iLivro

Repostando Capítulo 05 de Gun-Ota, que por algum motivo não estava no novo site…

Qualquer erro de ortografia ou incoerência, deixe nos comentários. Aproveitem a leitura =)


Negociando com o mercador

Lute, de cinco anos.

 

Esta manhã, as aulas regulares de leitura, escrita, matemática, conhecimentos gerais e história começaram. Mas, já que comecei a ter aulas desde os 3 anos, já podia fazer tudo isso facilmente.

Por causa disso, ajudo a Elle-sensei assistindo e ensinando à aqueles que ficam para trás, entre eles, está Snow, que aprendeu facilmente a ler e escrever, mas tem dificuldades com os cálculos matemáticos.

“Se no prato da esquerda há cinco pedaços de pão, e no direito há doze pedaços, então quantos pedaços de pão há ao soma-los?”

“Err… Ummmm…”

Dobrando seus pequenos dedos, começa a calcular.

“Qui-Quinze?”

“Errado. A resposta é 17”

“Uuu…”

Desde que alcançou os cinco, ela prende seu cabelo em um rabo de cavalo. Suas orelhas de cachorro se movem tristemente e parecia ser que ela era ruim calculando coisas mais além do que permitem seus dedos. Consolo ela enquanto acaricio sua cabeça.

“Não se preocupe! Estarei contigo até que possa somar. Além disso, tenho certeza que conseguirá em breve!”

“Sério?”

“É uma promessa, assim que se anime! Então, aqui vai a pergunta seguinte… o prato da esquerda tem três pedaços de pão, o prato da direita tem cinco. Então, se nós juntarmos todos, quantos pedaços de pão haverá?”

“emmm, emmm… Oito!”

“Certo! Snow é uma gênio! Excelente, excelente!”

“Hehehe”

De acordo com Yamamoto Isoroku:“Mostre para eles, fale para eles, deixe-os fazer e então parabeniza-los; de outro jeito não fará nada. Faze-los perder a vontade de aprender é o pior.”

Deixemos de lado minha esplêndida fachada de professor bem intencionado, minha verdadeira motivação ao parabenizar Snow é que ela se envergonha, já que sua cauda se move felizmente da esquerda para a direita, é tão lindo, que rapidamente desencadeei o hábito de parabenizá-la.

“Então, te farei a seguinte pergunta”

“Sim! Farei o melhor para poder somar bem!”

Disse de maneira inocente enquanto sorri de todo coração.

Aaaaah, é tão linda! Me pergunto se eu tivesse tido uma irmã pequena ou uma filha, no meu mundo antigo, teria sido tão linda.

A verdade, no meu mundo anterior eu tinha um irmão menor, e nem menciono o casamento, fui assassinado antes de sequer ter uma namorada…

Mais uma vez, acaricio a cabeça de Snow, sem que ela mostre sinais de desagrado, ela fecha seus olhos com um sentimento agradável.

Depois das aulas, as crianças de cinco e seis anos ajudam com as tarefas do orfanato, como esfregar, lavar as roupas, limpar a comida e limpar o galinheiro na tarde, e uma vez que acabo tudo, fico com o tempo livre.

Durante o tempo livre, continuo treinando em como economizar meu consumo de mana no quarto dos garotos.

Cansado de praticar, penso em acumular dinheiro para comprar o Metal Liquido
Mágico. O mais plausível de momento, seria fabricar maionese, já que este mundo não a tem. Se o gosto é bom o suficiente para surgir o termo {amante de maionese}, a venda será certamente um sucesso.

Há ovos, vinagre e azeite, assim que fazê-la não será difícil … mas meu problemas é a falta de fundos, e sem dinheiro para investir e ganhar mais… seria como {A chave do cofre}, se pudesse expressar de alguma forma. Para abrir requer dinheiro, e a chave está dentro da caixa… Algo do tipo.

“Deveria vender a receita aos restaurantes locais?”

Mas a idade que permite sair, do orfanato, é de sete, e a idade em que posso começar a ganhar dinheiro é a mesma, os sete. Não seria bom se espero outros dois anos… Correto?

E enquanto me preocupava sem fim sobre isso, uma conversação sobre fazer dinheiro veio de um lugar inesperado.

***

Depois do almoço, fui chamado enquanto estava coletando lenha para o fogo.

