iLivro

Enxurrada #1

Os seres humanos eram fracos.

Se alguém olhasse para eles, verificaria que havia muitas partes faltando.

Os gandharva e os elfos eram lindos e tinham longas vidas. Os sura e os draconianos eram poderosos, enquanto os ogros tinham força sobre-humana. Quanto aos licantropos e aos orcs— eles eram inigualáveis em resistência.

Por outro lado, os humanos não tinham nada disso.

Eles não tinham longas vidas como muitas espécies no Mundo Demônio. Seus corpos inatos eram frágeis, e por mais fortes que fossem, era impossível para eles lidarem com um ogro. Os seres humanos nem sequer tiveram a força para enfrentar um orc, e muito menos um licantropo.

No entanto, metade do mundo era dominado por seres humanos. Os seres humanos também eram as espécies com o maior número de indivíduos no mundo.

Eles eram mais inteligentes do que orcs e ogros, mais fortes do que elfos e apresentavam uma poderosa capacidade de reprodução que ultrapassava os gandarva e os sura.(Kokori: Mas de acordo com várias histórias, eles perdem pra capacidade de reprodução dos orc e goblins ¯\_(ツ)_/¯.)

Isso não era tudo.

Havia muitas variantes que poderiam aparecer, e às vezes existências especiais poderiam nascer no Mundo Humano.

Uma existência que ia além das limitações humanas…  Ele era aquele que brilhava entre os numerosos seres humanos. O pináculo da humanidade— ele era uma pessoa que estava mais perto de um deus do que qualquer outra pessoa.

Um humano com uma espada e um escudo…

As pessoas o chamavam de herói.

&

Cinco dias se passaram desde que o In-gong recapturou a quarta base.

Eles começaram a reconstrução na quarta base, que foi parcialmente destruída pelos bárbaros. As tarefas eram, reconstruir as paredes destruídas e instalar um novo portão.

Os materiais e suprimentos que vieram de Takar foram empilhados na base. O inverno real de Evian estava chegando em breve, então eles tinham que se apressarem. Se eles perdessem tempo, eles poderiam ter que parar a reconstrução do portão.

No entanto, eles não conseguiram se concentrar confortavelmente no trabalho de construção. Vandal levou os soldados diariamente para patrulhar a linha de limite. Era difícil imaginar que os bárbaros, que perderam mais de 10 mil soldados e um rei bárbaro, cruzariam a linha novamente, mas ainda havia uma chance. O exército era um grupo que existia por esse motivo.

Kaparang e Alita estavam trabalhando duro, e In-gong não tinha nada para fazer porque Vandal estava no comando das patrulhas. No entanto, In-gong não ficou ocioso. Ele treinou com Caitlin todos os dias e também trabalhou duro para estudar magia com Felicia. Agora era hora de ele se tornar um verdadeiro guerreiro mágico.

“Não fale sobre isso, especialmente para o Príncipe Silvan.”

“O que tem Silvan hyung?”

“Você precisa perguntar?”

In-gong assentiu para o conselho sincero de Carack e guardou as palavras ‘guerreiro mágico’ em sua mente.

Passaram mais dois dias. Amita completou a armadura de Delia, e o portão foi reinstalado na quarta base. Como resultado das patrulhas, Vandal conseguiu encontrar os bárbaros escondidos, então ficou satisfeito.

Nayatra também teve algumas conquistas.

“Os resultados do interrogatório surgiram.”

Nayatra interrogou os guerreiros bárbaros por uma semana. O rei bárbaro já havia sido derrotado, mas ainda haviam muitas coisas que ele precisava saber.

Em particular, In-gong considerou a transformação do rei bárbaro digna de atenção. Como ele uniu os bárbaros sem o Capacete Dourado do Rei do Dragão? Além disso, desde quando ele conseguiu usar o poder da Guerra?

Os soldados em geral não saberiam disso. Era impossível para eles saberem toda a situação. No entanto, havia uma pessoa com quem ele poderia descobrir tudo isso:

Paratus, o irmão do rei bárbaro.

