Haroon: Volume 5 Capítulo 5


Capa Haroon

Haroon

Autores: LEE Hyun Bi
Tradutor: Pyown

Relacionamento de Atlas

O processo de composição levou muito tempo.

No início do processo, Haroon observava com interesse os velhos trabalhando para ver se conseguia aprender alguma coisa com eles, mas era complicado demais e eles usavam muitos ingredientes para ele lembrar.

‘Vou apenas ler livros.’

Haroon sentou-se em um canto do porão e começou a ler livros que Kaltz escreveu ou colecionou. Foi a primeira vez que ele leu um livro escrito na língua do Império Teronn, mas uma das habilidades especiais dos usuários era que eles podiam ler qualquer idioma. Ele não teve problema em ler o livro.

Haroon começou a ler o livro sobre traumas externos. O conhecimento básico que ele aprendeu com o legado do império Ra ajudou-o muito. Ele não teria entendido uma coisa tão diferente sem ele.

Ele aprendeu métodos de primeiros socorros na Academia de Mercenários, mas o livro que ele estava lendo estava em outro nível. Começou com a maneira correta de desinfetar as feridas e entrou em detalhes sobre como reconectar os ossos quebrados e reconectar os músculos quebrados. Qualquer coisa sobre o tratamento de feridas externas foi escrito em grandes detalhes.

Ele leu o livro várias vezes, memorizando qualquer parte que ele não pudesse entender. Foi quando ele pensou que entendia boa parte do livro.

[Você aprendeu uma nova habilidade – ‘Cirurgia Simples’! 
Agora você mesmo pode tratar feridas externas.]

Haroon podia ver como livros valiosos que ensinam habilidades para quem os leu eram. Sentindo orgulho de aprender algo novo, Haroon se levantou e olhou para os velhos. Eles ainda estavam ocupados trabalhando nos antídotos. Eles sabiam o que os outros precisavam, como e quando deveriam ajudar apenas olhando uns para os outros. Parece que eles estão trabalhando há muito tempo.

O próximo livro que ele pegou foi sobre composição de remédios médicos. Ele abriu o livro, folheou algumas páginas e colocou de volta na prateleira. Não era sobre entender, mas memorizar toda a receita, e cada receita tinha duas ou três páginas.

Desistindo do livro, ele pegou um livro sobre herbologia. Era cinco ou seis vezes mais grosso que outros livros, mas tinha muitas ilustrações, então Haroon achou que seria uma boa leitura.

Instrutor Hector da Academia de Mercenários ensinou a Haroon um monte de ervas, que estavam presentes no livro, principalmente nas primeiras páginas. Mas o que ele aprendeu foi basicamente nada comparado aos detalhes do livro. Naquele tempo, ele aprendeu conhecimento focado em ervas comuns, e o livro descrevia as mesmas ervas em maior detalhes, duas ou três vezes mais detalhadas do que ele havia aprendido.

As ilustrações eram sobre a aparência das ervas e suas diferenças nas estações, raízes, caules, folhas e frutos. Ele tinha exemplos de como elas são usadas ​​e em quais circunstâncias. Não se tratava apenas de usos teóricos, mas práticos.

Haroon lentamente ficou absorvido no livro, esquecendo que os velhos estavam presentes com ele. Foi ainda mais interessante, pois tratava-se de herbologia, que ele achava que sabia o básico. Ao contrário do livro sobre traumas externos que ele leu, ele poderia facilmente entender o conteúdo se ele o lesse algumas vezes. Ele finalmente terminou a última página e fechou o livro.

‘Esse é um livro precioso.’

O estilo de escrita e caligrafia foi diferente em cada tipo de erva, como foi escrito por dezenas de autores. Também tinha muitas frases interpoladas entre as sentenças, o que significava que o livro foi escrito ao longo de várias gerações.

Logo um som da interface do usuário foi ouvido em seus ouvidos, o que amplificou a alegria de aprender.

[Concentração, Inteligência, Sabedoria aumentaram em um ponto cada.]
[Você tem dominado o Tratamento de Emergência de Nível 1.]
[Você tem dominado o Composto Medicinal de Nível 1.]
[Você foi concedido o título de “Médico Novato.”]
[Como recompensa, todos os seus status ganharam um ponto.]

Ele não tinha certeza se usaria, mas ainda assim era ótimo.

