MCHHS: Capítulo 120


Capa MCHHS

Main Character Hides His Strength

Autores: Road Warrior (로드워리어)
Tradutor: Pyown

Ruínas (4)

A risada frívola ainda permanecia fresca em sua memória. Sungchul concentrou sua audição no som que ecoava na floresta. O som de outro golem ativando podia ser ouvido de um lugar distante. Ele imediatamente correu para aquele lugar para descobrir outro golem massacrando Carbuncles.

“Porque eles estão fazendo isso…?”

Bertelgia murmurou para si mesma enquanto olhava para os cadáveres dos Carbuncles.

“Parece que existe uma relação entre o Multilançamento e os Carbuncles.”

Os planos infantis de Sajators eram claros. Ele pretendia destruir todas as evidências para não ter que entregar o Multilançamento. Ironicamente, isso poderia ter apresentado uma oportunidade para Sungchul como se ele encontrasse Sajators neste lugar, ele seria capaz de terminar isso aqui.

Depois que Sungchul se livrou de mais dois golems, ele foi em direção ao barco que Kruut estava esperando.

“De onde você veio? Eu ouvi alguns sons maciços.”

“… A situação é pior do que eu pensava, mas se fizerem o que eu disser, vocês poderão voltar a Panchuria com segurança.”

Sungchul remou os remos para seguir em frente. A ponta da torre entre as árvores se aproximou e logo os sinais de uma ruína apareceram além das águas correntes. Era um cais arruinado feito de pedras empilhadas e gravada com o traço de uma passagem eterna do tempo. A corda para amarrar o barco já tinha apodrecido, mas o poste para amarrar a corda permaneceu. Sungchul puxou a corda e prendeu firmemente o barco antes de pisar no cais e olhar para os arredores.

A área ao redor do cais era diferente das outras áreas em que foi mergulhada em um silêncio mortal.

“Pode ser bom apenas esperar aqui.”

Sungchul pegou o apito deixado no barco; Foi o apito usado pelo estuprador para chamar seus amigos. Ele então entregou a Clarise.

“Se algo acontecer, use isso.”

Essas eram pessoas que Sungchul havia trazido por necessidade. Sungchul não costumava descartar as pessoas sob sua proteção. Se o fizesse, não seria diferente dos poucos da elite que tanto detestava. No entanto, houve uma exceção.

“Eu sugiro que vocês não façam nada desnecessário.”

Sungchul olhou para Kruut para enfatizar esse ponto. Kruut abriu os olhos e deu um aceno de cabeça.

Sungchul deixou o velho e sua neta para trás e se dirigiu para a frente. Ele usou a torre como marco para navegar pela folhagem espessa quando descobriu algo tão espetacular que o fez duvidar de seus olhos. Havia uma pirâmide de degraus bem preservada no meio da selva. Nem uma única videira ou folha de grama conseguiu penetrar dentro dessa relíquia. Era praticamente impossível que algo fosse mantido perfeitamente dentro da grande selva que estava irrompendo e se contorcendo de vida.

“Parece que esse é o lugar.”

O destino marcado no mapa feito de couro de goblin era simplesmente marcado com um X, mas era difícil imaginar que pudesse marcar qualquer outro local que não fosse esse.

Sungchul ativou o Olho da Verdade e examinou os arredores. Não havia técnicas mágicas sendo empregadas aqui em particular, mas a questão de como essa relíquia foi mantida para um estado tão puro tornou-se ainda mais evidente. Felizmente, essa pergunta foi respondida em breve.

Havia um único golem se movendo à distância. Esse golem era diferente dos outros golems de combate que ele havia enfrentado até então, como era de tamanho humano, com pernas mais curtas, tronco e braços produzindo uma imagem quase fofa. Usava seus braços curtos para verificar e limpar diligentemente entre a relíquia e a grama e galhos que cresciam muito próximos ou folhas caídas e coisas do tipo. Em outras palavras, esse golem era o zelador desta relíquia.

O golem não mostrou qualquer resposta a Sungchul, mesmo quando ele se aproximou. Em vez disso, ele agarrou a erva daninha que crescia embaixo do pé de Sungchul, arrancou-a com a mão curta e jogou-a fora antes de sair correndo.

“Esse parece ser feito pelo papai também. Papai era o único que poderia fazer um golem em miniatura.”

“Seu pai, que tipo de pessoa ele era? Ele não era um alquimista?”

“Sim, correto. Um alquimista. Ele só fazia itens alquímicos para vender quando eu era muito jovem, mas quando esse dia se aproximava, ele fazia principalmente golems. Os tritões do mar estavam ameaçando o mundo, sabia.”

“Tritões? Eles faziam parte da calamidade?”

Bertelgia concordou com a pergunta de Sungchul, mas não havia registros na Escritura da Calamidade sobre qualquer Calamidade relacionada aos tritões que viviam no fundo do oceano.

“Depois de encerrar a situação aqui, terei que ir diretamente para a Torre da Reclusão.”

Sungchul deixou o pequeno golem atrás dele enquanto caminhava em direção à entrada da pirâmide. A pirâmide no interior estava envolta em uma escuridão espessa e silêncio que lhe convinha.

