JNH: Capítulo 13


Capa JNH

Because Janitor-san Is Not a Hero

Autores: Péng huā xún píng (棚花尋平)
Tradutor: Pyown

Akari ①

Kurando deu uma explicação simples.
Iruniiku a resgatou do ataque da aranha.
Ele não mentiu para ela; Kurando deu-lhe uma breve e vaga explicação.
「É isso mesmo, muito obrigada.」 (Akari)
Akari que compreendeu o estado de coisas se curvou honestamente.
Em um ano, Akari tinha amadurecido um pouco.
O cabelo negro curto de Akari se adaptava à sua esbelta construção. Sua expressão inicial não mudou mesmo depois da invocação. Mas, ela parecia cansada das dificuldades que ela enfrentou.
Uma pele cobria seu peito branco, e outra cobria sua cintura e abaixo. Durante a retirada, sua bagagem foi descartada. O arco de Akari e sua grande faca foram confiscados por Kurando.

「Uh, o que você vai fazer a partir daqui?」 (Kurando)
「Estou pensando em sair amanhã de manhã. Por favor, posso passar a noite? 」(Akari)
Kurando criou um pote de terra como ele ouviu-a falar. Ele preparou carne e ervas para adicionar à refeição que estava sendo feita.
Depois que a água foi derramada em uma tampa foi colocada no pote de barro.
Akari assistiu com espanto.
「Como você aprendeu magia?」 (Akari)
「Huh, umm, a partir de um livro didático.」 (Kurando)
「De um livro?」 (Akari)
Sendo confundida Akari inclinou a cabeça. Ela esperou o cozinheiro para terminar de cozinhar. Kurando explicou por que ele estava aqui.

Depois que a explicação terminou, Akari teve uma expressão se desculpando.
「…… D, desculpe.」 (Akari)
「Hmm ~?」 (Kurando)

「Zelador-san, você pode não saber da sociedade deste mundo, mas essa investigação não foi pedida aos superiores.」 (Akari)
「Ah, entendo? bem, deixando esse assunto de lado, é muito problemático para investigar. 」(Kurando)
「Alias, zelador-san seu poder foi roubado por uma criança da minha classe …… 」(Akari)
「Isso não tem nada a ver com você. 」(Kurando)
「…… é Akari. Meu nome é Akari · Fujishiro.」(Akari)
「Então, Akari-san. 」(Kurando)
「Você não tem que usar honorífico. Zelador-san qual é o seu nome …… 」(Akari)
「Umm, ah ~, Hasebe Kurando, mas eu estou bem com sendo chamado de Zelador-san. Não há necessidade de se desculpar Akari.」(Kurando)
Akari ainda tinha uma expressão cheia de pesar.
A sala é tingida de laranja-claro pelos espíritos do fogo aquecendo o pote.
Depois de um tempo Akari disse de repente algo.
「Neste mundo, existem atualmente 78 heróis.」 (Akari)
Kurando escutou silenciosamente para ela como ele mexeu o guisado com uma faca.

De acordo com Akari, há agora 78 「heróis」. Foram invocadas três turmas de 25 alunos, que compõem 75 alunos e 3 professores.
Kurando não estava incluído.
A 79ª pessoa que foi invocada, Kurando o zelador, é um tema tabu entre os outros. Neste mundo, sua existência é um segredo entre eles.
Entre os invocados, a existência de Kurando os deixa perplexos. Eles escolheram esquecê-lo. E assim, com o passar do tempo, falar sobre Kurando tornou-se um tabu.
No entanto, com o passar do tempo não dissipou o dilema interno que eles sentiam. Neste mundo, eles tiveram que utilizar sua capacidade sem demora. E assim, o valor de uma habilidade foi dado a conhecer.
Como diz o ditado, cada pessoa por si mesma.
É verdade que um aluno tinha roubado a habilidade de Kurando.
Entre as pessoas que foram invocadas, havia um garoto com duas 「bênçãos divinas」 (providência). Durante o primeiro mês da invocação, ele subjugou um pássaro que comia homens. Algum tempo depois, o aluno aniquilou uma organização de comércio de escravos. Ele encontrou uma cura para a doença conhecida como a “princesa das trevas”. E, ele também melhorou a cafeteria das pessoas que foram invocadas da escola.
A pessoa em questão é atualmente um caçador, um pesquisador, um pioneiro, e ele vive sua vida como um aventureiro. Ele engana os assuntos internos do país. De entre as pessoas que foram invocadas, ele de longe tinha feito o maior número de realizações. Ele se destaca do resto, e ele tem a maior influência entre os que foram invocados
O aluno ganhou mais influência e tornou-se líder do grupo. Ninguém pode discutir com ele sobre ter roubado a habilidade de outra pessoa.
Não há nenhum benefício de confrontá-lo e causar um escândalo. Há apenas deméritos.
A maior razão por que Akari deixou-os tem a ver com o grupo não procurando um método para 「retornar ao japão」.
De entre os invocados, ninguém o criticou. E, ninguém expressou sua opinião.
De alguma forma, ela se sentiu errada e é por isso que Akari aceitou o convite de Makushiimu.
Não houve objeções. Ela conseguiu a aprovação de Hayato. Mais tarde, Akari se viu perdendo tempo brincando com a política do país. Ela não podia deixar de achar a situação desagradável.

