado, Shutra. Vou usá-las bem.”

“Eu fui quem a fez. Certo?”

Amita bateu no chão com sua cauda, ​​e Caitlin riu antes de abraçá-lo. Com isso, Amita sentiu-se melhor e começou a abrir mais caixas. Haviam duas peças de armadura pertencentes a Karma e Seira. Ambos eram negras devido às escamas e o couro do dragão negro, mas as aparências eram bastante diferentes.

A de Karma era uma armadura de couro que se apegava ao corpo, enquanto a de Seira estava próxima de uma armadura pesada com bordas afiadas. Haviam placas de metal negro anexadas, que pareciam ter uma função de redimensionamento como as luvas de Caitlin.

Quando Karma e Seira aceitaram a armadura, Carack perguntou com uma voz tímida,

“Guaxinim, a minha já está pronta?”

“Ainda há um longo caminho a percorrer. Não tenho muitas peças? Você deveria estar satisfeito porque você foi o primeiro a receber seu escudo!”

Carack recuou com uma expressão rabugenta. In-gong riu e elogiou mais Amita.

Três dias depois, eles recapturaram a quarta base que os bárbaros haviam abandonado.

Então, In-gong e Vandal encararam um ao outro; Era o dia da luta prometida.

Comentarios em Breakers: Capítulo 133

Categorias