Stomp.

O som de seus passos ricocheteou nas paredes para ecoar à distância. O corredor parecia se estender bem adiante. Sungchul acendeu a tocha que ele tirou do seu Armazenamento da Alma e entrou. No momento em que ele pisou na escuridão, palavras brilhantes apareceram diante de seus olhos.

[Você inteligentemente conseguiu encontrar este lugar. Eu o recebo em nome de Sajators.]

Quando as palavras se desvaneceram, o corredor que estava envolto em escuridão começou a se revelar à distância. As lanternas na metade superior do corredor iluminaram tudo de uma vez.

Depois que as lanternas foram acesas, um mural na parede do corredor que parecia ser desenhado no passado distante podia ser visto. Era difícil dizer qual era a sua forma original, tanto tempo tinha passado e o desenho que havia sido pintado tinha sido muito degradado pelo tempo.

Sungchul caminhou lentamente ao lado e olhou para o desenho. Representava seres humanos e animais sendo perseguidos pelos demônios e humanos que pareciam peixes. Os rostos dos humanos geralmente estavam cheios de medo, enquanto os demônios e os tritões eram indiferentes em geral. Acima do mural havia palavras antigas que eram difíceis de decifrar enquanto desciam daqui e dali. Sungchul tentou ler o que podia.

‘Vindo… eles… difícil… parar… socorro!… socorro!’

A tradução grosseira do texto parecia retratar o terror da calamidade.

Sungchul aproximou-se um pouco e apareceu outro texto à sua vista.

[No momento em que você estiver olhando para essas palavras, ou estaremos mortos ou teremos nos tornado heróis que salvaram o mundo.] 
[No entanto, podemos também ser algo que não se enquadre em nenhuma categoria, pois os seres humanos são seres ingratos. O capitão ainda mantém a fé dentro dos humanos, mas Vestiare e Ga Xi Ong não compartilham o mesmo sentimento.] 
[Eu estou em cima do muro por enquanto, mas… como tudo vai acabar?]

Sungchul poderia determinar quando essa relíquia foi criada depois de ler esse texto. Depois de deixar sua marca dentro do Palácio da Invocação, Sajators deve ter chegado a este lugar. Foi antes da batalha final com o mundo em jogo; antes que os Sete Heróis caíssem na Calamidade.

Sungchul continuou a andar para a frente. A condição do mural foi melhor preservada à medida que ele avançava, e ele logo descobriu uma imagem interessante. A raça com asas e bicos de pássaros. Os aviários. O texto antigo tinha algo gravado sobre eles. Sungchul traduziu essa parte com sua pobre capacidade de deciframento.

“Céu… perigo… deus antigo… subserviente… pingando… rei… socorro!”

Sungchul sentiu-se estranho ao ler essa parte. Demônios. Tritões. Aviários. As três calamidades apareceram na era dos Sete Heróis. No entanto, o conteúdo da calamidade era diferente do advento da atual calamidade. A Calamidade dentro da era de Sungchul foi a seguinte: Demônios, Sete Heróis, Guerra.

Deixando de lado os sete heróis, as outras duas calamidades que apareceram em sua época não estavam dentro dele.

“O conteúdo da calamidade pode mudar?”

Era uma possibilidade que ele não tinha considerado… não, ele não podia nem imaginar até agora, como a Calamidade funcionou de acordo com a vontade de Deus, como foi refletida na Escritura da Calamidade. Não era algo que pudesse ser decidido pela vontade humana, e aqueles que estavam na ponta receptora tinham que recebê-la pelo valor nominal.

Sungchul propôs uma pergunta a Bertelgia.

“Quais eram os conteúdos da calamidade dentro do seu tempo?”

Foi a primeira vez que ele fez a pergunta.

“A única coisa que me lembro foi a última que foi a Calamidade dos Tritões. Depois disso, caí em um sono profundo devido a algumas circunstâncias. Meu corpo não estava nas melhores condições.”

A voz de Bertelgia tinha um pouco de ressentimento misturado a ela enquanto respondia.

“…”

Sungchul continuou a andar para a frente e um amplo salão ocupado por mesas de pedra apareceu. Havia rolos de papiro em cima das mesas, mas eles se espalharam em pó assim que foram tocados.

“Eu não posso usar isso.”

Sungchul continuou em frente e, quando o fez, outro texto bloqueou sua visão.

[Multilançamento foi minha própria técnica secreta que eu desenvolvi através de uma oportunidade afortunada.] 
[Existem inúmeros Carbuncles vivendo dentro da selva da Cordilheira do Grito da Borda da Espada. Carbuncles são comuns o suficiente em todo o continente, mas aqui na selva você pode encontrar um inteligente que não pode ser visto em qualquer outro lugar.]

A mensagem de Sajators aqui foi definitivamente destinada a alguém que a encontraria no futuro. Não houve armadilhas hostis nem testes tão frequentes. Pode ter sido porque todos os testes necessários para o Multilançamento já foram realizados no Palácio da Invocação.

O caminho se ramificou quando ele passou pelo salão.

