Kuork

Apenas Tradutores Errantes

iLivro

Entre a primeira e segunda opção, escolho a terceira! Esse é meu jeito Lyam de ser!

 

 

Ontem eu estava massacrando Elvebreed. Hoje estou preste a perder minha divindade. É só deus sabe lá o que vai ser de mim amanhã. Eu tinha que fazer uma escolha, abrir mão do meu poder, ou ficar com ele e arriscar a segurança de quem eu amo e no fim acabar sendo consumido por esse poder.

Não era uma escolha fácil. Acreditem em mim, era a escolha mais difícil que eu tive em toda minha vida. Ser um Deus é algo que não pode ser explicado com palavras, um sentimento transcendental, qual permite você olhar para baixo de todos mortais.

Falar para alguém deixar de ser um Deus e abraçar a mortalidade, era uma insanidade que apenas um idiota aceitaria.

Bom, nunca fui conhecido pelo bom senso. É la estava eu provando que era um idiota, mas, era por minha família, por meus amigos, e por mim mesmo.

Se sacrificar o poder para o bem de quem ama e chamado de idiota, então eu serei um idiota com orgulho!

Espera um momento, o que estou dizendo? Até pareço um daqueles heróis virgens chorões falando! Bom, e por minha família então não existe nada de errado.

Não me entendam errado. Não sou um herói ou nada do tipo, no fim estou fazendo por mim e por aqueles que amam. Isso não é um herói certo?

Depois de fazer minha escolha, Desy estava conjurando uma série de círculos espirituais sobrepostos com diversas runas e glifos espirituais que eu desconhecia, talvez fosse uma magia espiritual mais antiga do que eu prático.

“Não me olhe como se eu estivesse te levando para um batedouro” disse Desy com um semblante sério, quando terminava de conjurar o último circulo espiritual, formando um complexo feitiço de selamento.

“Minha situação não é muito diferente” resmunguei baixinho.”Que tipo de magia é essa? Não me parece uma magia espiritual qualquer.”

“Magia espiritual tem vários ramos: Criação de matriz; Selamento; Controle de almas; e Morte” explicou desenhando com seus dedos runas espirituais no ar.”Eu uso magia espiritual antiga de selamento e morte, já você usa magia espiritual comum de criação de matriz e de forma inconsciente o controle de almas.”

Criação de matriz é o ramo da magia espiritual que eu domino – qual aprendi em Argus com o espiritualista Euraidd Mulki. Meu talento inato mundo ideal parece ser uma poderosa magia espiritual de criação de matriz usada por reis espirituais.

Selamento é um ramo da magia espiritual que permite selar energias, ou a alma de um ser vivo.

Controle de almas é um ramo da magia espiritual que permite o controle das almas dos mortos e absorvição delas como complemento para magias que necessitam de muito poder mágico, ou para aumentar seus próprio poder – devorador de existências é um típico feitiço usado por senhores do submundo.

Morte é um ramo da magia espiritual que Desy domina, qual principal foco e a morte dos seres vivos.

Desy não era uma senhora do submundo suprema qualquer.

“Houve uma época em que vivíamos em constante confronto com os celestiais” disse ela.”Naquela época, eu e minhas irmãs crescemos afiando nossas garras, lutando, lutando e lutando, graças ao meu pai, hoje podemos viver com certo nível de paz e segurança. Agora sente-se no centro da formação espiritual.”

Eu me sentei no centro da formação espiritual de selamento, com uma expressão de alguém pobre que enriqueceu rapidamente e da mesma forma voltou a ser pobre.

Não estava acreditando que estava abrindo mão de meus poderes por vontade própria.

“Vou começar…”

Desy iniciou um longo encantamento, senti um frio no estômago, minha mente trabalhava como nunca procurando uma outra saída, uma outra opção em que eu salve minha divindade e manter meu poder atual.

Entretanto não havia tal opção conveniente.

Não era meu destino ser Deus……

….Mas não quer dizer que eu teria que aceitar a mortalidade como um cão que recebe um pedaço de osso….

….Espera um pouco….Talvez……

“Desy pare!” gritei, interrompendo-a.”Encontrei uma terceira opção!”

“Terceira opção?” perguntou, arqueando sua elegante sobrancelha.”Qual?”

Eu desenhei um largo sorriso.

“Vamos até meu laboratório no centro de pesquisas.”

Eu era Lyam Marwe Nótus Alba, aquele que de um mago humano se tornou um Deus Dragão Celestial Maior.

Ser Deus pode não ser meu destino, mas, não quer dizer que vou aceitar minha mortalidade de bom grato. Eu era muito orgulhoso. Se fosse para voltar a ser um mortal que seja em um corpo perfeito.

Se alguém oferecer duas opções, eu sempre escolherei a terceira, mesmo que não exista!

No fim esse e o meu jeito Lyam de ser! Mufufufufu!

