MCHHS: Capítulo 111


Capa MCHHS

Main Character Hides His Strength

Autores: Road Warrior (로드워리어)
Tradutor: Pyown

Indo Para o Palácio Demoníaco (2)

“Parem-o.”

Espadachins do Império usando uniformes chamativos estavam correndo para atacar Sungchul com suas lâminas brilhantes na mão. No entanto, eles foram achatados no convés quando Cassandra dividiu o ar como um mata-moscas. Sungchul prosseguiu enquanto caminhava sobre a ponte do navio do almirante Androgoras sem interferência.

Dimitri procurou rotas de fuga, mas era mais difícil escapar de Sungchul do que tirar a própria vida.

“Hey, Comandante.”

Sungchul estava diante dele como se pelo destino. Sungchul não parecia feliz nem chateado, ele inspecionou Dimitri com seus olhos indiferentes.

“Você deu as mãos ao Rei Demônio?”

Sungchul perguntou diretamente. Sua pergunta era extremamente simples, mas sua simplicidade era por que isso era direto ao ponto.

Os olhos de Dimitri tremiam incessantemente. Ele finalmente organizou seus pensamentos caóticos e começou a falar.

“Se você está falando de alianças, isso não é verdade. Nós só… por necessidade imediata…”

Como ele continuou a gaguejar através da sua explicação, ele sentiu algo duro e frio tocar seu pescoço. Foi Fal Garaz. A cabeça de Fal Garaz foi levada ao pescoço dele.

“Resuma.”

As intenções de Sungchul eram claras. Era uma ameaça contra sua vida se continuasse a falar bobagens. Sofisticação: pena de morte. Discursos prolongados: pena de morte. Jogos de distorcer palavras: pena de morte. Apenas quando Dimitri estava preparado para usar sua língua de prata, ele se tornou como um rato preso em um canto.

“Nós chegamos a um acordo.”

Dimitri engoliu profundamente antes de ceder e deu a informação.

“Que tipo de acordo?”

“P-para impedi-lo de alcançar o Rei Demônio…”

“Entendo.”

Sungchul, que ouviu tudo o que queria ouvir, abaixou Fal Garaz e voltou atrás. Ele não tinha nenhuma queixa em particular com Dimitri de qualquer maneira. O homem que ele tinha visto na Cidade Dourada era arrogante e estava cheio de si mesmo, mas, na realidade, Dimitri era um cão de caça fiel para os poucos da elite. Ele não era nada mais e nada menos.

“O que você vai fazer agora?”

Bertelgia levantou a questão.

“Eu vou apenas andar o caminho que eu estava andando antes.”

Ele caminhou até a cabeça do navio. Dimitri, que acabou de ser trazido de volta da beira da morte, estava esfregando o próprio pescoço enquanto olhava para as costas de Sungchul com uma expressão atordoada. Sungchul olhou para trás quando chegou à frente do navio e falou com uma voz clara.

“Eu vou te matar de verdade se você me seguir.”

Dimitri recuou e continuou balançando a cabeça. Foi nesse momento que a missão das cinco frotas do Império Humano, que foram enviadas para o Reino Demônio, com o propósito de deter Sungchul, terminou em fracasso.

Agora, o único humano restante no Reino Demônio era Sungchul. Uma luz colorida de origens desconhecidas iluminou os céus escuros além do deserto infinito em uma luz misteriosa, e além dos céus distantes, alguns gritos solitários podiam ser ouvidos espontaneamente de tempos em tempos. Um fedor sulfúrico se agarrava à ponta do nariz como uma sombra. Aquele fedor sulfúrico fraco indicava que eles haviam entrado no Reino Demônio propriamente dito.

Isso significava que todas as emboscadas unilaterais que ele havia experimentado, e todos aqueles encontros que pareciam acidentes, agora se tornariam mais organizados. No entanto, o item divino mantido nas mãos de Sungchul funcionou para repelir a emboscada do Exército Demônio. O Lorde Demônio liderando um exército notou Fal Garaz na mão de Sungchul e voltou para o seu castelo como se sua bunda estivesse em chamas, fechando-se.

Sungchul, que era bem versado em psicologia demoníaca, sabia que o motivo de sua fuga abrupta era em parte devido ao medo que tinham dele, mas também era para evitar muitas perdas e dar uma vantagem aos exércitos demoníacos rivais. Os demônios eram criaturas de interesse próprio. Se virtudes como compaixão e simpatia, respeito e confiança pelos outros fossem removidas de uma mente humana, isso deixaria algo não muito diferente de um demônio.

