GK: Capítulo 5


Capa GK

Goblin Kingdom

Autores: Haruno Inja (春野隠者)
Tradutor: schnitzel

Capítulo 5: O germinar da ambição

O grande céu azul, O lago dançando com o vento que passa. E meu reflexo projetado sobre este lago espelhado.

As vezes este mundo é tão bonito que me deixa sem palavras.

Contudo …

Em comparação com tal beleza de tirar o folego…

Presas afiadas, pupilas como de uma besta. E um rosto, em vez de feio, melhor descrito como feroz.

Eu não pude deixar de pensar comigo mesmo, “ Eu já me tornei completamente um monstro”

Meus lábios se torceram em auto aversão, e o goblin refletido mostrou um sorriso maléfico.

“Meu rei. Nós vamos chegar em breve. ”

O goblin que havia acabado de evoluir disse a mim.

Chamei-o ao meu lado, e retornamos ao assentamento goblin.

◆ ◇◇

Fazem alguns dias que matamos o orc. Nesse tempo me habituei ao meu corpo, e ensinei aos meus subordinados com utilizar as armadilhas, e mesmo os ensinei como as utilizar em pratica.

Eu ensinei lhes como fazer um buraco, e a matar a presa que caiu nele com uma lança.

Mesmo sendo uma simples armadilha a quantidade de dano que eles recebem tem caído.

Meu corpo também se tornou maior em comparação com o tamanho que tinha quando era um goblin raro.

Quando testei o quão diferente este corpo nobre é, eu tenho o chamado assim, em comparação com o do goblin raro, eu descobri que havia uma grande diferença na audição, visão e força entra os dois.

Por exemplo, eu agora posso estrangular um javali com chifres até a morte. E agora eu posso matar o avestruz de duas cabeças com minha arma.

Em outras palavras, eu agora posso facilmente fazer as coisas que eram impossíveis para o meu corpo de antes.

Eu também cheguei a uma conclusão sobre minhas evoluções. Eu não posso evoluir para qualquer coisa, exceto goblin.

Não importa o quão forte é o adversário em comparação. Não é possível transcender a raça. Um goblin sempre será um goblin.

O fato de que eu ter me tornado um goblin nobre a partir de um raro, apesar de ter matado um orc é a prova disto.

Se este for o caso tudo que resta é experimentar a próxima evolução.

▲ ▽ ▲

Eu pessoalmente, matei a presa que foi encurralada pelo meu subordinado. Então eu perguntei a ele algo que estava me incomodando.

Como os goblins aumentam sua população?

Recentemente, uma ambição começou a brotar dentro de mim.

Uma ambição de construir meu próprio reino.

A fim de tornar isto uma realidade, a coisa que mais preciso é um exército.

Eu não tenho qualquer inconveniente com minhas peças por agora. Mas eu tenho que aumentar não só a qualidade de meus subordinados, mas a minha própria.

E enquanto eu quero colocar ênfase na qualidade, eu não irei subestimar os números.

Por exemplo, se meus subordinados se voltarem contra mim, eu provavelmente irei perder.

Bem, isso se for uma competição de força.

Mas ainda …. Eu sei muito bem o quão terrível são os números.

Afinal, eu conheci o “numero” em meu antigo país.

Talvez eu tenha perdido o foco um pouco, mas … certo. Como eu posso aumentar o número de goblins? A pessoa que responde era o sênior entre os goblins.

O goblin sênior falou sobre uma aldeia. E com essa explicação eu não pude deixar de pensar.

Para começar estes grupos são todos goblins que se desviaram da aldeia.

E nessa aldeia estão os goblins, e as fêmeas de outas espécies que foram sequestradas e engravidadas, a fim de aumentar a população

— Eu acho que este é o estereótipo de fantasia então.

O goblin raro anterior proibiu a estes goblins de menor classificação a copular com as fêmeas, fazendo com que os mais jovens alienados.

Esse é o grupo.

Realmente, que história desleixada.

Quando perguntei quão distante era está aldeia, eu descobri que era surpreendente próxima.

Essa aldeia tinha por volta de 50 guerreiros.

Os velhos, e os recém-nascidos que não eram capazes de lutar são por volta de 30.

Por natureza a raça goblin não tem o chamado gênero feminino, eles apenas saem para caçar e obter presas.

Parece que a razão para estes goblins não terem uma fêmea com eles é porque eles deixaram a aldeia para encontrar uma para si.

Quando eu perguntei se as fêmeas apenas caíram do céu, eles responderam que propositalmente sequestraram nas de outras raças.

