Kuork

Apenas Tradutores Errantes

iLivro

1 vs 3! (3 Parte Final)

 

Ponto de vista Llachar

 

1 Parte

 

Anna lutava para permanecer em pé e seu rosto era preenchido por inúmeras gotas de suor. Eu era imune ao fogo dele, e Arian controlava o elemento água, que anemizou o calor escaldante.

Se não fosse por sua magia de defesa [Petálas de Lótus], Anna e Arian teriam sido derrotadas. Apesar que esse foi apenas seu segundo ataque, uma poderosa magia de fogo que pode transformar centenas de guerreiros em cinzas, para mim era claro que ele usou 40% de seu poder mágico naquele feitiço. É para completar o pesadelo, ele invocou a besta mágica mais assustadora que eu vi em minha vida, Tifão, digno de ser classificado como um tipo pesadelo.

Lyam, um mago assustador, o que me faz orgulhosa por ele ser meu amante.

“Anna, por quanto tempo você vai conseguir manter o modo heroico?” Eu perguntei, pois o que estava a nossa frente iria exigir todas nossas forças combinadas.

“C-consigo manter por mais dois minutos….” Ela respondeu, ofegante.

“Eu consigo manter meu estado berserker rubro por mais cinco minutos, vamos ter que lidar com Tifão dentro desse tempo, vai ser uma batalha difícil, mais difícil se Lyam atacar junto!”

“Ele não irá nós atacar enquanto estivermos enfrentado essa besta mágica, ele vai usar esse tempo para recuperar seu poder mágico enquanto sua besta mágica nos enfraquece.” Respondeu Arian, seu rosto estava um pouco pálido, mas sua respiração era regular.

Sereia falou:

[As escamas de Tifão tem alta resistência á ataque mágico, ataques físicos serão mais eficazes, aconselho a senhorita Arian enfrentar o criador Lyam, enquanto vocês duas lutam contra a besta mágica.]

Eu pensei a mesma coisa, apesar do trabalho duro, vai ser interessante enfrentar uma besta mágica tipo pesadelo, vou poder ir com tudo!

Eu assenti com a opinião do solis Sereia, e falei para Arian:

“Vou deixar com você a parte mais difícil, tenha cuidado, ele ainda não revelou suas presas!”

Arian assentiu e uma lótus de água surgiu abaixo de seus pés e a levou flutuando no ar.

Me virei para Anna e avançamos ao mesmo tempo para cima daquela monstruosa besta mágica.

Tifão esticou suas cabeças de hidras, nos atacando com seis bocas cheias de dentes pontiagudos e mortais. Eu desviei da primeira cabeça que acertou o solo, e crie uma meia lua flamejante para bloquear outra duas cabeças. Anna desviou de todos ataques e usou a técnica lança perfurante, explodindo uma das cabeças da besta mágica. Mas, logo se regenerou como se nada tivesse acontecido, as cabeças de hidras tem uma regeneração poderosa.

A cabeça principal mugiu bem alto e disparou junto com as três cabeças da esquerda, chamas negras em nós duas, não havia tempo para eu fugir do seu ataque, eu parei, gravei a espada no solo da arena e gritei:

“[Fortaleza das chamas]! ”

Meu corpo foi envolto em chamas e a imagem de uma fortaleza vermelha, apareceu a minha volta, me protegendo das chamas negras. Fortaleza das chamas é uma técnica defensiva poderosa, que faz a técnica torre invencível parecer uma piada. Como esperado da técnica fortaleza das chamas, o fogo negro não causou nenhum dano.

Anna evitou o ataque com sua incrível velocidade e usou a técnica dança da lança, criando seis silhuetas idênticas, iniciando uma tempestade de ataques sob as cabeças de Tifão.

“Não posso ficar para trás! [Tempestade de espadas abrasadoras]! ”

A espada divina se incendiou e com uma greve minha, centenas de silhuetas de espadas em chamas atacaram ao mesmo tempo, iniciando uma verdadeira tempestade abrasadoras, junto com as centenas de silhuetas de lanças que choviam sob o poderoso tifão.

*Clang!* *Clang!* *Clang!* *Clang!* *Clang!*

Cada golpe criava um ruído metálico, suas escamas eram duras como mitral, e todas cabeças que eram destruídas voltavam a se regenerar, tornando aquela besta mágica quase invencível.

“MUUUUUU!!!!!! SSSSSSSSSSSS!!!!!” Tifão mugiu e sibilou ao mesmo tempo, em uma cacofonia desagradável, que feriu meus ouvidos. Me deixando atordoada e no meu campo de visão vi uma das garras acertando Anna, a lançando contra a barreira que tremeu com o forte impacto, e caiu no chão, com vários hematomas roxos em seu corpo. As cabeças da direita se prepararam para lançar uma névoa ácida que uma fez eu vi derreter uma besta mágica em segundos.