“Lute, veio no momento certo, estava a ponto de lhe chamar”

“Que posso fazer por você, Elle-sensei?”

“Para ser honesta, veio alguém que quer te ver. Poderia vir à oficina?”

“Hmmm… São o pais que me abandonaram? ou é um familiar que veio me pegar?”

“…”

Elle-sensei pôs uma cara complicada, e por alguma razão, Snow parecia estar pronta pra chorar. Pode soar frio, mas não tenho nenhum interesse real em me encontrar com os pais que me trouxeram a este mundo, mesmo que tenha vivido só 5 anos, viver aqui é difícil, por isso provavelmente teriam motivo para me deixar, assim que realmente não estou irritado.

Simplesmente perguntei, já que não há ninguém em particular que queira me ver neste mundo, mas… Realmente nunca esperei uma atitude tão piedosa delas, ao ponto de que eu estava desconcertado por suas reações.

Como uma adulta, Elle-sensei foi a primeira a se recuperar e começar a falar.

“Lute, não me referia que a pessoa que veio eram seus pais ou familiares. Eu sinto muito por dizer de uma forma estranha e causar mal entendidos”

“Tudo bem, só estava preocupado quando escutei, não tenho muita vontade de conhecer meus pais”

“…”

Por algum motivo, tanto as orelhas como a cauda de Snow estavam tristemente caídas.

“Sinto muito Lute… quem eu quero que conheça é um mercador conhecido meu”

Um mercador veio a conhecer-me?

Ah, correto… creio que entenderei de imediato quando encontrar com ele e conversar.

“Mas… Não devemos coletar a lenha para o fogo?”

“Ainda nos resta um pouco, assim que basta por hoje. Snow-chan, poderia ir ajudar as outras crianças?”

“Entendido sensei”

Snow voltou obedientemente ao orfanato, seguindo as instruções da sensei, enquanto eu me dirijo, com a sensei, a oficina.

***

De vez em quando, eu ia à oficina para limpá-la. Nela há quatro cadeiras e uma mesa.

Em uma mesa próxima, há um monte de papéis e coisas relacionadas, como frascos de tinta, todos perto um do outro. De vez em quando há algumas flores silvestres que as crianças recolhem e põem em um pequeno vaso.

O mercador estava bebendo chá, enquanto permanecia sentado em uma das cadeiras, e por algum motivo, um conjunto de GO estava disposto em frente a ele.

Esse conjunto pertence a sensei, sendo todas as linhas que formam a grade do tabuleiro, perfeitas e sem lascas, enquanto as peças estão perfeitamente organizadas.

É um presente feito com os sentimentos de gratidão do dia a dia pelas crianças do orfanato, incluindo-me; e está definitivamente bem feito. Posso reconhecê-lo com um simples olhar, já que é algo que me acostumei a ver.

Eles tiveram um jogo, com a superfície dos tabuleiro coberta no vitorioso branco.

Me sento com Elle-sensei em frente ao mercador, que é um homem em seus 20 anos, com cabelo curto de cor café, e uma barba feita, dando uma sensação de limpeza. Se estivesse de terno e sentado em um sofá de pele, daria uma impressão de {Um jovem e capaz presidente de companhia}. Ele me oferece um aperto de mão.

“Prazer em conhecê-lo Lute-kun. Me chamo Malton, e sou um mercador”

“Me chamo Lute; é um prazer conhecê-lo Malton-san”

“Como disse Elle-sensei, sua resposta é além da sua idade”

Bom, isso é porque minha idade mental é de 32, provavelmente mais velho que você.

Não disse essas palavras e respondi com um sorriso infantil. Depois das saudações, Elle-sensei procedeu com a discussão.

“Como disse antes, Malton é um conhecido, e aconteceu que passava pela aldeia e veio me dar um olá, mas quando viu seu {GO}, me pediu para falar com você”

“Aah”

Não entendi totalmente ao que se referia, por isso disse uma resposta ambígua, enquanto Malton dizia os detalhes com uma cara sorridente.

“Na realidade só vim para encontra-me com Elle-sensei, mas quando vi as crianças jogando GO, meus instintos de mercador me disseram {Isto certamente venderá bem}”

Enão o mercador disse as razões do porquê pensa que venderá bem. Em resumo, quando as pessoas viajam em carruagem, só o condutor está ocupado com o cavalo, mas os que viajam dentro da carruagem não, só vendo o tempo passar sem fazer nada enquanto são levados pelo condutor, mas, com o GO poderiam passar esse tempo alegremente.