Durante a batalha de Takar, In-gong não podia deixar de capturar Paratus. Paratus era forte, e In-gong estava exausto de sua batalha com o rei bárbaro.

No entanto, In-gong não foi o único presente em Takar. O rei bárbaro havia morrido, e as tropas de Vandal não perderam Paratus enquanto investia da parte de trás.

Depois de ser capturado, Paratus tentou escapar, cometer suicídio e depois manter a boca fechada na frente de Nayatra. In-gong não sabia o que Nayatra tinha feito, mas conseguiu abrir a boca de Paratus.

“Qual é o método de interrogação dela?”

Ele não podia imaginar que Nayatra usasse métodos de tortura cruéis. Era a magia de encanto de um súcubo?

“Sua Alteza?”

Nayatra perguntou na frente de In-gong. Ele estremeceu com surpresa e acenou com as mãos.

“Não, não é nada. Paratus está na prisão?”

“Sim, você quer se encontrar com ele?”

In-gong assentiu com a cabeça para a pergunta de Nayatra. Parecia que Nayatra não queria levar In-gong para a prisão.

“Há algum problema na prisão?”

Carack perguntou abruptamente. Os olhos de Nayatra se estreitaram, mas porque ela estava na frente de In-gong, ela corrigiu sua expressão e falou com uma voz calma.

“Não há problemas na prisão. O estado dos cativos não é ruim. Somente…”

“Somente?”

“Isso… eu estou um pouco envergonhada.”

Nayatra respondeu com um rosto um pouco vermelho. In-gong só podia dizer uma coisa uma resposta a sua reação,

“Por favor.”

“Compreendo. Eu vou com você.”

Em resposta, Nayatra assumiu a liderança, e In-gong e Carack entraram no calabouço atrás dela.

Ao contrário das paredes exteriores, o calabouço estava bem. Era uma instalação subterrânea, então os bárbaros não sentiram a necessidade de destruí-la.

“Surpreendentemente limpo.”

Embora fosse subterrâneo, não parecia extremamente sujo. Haviam prisioneiros bárbaros pendurados nas paredes das celas da prisão.

“Os prisioneiros só fazem uma refeição uma vez a cada dois dias. Com eles passando fome, ocorrem menos problemas.”

Carack falou em voz baixa de sua posição ao lado de In-gong. Embora fosse bastante desumano, In-gong não reclamou. Em primeiro lugar, este era o Mundo Demônio. Era melhor do que torturá-los.

“Por aqui.”

Paratus estava preso em confinamento solitário. Quando uma grande porta de ferro foi aberta, ele viu Paratus sentado em uma cadeira, amarrado com correntes.

“Seu espírito se foi.”

Carack disse quando viu o rosto inexpressivo que Paratus estava fazendo. Nayatra murmurou em voz baixa,

“Eu o encantei com magia. Agora, ele responderá a todas as perguntas de Sua Alteza.”

Parecia que ela estava envergonhada pelo fato de ter enfeitiçado Paratus com magia de encantamento. A magia de encantamento era uma característica da espécie das súcubos, então o que era tão embaraçoso sobre isso?

Em vez de perguntar a ela, In-gong se aproximou de Paratus para interrogá-lo. As respostas vieram imediatamente, assim como Nayatra disse.

Não era surpreendente que Paratus soubesse mais do que qualquer um dos outros bárbaros.

O rei bárbaro conseguiu unir os bárbaros porque ele era forte. Essa era a melhor resposta que Paratus conseguiu. No entanto, a parte útil era a informação sobre a Guerra.

“Uma pessoa veio do sul e passou algumas coisas para o meu irmão. Eles eram um estranho muito questionável, mas meu irmão o admirava.”