Se Anna fosse atingida por aquele ataque, seria seu fim.

Eu relaxei meus ombros e soltei um longo suspiro, limpei minha mente de qualquer pensamento e me concentrei em toda força em meus braços.

Soltei um longo suspiro calmo e falei:

”[Espada das chamas purificadoras]! ”

Chamas brancas dançaram envolta da minha espada, eu chutei o solo, criando uma cratera, aparecendo de frente para as setes cabeça e com uma greve horizontal a espada criou uma meia lua de chamas brancas poderosas que cortou toda sua metade superior, incinerando no mesmo instante sem dar chances de se regenerar, com sua metade superior destruída a poderosa besta mágica, Tifão, tombou.

Eu derrotei a poderosa besta mágica, tipo pesadelo!

Eu caminhei até Anna que rastejava no chão, segurando firme sua lança, com um olhar feroz em seus olhos. Mesmo com todo seu corpo quebrado ela não largou sua lança e não desistiu de lutar, mesmo quando não podia ficar em pé.

Essa garota, realmente é uma heroína, invejo sua força de vontade.

Eu a ajudei a se levantar, suas pernas tremiam e parecia que desmaiaria com um simples soco.

“Você está péssima.” Eu falei, com um sorriso amargo.

“Eu sei.” Ela respondeu, forçando um sorriso.

“Anna, você lutou bem, pode descansar!”

Ela balançou a cabeça e respondeu:

“……Não posso descansar……Tenho que ajudar, Arian!” Disse ela, sua voz fraca, mais seus olhos queimavam de força de vontade.

Eu acariciei sua cabeça e soltei suspirei de alivio por ter conseguido lidar com um dos problemas. Agora tenho que aproveitar os poucos minutos que resta do modo berserker rubro e atacar com tudo que tenho, pois depois que acabar o modo berserker rubro, meu corpo sofrerá um grave fardo e serei inútil por várias horas.

Eu me virei para ver como andava a lutava entre Lyam e Arian, então eu senti algo se apróximar em uma incrível velocidade, sem qualquer chances de me defender foi pega por várias línguas que pareciam tentáculos que saia da boca inferior do Tifão que eu pensei ter derrotado, o bizarro que ele estava se movendo sem sua parte superior, e com uma poderosa força me puxou para dentro da sua enorme boca cheia de dentes de adaga.

Eu fui arrastada e antes que eu fosse engolida, gravei a espada entre seus dentes pontiagudos, Tifão fechou sua boca me acertando com seus vários dentes pontiagudos. Se fosse uma armadura normal, teria sido destruída e meu corpo todo perfurado. Mas, aquela era uma armadura divina, criada pelo próprio Lyam, e como esperado da armadura [Raposa gananciosa] não houve nenhum arranhão, apenas a pressão desconfortante de seus dentes.

Anna andou em minha direção, apoiada em sua lança, seu andar foi lento e vagaroso e quando chegou a poucos metros de distância, caiu de joelhos e com sua mão direita ergueu sua lança e apontou para a língua que me puxava.

Ela ofegava bastante, seu modo heroico já tinha acabado, cobrando seu preço sob cada músculo dela, e mesmo assim ela conseguiu levantar sua lança, com seu braço trêmulo.

“…….[Lança perfurante]! ”

Sua lança foi encoberta por uma fraca luz verde, desenhando uma linha verde até a língua da besta mágica. Ela arremessou, sem força, e a lança traçou sua trajetória até a língua, perfurando a língua do Tifão, me libertando, e ao mesmo tempo brandi minha espada divina, usando a técnica [Queda da lua flamejante], fazendo Tifão engoli uma lua flamejante, explodindo, fazendo seu corpo explodi de dentro para fora, lançando seu sangue nojento para todo lado da arena e depois se transformando em uma névoa, retornando para o grimório mágico de Lyam.

Meu modo berserker rubro acabou e todas forças do meu corpo me abandonou, dando lugar a um extremo cansaço.

Eu me joguei no chão da arena e lá permaneci assistindo toda luta entre Lyam e Arian.

 

2 Parte

 

Ponto de vista Lyam

Tifão foi derrotado, como esperado, pois se havia alguém que pudesse derrotar ele, era Llachar. A regeneração surreal do Tifão frustaria muitos magos e guerreiros, mas Llachar era uma poderosa guerreira que pode causar grande danos, é sua espada classe divina aumentaria seu poder de fogo.

Agora o jogo estava decidido, com Llachar e Anna derrotada, não haveria menor chances de eu perder.

“Pelo seu sorriso, tudo foi como planejado e você deve estar pensando que já ganhou, estou certa?” Perguntou Arian.

