iLivro

+1 Capítulo, eu ia traduzir ontem e tals, mas tive a brilhante ideia de traduzir o 1º capítulo do mangá de Gun-Ota… em breve eu lanço ele~ Desu

Qualquer erro de ortografia ou incoerência, deixe nos comentários. Aproveitem a leitura =)|Capítulo em [PDF]


Confissão

 

Lute, oito anos de idade.

As tardes passavam de forma relativamente relaxadas, uma vez que acabou o clima de verão, enquanto levava meu equipamento ao campo de tiro.

Deixo meu equipamento ao lado do rio, que consiste em um barril de MLM, o recipiente de munições e o rifle de assalto, AK-47.

O recipiente de munições tem dois tipos de caixas de madeira, uma contém as munições.38special9x29.5mmR do revolver que está em minha cintura, sendo sua caixa mais grande que a das balas especiais de 7.62x39mmxRussian-shots (balas experimentais).

Graças a ter gastado quase todo o tempo na AK-47, ela está quase completa e estou na fase final.

A aparência é preta enquanto a soleira (A parte da arma que se apoia no ombro) não é um pedaço de madeira sólida em ângulo decente, mas sim um esqueleto de metal alinhado.

É necessário alinhar o barril da arma com os olhos para se ter uma pontaria precisa enquanto se atira com a AK-47, mas se a soleira não está alinhada com o barril (ou se é muito baixa, com um ângulo extremo) é difícil transmitir o recuo diretamente, provocando subidas excessivas do tiro. Enquanto se mantem em modo automático, os efeitos acumulativos do recuo podem provocar, rapidamente, a perda do alvo, algo causado com uma soleira não alinhada. Em uns poucos tiros em modo automático, se converteria em uma arma antiaérea.

[NT: Aqui coloquei “subidas”, já que a frase mais utilizado em jogos de FPS quando o recuo é alto é: “A mira sobre muito”; mas caso tenham outra sugestão, digam aí… embora eu não lembre se isso reaparece nos próximos capítulos]

Assim que para reduzir as subidas do recuo, usando como referência a AKM, baixei a altura do barril, desde a altura do olho, à altura do ombro, com uma soleira alinhada e adicionei muitos ajustes menores (basicamente, pus em linha reta o barril e a soleira).

Também, reproduzi a estrutura interna de forma precisa e implementei o modo automático.

Depois de disparar, uma parte do gás liberado entra através da porta de gás (uma abertura pensada para a entrada de gás, já que, enquanto a bala disparada avança através do barril, o espaço entre a cápsula e a bala se torna apertado, e por causa da alta pressão do gás, o mesmo entra pela porta de gás) e empurra o pistão de gás dentro do cilindro de gás na parte traseira, que faz retroceder o pino de disparo (a parte que toca a bala) e o pino do carregador de disparo (a parte que detém o percursor), e levanta o martelo.

 

O pino do carregador que é empurrado para trás se restaura pela mola de recuo, e a seguinte munição é empurrada desde o carregador semicircular para a câmara (uma vez que o pino empurrado não é menos longa que uma cápsula, espaço suficiente é criado e a próxima rodada é empurrado para esse espaço).

[NT: Infelizmente meu conhecimento em armas não é tão avançado, o que dificulta um pouco a tradução dessa novel, se vocês virem algo muito “no sense” e tiverem alguma sugestão, me digam]

No final de todo o trabalho pesado, gritei de felicidade.
A outra coisa pela qual quero parabenizar a mim mesmo é que inclui um interruptor que alterna entre os modos “Seguro”, “Semiautomático” e “Automático”.

Quando está no modo seguro, a alavanca do interruptor bloqueia o gatilho, para que não possa se mover.
No semiautomático, a alavanca do interruptor não faz nada, fazendo com que, ao puxar o gatilho o martelo se libere, mas seu movimento é limitado ao ser detido por um gancho desconector (uma parte conectada ao gatilho), onde o gancho não se retira até que o gatilho volte para sua posição de origem.
Por ultimo, em modo automático, a alavanca do interruptor mantém o desconector baixo, provocando que o martelo não seja preso, e continue em um movimento repetitivo até que o gatilho seja liberado.

Ainda mais, adicionei um redutor de frequência para o modo automático, que permite uma pequena separação entre os tiros durante o disparo rápido, aumentando sua efetividade para ser mais fácil de mirar, para um atirador inexperiente.

Tem a aparência de um sólido objeto metálico, mas como está feito de MLM, é bem mais leve do que imaginei, o que o faz ideal para meu corpo, já que, mesmo se minha mente é de alguém com mais de trinta, meu corpo é de um garoto de oito anos, e pareço um garoto soldado do oriente-médio enquanto seguro a AK-47 (protótipo).