Akari falou como se ela estivesse vomitando um discurso.
「Phew, umm, foi isso muito?」 (Akari)
Akari esperou por uma resposta. Kurando tirou um pauzinho e uma tigela feitos de uma árvore caída.
「Uma configuração heroica de heróis. Parece deprimente, e com certeza é uma dor para os adultos a assumir a responsabilidade pelos alunos. Ficarei perturbado se heróis vierem aqui. Portanto, você vai manter isso em segredo?」(Kurando)
Do pote, Akari recebeu um cozido para comer.
「Aqui, coma antes que esfrie. Você não quer ficar maior? 」(Kurando)
Kurando colocou uma tigela grosseiramente feita na frente de Yukishiro.
Yukishiro habilmente lambeu a tigela como um lanche da tarde.
「…… Não é pouco em tudo.」 (Kurando)
Kurando faz um barulho atordoado, cada vez que Akari pediu mais.
「É delicioso, mas isso é guisado ou é curry?」 (Akari)
「É curry com sabor cozido.」 (Kurando)
「…… oque é isso?」 (Akari)
Parece que as ervas que foram adicionadas deram ao guisado um sabor como curry.
「Umm, bem, ele só passou a revelar-se desta forma.」 (Kurando)
「Eh, foi uma experiência?」 (Akari)
「…… sem importância.」 (Kurando)
「Eu vejo. Que ingredientes você usou no ensopado? Fazendo com os tipos de coisas que existem aqui? 」(Akari)
「Umm, quando eu fui trazido aqui, recebi um suprimento de comida; Entre os suprimentos havia um pacote dissolúvel. Aparentemente é bastante nutritivo. Eu fui alimentando alguns para Yukishiro. 」(Kurando)
Akari parou de comer e olhou longe de sua tigela. Ela viu Yukishiro apaixonadamente comendo o guisado.
「Yukishiro, você quer dizer Iruniiku?」 (Akari)
「Sim. É o filho do grande Iruniiku que você e seus companheiros caçaram 」(Kurando)
Rosto de Akari empalideceu e ela abaixou a cabeça com vergonha.
「Akari não é nada que você tenha que se preocupar. Você já explicou as circunstâncias. Embora, eu não compreenda as intenções dos outros caçadores que estavam envolvidos. 」(Kurando)
「 …… por que você me salvou? Eu sou a inimiga da besta mágica pai. Em primeiro lugar, não Iruniiku intencionalmente incitou a aranha gigante espinhosa (Atorabashiku)? 」(Akari)
Kurando pensou por um longo tempo antes de responder.
Deveria ele dizer a verdade, ou deveria enganá-la?
「Quem sabe.」 (Kurando)
「…… huh? Então, como você sabia que nós viemos aqui para caçar um grande Iruniiku? 」(Akari)
「Eu assisti o seu grupo, e eu estava ouvindo suas conversas. 」(Kurando)
Kurando faz uma risada animada.
「Eh, então, mesmo no último ano–」 (Akari)
「–Eu sabia que no próximo ano alguém viria aqui.」 (Kurando)
Akari franziu as sobrancelhas.
「…… Zelador-san tem você incitado a aranha gigante espinhosa (Atorabashiku)?」 (Akari)
「O que você acha?」 (Kurando)
「…… por que fez algo assim?」 (Akari)
Kurando faz uma expressão genuinamente animada.
Ele não entendia por que ele simplesmente fez.
「Se eu tivesse atraído-a, haveria um problema?」 (Kurando)
Akari estava perplexa com a resposta inesperada. Ela respondeu com raiva.
「Esse「 pesadelo 」, e a petrificação, é um completo–」 (Akari)
「assassinato –perfeito?」 (Kurando)
「S, sim.」 (Akari)
「Bem, é assassinato, não é? Você não veio aqui com a intenção de matar? 」(Kurando)
Akari ficou sem palavras.
Ela tinha visto o Zelador-san que não deveria estar aqui.

Comentários