“Desde quando você pode lê mentes?” Perguntei assustado.

Ela soltou um riso divertido e falou:

“É fácil ver através desse seu sorriso bobo, meu amor!”Disse ela.“Mas, você está me subestimando!”

Abaixo de seus pés floresceu uma grande lótus de água que a envolveu e ao mesmo tempo disparou várias pétalas de água, cortantes como uma lâmina de aço. Lancei a magia divina [Muralha de Luz], bloqueando as várias pétalas cortantes e contra ataquei com uma lança de fogo, ataque que foi interceptado por suas pétalas de água que flutuava a sua volta, desde que iniciamos nossa luta, entramos nesse impasse.

Eu ataco, ela bloqueia. Eu contra ataco, ela bloqueia.

Nesse ritmo vou acabar esgotando minhas forças.

Arian soltou um suspiro irritado e falou:

“Já que você esta me subestimando, vou acabar com você! [Modo: Senhora das águas santa]! ” Todo seu corpo foi coberto por uma armadura espectral que reluziu luzes douradas, em sua mão apareceu uma lança colorida, como um arco-iris, o que me fez me lembrar do dia em que ela usou esse modo no teste da associação mágica.

Ela apontou sua lança espectral e lançou o feitiço [Lança trovão arco-iris], disparando um poderoso trovão multi-colorido.

“Invocação tripla! [Muralha de luz]! ”

Três largas muralhas espectrais de luz se ergueram do solo, bloqueando o ataque devastador de Arian, que se chocou violentamente, provocando um grande clarão, seguido pelo som de vidro sendo quebrado, o som das minhas barreiras sendo destruídas. Eu flutuei para o alto, escapando do ataque dela, antes de destruir a última barreira e me acertasse em cheio.

No ar fui recebido por Arian que disparou outro [Lança trovão arco-iris] a queima roupa. Me eletrocutando no meio do ar, eu tossi sangue e cai impotente no chão. Com todo meu corpo quebrado e minhas roupas se transformaram em trapos. Sentindo que parte do meu corpo foi queimado pelo trovão arco-iris.

“[Asas da diva da água]!” Em suas costas quatros asas espectrais surgiram, como as asas de uma fada. Suas asas vibraram e ela disparou como uma flecha de água, criando várias silhuetas, lançando uma chuva de golpes de sua lança arco-iris, me golpeando.

*BAMMM!* *BAMMM!* *BAMMM!* *BAMMM*

“…Urghhhh……” Com cada ataque da lança eu cuspia sangue e por mais que meu corpo fosse resistente, eu sofria o impacto da lança contínua que causa dano aos meus órgão internos.

De repente a chuva de ataque parou e Arian me ergueu pelo pescoço, seu olhar era furioso, e gritou:

“Pare com isso e lute a sério!” Gritou ela furiosa para mim.“Se você não lutar com tudo que você tem eu nunca vou te perdoar!”

Ela me largou e girou sua lança e gritou:

“[Templo da diva das águas]! ”

Arian golpeou o chão, criando uma rachadura da qual irrompeu uma corrente de água que preencheu toda a arena e enormes pilares espectrais surgiram das águas e com eles vários espíritos das águas.

“Essa magia de campo do livro [Diva da água e dos raios] convoca um templo das divas aquáticas, podendo convocar inúmeros espíritos de águas além de inundar todo terreno com água, o que vai me dar vantagem, já que tenho a habilidade [Senhora das águas] que vai converter água em poder mágico, me recuperando e fortalecendo meus feitiços. Então, Lyam, lute a sério e pare de facilitar a luta, se não eu vou te matar!”Gritou ela furiosamente.

Eu me levantei e Teia se aproximou, lançando magia divina de cura em mim, curando todos meus ferimentos e hematomas.

Me levantei, olhei para ela, e falei:

“Se eu lutar sério, vou acabar de machucando……É eu não queria isso, mas vendo como você está sendo séria eu não tenho escolha, por favor me perdoe!”

Eu olhei para ela mais uma vez e gritei:

” Ativar [Modo: Rei celestial]! ”

Toda minha energia divina explodiu e circulou por meu corpo, fazendo minha pele reluzi e meu cabelo crescer e se tornar chamas brancas. Duas asas de fogo surgiram em minhas costas, seguidos por várias formações em minha pele e todo meu corpo reluzia com uma luz pálida e meus olhos lançaram um brilho dourado.

Arian franziu sua testa e disparou [Lança trovão arco-iris], eu apontei minha mão direita para céu, materializando uma espada de cabo dourado e lâmina branca, espada de duas mãos maior do que a espada classe divina de Llachar.

Essa e a segunda espada classe divina que eu criei, que chamo de [Espada de Apollo]!

