MCHHS: Capítulo 114


Capa MCHHS

Main Character Hides His Strength

Autores: Road Warrior (로드워리어)
Tradutor: Pyown

Cidade Sobre o Rio (1)

A notícia da queda da Primeira Calamidade, o Rei Demônio e o inexplicável massacre dos demônios do Reino Demônio se espalharam pelo continente em um ritmo acelerado. Mesmo os plebeus que não estavam bem familiarizados com a Calamidade estavam celebrando a súbita extinção dos Demônios que estavam ameaçando a fronteira norte, mas os que estavam no poder com o acesso à informação tremiam de medo do perigo que poderia aparecer a qualquer momento e qualquer lugar.

Dois meses se passaram rapidamente em comemoração e medo iguais. Não havia sinal dos sinistros Sete Heróis, mas soberanos de cada nação espalhavam espiões dentro de sua soberania para serem os olhos e ouvidos em preparação para a nova Calamidade.

Enquanto isso, em certo lugar dentro do continente, havia um movimento secreto, mas significativo, ganhando força.

“Aquele que nos salvou não foi o Imperador dentro do Palácio Real, os 13 Campeões do Continente, nem as igrejas servindo aos deuses. Foi um solitário herói solitário.”

Começando com os soldados que sobreviveram à feroz batalha em Harupaya, um movimento para comemorar um certo indivíduo começou.

Foi difícil fazer um julgamento racional e objetivo durante a batalha devido a ser levado pela paixão e espírito de grupo. Mas depois que as águas outrora turvas se estabeleceram, conseguiram chegar a uma conclusão simples e clara. O Inimigo do Mundo Sungchul Kim, apesar do que é dito sobre ele, veio se juntar à batalha para resgatá-los, e que ele matou o temido Rei Demônio sozinho.

Foi um feito que a elite dominante não queria nem poderia alcançar.

Ninguém ousou iniciá-lo, mas uma vez foi criada uma organização para reavaliar o Inimigo do mundo, as pessoas que costumavam trabalhar como subordinados de Sungchul, especialmente soldados da divisão “Leão de Lucerne” anteriormente liderada pelo próprio Sungchul – a maioria dos quais eram forçosamente chutados para fora e se tornaram alcoólatras – reuniram-se em massa para quebrar seu longo silêncio e se juntar. O súbito aparecimento de uma meia-bela e meia-morta garota horrível e um velho místico que alegou ter encontrado Sungchul pessoalmente também chamou a atenção.

O Império Humano manifestou que iria dar a punição para os envolvidos neste movimento rebelde ter lugar em seu império, mas independentemente disso, a organização que adoravam Sungchul cresceu gradativamente mais ampla dentro da escuridão. Do outro lado do mundo, Sungchul que era agora o foco de toda essa atenção já tinha deixado o Reino Demônio localizado no extremo norte e foi em vez vagando ao longo da Cordilheira Grito da Borda da Espada no extremo sul.

“Merda.”

Não foi uma ocorrência frequente de palavrões escaparem dos lábios de Sungchul. Ele estava mais inclinado a ficar em silêncio durante os tempos difíceis, mas o calor escaldante da Cordilheira Grito da Borda da Espada e a torrente infindável de insetos, sem mencionar a selva labiríntica que parecia não ter fim, foi suficiente para testar a paciência sobre-humana de Sungchul. Um calabouço complicado poderia ser resolvido fazendo seu próprio caminho através das paredes, mas aqui as árvores e raízes se regenerariam durante a noite, não importando o quanto ele as destruísse.

“Uuuuh… eu acho que estou começando a ter fungos no meu corpo!”

Bertelgia também estava sofrendo em seus próprios termos. A umidade e as abundantes bactérias da selva eram o pior ambiente para preservar um livro. No entanto, ela deve ter preferido o ar livre em comparação com o Armazenamento da Alma como ela teimosamente seguiu as costas de Sungchul e suportou. Infelizmente, ela parecia estar chegando ao limite.

“Aqui está uma proposta surpresa!”

Bertelgia ficou no caminho de Sungchul.

“Um rápida pausa. Que tal?”

Sungchul assentiu e procurou um bom lugar para descansar. Havia um benefício para a região conhecida como Cordilheira Grito da Borda da Espada, que mesmo os elfos amantes da floresta evitavam se aventurar: Havia muitas fontes termais de alta qualidade para descansar. Sungchul dirigiu-se para uma dessas fontes em que ele estava de olhos. Incomodava-lhe que essa região estivesse repleta de esqueletos de criaturas que ele não reconhecia, mas a fonte termal em si era de primeira qualidade.

Sungchul tirou as roupas e submergiu na água quente da fonte termal.

“…”

O Pato Dourado que ele carregava no bolso era um bônus. Sungchul olhou para o Pato Dourado flutuando na corrente passiva enquanto lavava a fadiga acumulada durante sua exploração na selva. A razão pela qual ele tinha atravessado a Cordilheira do Grito da Borda da Espada do extremo sul, a partir do extremo norte do Campo de Batalha do Reino Demônio, era procurar um segredo que ele havia descoberto há muito tempo. Foi Multilançamento. O segredo de um dos sete heróis, Sajators. No entanto, Sajators era um cara desagradável do começo ao fim. Os dois itens que ele havia dado em relação ao volume secreto de Multilançamento eram completamente inúteis.

