Kuork

Apenas Tradutores Errantes

iLivro

GrayWolves!

 

Despertei cedo, aos poucos abri meus olhos, vendo aquele novo cenário. Uma cama com duas garotas coberta por um único cobertor de peles aveludado. Tentei me levantar, meu corpo estava dolorido. Descobri que as noites naquele novo mundo não era nada gentis. Poderia sido pior, se não fosse pelo cobertor de pele de monstro – dada por Mia.

Ela era generosa demais comigo, isso me envergonhava. Em meu coração prometi que a recompensaria por toda ajuda. Tentei pensar o que teria acontecido comigo se acordasse sozinho na clareira, estremeci, balancei a cabeça e agradeci a qualquer deus que estivesse me escutando.

Por fim, me levantei, me estiquei, massageando as pernas doloridas.

Olhei para aquelas duas belas garotas; Mia tinha um rosto calmo, seus cabelos bagunçados e cheios da palha da cama. Sofie era o mesmo, era um anjo dormindo e de alguma forma preferia ela daquela forma – dormindo.

De maneira involuntária, sorri, achando graça de mim mesmo por aqueles pensamentos tolos. Me perguntei como eu era antes de perder a memória, e o que faria naquela situação.

Fiquei do lado da cama, com a ponta do dedo, cutuquei os ombros desnudos da minha benfeitora. Não houve reação, sacudi seu ombro e ela despertou, no mesmo instante tinha uma faca em meu pescoço.

“Estava tentando te acordar” eu disse sentindo a lâmina fria em meu pescoço.

Com a mão livre ela esfregou seus olhos, sentou na beira da cama. A alça da camiseta caiu, escorregando por seus braços brancos, revelando seu grande peito, no mesmo instante, engoli em seco, os primeiros raios do sol passava pela abertura estreita da janela do quarto, iluminando as montanhas – antes escondidos por sua camiseta.

Levou menos de um segundo para ela notar a nudez do seu seio esquerdo. Primeiro suas orelhas estremeceram, depois seu rosto foi pintado de vermelho, sem aviso fui acertado com um tapa e expulso do quarto.

Não entendia o porque, mas estava grato por ter sido um tapa e não a faca que estava a todo momento em meu pescoço.

Poucos minutos depois a porta se abriu, ela se vestia como no dia anterior. Arrastava Sofie, que para minha surpresa – ou não – estava de mal humor.

Descemos para o primeiro andar, Mia entregou algumas moedas de bronze para a dona da pousada, pediu ensopado de carne de coelho e pães de trigo para o desjejum.

Sentamos em um lugar afastado. A dona da pousada colocou sob a mesa três tigelas de ensopado de carne de coelho – o ensopado tinha de tudo menos a carne de coelho – e três pães de trigo. Minha colher se movia avidamente, não me importei com modo, minha fome não permitia.

“Planos para hoje?” perguntou Sofie mergulhando sua colher de madeira no ensopado.“Estamos quase sem moedas, nossos equipamentos um trapo, e temos uma nova boca para alimentar.”

Mia a encarou com um olhar duro.

“Agora que nosso garoto misterioso tem uma classe” continuou Sofie.” Uma bem rara e invejável, podemos aceitar a missão de subjugação dos lobos negros.”

“Não, é muito cedo para ele!” disse Mia com uma expressão de desgosto.“Diferente dos goblin, os lobos negros são ágeis e inteligentes, um único descuido e todos morremos.”

“Mia, ele não é um novato qualquer! Você viu sua força ontem, antes de obter sua classe ele derrotou dois espadachins Lv 7!” Exclamou ela, sua voz alta acabou atraindo atenção de outros hóspedes.

“Um espadachim e um lobo negro são duas coisas diferentes” disse ela em um tom baixo.“Eles baixaram sua guarda, e acredito que os lobos não vão ser tão fáceis como aqueles cabeças de minhoca.”

Sofie revirou os olhos e clicou a língua.

“Por Freyr, Mia, você se tornou a mãe dele?” Perguntou ela irritada.

Mia curvou seus lábios, vontade de matar emanou de seus olhos verdes claro. Mal começou o dia e as duas brigavam, me perguntei se era sinal de um bom relacionamento.

