Pegando o longo caminho

Os seres humanos são criaturas misteriosas.

Depois de acordar revigorado a partir de uma boa noite de sono, era como se todo o aborrecimento, dúvida e desespero da noite anterior nunca tivesse existido. Ranta parece completamente normal, agindo da mesma forma de sempre.

Todo mundo já sabe que planejam retornar as Minas Siren hoje, e eles também estão bastante conscientes da necessidade de aumentar os seus ganhos. Eles entraram na montanha, facilmente limparam o primeiro andar, e começaram a descer para o segundo.

Eles haviam chegado até o segundo andar ontem, de modo que o objetivo de hoje e chegar ao terceiro. Haruhiro não esta convencido de que todos estão totalmente preparados para combate kobolds ainda, mas eles estam prevendo e seguindo os movimentos do inimigo melhor do que ontem.

Fácil. Nós conseguimos, não haverá problemas, pensou Haruhiro. Mas os otimistas muitas vezes acabam indo por um caminho perigoso.

O poço pia para o próximo andar apareceu a distância. Próximo a ele esta …

“Isso é um kobold?” Haruhiro perguntou em voz alta.

O que parece ser um kobold pode ser visto a distância, todo mundo esperou enquanto Haruhiro foi olhar mais a frente. Quando ele chegou perto, ele não pode acreditar em seus olhos. E enorme. Isso é um kobold ancião? kobolds normais tem um pouco mais de 1,50 m, e ele ouviu falar que kobolds anciãos são cerca de 15 centímetros mais altos.

1,75 de altura? Não maior.

O grande kobold tem três subordinados com ele. Os subordinados estão equipados com: armaduras, elmos, escudos redondos e espadas. Eles parecem maiores do que qualquer kobolds que Haruhiro já viu antes, mas mesmo assim, o grande kobold e um pouco maior que os subordinados ele deve ter cerca de 1,96 m. Não e apenas a sua altura incomum, seu pelo também e incomum ele é…

“Preto e branco …” Haruhiro sussurrou em voz baixa.

Ele tem pelo preta com manchas brancas. Manchas … O pulso de Haruhiro acelerou. Merda! Não parece ter me notado ainda, mas se isso acontecesse …Não tem graça … Isso não é uma piada, mas se for não tem graça. merda merda merda … Sua espada. Que diabos?! Sua espada tem, provavelmente, cerca de 1,20 m de comprimento com uma lâmina extremamente afiada… parecia uma espada de tamanho homano.

Aquela coisa provavelmente pode dividir uma pessoa em duas com um único corte. A espada deve ser extremamente pesada, mas o kobold carrega ela como se fosse leve como uma pena. Deve ser monstruosamente forte. A equipe antiga de Mary lutou contra essa coisa?

Isso é simplesmente insano,  Haruhiro não podia deixar de pensar. Nós vamos morrer. Todos nós vamos morrer com certeza.

Os inimigos mais fortes que já lutaram foi o goblin com armadura de placa e o hodgoblin, mas esse esta em um nível totalmente diferente. Não há nem mesmo como comparar. Merda. Ele e forte. Insanamente forte.

Haruhiro voltou para os outros. Mesmo ele não podendo ver seu próprio rosto, ele sabia que devia esta tão branco como um lençol.

“Deathpatch. Ele está aqui “, relatou Haruhiro.

Shihoru engasgou e Mogzo exalou bruscamente. Talvez Mary já estivesse esperando por isso, já que ela apenas franziu as sobrancelhas e deu um leve aceno de cabeça.

“Deathbatch …” Yume sussurrou.

“Deathpatch” Haruhiro corrigiu automaticamente, a familiaridade da rotina acalmou-o um pouco. Ele olhou para Ranta.

“Vamos! Não temos escolha, a não ser mata-lo”, Ranta riu suavemente. Talvez ele esteja tentando ser o fodão com aquele sorriso no rosto, mas tudo o que ele esta sento e idiota.

Bem, Haruhiro já esperava isso dele.

“Ok Ranta,” Haruhiro respondeu. “Vá em frente. Vamos esperar aqui. Boa sorte!”

“Então é assim que você vai ser, hein?”, Disse Ranta.”Covarde do caralho.”

“Claro”, Haruhiro concordou agradavelmente. “Então você vai ou não? O que vai ser? Apresse-se e decida.”

“Parece que não há nenhuma outra opção” Ranta passou seu polegar em toda a borda do queixo ” A não ser deixar para mais tarde. Deathpatch tem muita sorte, ele vai conseguir viver mais alguns dias … ”

“Sim, sim, ele tem muita sorte.”

“Vá dizer a ele, Haruhiro. Que ele mal conseguiu escapar da morte pelas minhas mãos “, Ranta declarou.