O primeiro item que era o mapa feito de couro de Goblin, talvez devido à passagem do tempo, não correspondia ao ponto em que nenhum marco no mapa pudesse ser encontrado. O segundo item, o anel com a pedra azul só podia ser decifrado em palavras fragmentadas que não podiam ser lidas de nenhuma forma lógica. A primeira e única vantagem real que ele tinha era o texto antigo escrito na metade inferior do mapa feito de Couro de Goblin, mas infelizmente tudo o que Sungjin conseguiu fazer com seu nível de compreensão foi traduzir partes aqui e ali. A mensagem abaixo foi o que Sungchul conseguiu decifrar.

[Se… você perguntar… poderoso… e forte… manhã… É bonito… Animal pequeno… anel… que desfruta… sol… brilha… a terra… é resolvido… junto… aria… por… o segredo…]

Bertelgia tentou decifrar, apenas no caso, mas os resultados não foram muito diferentes. Na verdade, seu conhecimento foi bastante prejudicial, fazendo com que sua tentativa se tornasse mais fragmentada e caótica do que a tentativa de Sungchul.

“Hm…”

Já fazia um mês desde que ele esteve perambulando na cordilheira. Sua mente e corpo estavam ficando exaustos pela exploração infrutífera, mas havia pouco mais que ele pudesse fazer. Sungchul, que alcançou grandes alturas como guerreiro e como mago, não teve muita oportunidade de crescer. O multilançamento também foi uma habilidade necessária na preparação para a próxima batalha com os Sete Heróis. Uma única habilidade de alto valor pode ser a diferença crítica contra um adversário igualmente igual.

Sungchul submergiu seu corpo profundamente na água e levantou a janela de status.

“Benção, Status.”


[Bênção]

  • Espírito Indomável 
    (Imunidade a Ataques Mentais)
  • Bênção do Deus do Caos 
    (Força, Destreza, Aumento de 10% em Vitalidade 10%)
  • Herdeiro de Hércules 
    (+100 de Força)
  • Linhagem de Berserkers 
    (Bônus Maior para Regeneração quando abaixo de 10% de Vitalidade)
  • Campeão da Humanidade 
    (Resistência +50)
  • Arco Rápido do Reino dos Altos Elfos 
    (+30 de Destreza)
  • Coração de Um Antigo Guerreiro 
    (+5 Força, Resistência, Vitalidade)
  • Aquele Que Se Opõe a Calamidade 
    (Todos os status +10, Qualificação)

[Status]

Força 999+ Destreza 864 
Vitalidade 813 Poder Mágico 592 
Intuição 598 Resistência Mágica 720 
Resistência 513 Carisma 28 
Sorte 28


A bênção que ele ganhou quando estava cuidando do Rei Demônio lhe concedeu algumas qualificações desconhecidas, juntamente com o grande benefício de aumentar todos os seus atributos em 10. Ele não tinha certeza do que era, mas definitivamente não era uma benção normal. Dando uma olhada em seus status, Sungchul pôde adivinhar que aquele que lhe concedeu a nova bênção, aquele que opõe a calamidade, era poderoso o suficiente para ofuscar todas as suas outras maldições.

Foi principalmente devido às mudanças em ambos o seu carisma e sorte. O Carisma e a Sorte de Sungchul estavam presos em 18 e não se moviam desde então devido a uma certa maldição. Era uma prova inegável de que a existência que lhe concedeu a bênção superava aquele que o amaldiçoou quando a maldição foi desfeita; permitindo que os dois status subissem.

‘Deuses foram as principais forças por trás da calamidade como esperado.’

Sungchul, que pensou isso, balançou a cabeça antes de permitir que descansasse. Ele veio aqui para relaxar. Todos esses pensamentos complicados eram desnecessários. O que ele tinha que fazer era cristalino.

Quando ele olhou por cima da folhagem espessa, ele podia ver nuvens brancas flutuando preguiçosamente no céu azul. Sungchul fechou os olhos e se permitiu relaxar na água morna que envolvia seu corpo e o fluxo letárgico do tempo.

Ele ficou assim por muito tempo, e de repente, do nada, Sungchul sentiu uma presença. Era a presença de alguém extremamente dissimulado e experiente. Sungchul abriu os olhos para procurar a fonte daquela presença e sorriu maliciosamente.

‘É um gato das Fontes Termais?’

Era um gato enorme com um casaco na cor das nuvens. Era um dos animais que os cruéis aristocratas do reino Rutheginea mantinham como animais de estimação ou gado. Seu tamanho era quase tão grande quanto um tigre, mas era uma criatura dócil que gostava de descansar em fontes termais.

O gato grande parou na frente da fonte termal e cuidadosamente mergulhou a pata dianteira para verificar sua temperatura antes de mergulhar com um esguicho. Quando Sungchul olhou, o intruso espiou de volta antes de bocejar.