Nuvens de tempestade e enxofre. Os céus do Reino Demônio, envoltos em névoa, não tinham noite e dia separados. Sungchul andou em um ritmo que não era muito rápido nem muito lento em direção ao Palácio do Rei Demônio. A razão para o seu ritmo razoável era se preparar para qualquer emboscada em potencial. Até vermes se contorcem quando pisados, e um rato preso em um canto é obrigado a morder o gato.

Sungchul descobriu algo enquanto caminhava pela terra devastada. Havia objetos parecidos com bambus saindo da terra escura como grama. Havia tantos deles que não seria um exagero chamá-lo de campo verde.

No entanto, a grama não crescia na superfície do Reino Demônio, com exceção de algumas pedras ou cavernas subterrâneas.

Sungchul puxou a Arma Demoníaca Cassandra e atingiu poderosamente uma parte do tubo. Quando o chicote fez contato, o próprio ar pareceu ficar tenso por um momento antes que uma explosão de luz irrompesse, seguida por uma poderosa explosão. Essa única explosão pode não ter afetado Sungchul no mínimo, mas não teria sido o caso se o número de explosões crescesse. O campo verde que parecia se estender até o horizonte desapareceu rapidamente em uma cadeia de explosões. A terra escura ficou brilhante como o dia, e o próprio mundo pareceu tremer por alguns minutos.

“Uwah… Não haveria nenhum pedaço de mim se eu estivesse ali.”

Bertelgia falou com uma voz chocada.

“…”

Sungchul não teria morrido, mas Bertelgia poderia ter sido apanhada na explosão. Ele não pronunciou esse fato.

Quando a explosão diminuiu, Sungchul começou a andar pela paisagem alterada cheia de crateras.

“Por que você está tentando se levantar contra a calamidade?”

Bertelgia perguntou de repente no meio de sua caminhada. Era um assunto que não havia sido discutido antes, já que seu objetivo sempre foi levar Sungchul pelo caminho de um criacionista, mas agora que eles estavam finalmente se aproximando da eliminação do Rei Demônio, ela ficou curiosa.

“Você está talvez tentando ser um herói? Tentando salvar o mundo como os sete heróis?”

Porque Bertelgia estava incomodando Sungchul do lado, Sungchul respondeu de uma maneira calma.

“Eu não sou um herói.”

Ela tentou falar mais algumas palavras, mas não conseguiu. Os olhos e o rosto de Sungchul ficaram tão diferentes do que antes que ele agora exalava uma atmosfera perigosa. Não foi até muito tempo depois que Sungchul não estava mais tão rígido. Ele olhou para a enorme montanha de pedra negra que se erguia na escuridão. Quando ele se aproximou, a porção inferior que estava escondida pelo horizonte se revelou lentamente. A base da montanha foi esculpida como o rosto de um demônio com dois olhos e uma boca cuspindo fogo vermelho. Era a única maravilha esculpida no monótono e enfadonho Reino Demônio. Pandemônio. O rei demônio residia aqui.

Sungchul falou enquanto se movia em direção ao Palácio do Rei Demônio.

“É resolver a Maldição da Extinção.”

“Hm?”

Ela inclinou a cabeça diante a repentina resposta.

“Você não perguntou antes? Sobre o motivo pelo qual estou enfrentando a Calamidade.”

“Oh aquilo? Você não parecia feliz com isso… então eu ia deixar apenas.”

“Estou lhe dizendo para que você possa manter isso em mente.”

Sungchul disse assim antes de acelerar o passo. Seu ritmo lento cresceu mais rápido até que ele começou a correr. O cenário ao redor dele passou rapidamente com o vento. No entanto, o distante palácio do Rei Demônio não parecia estar se aproximando. Foi por causa da enorme distância entre ele e o palácio.

A montanha na qual o rosto flamejante foi esculpido era simplesmente tão maciça. Mesmo se todas as montanhas de uma nação estivessem empilhadas uma em cima da outra, ainda assim não corresponderia ao seu tamanho, e as chamas que eram expelidas intermitentemente alcançavam as nuvens. Cada vez que isso acontecia, as nuvens disparavam um relâmpago vermelho e jogavam uma chuva de água no chão, mas as gigantescas chamas devoravam a água antes mesmo de atingir o chão.