Uma pratica bastante romântica eu digo comigo mesmo.

Eu levo meus 20 subordinados para a vila goblin.

Nosso objetivo não era naturalmente a paz.

Mas antes do pau vem a espionagem.

Depois de tudo, é importante saber se há alguém liderando os goblins … então, novamente, uma vez que haviam goblins que os deixaram, suponho que seu trabalho em equipe não é tão bom. Ainda assim é melhor eu verificar o quão forte é a cúpula do grupo.

Enquanto acalmo meus pensamentos ferozes, levo meus subordinados até a aldeia.

A aldeia parecia ter pertencido anteriormente a seres humanos, eu conseguia ver antigas cercas aqui e ali. E as casas que os goblins estavam usando pareciam muito grandes para eles.

Suponho que tenha saqueado a vila humana ou qualquer raça que residia aqui.

Havia também um portão no Norte e no sul, que permitiria que um grande número de pessoas atravessar a qualquer momento.

Com cuidado caminhei ao redor da aldeia que subsequentemente estava rodeada por uma densa floresta, assim tomei conhecimento de que havia poucos goblins adultos dentro.

Na verdade, eu não poderia mesmo encontrar goblins raros, e o número de adultos não chegava nem mesmo a 10.

Quanto as mulheres, eu não era capaz de encontrá-las. Mas novamente, uma vez que são de outras espécies elas devem estar confinadas dentro de um edifício.

Enquanto os adultos desaparecidos devem estar caçando …

De repente a vila se tornou barulhenta.

Virando me para o portão sul, vi os goblins regressando eles eram conduzidos por um goblin raro vestindo armadura que empunhava uma espada longa.

Andando atrás do goblin blindado estavam cerca de 20 goblins. Eu também conseguia ver alguns animais que aparentavam ser lobos.

Tudo bem, com isso eu já vi tudo que precisava.

Pode haver outro pelotão em algum lugar, então é melhor eu garantir o assentamento antes que eles retornem.

Eu ri com um largo sorriso, fazendo com que minhas pressas ficassem a mostra. Então eu me virei para os meus subordinados e dei lhes uma ordem.

“Estamos entrando na aldeia pela porta da frente. ”

Nos saímos da floresta, e passamos pela estrada íngreme em direção ao portão da aldeia

◇◆◇

O momento em que fui visto, os duendes fizeram um alvoroço, mas eu lhes dei um olhar condicente, enquanto eu continuava a andar com compostura.

Ou pelo menos, eu andei para dar este tipo de atmosfera. Ninguém vai muito rápido ou lento.

Eu encarei os goblins perante mim enquanto caminhava em direção ao goblin raro.

“Gu, gurururu!”

Enquanto o goblin raro soltou gritos de medo, eu olhei para ele, e ri provocadoramente.

“Você é o rei deste grupo? ”

Eu perguntei em voz baixa.

O goblin raro recuou.

Quando ele não respondeu eu elevei minha voz.

“Então, é você!?”

A atmosfera balançou com a minha voz, me fazendo surpreso.

Mas enquanto um pouco surpreso, dei uma rápida olhada ao meu redor, e descobri que havia mesmo goblins que desmaiaram incapazes de resistir ao medo.

O goblin raro perante mim claramente não decaiu a tal ponto, mas ainda estava claramente assustado.

“…. Está certo. ”

Ele evitou meu olhar, e sua armadura começou a sacudir.

“Escolha. Ou você me dá o seu grupo ou morre. Qual vai ser? ”

Durante momentos como este devesse permanecer inflexível.

A melhor maneira de ser reconhecido como superior num mundo como esse, onde a lei da selva predomina, é se impor.

Ser educado só ira estragar a outra parte.

É por isso que é imperativo ensinar hierarquia adequadamente a animais como este.

“Gururuu”

Soltando este gemido, o goblin raro parece não ter intenção de lutar.

No entanto, eu coloquei a espada longa sobre meu ombro, como que eu poderia esmagar o goblin raro a qualquer momento que quisesse.

Eu imperei sobre o líder do grupo! Confirmando com sucesso a negociação.

O goblin, aparentemente tendo sido superado pela atmosfera, largou sua espada no chão…

E então prostrou-se perante mim. De joelhos e cabeça abaixada se mostrando completamente submisso.

“Meu rei. Seu desejo é lei. ”

“Eu aceito. ”

Meu olhar varreu o assentamento, e então declarei:

“Agora eu sou o seu rei! ”

Naquele dia dei meu primeiro passo em direção a minha ambição.

Comentários