 

***********

Para ser franco ultimamente não estava gostando de ser um Deus, tipo, eu não sangrava, não existia quase nada que pudesse me ferir e antes de entrar em uma batalha eu sabia que minhas chances de vencer eram 99%– 1% no caso de um deus intrometido aparecer.

Era como você está jogando um jogo perfeito de rpg, mas com um gameshark que o tornava invencível no jogo.

(Magusgod: Para curiosidade, gameshark é um disco que contém vários cheats para jogos, tem dicas, trapaças e etc….Era bem comum usar na época do PlayStation 1.)

Às vezes sonhava com o tempo que era humano, cheio de incertezas, sangrando, quebrando ossos, o furor de uma batalha, o medo da morte. Estava sentido falta dessas emoções bem humanas. No entanto o poder de um Deus era atraente demais para simplesmente abandonar.

Agora estava nessa situação e mais uma vez iria perder minha divindade, o que já estava se tornando uma piada sem a menor graça.

Estava caminhando pelo longo corredor das instalações de pesquisa até o local aonde criei meus quatro filhos. Passamos por diversas portas, Solis de segurança, até finalmente chegar a uma vasta sala com diversos aparelhos científicos criado por mim.

Na lateral esquerda havia quatro tanques vazios, aonde criei Juno, Júpiter, Pandora e Héstia. Na lateral direita estava um único tanque com o corpo de um adolescente com aparentemente 16 anos, corpo definido e esquio, cabelos dourados como ouro.

Estava na posição fetal, segurando seu joelho, em suas costas conectado por vário tubos de alimentação.

Aquele não era outro se não eu mesmo: minha versão humana 2.0 para ser exato.

“Lyam…Você criou um…”

“Ele é como os mecha-antideuses, uma casca vazia, porém é uma replica 100% igual a mim”respondi, manuseando alguns aparelhos científicos, abrindo o tanque, derramando líquido por toda sala.”O criei prevendo uma possível morte do meu corpo, o considere como um jarro vazio que vai receber minha alma.”

“Ele não me parece totalmente humano” disse ao inspecionar o corpo da minha versão 2.0.

“Usando【Engenharia Genética Mágica】e【Bioquímica Avançada】, criei um corpo humano superior, densidade óssea e muscular é quatro vezes maior do que um humano normal. A grande mudança foi no cérebro, criado para poder conter milhões de tetrabytes de informação!”

Como meus filhos, esse corpo era um humano evoluído, com exceção que não tem capacidade de gerar e controlar ondas psiônicas. Infelizmente não era possível criar um corpo que pode aguentar a manipulação de duas energias diferentes.

No fim, criei meu corpo para ser capaz calcular e controlar de forma eficiente meu poder mágico

“Às vezes me pergunto se você não é um idiota por hobby” disse para si mesmo.”Sinto muito em dizer, mesmo transferindo sua alma para o novo corpo será impossível controlar todo esse poder.”

“Eu estou ciente, entretanto estou pensando em fazer algumas modificações na forma de selar meu conhecimento.”

“Lyam, o que pretende?”

“Realmente não é possível transferir todo conhecimento para minha versão 2.0, mas é ser for uma única classe?” perguntei com um sorriso.

A capacidade cerebral de armazenamento do meu novo corpo e muito grande. Se for apenas uma classe não haverá problemas.

A questão é que classe escolher?

Se fosse antes eu teria escolhido sem pensar duas vezes a【Supreme Master of Magic】, mas estou cogitando a ideia de escolher a classe【Supreme God of War】devido a possível batalha quando chegar a primavera.

“Ser for uma única classe é possível controlar em seu novo corpo” disse por fim.”É quando as classes restantes?”

“Vou desfazer tudo o que eu fiz e transferir para Akasha.”

“Akasha?”

“É uma biblioteca dimensional, contendo diversos conhecimentos, que pode ser acessado com a mente por um seleto grupo de pessoas escolhido por mim, até agora apenas meus filhos tem acesso a ela. Veja Akasha como um imenso terminal de informações sem forma que pode ser acessado com a mente.”

Akasha é um ambicioso projeto espiritual, foi necessário certo esforço e um trabalho árduo de cálculos quânticos de Hipérion para tornar a ideia viável. Por enquanto apenas meus filhos tem acesso, mas no futuro vou tornar acessível a todos povos de Aayós.

Com auxilio de Desy criamos centenas de círculos espirituais formando uma complexa formação espiritual. Ao mesmo tempo que minha alma for transferido para o novo corpo, sacrificando minha divindade, vou desfazer as classes e domínios restantes.

Após refletir bastante decidi permanecer com a classe 【Supreme God of War】, por ser uma classe que oferece diversas habilidades marciais e fortalecimento do corpo – já que vou me tornar um mortal novamente é a classe mais apropriada.

Desy era uma maga poderosa, nas questões mágicas vou contar com ela a partir de agora.

Coloquei meu novo corpo no centro da formação e me deitei ao lado.