“Vá dizer a ele você mesmo. Eu tenho coisas melhores para fazer com o meu tempo.”

Ninguém, há não ser Haruhiro se envolveu nas palhaçadas de Ranta. Mesmo Yume, que foi sempre rápida em repreendê-lo, permaneceu em silêncio durante toda a troca. Talvez isso mostre o quão cansada ela esta dele. Haruhiro percebeu então: se eu sou o único falando com Ranta, então para todos munto que olhar deve parecer que somos melhores amigos. O pensamento o afingiu profundamente.

Há cinco poços pia que ligam o segundo ao terceiro andar, por isso não demorou muito para encontrar outro. Não houve nenhum sinal da presença de kobolds ou qualquer outro coisa, na vizinhança do poços pia, e nada parecia estar na outra parte do poço quando olharam para lá. Embora, sua visão do outro lado seja bastante limitada.

“Vou descer primeiro”, disse Haruhiro. “Se estiver tudo bem, vou avisar para vocês seguirem.”

“E se você achar problemas?”, Perguntou Yume, piscando.

“Hum, eu vou gritar, então vocês vem me salvar.”

Yume abriu um largo sorriso. “Entendi.”

Sentindo seu espírito um pouco levado, Haruhiro devolveu o sorriso e disse: “Aqui vou eu.”

As escadas de corda penduradas na bordo do poço pia parecem desgastadas, mas elas aguentaram o peso de Haruhiro quando começou sua descida. Sendo um ladrão, manter o equilíbrio na descida era simples e ele chegou ao fundo rapidamente. Porem, quando ele olhou ao redor, viu kobolds esperando por ele.

“Er … boa tarde”, ele cumprimentou timidamente. Os kobolds rosnaram para ele. “Não há tempo para brincadeiras, não é?”

Haruhiro saltou fora do caminho quando um dos kobolds saltou em simá dele. Era grande, não tão grande como Deathpatch, mas ainda grande. Um ancião? Então isso é um ancião … Esta equipado com cota de malha e uma espada de gume único. Dois subordinados acompanham ele, armados de maneira semelhante.

“Pessoal! Baixa! Inimigos! Mau! Pressa! Socorro! “Todo que Haruhiro conseguiu dizer era frases de uma única palavra.

Haruhiro correu do kobold ancião e seus subordinados, tentando colocar distância entre ele e eles. No entanto, ele não podia correr para muito longe do poço… não até que todos os outros chegem. Ele limitou-se a esta área, mas com três deles … Se fosse apenas um, ele poderia de alguma forma conseguir continuar fugindo, mas com três e quase impossível.

Quando ele tentou correr em linha reta, na frente dele apareceu um kobold. Quando ele se virou, Kobold. Ao seu lado, Kobold. Kobold, kobold, kobold. E um maldito festival de kobolds

Haruhiro evitou um ataque de entrada do ancião, grunhindo enquanto a espada do kobold cortou sua bochecha. Ele quase não sentiu dor, mas receber um corte fez ele entrar em pânico. Ele não vai conseguir escapar os inimigos por mais tempo e não tem idéia se seus companheiros estão vindo. Em pânico e impotente, ele simplesmente corria para o outro lado sempre que um kobold aparecia em seu campo de visão.

Ficar na área abaixo do poço pia não ia acontecer. Ele não tem esse luxo; de nenhuma maneira teria tal luxo.

Ele ouviu o grito de Ranta e perguntou se ele já tinha pensado em Ranta como alguém confiável alguma fez. Não. Nunca. Nem mesmo uma vez. Ranta desceu a escada de corda primeiro e imediatamente atacou o kobold ancião, mesmo sendo melhor para ele para ajudar Haruhiro em primeiro lugar.

Mas Ranta nunca pensa antes de agir. Ele simplesmente vai para o inimigo mais próximo e maior, que encontrar, suas ações que faltam motivação para proteger seus amigos ou ajudar um colega de equipe em apuros. Mas porque ele nunca pensei muito profundamente sobre qualquer coisa, ele tem uma espécie de capacidade de atacar imediatamente e sem hesitação. Talvez seja algo bom e ruim ao mesmo tempo.

Haruhiro ouviu o grito de guerra de Mogzo e depois Yume gritando, “Haru!”

“Oom rel eckt vel dash!” Shihoru tinha vindo também.

“Haru!” A voz de Mary.

Todo mundo esta descendo as escadas e juntando-se a ele. Aos poucos, ele sentiu a calma enchê-lo novamente. Ranta estava lutando contra o kobold ancião, mas em algum momento tinha trocado com Mogzo. Agora, ele e Yume cada um deles assumiram um Kobold.