“Vamos tentar” eu disse por fim, tentando acabar com a briga eminente.“Não posso lembrar que eu era, mas me parece que eu sei lutar.”

“É muito bem, devo acrescentar!”Sofie sorriu.

Eu sorri de volta, concordando com ela. Mia estava relutante. Contou que os lobos negros eram rank D, diferente dos goblin que são rank E. Para mim não havia diferença, mas estava enganado.

Segundo Mia, os monstros são divididos por ranks que vão do E até o S+, a diferença de um rank para o outro e grande. Monstros rank E são estúpidos e fáceis derrotar, já os rank D tem uma inteligência e força mais elevada, aumentando a dificuldade da subjugação.

“Eu quero ser útil!” Eu grite fitando seus olhos verdes claros.”Mia, se eu posso usar meu poder para recompensar sua gratidão, então eu vou usar sem pensar duas vezes……Não quero ser um peso morto, não quero viver dependendo da sua gratidão, quero ser útil para você!”

Pousei minha mão sob a dela, sua expressão dura foi suavizando aos poucos. Seus ombros tensos caíram desanimados.

“Eu me rendo!” disse Mia levantando as mão para o alto.

Após terminar o desjejum seguimos para associação dos aventureiros.

*****

O sol aquecia as ruas de pedra fria. Mercadores armavam suas barracas nos melhores pontos da praça. Guardas circulavam preguiçosamente pelas ruas de Elba, bochechando. Aos poucos as ruas eram preenchidos por gente de todo tipo, carruagens, servos, e muitos evidentemente aventureiros.

Vi no beco escuro, sacerdotes de vestes brancas oferecendo pão aos mendigos e curando crianças maltrapilhas. Em outro beco vi jovens nobres de roupas espalhafatosas, cores berrantes, agredindo mendigos. Logo a frente um jovem se declarava a uma bela mulher, oferecendo belas flores das mais variadas cores e perfumes. Em uma outra praça, havia um palco, aonde escravos desnudos eram mostrados e uma turba de nobres e aventureiros ofereciam seus lances pelos escravos.

Era meu segundo dia naquele novo mundo, é já conhecia a maldade e a bondade.

“Assim são as coisas no mundo civilizado” disse Mia com o rosto em desaprovação.“Civilizada, sim, cruel também, e injusta, a qualquer momento você pode ser tornar alvo um nobre sádico. A maldade está por todo lugar, garoto, e aqui ela é palpável.”

Na associação mágica, fomos direto até um grande painel com vários papeis de missões. Havia de todos tipos, desde a colheita de ervas, até a subjugação de monstros perigosos na floresta próxima. Havia uma grande procura por materiais raros, retirados de monstros terríveis e poderosos. Expedições em ruínas perigosas, proteção de caravanas de comerciantes.

Mia moveu sua mão pegando um do papeis.

Subjugação: Lobos negros.

O pedido foi feito pela casa nobre StoneBroken, parece que o número de lobos negros vem aumentado nos últimos meses, atacando viajantes e comerciantes, devorando gado.

Mia levou a missão até a recepção.

“Senhorita Kari” disse ela para a bela mulher réptil.“Nossa equipe vai aceitar esse pedido!”

De acordo com Mia, Senhorita Karin e uma fêmea da raça Lizardman. Uma raça que vive em pântanos e densas florestas. Sua força e dureza de suas escamas o tornam muito mais forte do que um humano comum.

“Oh, entendo, só um momento vou registrar sua equipe.” Senhorita Karin pegou nossos cartões de identificação, usou algum encantamento que desconheço.“Qual o nome da equipe?”

Mia coçou seu queixo, pensativa, logo falou:

“GrayWolves!”

GrayWolves, eu pensei,um bom nome.

“Certo, GrayWolves….Suponho que a Sra. Mia será a líder?” Perguntou a senhoria Kari.

Sofie e eu assentimos.

Minutos depois a equipe estava registrada. Toda missão cumprida vai aumentar o rank dos membros igualmente. Saímos da associação em direção a saída da cidade, uma fez fora era hora de saber como funcionava meus poderes. Não poderia entrar em uma batalha sem saber exatamente o que eu posso fazer- apesar da descrição das habilidades, eu precisava testar.