“Hahaha! E eu achei que esse amigo era um amigo ignorante que só era bom em brigas quando você disse que ele era o mercenário que matou uma Cobra de Ferro, mas ele pode ler livros o dia todo!”

Ele olhou para cima. Os quatro velhos estavam descansando.

“Seu idiota. Você acha que um bom lutador pode matar uma Cobra de Ferro? Ele foi capaz de matar uma Cobra de Ferro porque ele também gosta de ler. O que você acha, Kaltz?”

“Pero está certo. Eu sabia que ele não era apenas alguém comum, tudo músculos e sem cérebro à primeira vista. É por isso que eu tive que perguntar a ele, explicando a história completa.”

“Haha! Bem, você não está com fome? Você passou um dia inteiro lendo esse livro.”

Só depois de ouvir os velhos, Haroon percebeu que passou um dia inteiro lendo o livro. Ele achava que tal concentração era uma uma boa capacidade de se ter, mas temia que isso pudesse prejudicar seu corpo. ‘E se acontecer de novo e alguém decidir me atacar?’

“Eu perdi a noção do tempo, pois o livro era uma boa leitura. Aprendi a herbologia com Hector e percebi o pouco que sabia depois de ler este livro.”

“Você é um estudante de Hector? Realmente?”

Pero levantou-se e foi até Haroon.

“Sim. Eu o conheci na Academia de Mercenários. Ele foi um ótimo professor para mim.”

“Que coincidência! Hector é meu salvador. E você é um estudante do meu salvador. Eu não posso acreditar nisso!”

“Mesmo?”

O mundo era estranho. Um mercenário e um herbalista tornaram-se amigos assim.

Eles se dirigiram para o andar de cima e saudaram a luz do sol. Tendo uma boa refeição juntos, eles passaram um tempo conversando. Eles conversaram sobre Hector e o garoto que foi salvo com os antídotos que eles acabaram de juntar, e de volta para as ervas. Foi principalmente Haroon perguntando e os velhos respondendo a ele.

Eles voltaram para o porão depois da palestra. Kaltz entregou a Haroon trinta garrafas de vidro seladas e outras trinta garrafas.

“Então esses são os antídotos.”

“Mmhm. Essas trinta garrafas são os antídotos que você pediu. Além disso, esses são dez frascos de tratamentos externos para feridas e outros dez para feridas internas. O resto são poções que aumentam o seu poder em três vezes, tirando o seu potencial latente. Mas você terá que descansar por uma semana após o término do efeito, por isso tome cuidado ao usá-las.”

Surpreso, Haroon olhou para as poções e o rosto de Kaltz para frente e para trás. Era surpreendente o suficiente para ver tratamentos que são usados ​​separadamente para feridas internas e externas, ao contrário de poções, mas ele nunca pensou que medicamentos que impulsionassem poder existissem.

“Esses são feitos com nossas receitas secretas, nem diga uma palavra sobre eles. Caso contrário, você está nos matando antes de retornarmos naturalmente à terra em breve.”

Haroon não pôde agradecer aos velhos o suficiente depois de ver como estavam cansados ​​os seus rostos depois do complexo processo de composição de antídotos.

“Isso é muito gentil da sua parte. Eu realmente gostei disso. E também…….”

Haroon tirou uma bolsa e entregou a eles. Era uma bolsa de joias e pedras de mana que valeram dez mil ouro, metade da recompensa que Seryu lhe deu. Isso foi algo que Haroon separou da recompensa mais cedo para dar a eles.

“O que é isso?”

Kaltz olhou para Haroon, esperando por mais explicações.

“Para ser honesto com você, ganhei algum dinheiro usando seu mapa.”

Então ele explicou tudo. Eles entenderam por que Haroon estava fazendo isso e sorriram de volta.

“Eu não teria sido capaz de chegar lá se não fosse pelo seu mapa.”

“Entendo. Mas ainda assim seria difícil com nosso mapa.”

Kaltz não recebeu a bolsa, sorrindo.

“Nós nos movemos vendo o mapa que você me deu e o mapa que meu cliente tinha. Graças aos mapas, conseguimos contornar locais perigosos e nos movimentar com segurança e rapidez. Felizmente, o lugar que meu cliente estava procurando ficava a apenas cinco dias do último ponto que o mapa levava.”