Aparentemente, este mundo tem um jogo parecido com xadrez, mas como suas regras são complexas, só é jogado pelos anciãos de classes mais elevadas ou aqueles que gostam da cultura.

Mas o GO tem regras simples, que qualquer um pode lembrar com facilidade, e segundo o mesmo, os nobres iram gostar.

Malton-san quer comprar os direitos do GO de seu criador, assim que me chamou, mas enquanto analizava sua história, me surgiu uma pergunta importante.

“Poderia perguntar algo?”

“O que é? Escutarei o que tem a dizer”

“Por que está pedindo permissão? Poderia facilmente fazê-los de forma silenciosa e vendê-los”

O direito de cópia [copyright] não existe nesse mundo, e se a ideia for boa pode ser roubada, não haveria lei que fosse violada. Malton sorriu ironicamente e abriu suas mãos.

“É verdade que esse tipo de engano é algo que ocorre no dia a dia entre os mercadores, mas se pode entender facilmente que se roubo uma criança e ganho dinheiro com isso, poderia ser mal recebido por outros mercadores, e minha reputação receberia um duro golpe. Para um mercador, perder a credibilidade é o mesmo que cair na ruína”

Malton olhou com olhos cheios de paixão para Elle-sensei.

“Mas ainda, estou em dívida com Elle-sensei, já que me salvou com sua magia de cura quando estava extremamente ferido depois de um acidente, por isso não posso enganar uma criança de minha salvadora”

Essa razão me convence, mas o olhar apaixonado que fazia para sensei, não foi só porque ela é sua salvadora, como homem, sou capaz de entender isso.

Elle-sensei é linda e tem uma personalidade amorosa, que ao ponto de abrir um orfanato.

Também, seu peito é sobrenatural, por isso não haveria homem que não cairia por uma mulher tão preciosa.

Mas não posso deixar este riajuu, que olha como se pudesse dizer {não tenho problema com as mulheres}, que a tome como esposa.

[NT: Riajuu foi uma palavra criada por Otakus significa “quem vive a vida produtiva”.Então quando eles chamam alguém de riajuu, ele não é um otaku, a família dele vive feliz, ele tem a namorada, muitos amigos, bom trabalho… por ai]

Para a sensei, tem que ser alguém mais honesto, que não brinque com as pessoas, que tenha mais força financeira, e que seja confiável com uma personalidade não violenta.

Também é indesculpável fazer coisas sujas depois de começar uma relação. Nem sequer permitirei que segurem as mãos. Tem que começar com um encontro em que eu estarei, onde confirmarei a compatibilidade entre sensei e seu companheiro, e se seu companheiro não alcança minhas expectativas, será recusado.

Quando já estiverem juntos há um ano, eles podem segurar as mãos, e só se eu estiver presente. Se ele chegasse a tentar em outro momento, o amarrarei e o separarei da Sensei!

Eu absolutamente farei!

…Essa foi a conclusão que cheguei desde {Crônicas de quando um candidato a marido saia com sensei} que esteve em minha cabeça desde meu nascimento, há cinco anos.

Me sinto como se fosse seu pai.

Se recuso a venda do GO, ele viria repetidamente ao orfanato para aproximar-se da Sensei… com essa desculpa, seria problemático.

Um pouco duvidoso, digo minha resposta.

“Entendo, lhe venderei os direitos do GO”

“Obrigado! Lute, não se arrependerá de confiar em mim”

Só os te vendo para que não venha repetidamente para aproximar-se da sensei e se torne um incômodo.

Obviamente, não disse isto em voz alta.

“Mesmo se é o criador do GO, continua tendo só cinco anos. Estaria tudo bem se Elle-sensei fosse quem firmasse e revisasse o contrato?”

“Entendo, certamente, não está bem deixar isso para uma criança de cinco anos”

“Sobre meu orgulho de mercador, te asseguro que um parte dos lucros, do GO, serão seus, e que o contrato será equivalente e honesto. Porém, se sensei tem algo para dizer, é livre para que me diga, já que passaremos um tempo juntos trabalhando nos detalhes”

Hey! Por acaso crê que vou te perdoar por estar a sós com minha Elle!? Não se deixe levar ou te golpearei desde o cu até os dentes!!