Se eu tivesse pensado em fazer outro tipo de rifle que não fosse a AK-47, teria sido uma tarefa impossível, já que em meu mundo anterior era possível fabricá-lo em países com baixo desenvolvimento tecnológico, é o porquê que posso fabricá-lo neste mundo.

Mas continua estando incompleta, sendo o problema, naturalmente, as munições. Ainda que tenho estado fazendo-as através de ‘teste e erro’, simultaneamente, para a arma atual, continuam estando longe de ser satisfatórias.

Por agora, graças ao sistema operado por gás, as cápsulas vazias são ejetadas, por causa que também é uma AK-47, já que o pistão opera sem causar falhas ou emperros (devido à combinação de partes que têm que se mover) mesmo quando dispara munições baratas de marcas desconhecidas ou deterioradas pelo tempo.

Mas não há forma de que isso me satisfaça, e para demonstrar perfeitamente seu poder, dedico tempo na busca do arranjo perfeito.

A durabilidade da cápsula, a quantidade de pólvora, as propriedades do núcleo, etc; todos eles continuam incompletos.
Devido a que terminei a arma recentemente, tenho estado desenvolvendo as munições.

Pego uma caixa de madeira na borda do recipiente de metal, estando cada uma cheia de balas experimentais, desenvolvidas usando os resultados dos testes de disparo. Com uma caixa, encho o carregador.

Movo o interruptor de “seguro” para “semiautomático”, posiciono o carregador, aperto a alavanca de carga, que põe a primeira na câmara; reforço meu corpo com o reforço corporal, e aponto a mira para os objetivos humanoides na rocha.

BANG!

Disparo.

“Ku—! ”

Uma cápsula vazia voou no ar. Mesmo se só disparei um tiro, meu ombro sentiu um forte recuo.

Seu poder, recuo e barulho de combustão da pólvora… não se podem comparar ao revolver “S&W M10”.

Examino se minhas mãos ainda sentem, e restaurando minha motivação, troco para o modo automático, para disparar continuamente.

BANG! BABABABABABBABABANG!

O barulho era intenso, mas também tive problemas mantendo a mira no alvo, o que me levou a incrementar a mana para o reforço corporal.

Depois de disparar todas as balas, meu corpo se sente dormente.

Mmmmm depois de tudo não estão bem. A velocidade de combustão é muito rápida.

O resultado é que de algum modo, uma bala estava há mais de trinta metros do objetivo. Entre os rifles de assalto, a AK-47 não é particularmente precisa (com isso, em um raio de 100m está concentrada em um circulo de 20cm). Mas mesmo com isso, este não é um bom resultado.

[NTGringa: A reputação da baixa precisão das AKs se vede a que o protótipo original tinha um erro no estriado do barril, por isso que sua precisão era, infernalmente, ruim. Isto se corrigiu na AKM, ainda que a reputação de má pontaria já estava impregnada para todos os rifles AK. Em condições ideais uma AKM é quase tão precisa quando um rifle AR-15]

Anoto meus pensamentos sobre as balas experimentais, e as deixo na caixa, obviamente recoletando as cápsulas caídas em sua respectiva caixa.

Pego a seguinte caixa, e ponho as munições no carregador.

Uma vez que esvaziei todas as caixas (exceto a de reservas), anoto novamente todas minhas impressões de forma detalhada.

Terminando isto, começo com a prática do revolver.

Não fabricarei balas experimentais para a AK-47 agora, mas as farei amanhã, enquanto comparo todas as notas feitas hoje.

Não as faço de imediato devido a que, se não me concentro tomando um tempo, não posso criar as versões melhoradas com as notas que fiz, e isso leva toda uma tarde.

Se eu conseguir terminar a AK-47, provavelmente não usarei o revolver regularmente, mas como não posso estar certo do que acontecerá, contigo praticando, como diz o ditado “mais vale prevenir do que lamentar”.

[NT: Nunca ouvi esse ditado]

Lentamente ponho as seis balas no cilindro [ou tambor], e disparo de pé, logo, pratico o saque rápido. Uso tudo menos duas caixas de munição, como sempre usando as cápsulas usadas para fazer novas munições.

Esta é minha vida diária como um garoto de oito anos:

  • Na manhã, ajudo Elle-sensei com as aulas;
  • Na tarde são experimentos de munição da AK-47 ou sua fabricação e depois a prática com o revolver.

Quando já havia acabado de fabricar as balas.38special(9×29.5mmR), Snow veio ao campo de tiro.

“Lute-kun! Perdão por te fazer esperar!