“Hahaha! Eu não acho que posso recebê-lo embora. Isso não é algo que você tem que nos dar.”

Kaltz riu amplamente vendo seus amigos. Parecia que eles não queriam o dinheiro, mas gostaram do quão louvável Haroon era.

“Sim, fique com isso. Esse é o dinheiro que ganhei com o seu mapa. E eu quero ajudar pelas ervas que não pode ir para as Montanhas Huk’rans por causa dos monstros enfurecidos pelas pessoas. Aqui estão dez mil ouro, então deve ser o suficiente para cobrir os danos.”

“Dez mil ouro? Você está nos dando tanto assim?”

Só depois de Haroon mencionar cobrir o dano Kaltz aceitou a bolsa e viu o conteúdo. Itens bem refinados estavam brilhando por dentro. Se eles realmente valiam dez mil ouro, era mais do que suficiente para ajudar os herbalistas e suas famílias que não podiam entrar nas Montanhas Huk’ran por causa dos monstros enfurecidos.

“E você?”

“Eu tenho minha parte. Você me deu antídotos e outras poções preciosas, o que mais eu posso pedir? Não preciso de mais e ver Namirae sorrir foi bom o suficiente para mim.”

Kaltz e seus amigos se olharam com prazer. Seus rostos enrugados pelo tempo enquanto exploravam todos os cantos do Império para encontrar ervas raras estavam cheios de sorrisos.

“Hahaha! Você está me fazendo recebê-lo se você colocar assim.”

Kaltz pegou a pele da Cobra de Ferro que ele esfolou e colocou de lado, murmurando como se achasse valioso demais para poupar.

“Isso é mais duro do que qualquer couro que eu vi ou ouvi falar. Aquele incapaz Tarim nem se atreveria a colocar as mãos nela. Se você explorar a parte norte do Império, visite a Aldeia dos Talentosos Meister. Só os anões ou os meisters daquela aldeia saberiam como lidar com isso corretamente.

“Kaltz, eu já recebi o suficiente, honestamente”

“Não, apenas coloque isso na sua bolsa. Eu estava apenas brincando com você quando eu a peguei. Por que esse velho precisaria da pele de uma Cobra de Ferro? Apenas mantenha bem. Um conjunto de armadura feito com ela valeria facilmente milhares de ouro.”

Haroon hesitou um pouco, depois pegou a pele das mãos de Kaltz.

“Obrigado. Bem, então eu…”

“Espere. Ainda não terminamos.”

Kaltz impediu Haroon de sair e sentou-o numa cadeira.

“Você já ouviu falar da Guilda Herbal?”

“Não.”

“A Guilda Herbal nunca foi conhecida pelo público. É uma guilda que nós, herbalistas, estabelecemos, mas não temos nossas próprias forças para nos proteger, então estávamos preocupados que pudéssemos ser erroneamente usados ​​por razões políticas. É por isso que estamos escondendo a guilda do mundo.”

“O que você quer dizer com você vai ser usados?”

Haroon não conseguia pensar em nenhum motivo especial para usar herbalistas.

“Somos pessoas que vão a lugares perigosos cheios de monstros e feras. Então, é claro, teríamos informações sobre características geográficas do Império. Nosso conhecimento não termina aí, mas para os habitats e climas dos monstros.”

Os olhos de Haroon se iluminaram nas palavras de Kaltz.

“O que significa…….?”

“O que significa que eles poderiam usar nossas informações para lutar guerras a seu favor. Mesmo que as guerras no Império só tenham surgido durante as Batalhas de Ouro ou guerras territoriais.”

Haroon percebeu que subestimou o valor dos herbalistas.

Os herbalistas até conheciam uma grande quantidade de informações geográficas nas Montanhas Hukran, quando era famosa por ser uma das áreas proibidas. Suas informações eram muito mais valiosas do que a dos caçadores ou exploradores.

“A história da nossa guilda é tão longa que ninguém sabe exatamente até onde vai. Embora não sejamos tão organizados quanto as outras guildas, os herbalistas veteranos que visitam esse castelo duas vezes por ano têm amplo conhecimento sobre a área em que nasceram e cresceram. A informação que os herbalistas anteriores coletaram durante milhares de anos ainda está sendo aperfeiçoada agora.”

