JNH: Capítulo 14


Capa JNH

Because Janitor-san Is Not a Hero

Autores: Péng huā xún píng (棚花尋平)
Tradutor: Pyown

Akari ②

「Bem, hipoteticamente, isso é, se eu tive atraído a aranha.」 (Kurando)
Akari ficou atordoada e ela foi incapaz de dizer mais nada.
「Primeiro, Yukishiro e eu somos companheiros iguais …… bem, é mais como eu estou contando com Yukishiro para me trazer comida.」 (Kurando)
Para colocar bem, tudo começou a partir do momento que seus companheiros caçaram a besta mágica pai Iruniiku; Cerca de um ano atrás.

「E foi o que me tinha acontecido desde que fui invocado aqui.」 (Kurando)
A partir de um olhar para baixo em sua tigela vazia, Akari levantou a cabeça.
「Foi bastante infeliz. Embora, eu tenho arrependimentos, é relacionado … 」(Kurando)
Kurando continuou a brincar com a cauda do Yukishiro com sono.
「Bem, e foi assim que Yukishiro e eu ficamos unidos. 」(Kurando)
Kurando percebeu a expressão confusa de Akari, mas ele continuou a provocar o orgulhoso Yukishiro com sono porque era divertido.

「Isto pode ser da perspectiva de alguém do Japão, mas. Ah, desculpa a conversa tinha sido muito longa. Bem, ouça. Talvez, é melhor fugir do que ser preso em assuntos de outras pessoas. Embora, para levar os outros é muito difícil, não é? 」(Kurando)
「Para uma pessoa incapaz, ela já teria falhado. 」(Kurando)
Sem parar Kurando continuou a falar. Talvez depois de um ano e meio tendo passado, ele estava sedento por uma chance de falar com alguém.
「Quando alguém assume a liderança ele têm responsabilidades, e as pessoas não virão para ajudar.」 (Kurando)
「Alguém tem escolha a não ser usar a violência em retaliação. Se várias pessoas forem mortas e houver um dano moderado, as autoridades devem ser notificadas. Você não concorda que é uma escolha difícil? Seria alguém dizer que é vingança? 」(Kurando)
「Você entende o que isso significa para um líder para assumir a responsabilidade de um fracasso? 」(Kurando)
「Se por algum acaso alguém morresse, seria auto-defesa excessiva?」(Kurando )
「Bem, para mim seria「xeque-mate」.」 (Kurando)
「Para mim, então, eu não teria escolha a não ser matar. Não pode ser ajudado se alguém vá longe. A vingança seria apenas uma pretensão. De qualquer forma, isso não pode ser ajudado se alguém morre 」(Kurando).
「 É razoável, ――phew. 」(Kurando)
Kurando deu a cauda de Yukishiro um balanço antes de larga-la. Yukishiro deitou de peito e fechou os olhos. Kurando sorriu ironicamente, pois não havia nada mais para distraí-lo.
「Portanto, não é certo para atrair a aranha, bem, para matar, os caçadores que voltaram?」 (Kurando)
Por alguma razão Akari ficou agitado.
Ela não interpretou mal as coisas que Kurando havia dito. Porque Akari tinha se acostumado com a maneira sugestiva em que Makushiimu falou.
Como diz o ditado, o predador deve se preparar para ser a presa. E não se esqueça disso.
Embora o significado pode ser inverso, ainda significa a mesma coisa.
No entanto, a questão, desta vez, era diferente. O predador, a aranha, foi incitado a matar pessoas.
Ahaha , desculpe-me. Vou chegar ao ponto. Em outras palavras, eu não quero morrer. 」(Kurando)
「Por que você iria morrer …… não poderia ter simplesmente fugir? 」(Akari)
「Bem, luta e caça são duas coisas diferentes. Assim, é uma má ideia para Yukishiro para lutar uma batalha. E mais ainda, Yukishiro não gosta de fugir. 」(Kurando)
「Que tipo de relacionamento– 」(Akari)
「 –digamos, uma pessoa que é um ladrão invade sua casa. Você entrega seus bens? 」(Kurando)
「VOCÊ NÃO DECIDIU LUTAR DE OVLTA? 」(Akari)
Akari falou de volta com raiva.
「Um, por aqui só há Yukishiro e eu. Eu deveria ter-lhe dito desde o começo. Peço desculpas se houve um mal-entendido. Perdoe-me por soar suspeito, tem sido um tempo desde a última vez que falei com outro humano. 」(Kurando)
A declaração soou bastante razoável.
Após a declaração, houve um sentimento de inquietação entre Akari e Kurando.
Quando Kurando falou, ele parecia indiferente para a vida e a morte de outra pessoas–
–Akari ficou intrigada pela forma como Kurando estava agindo; Isso a irritava, e então ela percebeu.
Porque, embora indiretamente Kurando mencionasse matar pessoas. E isso a tinha aborrecido.
Akari tinha ouvido apenas alguns relatórios de uma pessoa invocada matando alguém. Uma guarda imperial disse-lhe que este mundo não é semelhante à Idade Média européia. Embora seja um pouco diferente, este mundo pode ser descrito como entre a revolução industrial ea Segunda Guerra Mundial. Mas, no lugar das máquinas, há magia.
Em outras palavras, mesmo dentro da fronteira remota, a vida e a morte de uma pessoa não é levada a sério.
Há leis, eo Estado é democrático.
「Por que você deve matar pessoas por causa de uma besta mágica?」 (Akari)
Há uma linha tênua entre um humano e uma besta mágica; É também o mesmo no Japão.

