Haroon: Volume 4 Capítulo 13


Capa Haroon

Haroon

Autores: LEE Hyun Bi
Tradutor: Pyown

Cobra de Ferro

Haroon não podia passar mais tempo assistindo a guilda Co-M. Embora ele gostasse de pilhar o campo de batalha, ele não esqueceu que estava aqui com um propósito. Para utilizar as habilidades esmagadoras de Fedelho novamente, ele teve que se concentrar em caçar uma cobra de ferro.

“Onde diabos na união elas vivem?”

Ele passou dias nas terras minerais, procurando por elas, ele não podia nem encontrar um rastro das cobras de ferro. O mais próximo que encontrou foram algumas cobras que emitiam sons assustadores.

Kaltz disse que cobras de ferro atacam e consomem qualquer coisa que passa no seu território, mas tudo o que Haroon notou foram montanhas com pedras chiques com quase nenhuma árvore crescendo.

‘Quando vou encontrá-las?’

Com um suspiro profundo, Haroon olhou para cima. Duas luas estavam subindo no céu claro. Para seu conhecimento, as cobras eram ativas a qualquer hora do dia ou da noite. Mas cobras de ferro não eram bem conhecidas, tirando alguns herbalistas, então seu comportamento e hábitos eram em grande parte desconhecidos.

Haroon decidiu descansar debaixo de uma grande pedra. Durante o dia, o protegeria da luz do sol quente. Ele não podia baixar a guarda por medo de que alguém pudesse aparecer a qualquer momento, então ele estava muito cansado. Acalmando sua fome com alguns pedaços de pão e carne seca, ele respirou, apoiando-se na pedra.

“Onde diabos está?”

Na verdade, era uma área grande, mas não havia muitos lugares em que ele não tivesse procurado. Apesar de ter sido impossível sem a habilidade Andar do Mensageiro, ainda era notável que ele tivesse procurado por seis montanhas inteiras.

As terras minerais ao ar livre não tinham nada além de grandes pedregulhos como o que ele estava apoiando. Era comum as cobras viverem em cavernas ou em seus poços, mas não havia vestígio de nenhuma delas.

Sua linha de pensamentos chegou ao ponto em que ele estava na montanha errada. Na verdade, ele havia visto algum terreno rochoso vermelho distante na viagem.

Gentilmente fechou os olhos e ouviu algo estranho. Soava como vento ou ar escapando por um pequeno espaço. Ele se perguntou de onde o som estava vindo, mas estava exausto demais, sentindo preguiça de abrir os olhos.

Quando ele abriu os olhos tentando deixar a preguiça de lado, sentiu algo frio tocando sua pele.

“O que é- hugh“!

Assim que ele abriu os olhos, algo vermelho-escuro enrolou-se em torno de seu corpo. Algo tão grosso quanto sua cintura estava enrolando suavemente ao redor de seu corpo.

“Droga!”

Haroon amaldiçoou a si mesmo por baixar a guarda nesse território, depois tentou escapar, empurrando-a com as duas mãos.

Mas era tarde demais. Seu corpo inteiro já estava enrolado ao redor do corpo da cobra de ferro.

“Oof!”

Grande quantidade de pressão foi aplicada em todo o seu corpo. Seus ossos faziam algum tipo de som, como se eles fossem quebrar a qualquer segundo.

“Aaagh!”

Ele gritou, tentando o seu melhor para retirá-la do seu corpo, mas era como trazer uma faca para um tiroteio. Sua força de aperto era tão grande que parecia que seus órgãos e ossos iriam sair pela boca a qualquer momento.

Sua cabeça também estava recebendo tanta pressão que seus olhos pareciam que iriam saltar. Seu corpo se contraiu com a dor que ele não podia suportar. Ele não conseguia pensar por causa da dor.

Seu rosto distorceu de dor, mas ele podia ver o rosto da cobra de ferro.

Foi um monstro. Sua cabeça era maior que seu corpo e seus olhos eram tão grandes quanto sua cabeça. Seus olhos amarelos estavam cheios de agressão, e sua língua vermelha bifurcada lambendo seu rosto era horrivelmente fria. Mas esse sentimento frio o acordou.

“Seu desgraçado!”

Haroon gritou do seu estômago e começou a resistir à pressão.

Embora apenas suas duas mãos estivessem livres para se mover, estar quase inconsciente em tal emergência ativou sua mana acumulada. Claro que ainda não era suficiente para lidar com uma cobra de ferro.

Sua resistência não duraria muito, pois todo o seu corpo estava fora de forma. Ele não podia fazer muito quando a luta começou depois que a cobra de ferro já estava enrolada em volta dele.

Por fim, seu corpo fraco perdeu para ela.

Com alguns sons de estalos, as costelas foram quebradas. Logo, um osso perto da sua canela foi quebrado também. Ele usou tanta força que sua visão ficou avermelhada, embora ele não tivesse percebido isso. A dor era forte demais para pensar direito.

Com mais sons de ossos quebrando, sua força escapou de seu corpo, então seus olhos reviraram.

Logo, a cobra de ferro soltou o corpo de Haroon.

A língua que lambeu o sangue de Haroon que voou pela boca acelerou, então agarrou as pernas quebradas de Haroon para engoli-lo. Em um gole, sua parte inferior do corpo foi sugada em sua boca, logo sua parte superior do corpo foi engolida inteira.

Kugh!

Haroon acordou gritando com a dor de suas pernas tocando seu corpo. Com uma dor indescritível, ele olhou para o interior do seu corpo.