“Woah. Gato das fontes termais? Ele é adorável.”

Bertelgia, que estava secando seu corpo com a luz do sol em uma pedra ao lado da fonte termal, descobriu o gato e voou para o céu.

“Pode ser melhor se você não voar por aí assim.”

Quando Sungchul estava terminando seu aviso, o Gato das Fontes Termais saiu da água e correu em direção a ela.

“Hiii-ii!”

Bertelgia imediatamente tentou recuar, mas o gato foi um passo mais rápido. O gato das Fontes Termais a pressionou no chão com a pata dianteira molhada.

“M-me salve!”

Sungchul observou sua forma lamentável com um sorriso antes de falar com o gato em voz baixa.

“Vá embora.”

Depois de uma breve disputa de vontades, o gato soltou um miado para expressar seu descontentamento antes de voltar a mergulhar seu corpo no ponto anterior.

“Eu pensei que estava morta. Por que está agindo assim? Esse valentão! Papai disse que eles não machucam os humanos…”

“Você é um livro agora. Você é do tamanho perfeito para ser curioso.”

“Uuu… é esse o caso?”

Sungchul recostou-se e olhou para o céu antes de retirar um anel de seu Armazenamento da Alma e deixar o sol refletir em sua superfície. Era um anel de pedra preciosa azul que ele recebeu de uma missão.

O anel azul de pedras preciosas, agora banhado pela luz do sol, irradiava luz brilhante, porém inútil, em todas as direções.

‘Eu não acho que vou ser capaz de encontrar uma resposta a esse ritmo.’

As coisas não estavam indo bem. e isso foi até com ele em pé no meio dela. Ele queria desesperadamente encontrar as pistas para o Multilançamento, mas nesse ritmo, não haveria fim para isso. Sungchul decidiu deixar a selva para explorar os territórios humanos. Foi um pouco perigoso, mas ele não tinha outras ideias. Não só isso, mas ele também tinha mais do que um pequeno desejo de deixar esta selva miserável.

Panchuria, a cidade sobre o rio. Havia o Império Humano ao norte e o reino dos lizardmans ao sul. Essa cidade independente que ficava entre a Cordilheira Grito da Borda da Espada era conhecida por seu comércio movimentado e abundância em produtos locais, mas também tinha climas terríveis e era famosa por ser uma fossa para a imundície humana que se filtrava de várias partes do continente.

Essa cidade era composta de muitos navios que eram mantidos juntos voluntariamente, ou não de bom grado, em cima de um grande leito de rio que lhe dava a habilidade essencial de literalmente mover a cidade efetivamente sobre a água.

“…”

Sungchul sentou-se sozinho em um barco robusto feito para cinco passageiros. O dono original do barco era um grupo de cinco bandidos que saqueavam o rio, mas o grito de alegria ao descobrir Sungchul tornou-se o momento final da celebração. Os cadáveres que atualmente seriam comida de peixe no fundo do rio haviam fornecido a Sungchul o precioso presente de um barco adequado e informações gerais sobre a cidade. A informação tinha grande valor para Sungchul, que nunca havia pisado em Panchuria antes.

Ele navegou no barco sem pressa antes de comprar algumas frutas de vendedores ambulantes de frutas que exibiam suas mercadorias e enfiou-as em sua boca enquanto olhava ao redor. Seus olhos finalmente encontraram a estrutura que procuravam. Era uma estrutura maciça composta dos corpos de 5 galés mantidas juntas por tábuas de madeira. O nome desse prédio, do qual o cheiro de álcool e o estridente barulho de luta podia ser ouvido no meio do dia, era a Casa do Imperador.

Não houve estudiosos aqui. Era um lugar de pandemônio cheio de ladrões e golpistas que compunham a população geral da Panchuria. Sunchul atracou o barco na Casa do Imperador e entrou no estabelecimento. Havia um grande cartaz de procurados preso no quadro de avisos ao lado da entrada.

[Qualquer um que possa fornecer informações sobre o Inimigo do Mundo receberá uma recompensa considerável – Governador de Panchuria, Loremei Chui]

Abaixo das palavras intensas estava uma ilustração vil do suposto Inimigo do Mundo. Felizmente, não havia necessidade de Sungchul esconder seu rosto nem mudar suas roupas.

‘Pensar que havia alguém pior do que eu no desenho.’

No entanto, havia um livro voador por trás daquela horrenda ilustração de Sungchul.

“O-o que é isso? Aquela coisa… Isso deveria ser eu?”

O livro desenhado por trás de Sungchul era de má qualidade e pequeno, com asas patéticas, mas, acima de tudo, o livro parecia ser muito fino.

“Eles acham que eu sou algum tipo de livro de figuras infantis ou algo assim?!”

A fúria de Bertelgia foi direcionada para sua falta de páginas.

Sungchul pressionou firmemente Bertelgia, que estava fazendo uma algazarra no bolso para acalmá-la, antes de dar um passo para a capela do bar, conhecida como Casa do Imperador.

Comentários