“Haru, sua ferida e seria?!”, perguntou Mary.

Haruhiro cautelosamente tocou seu rosto, e, embora doesse, não é nada que precise de tratamento imediato.

“Estou bem! Cure-me depois! “, Ele respondeu fazendo seu caminho para apoiar Yume. Ele foi em direção ao Kobold, enquanto buscava avaliar a situação em torno dele.

Eu não tenho a capacidade ou as qualificações, mas no momento, eu sou o líder.

Haruhiro observa tudo ou seu redor, Ranta esta indo muito bem. Ele está usando [PROPEL LEAP] e [JUKE STAB] para ficar fora do alcance do inimigo enquanto espera por sua chance de atacar, e depois golpeia com [HATRED’S CUT] ou [ANGER THRUST]. Como de costume, Haruhiro pensou que a maior parte das ações de Ranta são desnecessárias e ineficientes, mas talvez fosse justamente esse o estilo de luta de Ranta.

Mogzo e seu adversário parecem equilibrados. Ele não havia conseguido acertar qualquer golpe pesado no kobold ancião, e de vez em quando o ancião iria conseguir acertar um ou dois goupes nele. Espere, não, não é bem assim … Mogzo esta permitindo que o kobold ancião atravésse sua guarda.

Ele esta usando o peitoral da armadura de placa para receber ataques que irão apenas colocar arranhões na armadura. Mogzo esta bloqueando os golpes pesados com a sua espada bastarda e deixando o peitoral da armadura absorver tudo o resto.

“O goblin era mais forte!”, Gritou Mogzo, de repente entrou na forma agressiva e trocou golpes com seu oponente. Ele imediatamente envolveu sua espada bastarda entorno da espada do kobold, em seguida, puxou a sua própria espada de volta. Com um grito, desencadeou [SPIRAL SLASH] em linha reta no rosto do seu oponente.

O ataque de Mogzo deixou um corte na bochecha do kobold da mesma forma que esta na de Haruhiro, fazendo-a saltar para trás em pânico. Mogzo prosseguido, fechando a distância. Haruhiro teve calafrios na espinha assistindo Mogzo. A aura de estabilidade que Mogzo fornece em uma luta e incrível … mas isso e, devido em parte à capacidade de Ranta de manter um inimigo totalmente ocupado?

Na verdade, Ranta parece esta com menos deficuldades agora do que estava nas lutas de ontem. É graças a experiência? Ranta tinha absurdamente insistidi em luta contra o kobold sozinho ontem. Talvez porque ele tinha forçado a si mesmo a ir um pouco além da sua capacidade, ele descobriu a melhor maneira de lidar com os kobolds para si mesmo.

Nós não vamos saber a menos que nós tentamos … É assim que e?

Enfrentar tudo com cautela, não enfrentar qualquer coisa fora do seu alcance, ter segurança em primeiro lugar significa que avançar e impossível. Mesmo que eles consigam, o ritmo seria terrivelmente lento. Não ter ninguém para disputar a liderança do Haruhiro, seria realmente bom.

Será que no final nós, precisamos de Ranta conosco? Haruhiro não esta convencido e talvez ele não queira ser convencido. Mas Manato reconheceu a necessidade de Ranta, mesmo que ele não gostasse realmente de Ranta como pessoa. Assim, uma decisão tem que ser baseada em mais do que apenas gostos e desgostos pessoais? Mas Ranta nunca bateu cabeças com Manato do jeito que ele fez com Haruhiro. Quando Manato foi morto, Ranta, à sua maneira, ficou tão chateado como todos os outros.

Qual é a diferença entre Manato e eu?Pensou Haruhiro.

Naturalmente, há muitas diferenças. Na capacidade de luta e inteligência, Manato claramente o derrotou. Mas Manato tinha estabelecido uma espécie de paz com Ranta, enquanto Haruhiro simplesmente não consegui se dar bem com ele. Qual e a diferença? Talvez fosse bom apenas colocar a culpa na inteligência e deixar por isso mesmo.

A linha apareceu, totalmente inesperada e não intencional. Essa linha de luz, brilhante e fraca, que liga a ponto da adaga de Haruhiro a um ponto nas costas do kobold. Não e reta nem curva, mas como uma trilha sinuosa.

Haruhiro sabia o que fazer: Seguir o caminho que apareceu. Ele desejou que ele pudesse ver a linha em todas as lutas, mas isso nao acontece. Ela aparece menos de um em cem vezes.

Quando Haruhiro entra em uma luta, a primeira coisa que ele fez e entrar em posição nas costas do oponente. Em seguida, ele se movimenta para permanecer em suas costas aguardando por uma oportunidade para atacar. Ele tinha repetido o processo mais de mil vezes, porque ele não sabia de qualquer outra maneira.