Ele usava um grande manto vermelho com uma armadura vermelha, e era impossível dizer se eles eram homem ou mulher. Ele apareceu há seis meses. Não foi um curto período de tempo, então essa pessoa poderia ter se movido para qualquer lugar no Mundo Demônio por agora.(Kokori: Lembram quando o Enkidu falou lá no final de um cap, depois do Shutra ter pego a Bigorna.[Acredito que tenha sido por volta desse momento])

“O estranho foi para o norte. Ele não voltou para o sul.”

Isso era tudo que Paratus sabia. Não haviam outras informações úteis.

“Uma pessoa em armadura vermelha.”

Tinha que ser o Cavaleiro da Guerra, ou um Apóstolo da Guerra como o rei bárbaro.

No entanto, o mais preocupante era que a pessoa vermelha vinha do sul. Assim como os bárbaros além da Linha de Limite do Leste, o sul era o Mundo Humano.

O Cavaleiro da Guerra veio do sul? Havia uma boa chance disso. Não havia nenhuma lei que os Quatro Cavaleiros do Apocalipse tivessem que sair do Mundo Demônio. No entanto, quem era ele? Seria uma potência do Mundo Humano, talvez como Gerard?

In-gong estava preocupado com isso, mas a resposta não saiu. Então In-gong parou de pensar nisso e deixou a cela.

“Bom trabalho.”

Ele não se esqueceu de elogiar Nayatra, que sorriu com bochechas vermelhas.

“Obrigado.”

Ela respondeu graciosamente. Era um sorriso bonito, e In-gong sentiu uma diferença entre a Nayatra de Knight Saga e a Nayatra diante dele agora. A Nayatra de Knight Saga nunca sorria como ela estava fazendo agora e era chamada de cavaleira de gelo. Foi devido à escravidão? Ou a atitude dela se endureceu por causa de Zephyr?

“Bem, não importa, já que estou em boas condições agora.”

Ainda havia muito a ser abordado, mas parecia que seu relacionamento com Nayatra era bastante bom.

‘Embora tenha sido forçado… eu sou grato por seu apoio.’

In-gong suspirou com alívio enquanto olhava para Nayatra. Então Nayatra, que estava olhando furtivamente para In-gong, rapidamente abaixou a cabeça.

“Bem, eu me sinto muito mal.”(Kokori: Carack sentindo o que Shutra sentia até agora.)

A reclamação de Carack foi ignorada quando eles deixaram o calabouço, e alguém veio correndo para eles. Era Delia.

“Sua Alteza.”

Ela tinha corrido e estava sem fôlego. In-gong ignorou Carack, que estava sorrindo para Delia e perguntou a ela,

“O que está acontecendo?”

“A 6ª Princesa disse que há uma mensagem urgente.”

“Felicia noona?”

“Ela pode precisar deixar Evian por um tempo. A Princesa está esperando pelo Príncipe no seu escritório.”

In-gong precisava ouvir os detalhes dessa história, então ele mandou Nayatra voltar e se moveu apressadamente com Carack e Delia.

&

“Silvan me contatou. Eu acho que ele precisa da minha ajuda.”

Felicia estava sentada na mesa no escritório que In-gong esteve usando. Depois que ela terminou de falar, In-gong se aproximou da mesa e perguntou,

“Há um problema no lado de Silvan hyung?”

“Bem, um pouco? Não é um grande problema. Ele estava rastreando algumas ruínas, e parece que ele encontrou um sítio. Ele precisa da minha ajuda como uma especialista em ruínas.”(Kokori: esse ‘sítio’, é de sítio arqueológico.)

In-gong pensou sobre a região de Silvan. Se ele encontrou algo, provavelmente In-gong já saberia sobre isso.

‘Não havia nada de perigoso.’

Ele não podia pensar em nada perigoso nessa área.

Felicia viu o olhar preocupado de In-gong e disse,

“Você não precisa se preocupar. É apenas uma desculpa para olhar ao redor porque eu quero ver isso.”

In-gong pensou nas palavras de Silvan e Felicia e estava convencido. Felicia saltou da mesa e disse,

“É improvável que os bárbaros voltem novamente, e a defesa de Evian se estabilizou um pouco. Posso ajudar Silvan por um tempo?”