Em outras palavras, os herbalistas estavam compartilhando o que encontraram e estavam reunindo em um tipo de enciclopédia gigante. A informação que inúmeros herbalistas coletaram por muito tempo seria impressionante em termos de qualidade e quantidade.

“A coisa mais importante para nós herbalistas seria onde as ervas fossem encontradas, mas isso não significa que não precisássemos de mais nada. Grande instinto para evitar monstros, um corpo rápido, energia e habilidades de sobrevivência, tudo isso é necessário para ser um bom herbalista, e quanto às coisas materiais, a capacidade de fazer um antídoto que pode desintoxicar qualquer veneno seria a mais preciosa. A Cobra de Ferro que você trouxe para nós não foi algo que pode ser facilmente obtido. E graças a você, fomos capazes de fazer os melhores antídotos que não foram possíveis nos últimos mil anos. Então decidimos compartilhar as informações que a Guilda Herbal tem. Temos certeza de que você não usaria mal. Espero que você possa encontrar um bom uso para elas.”

Kaltz entregou algo a Haroon. Era um livro muito grosso. Haroon folheou algumas páginas para descobrir que era um atlas feito com centenas de mapas. Ele hesitou em receber o atlas sabendo seu valor.

“Eu realmente aprecio que você está dando isso para mim, mas talvez isso seja demais para um mercenário que simplesmente trabalhou pelo seu pedido.”

“Haha. Talvez. Mas nós sabemos o que estamos fazendo. Você é certamente uma pessoa especial com grandes habilidades. Com as coisas se tornando caóticas no Império, a Guilda Herbal não precisaria de um amigo lutador de confiança? Na história da Guilda Herbal, havia um registro dizendo que, mil anos atrás, alguém que as pessoas chamavam de lendário mestre das facas de arremesso havia protegido a Guilda Herbal na era caótica quando o Império foi estabelecido.”

“O lendário mestre das facas de arremesso?”

O rosto de Haroon mudou quando ele ouviu Kaltz.

“Quem foi o lendário. Alguns dizem que não é real ou é uma lenda exagerada, mas sabemos muito bem quem ele era. Ele era um dos maiores lutadores, e muitos mestres de espada e grandes magos caíram diante de suas habilidades de assassinato, como as folhas caindo nos ventos do outono. Dizem que nem os melhores cavaleiros nem magos poderiam combatê-lo. Alguns dizem que seu pai também era herbalista. Ouvimos dizer que eles se juntaram à Guilda Herbal, protegendo a guilda de frente ou de trás, e foram eles quem mataram uma Cobra de Ferro pela primeira vez. Naquela época, a Guilda Herbal conseguia produzir os melhores medicamentos com as Cobras de Ferro que eles matavam, o que ajudou os herbalistas em tempos de guerras.”

Haroon nunca imaginou que o lendário mestre das facas de arremesso que ele reverenciava estaria relacionado com a Guilda Herbal. Ele imaginou que o lendário mestre das facas de arremesso estava tentando matar as Cobras de Ferro, vendo como ele havia encontrado um legado dele em uma Cobra de Ferro morta, mas nunca pensou que isso estivesse relacionado aos herbalistas.

Ele imaginou que o lendário mestre das facas de arremesso deliberadamente não recuperou o fragmento de conhecimento e sua faca para o sucessor encontrar. Não havia como ele não conseguir recuperá-la.

“Esse atlas é um dos muitos atlas mágicos que Wartz, o mago, fez para a Guilda Herbal como um presente por salvar sua vida de uma ferida fatal. Esses atlas feito com os materiais mais valiosos e seus feitiços de 8º círculo contêm todas as informações que os herbalistas registraram. Novos registros também podem ser inseridos ou atualizados. São as coisas mais preciosas que a guilda tem.”

“Então por que você está me dando isso?”

Foi um presente muito apreciado, mas era muito para receber. Ele não era um residente de Além, e ele não ia ser um herbalista. Seria útil, mas não era como se ele precisasse disso.

“Estamos vivendo em tempos caóticos. Essa é a maior era caótica após a ascensão do Império Teronn. Para não mencionar os estrangeiros que apareceram como os oráculos disseram, nós temos a maior quantidade de sucessores imperiais da história. Muitos jovens foram recrutados para a Batalha de Ouro e mudaram a vida de pessoas comuns como nós ou agricultores.”