“Para iniciar o ritual de transferência me mate….Glupp…” sem hesitação, Desy fincou uma lança de ossos em meu coração.”….Não tão rápido…”

“É a sua punição por mentir para mim, Lyam.”

Ela perfurou outra vez meu coração.

Então eu morri pela terceira vez.


Ponto de vista Desy

Após sua morte, a formação espiritual ativou, iniciando a transferência de sua alma para seu novo corpo, ao mesmo tempo extraindo todas habilidades. Estava um pouco feliz por poder ter o matado, era sua punição por ter mentido para mim.

Somente um cego não saberia que todos aqueles três eram seus filhos.

A cada minuto que passava sua alma ficava livre de toda aquela poluição de energias caóticas, tomando a forma de uma nebulosa aonde era visível centenas de estrelas.

Em toda minha vida nunca vi alma igual ou mais bela do que a de Lyam.

Dentro de sua alma podia ver os dois lendários fragmentos da chave virkelighet. Então, a singularidade em sua alma que eu nunca consegui identificar, tornou-se mais clara, revelando ser um glifo antigo.

Usei meu conhecimento em glifos antigos, mas não conseguir chegar a uma tradução clara.

“…Que infernos é isso…”

“É uma providência divina” respondeu uma voz juvenil atrás de mim.”O glifo é uma língua falada no tempo de Virkelighet, significa Sorte, em alguma vida passada ele encontrou um Deus Primordial e foi abençoado por ele com a 【Providência da Sorte】!”

Me virei, encontrando meu pai em sua forma jovem saindo das sombras. Ele caminhou até aonde estava a alma de Lyam, encarando o glifo【Providência da Sorte】com olhos nublados de desejo.

“Por duas vezes ele desafiou seu destino, tornando-se um Deus, por duas vezes falhou. O destino é implacável, não importa quantas vezes ele tente se tornar um Deus, sempre irá falhar. Mas com a 【Providência da Sorte】existe uma chance dele conseguir transcender para um ser de igual poder com a de um Deus, por que ele tem a sorte de seu lado.”

Estava surpresa. Nunca imaginaria aquela estranha singularidade seria algo tão especial. Um【Deus Primordial】são os primeiros deuses a surgirem após a criação do universo. De acordo com meu conhecimento, deuses primordiais zelam e protegem as leis estabelecidas pelo criador Virkelighet.

“Minha filha, você fez bem em o alertar” disse meu pai.”Entretanto, existe outro fator que está provocando o descontrole e a corrupção de sua alma.”

Franzi a testa. Se houvesse fatores externos eu teria notado.

“Os fragmento da chave Virkelighet são uma relíquia de grande poder mágico” disse para mim.”Junto com todo conhecimento da árvore da sabedoria, que graças a sua sorte não enlouqueceu, seu poder mágico se tornou instável e passou a corromper sua alma.”

Sempre suspeitei na época que Lyam era humano, como era possível ele produzir tanto poder mágico. Mesmo quando deus seus poderes eram bastantes anormais. Agora tudo vazia sentindo. Os fragmentos da chave Virkelighet fornecia o poder mágico extra, aumentando sua magia a um ponto que começou a corromper sua alma.

A princípio pode ser benefico, mas é como uma bomba relógio, chegaria uma hora que sua alma não suportaria mais tanto poder mágico. Eventualmente sua alma seria consumida.

“Ser for verdade, pai, então irá acontecer a mesma coisa com o novo corpo.”

“Sim, por esse motivo estou aqui. Antes sua alma estava fundida com os fragmentos tornando impossível retirar sem destruir sua alma, mas nesse momento sua alma está se separando dos fragmentos” suas mãos foram envolvidas com ondas de poder mágico, com um movimento rápido pegou os dois fragmentos da chave Virkelighet.”Seu poder mágico não será gigantesco como antes, mas será estável. Agora vou sair, antes que ele desperte e me veja.”

“Pai, Mia e Sofie estão bem?”

“Eu gostaria de provocá-lo mas um pouco, porém já que eu tenho os fragmentos da chave não faz sentindo continuar com nosso jogo. Após ele resolver toda essa confusão no oeste, vou devolver tudo que eu peguei……Mas como prêmio….” materializou um espada vermelha como sangue e jogou em minha direção.”Vou estar devolvendo Sanguinário como adiantamento hahaha!”

O laboratório ficou mais escuro, com os dois fragmentos da chave, desapareceu me deixando sozinha.

Olhei para espada Sanguinário, pensando em uma forma de dizer que meu pai devolveu a espada e o salvou de ter a alma corrompido novamente pelos fragmentos da chave Virkelighet.

Não entendo bem como funciona a【Providência da Sorte】, mas era obvio a grande sorte dele nas situações de infortúnio.

Um idiota sortudo.

Comentarios em HDUM arco 3: Capítulo 15 (Reescrito)

Categorias