Ele não podia lutar contra um inimigo frente-a-frente. As primeiras lutas que teve com a contra os ratos pit e o goblin de lama tinham ensinado-o que ele não tem o que é necessário para vencer contra qualquer inimigo de forma justa. Então, mesmo que fosse sorrateiro e desonesto, ele atacar por trás, onde o inimigo esta menos protegido.

Ele admitiu que é um pouco patético o uso de tais métodos, mas ele não considera horrível. Em lutas até a morte ambos os lados lutam com seriedade e desespero. Com muito muito desespero, nada mais nada menos; porque não é fácil nem simples, nenhum método e proibido …

Ou assim Manato havia dito uma vez.

Quando Haruhiro viu a linha , ele manteve a calma. Se ele ficar agitado, a linha que finalmente apareceu para ele iria desaparecer. Ela iria desaparecer se ele tentar dobrar os joelhos para agachar, ou se ele esticar seus punhos, cotovelos, ou ombros. Ele nem sequer tem tempo para pensar em deixar essa chance escapar. Ele tem que agir imediatamente, não, não e bem esse o caminho…

Quando a linha aparecia, Haruhiro sentia como se seu corpo reagisse sem ele pensar. Seria impossível descrever seu ataque de outra maneira.

Aconteceu desta vez também. O corpo de Haruhiro agiu, e sua adaga cortou o corpo do kobold como se sua carne fosse manteiga. Talvez fosse impreciso dizer que Haruhiro conscientemente seguiu o caminho fornecido pela linha, uma vez que seu corpo já estava a caminho no momento em que ele percebeu.

O kobold fez um barulho, em seguida, caiu no chão.

“Ooo-?!” Yume piscou várias vezes, maravilhada.

“Yume, para o próximo!”, Exclamou Haruhiro.

Yume balançou a cabeça várias vezes. “Desculpa! Yume ficou apenas surpresa”

“Oom rel eckt vel dash!” Shihoru lançou [SHADOW ECHO]. Voash! Algo como uma sombra preta voou no kobold ancião. Ele percebeu e tentou se esquivar, mas não rápido o suficiente. O feitiço roçou seu ombro direito, que está corberto por uma armadura cota de malha mas isso não impediu o efeito do feitiço, [SHADOW ECHO] não funciona como fogo ou eletricidade. Ela causa convulsões em vez de fazer dano.

O ombro direito do ancião começou a tremer, impedindo-o de se mover por uma fração de segundo.

“OBRIGADO!” Veio o [CLEAVE RAGE] de Mogzo. O Kobold ancião bloqueou com a sua espada, mas sua postura foi quebrada. Mogzo pressionou para baixo com sua espada bastarda, forçando a arma do kobold ancião para o lado, em seguida, inverteu o seu balanço e enfiou a lâmina para o lado da cabeça do ancião.

O kobold ancião fez o possível para retornar ao ataque, mas antes que pudesse se mover Mogzo chutou-o para trás e, em seguida, trouxe sua espada para baixo, esmagando seu crânio.

“SIM!” Haruhiro ergueu o punho.

So resta um Kobold trabalhador. Ranta ainda está usando [PROPEL LEAP] para recuar e trazer o kobold com ele, mas como esperado, o kobold não esta caindo no truque. Ele recusou-se a avançar então Ranta avançou e atacou com [HATRED’S CUT]. Novamente, o kobold lêu ele como um livro aberto e habilmente desviou para esquerda.

O kobold aproveitou seu posicionamento perfeito para contra-atacar. Ele cortou na diagonal em Ranta, forçando-o a atirar-se ao chão com um grunhido. O ataque do kobold errou por pouco.

“Ranta!” Haruhiro começou a correr para ajuda-lo.

“Fique longe!” Ranta gritou de joelhos. “Eu ainda posso fazer isso! Eu vou matar esta eu mesmo! Eu vou matá-lo e buscar o meu sacrifício! ”

“O que aconteceu com ser flexível?!” Haruhiro combatida.

“Dois pássaros, uma pedra! [PROPEL LEAP]! “Ranta saltou para trás, ainda de joelhos. “Uau! É um novo [PROPEL LEAP]! Eu fiz a minha própria habilidade original!!!”

“Ela não parece muito diferente da habilidade que deu origem…” Yume disse friamente.

“Sim”, Shihoru concordou.

“Verdade”. Mary também.

Mogzo forçou uma risada seca.

“Fiquem calados escoria bastarda!” Ranta amaldiçoou mais e mais enquanto ele atacava freneticamente.

Basta deixá-lo nisso, Haruhiro decidiu. Até que ele pareça esta preste a ser morto

Comentários