Foi o pai de Elser, Piel, quem foi o primeiro a dizer a Haroon que eles estavam enfrentando a maior era caótica, e agora era Kaltz quem pensava o mesmo. Haroon começou a pensar que tudo começou por causa do surgimento dos estrangeiros, mas ele foi interrompido quando Kaltz continuou.

“Decidimos o dar isso, pois vimos o que você pode fazer e que tipo de pessoa você é. Não estamos forçando você a prometer nos proteger. Estamos dando isso para você porque acreditamos que você vai usá-lo para um bom propósito. Se há algo que queremos de você, seria preencher informações que não poderíamos obter porque não somos tão fortes quanto você, que matou uma Cobra de Ferro naquele lugar infernal. Também queremos que você seja nosso amigo em quem nós, herbalistas fracos, possamos confiar, da mesma forma como o lendário mestre das facas de arremesso fez amizade com nossos ancestrais.”

Haroon ficou comovido pela forma como confiavam nele, embora ele só os encontrasse duas vezes. Ele não queria trair sua confiança. E como o lendário mestre das facas de arremesso era amigo da Guilda Herbal, parecia que não eram estranhos para ele.

“Eu não preciso do atlas para ser seu amigo. Não vou virar as costas para as pessoas a quem posso ajudar. Mas o atlas também é mu-“

“Não se preocupe com isso. Pegue. Foi a decisão unânime de nós que não temos muito tempo até voltarmos à terra. Você sabe, decisões unânimes não acontecem entre nós com frequência. Para ser honesto com você, consideramos dar isso a heróis ou nobres de alto escalão várias vezes. Mas nós não havíamos dado, porque era nossa regra agir em decisões unânimes.”

Haroon pegou o atlas, sentindo gratidão e responsabilidade pesada. Na capa, havia um pequeno desenho de cinco folhas com frutos vermelhos. Ele inspecionou o livro.

Atlas: Império Teronn

Classe: Não Registrada

Um atlas escrito pela Guilda Herbal ao longo de milhares de anos. Tem informações sobre: ​​terrenos, informações geográficas, tipos de monstros e seus habitats, locais de ervas, etc. Ele pode ser atualizado em tempo real através de outros atlas.

Ter 20 pontos ou mais de ESP permite que o detentor acesse os dados pensando sem abrir o atlas.

 Kaltz explicou como usar o atlas.

“Primeiro você tem que colocar uma gota de sangue na raiz da erva no desenho. Isso permitirá que o atlas saiba que você é amigo da Guilda Herbal e o novo dono do atlas. Há muito tempo atrás, o lendário mestre das facas de arremesso retornou-o, ao invés de entregá-lo ao seu sucessor, para que o novo rito tenha que ser feito.”

Haroon olhou emocionalmente para o atlas. Não era simplesmente um atlas, mas o atlas que o lendário mestre das facas de arremesso usava. Era como se uma forte relação fosse estabelecida entre os dois. Então parecia que algum tipo de energia estava sendo absorvida pelas mãos dele quando o recebia.

Como Kaltz disse, Haroon fez um pequeno corte na ponta do dedo com um punhal e soltou uma gota de sangue no ponto mencionado. Curiosamente, a cor tornou-se vívida da raiz ao caule, folhas e frutos. Haroon não conseguiu reprimir o espanto que sentia quando o atlas parecia uma coisa viva.

“Se você quiser saber a rota para o seu destino, basta colocar o dedo no local desejado e o mapa será ampliado e mostrará sua localização atual e a rota até os destinos. Informações detalhadas entre dois pontos também serão mostradas, como informações geográficas, habitat dos monstros e locais de ervas registrados. Se você encontrar algo novo, coloque o dedo no desenho da boca e diga as informações, e o atlas irá gravá-las para você. O atlas atualizará os outros cinco. É assim que estamos preenchendo esse atlas.”

‘Ho! Isso é incrível!’ Haroon pensou consigo mesmo, espantado.

Além tinha uma estranha civilização que tem itens que funcionam de maneira que estavam além da imaginação. Mas esse item nem existia no mundo real, onde a tecnologia era avançada o suficiente para desenvolver jogos de realidade virtual.

Assim como o mapa que ele recebeu antes da jornada para as Montanhas Huk’ran, o mapa tinha informações tão detalhadas, só que melhor com a imagem mágica semelhante à tecnologia de hologramas no mundo real.