Primeiro usei meu segundo talento inato: visão Arcana.

Poder mágico fluiu para meus olhos, o mundo foi tingindo de tonalidades diferentes. Podia ver o sangue fluindo nas veias das duas garotas, o coração batendo em um ritmo constante e o tamanho de seus poderes mágicos. Mia tem uma fraca aura mágica a cobrindo, um tom azulado, fraco; já Sofie tem uma aura mágica maior e mais forte, de uma tonalidade mais escura.

Agora eu posso ver seus status:

Janela de status
Nome:MiaRaça:Lycan
Classe:MongeNível:9
HP:84MP:54
Força:73Agilidade:40
Vitalidade:80Inteligência:15
Sabedoria:10Sorte:5
Resistência: 60 Charme: 15
Habilidades Passivas
Forca de Lobo:

Punho de Ferro:

Evasão:

Persuasão:

Intimidação:

Lv.2

Lv.2

Lv.2

Lv.3

Lv.2

Habilidades Ativas:
Artes Marciais:

Pele de Ferro

Lv.3

Lv.1

Talento Inato
Olhos Lupinos:

Sentidos de Lobo

Lv.1

 

Janela de status
Nome:SofieRAÇA:Meia-Effa
Classe:BruxaLevel:5
HP:30MP:60
Força:7Agilidade:6
Vitalidade:9Inteligência:35
Sabedoria:20Sorte:3
Resistência:5Charme:1
Habilidades Passivas:
Aumentar recuperação MP:

Meditação:

Lv.2

Lv.2

Habilidades Ativas:
Magia Vermelha:

Magia Santa:

Lv.2

Lv.3

Talento inato
Nenhuma

Eu fiquei boquiaberto ao ver o status delas. Questões foram levantadas em minha cabeça.

“Por que está me olhando tão intensamente?!” Perguntou Sofie, apontando o cajado negro em minha direção.

“Só estava pensando como alguém com 30 pontos de HP e uma vitalidade de 9 pontos, está viva até hoje!” Eu disse impressionado.

O simples fato dela estar viva é um milagre em si.

“Garoto, eu vou……” Sofie avançou em cima de mim, mas foi parada por Mia.

“Oh, parece que você adquiriu uma habilidade de olho interessante!” Disse Mia, enquanto segurava a meia-elfa, que se debatia em seus braços.“Antes de enfrentamos os lobos negros, preciso saber de suas capacidades.”

Eu assenti prazerosamente, contei sobre as habilidade da classe Lorde Arcano.

Primeiro falei sobre as habilidades passivas.

Maestria Arcana; diminui o custo de poder necessário para conjurações, aumenta a taxa de recuperação MP, conjuração sem cântico, aumenta o dano causado pelos feitiços.

Maestria espada mágica; toda espada que eu tocar ganha atributo mágico, espada causa mais dano físico e mágico, velocidade do ataque é aumentada, cada ataque pode drenar energia do inimigo. Maestria com lança mágica; funciona da mesma forma, toda lança que eu tocar ganha atributo mágico e causa mais dano físico e mágico. Resumindo, as duas habilidades são uma mistura de perícia em lança e perícia em espada com magia de encantamento avançado.

(Magusgod: Maestria com lança mágica e perícia em armadura leve são habilidade da classe Lorde Arcano que eu acabei esquecendo de incluir em status do capítulo anterior.)

Força tirânica; dobra minha força e aumenta minha resistência a ataques físicos e mágicos.

Regeneração; aumenta taxa de recuperação do HP e aumenta a resistência contra envenenamentos, doenças e outros status negativos.

Perícia em armadura leve; aumenta a defesa e agilidade da armadura leve equipada.

Depois falei sobre as habilidades ativas.

Magia Arcana; conjura as forças primordiais da gravidade e magia pesada, com a classe adquiri duas magias;「Pressão」e 「Espiral de flechas mágicas pesadas」.

Invocar familiar Arcano; convoca um único familiar arcano que será meu protetor e servo. As vantagens são; conjurar feitiços através do familiar a cada level aumentado do invocar familiar a criatura invocada crescer aumentando seu potencial de batalha. A desvantagem é que a criatura invocada é aleatória, uma vez invocado será para sempre meu familiar.