“Não já havia te dito que é perigoso se me agarra repentinamente dessa maneira? Também para de cheirar-me, estou fedendo a suor”

“Está nada! Seu cheiro é delicioso! CheiraCheira

“Pare de cheirar-me, faz cocegas”

“Ehehehe, perdão”

Antes de perceber, isto já era uma conversa normal entre nós.
Dou um resignado suspiro, e acaricio sua cabeça, que faz ela fechar seus olhos e mover sua cauda felizmente.

Snow também tem oito anos.

Para economizar e entrar em uma escola mágica, ela tem estado fazendo trabalhos de meio período no ultimo meio ano, entre eles, fazer pedras magicas.
As pedras magicas são pedras que poder armazenar poder magico, e toma uns trinta dias para fabricar uma.

Se imaginares fogo enquanto a faz, fará uma pedra mágica de atributo fogo, sendo o mesmo para água, relâmpago, vento, etc; por isso que se podem fazer pedras com vários usos.

Se uma destas pedras fica sem poder magico, ela pode ser recarregada colocando poder mágico do mesmo elemento durante trinta dias, o que as faz uma espécie de bateria de poder mágico.

As pedras mágicas de atributos, e as pedras magicas recarregadas (de menor preço às pedras magicas de atributos) podem ser vendidas a mercadores especializados em dispositivos mágicos por um alto preço.
Parte dos lucros vai para o orfanato, mas o resto vai para suas economias, e no ano subsequente suas economias serão usadas para pagar as taxas de matricula na escola que lhe interessa entrar.

Nas tardes, como sempre, tem as aulas de mago, e depois disso, Snow vem ao campo de tiro e pratica disparar o revolver comigo.

As duas caixas que deixei antes são para ela. Esta é a vida diária de Snow nestes dias:

  • Na manhã, trabalha colocando poder em pedras magicas;
  • Na tarde, aulas de mago e prática com revolver.

Snow já está no mesmo nível que eu, no que se refere a recarregar, disparo rápido e precisão. Também tem talento como maga, e de acordo com Elle-sensei tem uma boa memoria, tendo, sem nenhum tipo de erro, a aptidão de rank B+ para começar.

Mais que ciúmes, o sentimento de querer parabenizá-la era extremamente mais forte quando escutei isso.

Seu crescimento físico, também, é surpreendente.
Quando me agarra, sinto seu peito C-cup através de sua blusa, e como esta em crescimento, provavelmente a esta data, em mais um ano, já deve ter ido além do D-cup.

Aquilo que me preocupa é aonde apontam meus olhos.
Pele embranquecida com um traseiro saudável, axilas suaves sem sequer um pelo crescendo nelas, um pequeno umbigo ligeiramente umedecido pelo suor, e peitos abundantes que pulam para fora de sua blusa.

Olho uma e outra vez sem saber quantas vezes eu o fiz!

Minha temperatura começa a elevar-se devido a Snow estar me agarrando, e surge um desejo de não só acaricia-la na cabeça. Mas de tocar cada centímetro desse bem cultivado corpo que me agarra fortemente.

Mas ela só tem oito anos. Ainda que meu corpo tenha a mesma idade que ela, continua havendo um adulto de 35 anos dentro do mesmo.
Não penso em perder para os meus desejos e violar minha preciosa amiga de infância.

Sim Lolita! Sem perversão! Sou um cavaleiro, assim que não farei nada que vá ferir Snow!…… Definitivamente NÃO! Provavelmente não…

Fortalecendo meu raciocínio, lhe falo para que se se distancie.

“B-Bom, comecemos a prática. Hey Snow, vamos”

“Quero abraçar-te mais um pouco~~”

“Afu~~”

Aumenta a força em seus braços.

A sensação de seus peitos se torna mais forte, enquanto seu traseiro se afasta. Em meu interior eu amaldiçoo este corpo de oito anos.

Começo a sentir-me quente, ao ponto que quero empurra-la e fazer isto e aquilo… mas volto a meus sentido e resisto as sensações que estão para explodir.

Mas seguimos tendo oito anos, sendo muito rápido sem importar o que se pense, ainda que o estimulo era muito forte.

Me afastei de Snow sentindo remorso no profundo do meu ser por afastar-me desses peitos.

“isso dever ser o suficiente, não? Se continua me agarrando não terá tempo para praticar”

“Lute-kun é mesquinho”

Sim, sim. Mesquinho está bem. Pegue o cinturão. Encha o cilindro por você mesma”

Passo-lhe o cinturão e o revolver, que rapidamente coloca o cinturão e segura o revolver de forma experiente.

Are o cilindro e pega seis.38Special9x29.5mmR de uma caixa de madeira. Aumentado suas habilidades com reforço corporal, dispara nas formas humanoides na rocha, iniciando assim a prática.