In-gong estava no comando de Evian. Apesar de ser uma criança real, Felicia precisava da permissão de In-gong para deixar Evian.

In-gong assentiu sem preocupações.

“Compreendo. Em vez disso, tenha cuidado. Entre em contato comigo se algo acontecer. Eu vou correr imediatamente para lá.”

“Sim, mais rápido que o vento?”

Felicia piscou e In-gong assentiu com um rosto um tanto vermelho. Ele ficou envergonhado com a frase que ele havia inventado. Felicia riu da expressão de In-gong.

“Tudo bem, vou dizer-lhe outra coisa.”

Felicia alcançou o pescoço de In-gong e tirou as Lágrimas de um Elfo Negro pendurado lá.

“Shutra, você sabe por que eu lhe dei as Lágrimas de um Elfo Negro?”

Era um presente que Felicia deu a In-gong como recompensa por suas ações durante a missão da tribo Relâmpago Vermelho. Felicia girou a mão para mostrar a In-gong um anel.

“As Lágrimas de um Elfo Negro é na verdade um conjunto de um anel e um colar. Se um dos proprietários estiver em uma crise grave, o outro tomará consciência disso.”

Era a primeira vez que ouviu essa história. Em Knight Saga, ele só conseguiu colocar as mãos no colar depois de matar Felicia.

No entanto, Felicia apenas balançou suas mãos para as suas dúvidas e disse,

“Até agora, eu estive ao lado de Shutra. Claro, não teria funcionado.”

Isso fazia muito sentido. A única vez em que ele esteve em uma crise sem Felicia estar lá foi quando ele lutou contra Mustafa. Depois disso, Felicia sempre esteve com ele.

“Eu lhe dei as Lágrimas de um Elfo Negro para pagar minha dívida. Se Shutra estiver em perigo, eu vou aparecer e resgatá-lo.”

Essa era a verdadeira razão pela qual Felicia lhe deu as Lágrimas de um Elfo Negro.

“Talvez desta vez, haverá uma chance de reembolsar a dívida.”

“Ei, não é mais provável que a Noona fique em crise?”

“Vamos ver?”

Felicia riu quando ela cobriu o rosto com um leque e bateu contra os ombros de In-gong.

“Por favor, cuide de Caitlin.”

“Diga a Silvan hyung para cuidar de Noona também.”

Felicia fez um rosto insatisfeito devido às palavras de In-gong.

“De qualquer forma, recebi a permissão do líder da missão de Evian. Então eu vou sair agora.”

“Agora mesmo?”

“Sim, não há motivo para demorar. E você não precisa me ver sair. Eu decidi ir para Takar com Caitlin. Ela já está no portão.

Ao dizer isso, Felicia já estava preparada para partir. In-gong ficou estupefato e perguntou com olhos estreitos,

“Desculpe-me, você precisava mesmo da minha permissão?”

Felicia apenas riu em vez de responder. Ela abraçou In-gong e disse,

“Estou indo, Shutra.”

“Vá bem, Felicia.”

Felicia apertou as bochechas de In-gong e saiu da sala. Como sempre, ela se moveu com passos leves e elegantes.

In-gong olhou para as costas dela e disse calmamente,

“Será que nada realmente aconteceu?”

Ele não tinha um pressentimento ou um sentimento sinistro, então nada deveria acontecer.

Carack piscou às palavras de In-gong e perguntou-lhe,

“Príncipe, isso realmente está tudo bem? A Princesa deve realmente deixar Príncipe? Não há realmente nenhuma sentimento sinistro?”

“Por que você está fazendo isso? Isso dá má sorte.”

Ambos estavam brincando. In-gong moveu-se para a janela do escritório e olhou para fora. Ele viu Felicia saindo do prédio.

‘Tenha cuidado com seu corpo.’

In-gong deu uma breve prece enquanto olhava para as costas de Felicia, que estava saindo da quarta base.

Comentarios em Breakers: Capítulo 135

Categorias