Eram essas minhas habilidades ganha, falei brevemente sobre visão arcana e seguimos em frente. Sofie resmungava que minha sorte era grande demais. Mia fazia expressões complexas, quais eu não conseguia ler.

“Conjuradores o matariam, por apenas saber que você pode conjurar Magia Arcana” disse Sofie após se acalmar.“É eu não sou diferente, você nem imagina o quão poderosa e a Magia Arcana!”

“Qual a diferença?” perguntei.

“A Magia Arcana pode conjurar dois tipos de forças primordiais, gravidade e magia pesada. O poder de ambos é imensurável, quanto comparado com a Magia Vermelha que é uma forma diluída da Magia Arcana. Porém, livros de feitiços arcanos são difíceis encontrar, e caros, muito caros, a melhor forma de adquirir magias arcanas é desafiar labirintos ou ruínas dos povos antigos, e claro, ter muita sorte.”

A Magia Arcana era poderosa, mas os feitiços que eu posso aprender são difíceis de encontrar. Deixarei esse problema para o futuro, quanto eu adquirir mais conhecimento sobre o assunto.

“Antes de chegarmos ao nosso destino, garoto, vamos invocar seu familiar!” Disse ela, esfregando suas mãos e um sorriso travesso.

Paramos em uma colina verdejante, afastada da estrada principal. Sofie me emprestou seu cajado, desenhei um círculo no chão, dentro do circulo um sol e uma lua, doze símbolos complexos e runas arcanas que flui em minha mente. Após concluir a formação, fiz um corte em meu dedo, pingando uma gota de sangue dentro do circulo, depois apontei para a formação mágica, impregnando a formação com meu poder mágico.

Relaxei minha mente, deixei o conhecimento da magia「Invocar Familiar Arcano」fluir. Palavras se formaram em minha mente, aos poucos um feitiço surgiu, comecei a cantar:

“Que a magia que flui em minhas veias e nessa terra, conceda um familiar Arcano que me auxiliará na jornada pelas terras gelas de Aayós! 「Invocar Familiar Arcano」!

Por um momento, temi ter falhado, logo as luzes azuladas e roxas provaram o contrário. Mia recuou dois passos para trás, Sofie aproximou dois passos á frente, boquiaberta, encantada pelo vórtice de energia azul e roxo, qual explodiu uma lufada de ar, soprando todos nós alguns metros de distância. Na queda bati minhas costas no chão, a dor foi atordoante, mas logo senti minhas habilidades passivas trabalhar em meu corpo, anemizando a dor e recuperando meu vigor.

O encantamento tinha consumido quase todo meu HP.

As luzes continuaram, Mia tinha um olhar nervoso, temia o monstro que sairia daquela formação mágica. Eu também, o que aconteceria se eu não pudesse controlar a criatura?

Senti um frio no estômago, estremeci com o pensamento.

Logo as luzes cessaram, o vento parou, primeiro ouvi um chiado *Grrrrr* depois sua forma, magnífica. O familiar era pouco maior do que um gato, seu corpo assemelha-se a um dragão, ao invés de escamas, seu corpo era coberto por penas brancas. Sua cabeça era mais ou menos triangular, olhos negros, inteligentes. Seus dentes e garras curvadas, eram branco como marfim polido. Em suas costa estendia dois pares de asas brancas muito maior do que seu corpo.

“Um dragão Feérico!”Exclamou Sofie.

Antes que eu pudesse perguntar o que era um dragão feérico, a criatura engatinhou até mim, movendo sua longa e fina cauda branca. Suas narinas se abriram e fecharam farejando o ar, parou diante de mim. Olhos escuros e inteligente se fixaram com os meus, ficou imóvel.

De forma inconsciente movi a mão, afagando a cabeça macia do dragão feérico, em resposta a criatura soltou um chiato baixo, quase como um ronronar de um gato. No mesmo instante meu peito queimou, um circulo branco com o mesmo padrões desenhado no chão surgiu em meu peito, seguido por uma dor aguda na cabeça.