Sungchul entrou naquela terra sedenta sobre a qual a chuva nunca parou. Na frente dele estava uma multidão de incontáveis ​​demônios. Não foram os soldados oportunistas dos Lordes Demônio, mas o exército do Rei Demônio, Hesthnius Max.

“…”

Sungchul olhou para eles com indiferença. Talvez porque ele já tivesse matado a todos com uma reputação do seu nome na expedição anterior, não havia ninguém aqui que parecesse particularmente forte.

‘Eu terminarei isso o mais rápido possível.’

Sungchul fez essa promessa para si mesmo quando avançou. Quando aquele pequeno, mas significativo, passo tocou o chão, uma formação mágica apareceu acima das forças demoníacas. Sungchul rapidamente reconheceu que a formação mágica extremamente complexa era para um feitiço de teletransporte de longa distância. Ele também sabia que isso não era uma técnica mágica dos demônios, mas uma dos humanos. Além da formação mágica, havia uma aeronave com um corpo elegantemente branco.

Os olhos de Sungchul se contraíram.

‘Essa é Procrustes. Não é o navio almirante de Aquiroa?”

A Segunda Campeã do Continente Executora Aquiroa. A responsável por afastar os doze campeões da frente do Pandemônio há oito anos se atreveu a mostrar-se diante de Sungchul. Um canto dos olhos de Sungchul se acendeu com chamas de raiva.

‘Você é a única pessoa que eu quero matar, não importa o quê.’

Sungchul recordou o rosto de uma menina que dormia, que se tornou como uma árvore. Sua pele sempre macia e corada tornou-se endurecida como uma casca de madeira, e a superfície estava coberta de fungos brancos, como se coberta de neve.

“Brazen”

Sungchul falou como se cuspisse as palavras de seus lábios. Estava cheio de emoção que não podia ser testemunhada antes. Bertelgia podia sentir, do bolso, que seu coração estava batendo de maneira diferente de antes. A aeronave branco puro saiu da formação mágica e parou sobre a cabeça dos demônios. Uma velha usando uma túnica e uma máscara gravada com letras indecifráveis ​​estava acima da aeronave.

“Sungchul! Você não sabe que tipo de coisa tola você está tentando agora ?!”

Aquiroa falou como se estivesse repreendendo uma criança.

“Ainda não é tarde demais. Pare com essa tarefa idiota e volte. Se você fizer isso, eu não apenas pouparei sua vida, mas também considerarei restaurar seu nome.”

Naquele momento, a terra soltou um grito ensurdecedor. Fal Garaz atingiu sua superfície.

Os demônios que estavam em formação caíram no caos diante dos terremotos inesperados. Um dos demônios apontou para a direção de Sungchul.

“O-olhem!”

Na direção do dedo demônio estava Sungchul segurando uma pedra que era do tamanho de uma casa.

“…”

Sungchul levantou levemente a pedra e a atingiu no ar com Fal Garaz. Aquela pedra massiva voou como uma bola de beisebol e bateu criticamente na aeronave branco puro.

‘Boom!’

A cabeça da aeronave começou a se inclinar para o lado com aquele único golpe, e as rachaduras começaram a se formar por toda parte. Aquiroa, que esteve de pé na aeronave em alto astral, começou a vacilar com o golpe.

“Seu desgraçado idiota! Você não mudou desde o passado!”

Aquiroa levantou a mão e duas estranhas figuras semelhantes a humanos apareceram instantaneamente atrás dela.

“Vão! Meus soldados! Restrinjam esse homem tolo de cometer o seu ato insensato!”

As duas figuras simplesmente saltaram da aeronave assim, e lançaram seus corpos em direção a Sungchul. Sungchul observou os seres misteriosos voando em sua direção.

‘O que é isso?’

Existiam existências que sua coleção de experiências e conhecimentos aprimorados por incontáveis ​​batalhas não reconhecia. No entanto, não havia nenhuma regra que ele teve que disseca-los porque ele não os reconheceu. Sungchul atingiu o chão com seu martelo e fez com que incontáveis ​​fragmentos de pedras voassem até as estranhas criaturas. Pode ser considerado um ataque leve, mas com a força divina instilada nos fragmentos de pedras, elas tinham o poder de transformar qualquer criatura viva em farrapos. Os fragmentos atingiram seu alvo, mas algo estranho ocorreu quando os fragmentos as atingiram. Os fragmentos haviam simplesmente perfurado seus corpos semitransparentes.

