DK&H: Capítulo 2 Parte 1


Capa DK & H

Demon King & Hero

Autores: Phantom Of The Moonlit Night 월야-팬텀
Tradutor: Pyown

A-Assim? Não, Herói Idiota.

“Ah …”

Abrindo os olhos, Yuria olhou em volta e suspirou.

Ela tinha feito uma aposta com o (supostamente ex-) rei demônio, perdido, e sido feita uma proposta.

‘Ele estava falando sério?’

Yuria inclinou a cabeça. Uma herói que foi proposta por um rei demônio…

“Não, essa é uma chance!”

Mas, Yuria pensou positivamente. Ao lado do rei demônio, essa era a oportunidade perfeita para ela observar e mantê-lo sob controle.

Mas para Yuria, que estava pensando uma coisa dessas, o rei demônio lançou um ataque certamente digno de um rei demônio.

“Sua vez? Então, me faça o café da manhã.”

“O que?”

“Se eu fosse inocente, você jurou seguir Ca-da Palavra minha, não é?”

Com o sorriso em seu rosto e a provocação em sua voz, sua raiva aumentou e ela confiantemente gritou:

“Hmph! É meramente cozinhar! De qualquer forma!”

Observando a tempestade fumegante de Yuria na cozinha, o rei demônio sorriu.

“Bem, então, vamos ver como a comida feita por uma herói é, não é?”

Pouco depois, uma explosão gigante atingiu a cozinha.

***

“Uma emboscada?”

Quando ele ainda não era reconhecido como um rei demônio, era um som que ele ouvia com muita frequência.

Quando o rei demônio chegou à cozinha, o que ele viu foi Yuria, parecendo que ela tinha acabado de ficar cara a cara com um rei demônio, segurando uma panela contendo algum líquido preto não identificável.

“Alguns outros demônios atacaram? Ou retribuição de algum grupo criminoso com ressentimento? E o que é isso? Esse líquido que parece completamente saturado com maldições? ”O rei demônio disse, olhando para o líquido irradiando uma imensa aura. Sem dúvida, foi um item poderoso.

“Pensar que sentiria esse medo” era o que seus instintos lhe diziam. Aquele líquido poderia feri-lo mesmo.

Quando o rei demônio olhou para a panela com uma expressão de medo, Yuria ficou vermelha e gritou:

“O que você está tão assustado! Você é o único que me disse para cozinhar!”

“Eh?”

A expressão de não-entender durou brevemente antes de se transformar em horror.

“Is-Isso, isso foi o que você cozinhou?”

Em contraste com o rei demônio de lençol branco, o rosto de Yuria virou o tom mais escuro de vermelho e gritou:

“Isso foi o que cozinhei, e daí!”

Chocado com essas palavras, os olhos do rei demônio voaram brevemente em direção ao líquido escuro e voltaram.

“Que prato é esse?”

“É, obviamente, sopa!”

O rei demônio refletiu. Foi assim. Ele sempre imaginou como humanos tão fracos conseguiam ficar tão fortes.

‘Se eles crescessem comendo isso, até mesmo a criança mais fraca poderia ficar mais forte. Mas seria um milagre se uma em cada cem sobrevivesse…”

Talvez os humanos possam ser a espécie mais cruel.

Pensando nisso, o rei demônio perguntou:

“Então prove você mesma.”

“O quê? A prova deve obviamente ser feita por quem a pediu!”

Com sua voz nervosa, o rei demônio fez uma reavaliação de seus pensamentos.

‘Então eu estava enganado. Então, novamente, quanto mais os humanos, até os demônios provavelmente teriam dificuldade em comer isso.’

Talvez se fosse dado para um anjo comer, poderia fazê-lo cair?

“Vamos aprender primeiro.”

“Aprender o que?” O que ele estava dizendo a ela para aprender? Quando Yuria inclinou a cabeça, com uma expressão determinada em seu rosto, o rei demônio disse:

“Cozinhar, é claro.”

***

Comentários