Um vínculo mental entre nós foi formado.

Usei meu talento inato visão Arcana para ver seu status.

Janela de status
Nome:Sem nomeraça:Dragão Feérico
Mestre:Lyam MarweLevel:5
HP:600MP:450
Força:320Agilidade:250
Vitalidade:300Inteligência:120
Sabedoria:160Sorte:15
Resistência:260Charme:30
Habilidades passivas
Aura Feérica:

Alta resistência a magia:

Penas de aço:

Vínculo mental

Lv. 3

Lv. 4

Lv. 3

Habilidades ativas
Magia Feérica:

Magia Dragonica:

Lv. 4

Lv.2

Talento Inato
Alterar forma:

Armazenamento espacial

Lv.1

Estava impressionado demais para falar algo. A criatura estendeu suas asas, saltou no ar, golpeando desajeitadamente suas grandes asas, ganhando impulso para seu salto, seu destino era meu ombro.

Estremeci com suas garras afiadas gravadas em meu ombro.

“O que é um dragão feérico?” por fim eu perguntei.

“Dragões Feéricos, também são conhecidos como dragões fadas. Podem usar a poderosa magia dragoniana e a magia Feérica. Toda magia santa usada no mundo é uma imitação da magia das fadas……Seu familiar pode oferecer tanto suporte como poder de fogo!”

Estava a menos de dois dias naquele mundo. É já tinha perdido a conta de quantas vezes fui surpreendido. Meu talento era invejável, me fez pensar que tipo de pessoa eu era antes.

“Não tem um nome” eu disse de repente.”Sugestões?”

Sofie se aproximou, tentando acariciar a cabeça da criatura. Mas a criatura não permitiu, abriu sua bocarra, revelando fileiras de dentes afiados.

“Nada fofo!”Gritou ela, recuando.

“Essa atitude me lembra você” eu disse com um sorriso, mal contendo uma gargalhada, completei:“Nada fofa!”

“Ora, seu garotinho…” Sofie inchou sua bochechas e apontou seu cajado para mim.
Um sentimento de preocupação vindo a partir da criatura ecoou em minha mente. No mesmo instante a criatura guinchou, expandiu sua gloriosa asas, conjurando uma barreira translúcida que envolveu todo meu corpo. Meus músculos estava impregnados com magia feérica.

Me tornei uma muralha indestrutível.

“Uma barreira Feérica!”Exclamou Sofie, um sorriso travesso se formou em seus lábios. Apontou seu cajado para mim conjurando magia vermelha de primeiro nível「Flecha Mágica」, disparando uma poderosa flecha azulada. Como esperado a magia desenhou sua trajetória até mim, atingindo a barreira. Senti um leve impacto, a barreira ondulou, e nada, nenhum arranhão.“Como esperado de uma barreira Feérica! Nenhum arranhão, ou recuo, poderosa demais!”

Sofie estava animada, como uma criança que acaba de ganhar um novo brinquedo. Depois de cinco minutos a barreira se desfez, a criatura permaneceu em meu ombro, imponente, orgulhoso, olhando para baixo de todos seres vivos.

Antes de chegar próximo da área em que os lobos negros foram avistados. Mia de repente falou:

“Que tal chamar ele de Álfar?”

“O que significa Álfar?”

“É como chamamos os altos elfos da luz” disse Mia com uma pitada de saudade em sua voz.“Minha tribo também os chamava de povo fada, aura nobre e orgulhosa da criatura, lembra muito os Álfar senhores de Vidbláin e das floresta lança Gautelfr.”

Álfar, eu disse mentalmente. Esse será seu nome,Álfar, penas brancas, garras afiadas.

Álfar, sibilou uma voz aveludada e nobre em minha mente. Um bom nome, meu mestre, Lyam, sem penas, sem garras.

Eu ri, me divertindo com aquela nova sensação. Pelo vínculo entre nós senti humor naquelas palavras finais.

Seguímos pelas colinas verdejantes e rochas cinzentas, longe da estrada de terra. O sol acima de nós ainda era tímido, se escondendo entre as nuvens brancas. Ventos gélido varria aquelas colinas, nenhum sinal de uma única alma viva. No horizonte uivos pode ser ouvido, seguimos naquela direção. Mia, contraía suas orelhas de lobo a todo momento, atenda aos menores ruídos, farejando o ar, verificando o sinais nada sutis da passagem dos lobos negros.