Haroon sentiu um instinto de sobrevivência ao ver seu interior liso, de cor rosa claro, em oposição a suas escamas de ferro duro e sangue.

Ele instintivamente tentou retirar a espada de aço que usava em sua cintura, mas seus ombros estavam tão confusos que ele não conseguia mover as partes superiores dos seus braços. Então, ao invés disso, ele pegou a faca katrat e tentou o seu melhor para esfaquear o interior de sua boca.

Silvou dolorosamente, e ele podia sentir seu corpo se contorcendo. Uma dor indescritível vinha de suas pernas quebradas, mas ele segurou firmemente a faca. O interior da cobra de ferro era tão macio que ele poderia facilmente cortá-lo com a lâmina.

Ela engasgou como se estivesse tentando cuspi-lo, então suas pernas quebradas escaparam de sua garganta. Ele bateu a cabeça em sua presa gigante acordando completamente.

“Só a morte aguarda se eu for cuspido assim.”

Ele descobriu sua fraqueza e teve a chance de atacá-la que ele não poderia perder. Foi uma sorte que ele ainda pudesse mover seus braços.

Suportando a dor que sentia como se seus ombros fossem cair, ele jogou qualquer coisa que pudesse agarrar nas aberturas nas mangas do braço.

Ele até jogou o artefato do Lendário Mestre das Facas de Arremesso, mas não fazia ideia. Ele não fazia ideia, já que a situação estava além de seu reconhecimento, enquanto a cobra de ferro balançava o corpo trêmulo e a cabeça com força pela dor.

Antes que ele soubesse, seus movimentos estavam enfraquecido. Ele percebeu que a extremidade da frente da sua língua havia sumido há muito tempo. Seu corpo estava molhado de sangue e dele próprio.

Seu grande corpo convulsionou.

Com um som estridente, que ele presumiu ser o som da cauda caindo, parou de se mover.

‘Está morta?’

Mais tempo passou, mas a cobra de ferro não estava mais se movendo.

Haroon tentou abrir os olhos, mas não conseguiu. Ele tentou respirar, mas não conseguiu. Toda a sua cabeça estava sob algum líquido frio, mas naquele momento ele achava que todo o seu corpo estava.

Através do nariz e da boca, uma grande quantidade de sangue entrava. Era frio e enjoativo, mas não havia tempo para senti-lo.

Ele teve que engolir grandes quantidades várias vezes para mal respirar, com os lábios saindo do líquido.

Tossindo, ele cuspiu o sangue que voou em seus pulmões, então ele teve que beber outra grande quantidade de sangue para poder respirar novamente, e abrir os olhos.

Haviam longas e afiadas presas penetrando em seu corpo. Mas graças a isso, sua boca estava aberta para que ele pudesse ver o luar.

Depois de um tempo, ele viu um ambiente embaçado

A primeira coisa que lhe veio à vista foi as armas de arremesso que estavam profundamente enfiadas em sua boca. Seu sangue ainda estava pingando delas. Havia facas, punhais e shurikens. Parecia que ele jogou tudo o que tinha.

“Hehehe.”

Então ele sabia que ele sobreviveu. Ele sabia que ele matou uma cobra de ferro com apenas armas de arremesso.

Foi tão repentino que ele nem conseguiu pensar em invocar seus espíritos. Embora ele estivesse a um passo de morrer, provou que ele podia lidar com grandes monstros usando sua própria força, sem a ajuda de Fedelho.

Ele virou a cabeça para ver o outro lado.

Aagh!” Ele gritou

Seu corpo estava tão confuso que apenas tentar inclinar a cabeça um pouco foi realmente doloroso. Demorou um pouco para ele se acalmar e abrir os olhos. Só então ele viu o quão bagunçado seu corpo estava.

Sua boca estava cheia de sangue. Suas feridas estavam bombeando sangue e metade do seu corpo estava submersa em seu sangue. Especialmente onde sua cabeça estava, era mais baixa do que em qualquer outro lugar, então até mesmo seus ouvidos estavam no sangue, mas ele não podia dizer se a boca de uma cobra de ferro tinha uma forma assim, ou se ele estragou essa parte com lâminas.

[Seu HP está abaixo de 5%. Se não for tratado em breve, seu personagem pode morrer.]

Foi o som da interface do usuário.

Embora fosse cruel ouvir, ele poderia dizer que ainda estava vivo.

‘Eu não posso morrer assim.’

Ele cerrou os dentes.

Kugh! Hugh!

Ele tentou o seu melhor para mover as mãos. Mas, como se os ombros estavam quebrados, ele sentiu a dor de seus ombros quebrados e não conseguia mover os braços com facilidade.

Depois de gritar o suficiente para se cansar, Haroon mal tirou uma poção do seu inventário. Mas ele não podia abrir a tampa, então ele comeu a garrafa inteira.

Ele cerrou os dentes para quebrá-la. Ele sentiu o vidro cortando o interior de sua boca, mas ele bebeu a poção. A contagem de morte estava em sete.

Ele ouviu algo muito estranho e ainda especial.

Ele abriu os olhos com grande dificuldade, depois viu uma velha faca presa no canto da boca cobra de ferro. Curiosamente, foi iluminada com luz azul, e estava fazendo um som estranho.

‘E-essa é a faca do lendário mestre das facas de arremesso?’

Ele tentou o seu melhor para ficar acordado, mas seus olhos estavam se fechando lentamente.

Comentários