[Não há nada a perder se você for para a esquerda ou para a direita, pois será capaz de encontrar uma mensagem deixada por um amigo divertido.]

Sungchul virou à esquerda. Seu ritmo estava visivelmente mais rápido que antes.

Outro corredor apareceu. No meio deste corredor, havia uma enorme laje de pedra com uma imagem de um único animal desenhado pelo artista com grande cuidado. Era um Carbuncle, mas parecia diferente dos normais. Sua pele tinha um tom branco e sua pedra preciosa em sua testa tinha uma luz azul como a pedra preciosa azul.

[O que está diante de você é aquele que detém o segredo do multilançamento.] 
[O nome do animal é Rei Carbuncle e não é um nome para se zombar. A parte mais importante dele é que pode ler os pensamentos de todos os seres vivos que seu corpo toca.] 
[Pense bem nisso. O que significa fazer um familiar de um ser que pode ler sua mente e lançar magia.]

O texto continuou.

[O anel azul de pedras preciosas ganho no Palácio da Invocação tem o poder de atrair todos os Carbuncles.] 
[Quando o sol nascer, fique em cima da torre da pirâmide e brilhe a luz do anel com a pedra azul.] 
[Todos os Carbuncles dentro a floresta se reunirão quando você fizer isso.]

Havia uma joia que brilhava como um cristal por baixo da imagem. Bertelgia notou e abria a boca para falar.

“Esse parece o Núcleo de Golem feito pelo papai?”

Sungchul segurou a joia na mão. Não parecia ter propriedades mágicas particulares. Em vez disso, outro conjunto de palavras apareceu.

[Domar o Rei Carbuncle é o método ideal, mas um necromante capaz deve ser capaz de extrair sua alma e selá-la dentro da pedra da alma abaixo para usar a fera como uma ferramenta.] 
[Mas lembre-se disso; se você pegar uma Pedra da Alma sem conquistar o coração do Rei Carbuncle, ela poderá se tornar tão inútil quanto os seixos encontrados do lado de fora.]

Sungchul inspecionou a joia na mão. Parecia simples, mas tinha um poder incomum.

“Uma Pedra da Alma.”

Foi uma técnica que não sobreviveu até os dias atuais. A técnica de extrair e imbuir a alma era a de um demônio. Não só era estritamente proibida no mundo atual dos mortais, mas também era uma técnica extinta que não podia mais ser transmitida. De qualquer forma, não havia mais texto. Parecia que a mensagem de Sajators havia chegado ao fim.

‘Sajators. Suponho que você não tenha sido um completo desgraçado durante esse tempo.’

Mesmo que estivesse cheio de malícia, ele ainda estava transmitindo sua própria técnica antiga de uma maneira concisa e amigável para aqueles que viriam atrás dela. Aqueles que subiram a um certo nível tenderam a falar vagamente sobre alguns avanços e falar de forma sofisticada e arrogante, mas a atitude de Sajators era muito mais amigável e complacente em comparação.

Assim que Sungchul saiu da sala, ele voltou para a bifurcação no caminho. Sungchul foi para o caminho direito desta vez. Ele passou por vários murais até que uma pequena sala apareceu no escuro. Comparado a sala de Sajators com o mural, era uma sala pequena mais comparável a um armário. Algo estava no centro da sala; opressivamente ocupando o pequeno espaço.

A tocha de Sungchul iluminou-a. Parecia algo semelhante a um golem.

“Hm? Acho que vi isso antes em algum lugar.”

Bertelgia falou. Quando Sungchul se aproximou do golem, o texto apareceu prontamente diante de seus olhos como se essa situação fosse esperada.

[Como você está se sentindo? Que emoções essa Unidade Final de Combate Para Acabar Com a Calamidade criada pelo Grande Gênio, Oitavo Herói, forjou dentro de você?]

A curiosidade brilhou nos olhos de Sungchul.

‘Foi Eckheart. O homem a quem ele se referiu como um amigo interessante.’

O texto continuou.

[Essa Unidade Final de Combate Para Acabar Com a Calamidade foi criada às pressas, por isso não julgue isso com muita severidade nas aparências. Minha ambição é criar a Unidade Bertegia 1, o maior golem individual já criado; uma unidade final de combate projetada para parar as calamidades.] 
[Esse colosso será capaz de repelir todas as calamidades que nos ameaçam…]

Enquanto a mensagem estava sendo ditada, a pirâmide começou a tremer muito.

Boom!

Parecia que algum grande impacto estava sendo causado no exterior.

‘É um terremoto? Não, isso é…’

Sungchul começou a olhar.

Ao mesmo tempo, o som de um apito ecoou agudamente pela selva. Os olhos cheios de terror de Clarise estavam presos no céu acima da pirâmide. Um homem com uma pequena estatura cercado por alguma formação mágica flutuava sobre a área acima da pirâmide como um deus da morte.

“Hahahaha! Você é a porra de um mendigo? Você veio até aqui porque eu dei algumas migalhas? Esse será seu túmulo!”

Sajators dos Sete Heróis. O Mago do Multilançamento fez sua aparição na selva.

Comentários