Na terra verifiquei pegadas de lobo que poderia ser confundido com a de um urso.

“São cinco deles” disse Mia de repente, retirou uma lança de ferro enferrujado de sua bolsa mágica, jogando em minha direção. Peguei a lança no ar, a girei, brandindo como se fosse uma parte do meu corpo. No mesmo instante a lança foi impregnado por minha magia, uma lança de poder esmagador.

Depois da próxima colina, os encontramos. Eram lobos em todo aspecto, porém eram lobos do tamanho de cavalos, suas patas pesadas afundavam na terra mole. Estavam distraídos comendo restos de um pobre aldeão azarado.

“Os pelos deles não são diferente de uma cota de malha de aço, são resistentes a magia, e tenha cuidado com suas garras!” Mia disse para nós, assentimos nervosos.

Sofie lançou três Magias Santa Lv. 2「Proteção Santa」「Aumento de Evasão」e 「Aumento de resistência」, recriei suas habilidades, subindo meu level Magia Santa Lv. 1 para Lv. 2, conjurei todas magias sob nós, dobrando os efeitos da magia.

Álfar, isso vai ser perigoso, fique com Sofie, eu disse mentalmente.

Lutarei ao seu lado, meu mestre, disse com tom orgulhoso. Abriu suas asas, disparou para o céu.Atacarei ao seu comando!

Verifiquei o status de um dos lobos negro.

Janela de status
Nome:Sem nomeraça:Lobo Negro
Rank:DLevel:8
HP:320MP:200
Força:250Agilidade:210
Vitalidade:200Inteligência:60
Sabedoria:20Sorte:9
Resistência:160Charme:3
Habilidades passivas
Pele de Aço:

Resistência a magia:

Lv. 3

Lv. 2

Habilidades ativas
Garras de aço:Lv. 2
Talento Inato
Liderança:Lv.2

“Certo, vamos lá!”

Sofie ficou para trás para nos dar suporte com sua magia – e para evitar morrer com uma só patada. Corremos em direção aos lobos negro usando「Aceleração」, ao meso tempo conjurei Magia Arcana Lv. 1 「Pressão」, criando uma área de pressão, sob os cinco lobos negro, os prendendo contra o chão.

Uma magia poderosa, porém o custo de poder mágico era alto demais.

“É nossa chante!”Gritou Mia, girando seu corpo e formando uma palma com sua mão.“「Palma Esmagadora de Pedras」!

Sua palma foi coberta por poder mágico concentrado. Ao golpear o lobo negro, todo poder mágico fluiu como um rio selvagem para dentro do corpo do lobo negro, explodindo todos órgãos interno. Sangue podia ser visto fluindo de todos orifícios de seu corpo.

Eu recriei sua Arte Marcial Lv. 3「Palma Esmagadora de Pedras」, aumentando o level o Level da minha habilidade ativa Arte Marcial de Lv1 para Lv3. Porém ao invés de concentrar o poder na palma da mão, concentrei o poder na ponta da lança mágica.

“「Lança Mágica Esmagadora de Pedras」!”

Assim que a ponta da lança encostou no pelo de aço do lobo. Dentro do seu corpo inchou como um balão, esmagando seus órgãos, quebrando seus ossos, transformando o corpo duro e forte do lobo negro em uma geleia de sangue e ossos moído.

Os três lobos avançaram em nossa direção assim que terminou o tempo da Magia Arcana Lv. 1「Pressão」.

O lobo saltou em minha direção, veloz, com sua bocarra aberta, pronto para dilacerar o que mordesse. Saltei, sentido sua bocarra se fechar centímetros atrás da minha cabeça. Mas, não consegui evitar o golpe com sua garra esquerda, a barreira fraquejou, a força da pata da fera me lançou contra uma rocha próxima, esmagando-a, minha visão se tornou turva, soltei um grunhido de dor. Me levantei, sentindo o gosto do sangue em minha boca.