Os olhos de Sungchul se contraíram.

‘Eles são um tipo de Slime?’

Aquiroa que viu essa cena começou a rir.

‘Kekeke… Você era apenas um guerreiro idiota e tolo. Um fracasso que não conseguia seguir a longa tradição de combinar espada e magia. Você pode ter crescido um aspecto a um grau extraordinário, mas como você está tão inconsciente que sua fraqueza é tão brilhante?’

As criaturas que ela criou possuíam maleabilidade e durabilidade que excediam a de um Slime. A menos que fosse uma espada particularmente afiada de grande valor, possuía perfeita tolerância contra armas contundentes que transmitiam força bruta.

No entanto, houve outro alguém que tinha a mesma linha de pensamento; o demônio que ficou em segundo lugar entre os demônios do Reino Demônio, Kant Emile. Ele havia descartado sua carne e se tornado um Slime na tentativa de parar o ataque de Sungchul. No entanto, esse nível de sagacidade foi transformado em pó diante da força esmagadora de Sungchul.

‘Wham!’

Sungchul golpeou os inimigos persistentes com seu martelo. Não foram nem vários golpes. Apenas um único golpe. Nesse único golpe, as estranhas criaturas literalmente explodiram. A fluidez superior e o poder regenerativo que ostentavam não tinham significado na frente de Sungchul.

O corpo de Aquiroa ficou momentaneamente enrijecido.

‘Isso não faz qualquer sentido…! Foi capaz de suportar um golpe de um nível de força de 700 durante o teste…?!’

Ela não sabia da verdadeira extensão do poder de Sungchul.

Sungchul, que havia matado as criaturas, ergueu a pedra mais uma vez. O alvo era o navio almirante de Aquiroa, Procrustes.

Aquiroa percebeu sua intenção e começou a gritar com os braços balançando no ar em pânico.

“Sungchul! Eu tenho algo a dizer! Isso é muito importante.”

“O que você poderia ter a dizer agora?”

Sungchul fez a pedra voar com Fal Garaz. A aeronave branco puro começou a tremer visivelmente quando apitou, e um de seus mastros caiu quando ela se partiu.

Aquiroa falou novamente no convés caótico.

“Eu sei porque você está desapontado. Você não está desapontado porque escolhemos simplesmente atrasar a Calamidade?”

“Você sabe muito bem.”

“Nós não estávamos tentando atrasar! Estávamos preparando outro método!”

“Por que você está me dizendo isso agora?”

“Porque você não era ninguém naquela época. Sinceramente, você não estava no ponto em que era um ninguém que sequer teria entrado nos 13 Campeões do Continente se não fosse pelo apoio do Imperador? Nós não queremos compartilhar essa informação com alguém assim!”

“Você está dizendo que você tem um método agora?”

Sungchul lançou um olhar cínico para Aquiroa. Ela sentiu a repulsa subindo da ponta dos pés enquanto assentia.

“Fale. Desse método.”

Sungchul falou sem rodeios.

“Eu não posso dizer.”

“Sério?”

Sungchul deu um sorriso amargo enquanto abaixava o martelo. Aquiroa, que percebeu isso, reuniu coragem para falar de novo.

“E vamos precisar de um pouco mais de tempo.”

Foi um deslize. Algo que não deveria ter sido dito. Os olhos de Sungcuhl cuspiram raios de hostilidade que causaram arrepios. Aquiroa visivelmente vacilou ao tentar recuperar o erro.

“Espere! É só um pouquinho mais. Estará completo em apenas um pouco mais de tempo. Tudo o que precisamos agora é tempo. Tempo!”

“Você realmente acredita que pode atrasar a calamidade? Mesmo que ela possa ser adiada, quanto mais sacrifício você pode justificar? Até todos, exceto você, morrerem?”

Aquiroa podia determinar que as negociações haviam chegado ao fim com a expressão calma de Sungchul. Ela começou a agitar seus dois punhos como louca enquanto gritava com sua voz irritada.

“Por que você vai tão longe! Sungchul Kim!”

“…”

“Aquela criança que você está tentando salvar não é nem do seu sangue!”

Sungchul, que ouviu isso, baixou a cabeça para olhar no bolso e falou com calma.

“Bertelgia.”

“Sim?”

“Vá para o armazenamento um pouco.”

Quando Bertelgia hesitou, Sungchul falou de maneira estranhamente suave e gentil.

“Não vai demorar tanto tempo.”

Comentários