Gritei em meu coração contra o mercador.

“Não, não estou preocupada, já que confio em Malton-san depois de tudo”

Disse Elle-sensei com um suave e gentil sorriso.

“Bom, então a tarde prepararei o dinheiro e os documentos, então… há outra coisa que quero conversar, tudo bem?”

Malton pediu a permissão de Elle-sensei, e ela assentiu em silêncio.

Nem sequer pense em coisas como “vamos nos casar”! Isso seria uma declaração de guerra!

Elle-sensei não é tão barata para ser tomada por alguém que saiu do nada como você!

“Se estiver tudo bem Lute-kun, gostaria de se tornar meu aprendiz?”

“… Eh?”

Recebendo uma reposta inesperada, minha mente se atrasou bastante. Malton parece interpretar minha reação como a surpresa ao receber uma inesperada boa sorte, e com a compostura de um adulto, continua a explicação.

“Escutei sobre você enquanto jogava GO com Elle-sensei. Tem demonstrado excelência desde que era pequeno, o primeiro gênio do orfanato. Primeiro pensava “Então ele ganhou o favor da sensei, huh” mas senti que há algo mais enquanto conversava contigo. Se estudar comigo por dez anos, vai conhecer muitos lugares no mundo mercantil. Assim que, te interessa se tornar meu aprendiz?”

“Tornar-me… um mercador?”

“Obviamente, não estou te forçando. Mas você tem o talento, e se sou eu que diz, então não há erro”

Disse o mercador com total confiança. ao escutar essas palavras, Elle-sensei pôs uma expressão preocupada como a de uma mãe durante a reunião de pais e professores.

“Se não me engano, a especialidade de Malton-san são os dispositivos mágicos, certo?… Na verdade, Lute-kun teve interesse na magia, mas não tem talento para ela. Com isso como gatilho, se começasse a desenvolver dispositivos mágicos perigosos…”

“Tudo bem. Eu era assim, mais ainda, também queria tornar-me um mago quando tinha a idade de Lute-kun, gritando animadamente {Vou ser como os heróis das cinco raças}. Mas acabei desistindo ao não ter talento. Mas não me rendi ao todo e tomei um trabalho relacionado aos dispositivos mágicos como este. Além do mais, considero que minha frustração foi o que me permitiu conseguir meu atual sucesso nos negócios. E com tudo, depois de ouvir isso, quero ainda mais que Lute-kun seja meu aprendiz”

“Malton-san se especializa em dispositivo mágicos?”

“Isso mesmo Lute-kun. O que diz? Despertou interesse em se tornar um mercador?”

“Se esse é o caso, você faz tratos com o {Metal Liquido Mágico}?”

Minha atitude mudou radicalmente, deixando de ser a atitude infantil de antes. Me apoiei na mesa com olhos emocionados, e devido a minha mudança Malton-san e a sensei trocaram olhares.

“Obviamente eu faço, mas…”

“Posso vender os direitos do GO por algo dele agora?”

“Sobre a quantidade, quanto você quer?”

“O tanto que você tiver”

“… Agora mesmo, tenho uns poucos barris em minha loja, mas trocá-los pelos direitos…”

Malton imediatamente comparou os benefícios do GO com o metal liquido mágico e respondeu que depois de vender o GO, outras pessoas o imitaram imediatamente. Esse é um mundo sem direitos de cópia, assim que mesmo se possa vendê-lo, não ganharia muito dinheiro.

“Então te darei algumas ideias para melhorar meu GO, e para poder monopolizar suas vendas. Por favor, coloque essa ideias no contrato”

“Ideias para melhorar o GO e monopolizar suas vendas!? Por acaso existe uma maneira de conseguir isso!?”

“Sim existe. Primeiro, entre em contato com um nobre bem conhecido, realeza de algum país pequeno, ou os membros da elite social. Em troca de uma porção dos lucros, peça para que eles ponham seu selo oficial no tabuleiro de GO”

“Selo oficial?”

“Tendo um selo oficial, demonstra o apoio de uma pessoa bem conhecida. Com isto, mesmo se alguém fizer cópias, seus números caíram radicalmente. Em qualquer lugar, forjar um selo oficial significa cometer um crime”

Em comparação a ter um registro criminal, fazer cópias não vale a pena. Mas ainda, existe o risco de ser descoberto e ser preso pelo resto da vida ou morrer. Não creio que exista mercadores que queiram se envolver com isso.