▼ ▼ ▼ ▼ ▼ ▼ ▼ ▼ ▼ ▼ ▼ ▼

 

Quando terminamos no final da tarde. Comecei a limpar tudo. Sentada na beira do rio, Snow pergunta.

“Lute-kun, o quê fará quando completar 10 anos? ”

Neste mundo sem conceito de aniversário, quando alcança os quinze você é tratado como um adulto, por isso que os dez anos são uma idade importante para decidir o que fará.

As crianças de classes altas são diferentes, mas os das pessoas comuns se tornam aprendizes de mercador, aprendiz de artesão, etc. Ou se inscrevem em uma escola se sua casa tem condições para fazê-lo.
Incluindo a mim e a Snow, há quatro pessoas da mesma idade no orfanato, e Snow irá para uma escola de magia.

As duas garotas que são suas amigas querem se tornar aprendizes de empregas e  pegaram uma carta de recrutamento do cartel de anúncios.

Elas enviaram uma carta e esperam por uma resposta.

Nesta situação só eu sou incapaz de escolher uma carreira, o que provavelmente está preocupando Snow.

“Como pensava, irá para onde Malton-san está e terá uma loja de brinquedos? ”

“Não, não farei isso”

Na realidade, esta discussão aparece repetidamente sobre se serei um aprendiz de mercador com Malton, mas eu nego repetidamente.

Se não tivesse um objetivo, usar os conhecimentos de minha vida passada e vender brinquedos não seria ruim, mas já decidi meu estilo de vida.

Não é um segredo, mas eu não disse para Snow ou Elle-sensei.

Esta é uma boa oportunidade para dizê-lo, já que quero que ela saiba.

“Estava pensando em sair numa viagem quando completar 10, então…. quero ajudar às pessoas que precisem de ajuda”

“Por que faria isso? ”

Por culpa, por não ter ajudado meu amigo em minha vida passada… não há maneira de que eu diga isso. Não me agrada mentir, mas isto é o que faço.

“No ano passado ajudei a todos, certo? Nesse momento, senti que é algo digno de se fazer”

“Então, te acompanharei em sua viagem! ”

Sabia que diria isso, assim que digo o que havia preparado de antemão.

“Irá para a escola quando completar 10, não? Então te tornaria uma maga esplendida e irá ao continente norte para procurar seus pais, não é este seu sonho? ”

“Se estou com Lute-kun, posso ir ao continente norte da forma que estou agora”

Certamente, se Snow usasse a AK-47, suas habilidades de luta de dobrariam, sem ser perigosos monstros ou inimigos normais.

Mas Snow tem talento como maga, ao ponto que Elle-sensei disse com segurança que ela se tornará pelo menos uma maga de rank B+, e se por algum motivo antes disso…

Não quero arruinar seu talento, por isso digo meus pensamentos sinceros.

“Estaria feliz de estar junto a Snow, mas você tem o talento para tornar-se uma maga, por isso que não quero estar junto a ti se isso significa arruinar seu talento, não quero tornar-me um peso para você”

“Lute-kun……”

Snow enxuga suas lagrimas com um dedo, detendo-se, da uma volta e me olha. Esse é o lugar exato onde a salvei dos goblins.
Sua pele se avermelha até o pescoço, e não só pelo efeito da luz, estando seus olhos cheios com ardentes emoções. Junta suas mãos sobre seu peito, e fala.

“Há algo… que sempre quis te dizer”

Durante o entardecer, uma envergonhada amiga de infância me olha.

Não sou um desses protagonistas densos de novel ou mangá, assim que estou consciente de seus setimentos.

[NT: Tecnicamente falando, é verdade, já que esta é uma Web Novel]

A razão de que eu não disse nada é devido a que Snow continua sendo uma garota de oito anos, ainda que pareça estar deixando sair seus sentimentos.

Há passado oito anos desde que nasci, e se acrescentar minhas memorias de minha vida passada, tenho 35 anos, sendo esta a primeira vez que alguém se confessa para mim.
É obvio que direi SIM!

Com o sol em suas costas, grita com toda sua força, pondo todos seus sentimentos.

“POR FAVOR, FAÇA-ME SUA ESCRAVA SEXUAL! ”

snowkawai.png

“Que- QUEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEE! ”

Recebendo a proposta mais inesperada, deixei sair um grito que não perde diante ao da Snow. Esta garota idiota acaba de saltar vários níveis, muito mais dos que eu imaginava.


Notas Finais:

Traduzido e formatado por:KooZ Nyan

Revisado por: Alguem mas Pode ser vc xD.

Página de Gun-Ota

Comentarios em Gun-Ota: Volume 1 Capítulo 10

Categorias