“Obrigado. Eu prometo que não vou abusar dele, e farei o meu melhor para proteger vocês, meus amigos.”

“Adeus, meu amigo. Vou rezar pelo seu bem-estar.”

Haroon saiu da loja de ervas de Kaltz com grande alegria. Agora era hora de ele visitar a oficina de couros de Tarim.

“Então, o que você acha?”

Kaltz perguntou a seus amigos, olhando tristemente para Haroon saindo.

“Eu o achei confiável. Ele sobreviveu às Montanhas Huk’ran, a terra diabólica que tirou a vida de inúmeros herbalistas, cavaleiros e magos. Como o lendário mestre das facas de arremesso foi um bom amigo para nossos ancestrais, ele será um bom amigo nosso.”

“De fato.”

“Eu acho o mesmo. Eu não gosto de como ele parece estar escondendo algumas coisas de nós, mas ele é honesto e talentoso.”

“Bem, eu sabia que ele era uma boa pessoa à primeira vista. É por isso que o levei para Kaltz. Nós tomamos uma boa decisão. De qualquer forma, temos que informar nossos membros da guilda que fizemos um bom novo amigo!”

Os velhos voltaram ao trabalho. Eles ainda tinham muitas coisas para fazer. Eles conseguiram o melhor material medicinal, então eles tinham muitos medicamentos para fazer. Eles também tinham que sair por aí salvando as pessoas com os antídotos.

“Pai! Ele está aqui!”

A oficina ficou toda barulhenta com a notícia de que o filho mais velho de Tarim espalhou enquanto passava a rua dos fundos. Haroon entrou na loja e cumprimentou Tarim, que veio correndo para vê-lo e seus filhos.

“Você tem estado bem?”

Hahaha! Por que razão não estaríamos bem? Nós estávamos preocupados com você indo para os Orcs Diabólicos. Então, você tem os caroços?”

Tarim e seus filhos olharam para ele com expectativas em seus olhos.

“Sim, felizmente.”

Haroon tirou os caroços que ele felizmente conseguiu

“Woah! Você realmente tem vinte deles. Eu sabia que você era alguém incrível.”

Mostraram os polegares para Haroon e inspecionaram os caroços que felizmente conseguiu.

“Tudo bem. Isso vai servir! Eles estão em ótimo estado. Bem, você pode ir se quiser. Levará meio mês para encantar, então volte para nós depois disso… Nós vamos fazer algo tão incrível que seus olhos irão saltar. Esteja pronto para isso.”

Haroon ficou perplexo ao ouvir isso, mas não expressou e agradeceu.

“Obrigado.”

“Não, devemos o agradecer. De qualquer forma, parece que temos caroços suficientes para fazer mais armaduras. Apenas descanse e não se preocupe com as armaduras, nós cuidaremos bem delas.”

Eles dispensaram Haroon e entraram em sua oficina como se temessem que Haroon passasse mais tempo. Eles pareciam estar animados com os caroços. Haroon sorriu vendo sua mentalidade profissional e saiu da oficina.

Ele ouviu o som da interface do usuário que alertava a conclusão da missão quando ele saiu.


“Vai levar duas semanas? O que devo fazer então?”

Haroon suspirou profundamente com a notícia que acabou de receber da oficina. Ele achava que eles teriam conseguido tudo pronto para que não demorasse muito para que ele pegasse os caroços, mas não foi assim que aconteceu. Ele tinha certeza de que o encantamento não levaria mais do que duas semanas, então eles deviam estar esperando por ele apenas no caso de Haroon não conseguir os caroços.

‘Agora meus membros ficarão muito bravos comigo.’

Ele prometeu um mês, e agora seriam dois meses.

‘Ha, eu deveria ir a algum lugar e sair por agora.’

Haroon foi para a praça que estaria cheia de usuários. Ele tinha certeza de que haveria algum lugar onde ele pudesse sair com facilidade.

O peso de suas pálpebras não era brincadeira, já que ele passou uma noite acordado lendo livros. Seu corpo não estava cansado, mas ele estava mentalmente exausto de foco.

Ainda assim, ele não conseguia esconder o sorriso com o pensamento de que ele seria capaz de ver Fedelho novamente.

Comentários