A fera saltou mais uma fez em minha direção. Meus músculos estremeceram, cada fibra do meu corpo gritava, com o súbito poder tirânico vindo da habilidade passiva「Força Tirânica」, a lança pesada de ferro se tornou uma pluma em minhas mão. Girei meu quadril, desferindo uma estocada contra o peito do lobo do tamanho de um cavalo. A fera uivou de dor com o impacto, a lança não penetrou em seu pelo de aço, mas meus músculos persistiram, com uma nova onda súbita de poder a lança, prosseguiu atravessando-o, a fera grunhiu, tombou de lado e a lança foi quebrada.

“Ahhhh!!!” Ouvi um grito estridente, virei a cabeça, vendo Sofie correndo de um dos lobos. Mia estava ocupada lutando contra o lobo restante, desferindo socos, e outras técnicas de Artes Marciais. Mas, o lobo era esperto, evitava os ataques mortais dela e contra atacava em momentos oportunos.

Álfar, distraia o lobo que está perseguindo Sofie, eu disse mentalmente.

Vou fazer melhor do que o distrair, respondeu Álfar, dobrando suas asas, inciando um mergulho em direção ao lobo que perseguia a pequena meia-elfa. Álfar foi engolfado por uma luz branca, o ar zuniu, ele atravessou o lobo, passando por seu pelo duro como aço.

Uma ataque magnífico, poderoso e deslumbrante.

Voltei minha atenção para Mia, sua respiração pesada e os cortes em sua pele branca, revelaram sua batalha difícil. Não perdi meu tempo, corri usando 「Aceleração」, apontei minha mão direita, concentrei todo meu poder mágico restante naquele ataque.

“「Espiral de flechas mágicas pesadas」!”

Disparei cinco flechas em espiral de poder mágico concentrado do tamanho de lanças. O lobo negro foi pego de surpresa, cada flecha em espiral pesada que atingia seu pelo de aço, perfurava seu corpo, logo cinco furos enormes adornavam o monstruoso lobo negro.

“Conseguímos!” eu gritei ofegante, meu corpo clamava por descanso.

Me sentei aonde estava, conjurei Magia Santa Lv.1 「Cura」sob meus machucados e hematomas. Alfár retornou para meu ombro, ajudou no processo de cura com sua Magia Feérica. Sofie correu até Mia, tratando seus ferimentos, logo me sentei em posição de meditação, recuperando lentamente meu poder mágico.

Estava empolgado por subir dois níveis em um único dia.

Meu status atual era:

Janelade status
Nome:Lyam MarweRaça:Humano
Classe:Lorde ArcanoNível:3
HP:540MP:460
Força:220Agilidade:110
Vitalidade:195Inteligência:95
Sabedoria:130Sorte:75
Resistência: 210 Charme: 62
Habilidades Ativas
Invocar Familiar Arcano:

Magia Arcana:

Magia Santa:

Magia Vermelha:

Artes Marciais:

Lv.1

Lv.1

Lv.2

Lv.1

Lv.3

Habilidades Passiva
Maestria Arcana:

Maestria Espada Mágica:

Maestria Lança Mágica:

Força Tirânica:

Regeneração:

Perícia em Armadura leve:

Meditação:

Lv.1

Lv.1

Lv.1

Lv.1

Lv.1

Lv.1

Lv.1

Talento Inato
Super Gênio:

Visão Arcana:

Lv.1

Lv.1

Depois que Mia se recuperou, desmantelou avidamente os cinco lobo. Só nossa recompensa seria de 400 moedas de prata de Aayós, tirando as peles que podem ser vendidas por vinte moedas de prata cada pele.

Eu ri satisfeito, era um dia a se comemorar.

Mas a comemoração não durou muito, Em pé sob na colina estava o Lycan Kirk, sorrindo cruelmente. Ao seu lado mais quatro aventureiros com níveis de 7 a 9, preparavam suas armas, sorriso podres, mal esperando para nos atacar.

“Como eu disse mais cedo, a maldade está porto todo lugar” disse Mia entredente, um rosnado baixo escapou por sua garganta.

Me levantei, cansando, mas pronto para uma nova batalha.

Comentarios em HDUM Arco 2: Capítulo 3

Categorias