“Ce-certamente, vejo que se é assim…”

“Há outros benefícios também. Publicar o selo de que uma pessoa bem conhecida usa, servirá para que outros queiram comprá-lo, já que se alguém conhecido o usa, é certo que muitos queiram usar o mesmo objeto”

Em outras palavras, lhe proponho {criar uma marca}. De acordo com uma certa pessoa bem conhecida {uma marca é uma ferramenta que ajuda as pessoas a entender que é bom ao momento de tomar uma decisão}. Ainda que o conceito de {marca} neste mundo ainda é vago, não é difícil propaga-lo. Depois propus algumas melhoras ao GO.

“Primeiro, se sua ideia é usá-lo em carruagens, o tabuleiro deve ser feito de tecido, assim não interferirá com as bagagens. O tecido deve ter grandes linhas prestas desenhadas sobre ele, e as peças devem ser guardadas em um tecido de cor branca e preta para que não seja fácil deixar marcas em sua superfície”

Para os ricos e clientes de bem estar: O tabuleiro deve ser firme, com pernas, abaixo da superfície do tabuleiro, incluídas. As pedras devem ser feitas de mármore. Enquanto os lados branco e preto são preparados separadamente, o que lhe dará um ar extravagante.

Para os comuns: O tabuleiro deve ser feito de madeira de dois a três centímetros de largura, enquanto está partido ao meio. Ponha dobradiças entre ambas partes centrais para que não possam se separar. A razão disto é que não será um incômodo em casa pequenas. E não se esqueça que as peças são feitas de madeira, já que sua produção em massa é mais barata, se comparar com fazê-las de pedra.

Também se você usa madeira, não só pode fazer as peças circulares ou quadradas, como elas podem ter forma de corações, maçãs, estrelas e muito mais para edições especiais e limitadas. Mais ainda, não só com forma de símbolos, como também coisas como os limos rosados, coelhos brancos e negros e outras formas de animais. As cores não estão limitadas a branco e preto, também podem ser vermelhas, azuis, rosas, etc. Além do mais, pondo-as em um saco para que não sejam vistas, dizendo que uma edição secreta está contida dentro…”

“Espere! Estou anotando tudo em um memorando! Espere um pouco mais!”

Malton, sem uma pitada de sua compostura adulta, sacou uma folha, lápis e tinta, parcialmente confundido. Mesmo estando em frente a Elle-sensei, eles pôs as ideias na folha enquanto respira pesadamente pela emoção. Totalmente diferente de alguns minutos atrás, a cor em seus olhos mudou desde que sacou a folha e começou a escrever sobre ela, enquanto eu dou uma atmosfera madura esperando ele. Como pensava, este sujeito não é indicado. Não é bom o suficiente para Elle-sensei. Quando notei que seria bom interrompê-lo, falei.

“Continua sem ser o suficiente para o Metal Liquido Mágico?”

“N-não, é mais que o suficiente… Se o plano vai bem, assim como eu pago pelos direitos do GO, você pode pega-los sem problemas. E Lute-kun, necessita da autorização de Elle-sensei antes de gastar o dinheiro que ganhou, entendido?”

“Obrigado, foi um prazer fazer negócio contigo. O pagamento inclui os direitos do GO e as ideias de desenvolvimento”

O que vem depois disto é a parte tenebrosa de ter dividas com mercadores.

“Se este é o caso, não haveria problemas em que as ideias para outros jogos, além do GO fossem para outro trato? Ou me equivoco?”

“… Você realmente é uma criança de cinco anos?”

Como se estivesse na presença de algo mais além de seu conhecimento e sentido comum, Malton pergunta timidamente. Pelo outro lado, Elle-sensei simplesmente ficou ansiosa por meu discurso parecido a uma metralhadora, e a repentina mudança de Malton. Aproveitando-me do estado da sensei, estabeleço deliberadamente os conteúdos do contrato, quantidades de dinheiro e o Metal Liquido Mágico que me serão enviados.


Notas Finais:

Traduzido/Formatado por: KooZ

Revisado por: Pode ser você xD

Comentarios em Gun-Ota: Volume 1 Capítulo 5

Categorias