「Porque havia apenas Yukishiro ao redor?」 (Kurando)

Kurando disse algo descuidado.
「Eu sou nada mais do que um homem comum do Japão. Você tem alguma queixa sobre isso? Depois que fui invocado, algum pirralho roubou meu poder especial. E então, fui deixado no meio de uma montanha nevada; Eu estava sozinho, sozinho. Para não mencionar, eu não tive uma palavra a dizer sobre o assunto. Embora, eu não me arrependa eu tinha de suportar com o isolamento. 」(Kurando)
「Não teria sido melhor para descer para a civilização? 」(Akari)
「Não é como se eu estou com medo de estranhos. Bem, eu estava tentando expressar gratidão para o descendente de Iruniiku, Yukishiro, que tem sido cuidando de mim. Sem Yukishiro eu poderia ter enfrentado uma crise. Bastante patético, certo? Portanto, você entende porque eu tive que matá-los? 」(Kurando)
Kurando acariciou as costas de Yukishiro que estava dormindo.
「Mas, se alguém descobrir ……」 (Akari)
「Eu poderia ser morto. É por isso que não pode ser vazar isso. 」(Kurando)
Akari desvia o olhar, olhando para baixo.
「…… então, o que vai acontecer comigo? Para manter em segredo, você vai me matar? 」(Akari)

Kurando enviou os espíritos do fogo para a Akari desanimada para vê-la com mais clareza.
Akari tem dezessete anos. Para uma criança, ela é bastante impertinente.
Embora Kurando entenda isso, ele não pode deixar de achar isso absurdo.
Teria sido melhor se ele nunca encontrasse essa pessoa; Mesmo assim, ela é apenas uma criança?

Ele nunca considerou a possibilidade.
Kurando já não pensava nessa pessoa como uma mera criança.
Neste mundo, eles estão em pé de igualdade, ou talvez sua posição é inversa.

Em outras palavras, Kurando era descuidado.
Ele baixou a guarda porque a companhia era uma pessoa invocada. E, Kurando tinha pensado na pessoa como uma criança.
Originalmente, ele deveria esconder a existência de Yukishiro e exigir que Akari mante-se a sua existência um segredo para reembolsar o favor. E por fim, ele queria aprender qualquer informação sobre se eles podem retornar ao seu mundo natal ou não.
Não, teria sido uma ideia melhor salvá-la da aranha e depois deixá-la ao pé da montanha. Esse teria sido o curso de ação mais adequado.
Poderia ter sido melhor para Akari não aprender os detalhes do massacre. E então, Kurando deveria ter cuidado e cautelosamente tentado ficar sem ser detectado.
Neste mundo, ele deveria ter se misturado e vivido uma vida tranquila.
Kurando foi atraído pela tentação e foi iscado. Ele está enojado com seu antigo eu japonês.
Mesmo assim, ele não deveria estar.

Para matar ou não …
Seria desfavorável para Kurando se Akari informasse o governo central. E, Dorugan não pode ser raciocinado com.
Além disso, é desconhecido se ou não Akari vai vender o Zelador-san.
É chocante que ele seja o cérebro por trás do ataque da aranha. No entanto, Kurando não é suposto existir e nenhum entre os que foram invocados têm o direito de julgá-lo.
Ninguém o ajudou e nem Kurando quer sua ajuda.
Seria ingrato de Akari se ela não pagar o favor de quando Yukishiro tinha salvo-a da aranha.
E assim, mesmo se Kurando estava por trás do incidente, ela ainda foi salva pelo cérebro.
Cedo ou tarde, Kurando e Yukishiro poderiam ter tido que matar alguém.
Se alguém pensa sobre essas coisas, isso é inevitável. E assim, seria realmente assustador se alguém cometeu tais atos sem sequer perceber.
Bem, talvez matar neste mundo não pode ser ajudado?
A partir da fofa besta branca, que não foi capaz de ganhar a guerra.
Kurando que pensou sobre essas coisas só pode rir.

Comentários