Minha energia divina dançou enlouquecidamente envolta da minha espada classe divina e usei sua habilidade especial única que posso usar uma vez por dia.

“Ativar [Tormenta celeste]! ”

Minha espada disparou um raio dourado para o céu, que se transformou em um grande circulo dourado com o símbolo do sol cruzado por dois raios, e do circulo divino centenas de relâmpagos divinos acertaram impiedosamente tudo que estava abaixo e bloqueando o ataque de Arian, cada raio que atingia o templo da diva das águas, destruía seus pilares espectrais e destruía centenas de espíritos de água.

Arian conjurou gigantescas pétalas de lótus que a protegeu de todos relâmpago divinos, e depois de dez segundos a tormenta divina terminou e a arena parecia a cena de uma guerra, não havia sinal de água ou dos pilares espectrais, apenas incontáveis crateras.

Arian escapou dos relâmpagos divinos, mas pagou seu preço, esgotando quase todo seu poder mágico. Mas, ela não iria desistir só com isso, então ergui minha mão esquerda, materializando uma segunda espada do mesmo tamanho da anterior, porém essa espada era translúcida e roxa, uma espada fantasmagórica.

Essa era a terceira espada classe divina que eu criei,[Espada de Hades]!

Minha energia espiritual dançou em volta da espada e soltou um som choroso e ao mesmo tempo um uivo lamentoso.

Eu ativei sua habilidade especial única:

“Ativar [Campo da morte]! ”

O ar vibrou junto com o choro fantasmagórico da espada e eu atirei a espada contra Arian, mirando em seu corpo. Ela conjurou várias magias de defesas, que não deteu o avanço da espada de Hades, que atingiu em cheio seu corpo, passando por ela como se fosse um fantasma e finalmente atingiu o chão criando um circulo espiritual gigantesco.

Eu sorri para Arian que não entendeu o que tinha acontecido e eu expliquei:

“A espada de Hades é espiritual e não pode cortar a carne de qualquer coisa viva nesse mundo, porém pode matar qualquer tipo de energia que eu desejar, por exemplo,[Todo poder mágico sob o circulo mágico deve morrer]! ”

O circulo espiritual lançou um brilho fantasmagórico e todo poder mágico na arena morreu, desfazendo a barreira de proteção e o modo senhora das águas santa de Arian, que caiu no chão, com o rosto pálido enquanto respirava com dificuldade.

“Você perdeu, meu amor!”

“…E-eu perdi….uhhh…” Ela começou a chorar, me fazendo me sentir um péssimo homem.

Eu desfiz o modo rei celestial é cai ao lado dela, extremamente exausto por usar tanto poder mágico, divino e espiritual.

Com a força restante que eu tinha eu a abracei e olhei para seus grandes olhos cinzas e falei:

“Arian, quer se casar comigo?” Eu perguntei um pouco envergonhado.

[Huhuhuhu, esse o meu mestre!]

[Tão romântico, veja Hipérion aprenda com nosso mestre!]

[Bobagem, casar, eu prefiro ser desmontado vivo!]

Os solis começaram a sua típica briga e provocação.

Arian piscou surpresa e gaguejou ao falar:

“….V-você está falando sério?”

“Sim, eu amo você e não quero mais ficar separado de você por tanto tempo, então o que me diz?!”

Eu no começo iria lutar bravamente para ganhar e não te que me casar, mais durante a luta eu percebi a quanto a amo e que nunca mais quero ficar tanto tempo separada dela, cansando vai nos permitir viver sob o mesmo teto e formalizar nossa relação amorosa perante o mundo.

Ela me abraçou e começou a soluçar e respondeu com um grito:

“SIMM!!!”

Eu abracei e a beijei carinhosamente, sentindo suas lágrimas salgadas.

“Ah, mas……Eu vou ter que me casar com Llachar também….”Eu disse sem jeito.

“Se for ela não tem problema, eu gosto dela!” Respondeu Arian com belo sorriso.

Esqueci de falar, mas em Argus é permitido se casar com mais de uma mulher.

Normalmente um lorde ou nobre tem duas ou mais mulheres.

“…Talvez Anna também….No futuro…”

“Hummm….Anna, tudo bem!”Ela assentiu.

“…Bem, sabe tem a Charlotte…….Talvez Engelil……Quem sabe no futuro a rainha…” Eu citei as possíveis mulheres que eu provavelmente vou me casar e a cada nome uma carranca foi surgindo na linda testa de Arian, que por fim se levantou e saiu correndo gritando “Morra, mulherengo idiota!” e outros xingamentos.

Arian é fofa quando está brava!

Nesse dia eu derrotei Arian, Llachar e Anna.

….É pedi Arian em casamento.

> Título adquirido: Senhor celeste!

Até que eu gostei do título!

Comentarios em HDUM: Capítulo 26

Categorias