MCHHS: Capítulo 34


Capa MCHHS

Main Character Hides His Strength

Autores: Road Warrior (로드워리어)
Tradutor: Pyown

Admissão (3)

Uma vez que a porta foi aberta, o cheiro úmido de mofo atacou seu nariz.

Cada passo que ele dava no piso de madeira fazia com que ele rangesse alto como se alguém estivesse gritando.

Sungchul sentiu uma presença de pé no chão acima dele.

A presença rapidamente desceu as escadas sem um som e se escondeu na escuridão que se estendia dos dormitórios.

A julgar por suas ações, provavelmente planejou observar secretamente Sungchul.

Sungchul fingiu não notar e caminhou em frente.

Depois de passar por algumas teias de aranha, ele se deparou com uma sala de jantar iluminada pela luz de velas.

A sala de jantar consistia em cinco mesas de madeira grandes o suficiente para acomodar quatro pessoas, mas quatro das mesas estavam cobertas com um pano branco, como se não estivessem mais em uso. Pelo contrário, a última mesa restante tinha um vaso, junto com uma flor recém-preservada.

“Quem se atreve a perturbar o meu descanso?” Foi nesse momento que a presença que Sungchul notou anteriormente falou com ele.

Era uma voz feminina que tinha um lamento sinistro como se fosse de um fantasma.

Provavelmente era um truque para assustar Sungchul, fingindo ser um fantasma, mas tais truques triviais nunca funcionariam com ele.

Sungchul manteve um rosto inexpressivo enquanto continuava a caminho das escadas, passando pelo quarto onde a misteriosa mulher se escondia.

“Que impudente! Ignorando meus avisos!”

Mais uma vez, a voz da mulher reverberou por trás.

Ao mesmo tempo, uma estranha onda passou por todo o dormitório, fazendo com que os objetos flutuassem e tremessem ameaçadoramente. Ao mesmo tempo, uma névoa grossa se instalou na escada para bloquear a visão, e os objetos começaram a chocalhar ainda mais violentamente.

O misterioso espetáculo era tão inquietante que um transeunte desavisado teria ficado assustado e já teria sido enviado correndo.

Mas Sungchul permaneceu imperturbável enquanto continuava subindo as escadas.

Quando Sungchul pisou no último degrau da escada, os objetos flutuantes voltaram a se instalar e a névoa desaparecera.

“Você! Você realmente quer morrer?”

A voz de uma jovem garota ecoou atrás dele.

Sungchul fez uma pausa para olhar para trás.

Uma garota loira vestida de branco estava olhando para ele, cheia de raiva. Ela tinha a aparência de uma adolescente de quinze ou dezesseis anos.

Ela tinha uma aparência tão bonita que, por alguns anos, ela seria capaz de atrair um grande número de homens. Mas havia um problema crucial.

Era impossível que uma criança da sua idade existisse neste mundo. A chamada “Geração Final”, que escapou por pouco da Maldição da Extinção, estava com seus vinte e poucos anos.

Em outras palavras, todas as crianças com menos de vinte anos foram afligidas pela maldição de Deus e sofreram de uma doença agonizantemente dolorosa e incurável e, na maior parte, já haviam morrido. Mesmo que eles tivessem sobrevivido, eles estavam presos em um estado que estava entre vivos e mortos.

Sungchul acreditava que a loira diante dele era uma aparição de uma criança do último caso. Ele logo descobriu o motivo.

‘Essa criança … ela não está mais viva.’

Ele podia ouvir sua respiração irregular, mas não o batimento cardíaco dela. Em outras palavras, sua vida já havia terminado; ela era agora um cadáver vivo.

Gravura de Alma – uma vez que o Olho da Verdade foi ativado, Sungchul percebeu um problema muito mais grave que estava afligindo a garota.

Do topo da cabeça até a base dos pés, dezenas de tipos diferentes de Magia de Preservação estavam envolvendo a garota como um casulo.

Foi um espetáculo que mostrou a obsessão do Mago em preservar a aparência original da garota apesar de todas as circunstâncias.

Naquele momento, Sungchul sentiu uma dor no canto do peito e uma carranca se formou em seu rosto.

Na garota, ele viu a luta louca de um homem que lutou desesperadamente para mantê-la viva, que faria qualquer coisa e tudo para salvar aquela que era querida para ele.

Seus métodos eram diferentes, mas o que eles procuravam era o mesmo.

“…”

Enquanto Sungchul permaneceu em silêncio, a garota deu um passo mais perto.

A garota confirmou a testa franzida no rosto e deu um sorriso travesso.

“Finalmente, você agiu surpreso.”

Sungchul olhou para ela sem palavras.

“Agora, você pode sair? Essa é minha casa. Eu ficarei perturbada se um estranho como você vier com ousadia.”

A garota acenou com as mãos, gesticulando para ele sair.

O movimento de suas mãos foi o suficiente para acordar Sungchul de sua reminiscência de coração pesado.

‘Ah, eu estava me afastando.’

Sungchul rapidamente recuperou a calma enquanto saboreava uma profunda amargura se espalhando em sua boca.

Ele abriu a boca enquanto olhava para a garota mais uma vez.

“Desculpe, mas eu não sou um estranho.”

“Hmm? O que você quer dizer?”

A garota cruzou os braços enquanto estendia os pés ligeiramente antes de fazer uma atitude de ousar que ele se explicasse.

Sungchul explicou com confiança a razão pela qual ele estava aqui.

“Eu sou um calouro que foi admitido hoje, e Jorgbart envelhecido designou meu dormitório como a ‘Casa das Lembranças’. Preciso de algum outro motivo?”

“Mesmo? Aquele Jorgbart envelhecido?”

Houve um efeito. A garota pareceu surpresa.

Sungchul usou esse momento, acrescentando outra declaração.

“Se ele não o fizesse, por que eu deixaria de lado todos aqueles outros dormitórios normais e escolheria este lugar estranho?”

“Mmm… Você não está errado… De qualquer forma, se Jorgbart designou esse dormitório como seu, eu não tenho o direito de recusar. Eu posso checar novamente com os Homúnculos, mas isso pode ser adiado até mais tarde…”

A garota que estava morrendo de vontade de perseguir Sungchul ficou quieta ao pensar profundamente.

Eventualmente, ela soltou um suspiro e pareceu derrotada.

“Mmm… eu acho que não posso fazer nada. Eu também sou uma estudante da Academia Airfruit, afinal. Eu vou respeitar a decisão do Jorgbart envelhecido. Já que isso também faz parte da nossa tradição.”

A garota desconhecida deixou cair os ombros e virou-se, mas rapidamente se virou novamente, irritada, falando em tom de aviso.

“Meu nome é Sarasa, Escola de Piromancia. Eu não recomendo me subestimar por causa do quão jovem eu pareço; Eu sou cinco anos mais velha que você.

Terminando sua apresentação, Sarasa rapidamente se virou e subiu as escadas correndo.

“Use qualquer quarto vazio no primeiro andar. É um pouco confuso, mas os suprimentos de limpeza estão no armário ao lado da sala de jantar, então faça uso deles. Certifique-se de colocá-los de volta depois de usá-los. O segundo andar é apenas para alunas, então você não tem permissão para ir até o segundo andar sem obter a minha permissão do fundo da escada primeiro, então não esqueça disso. Eu não sou tão legal.”

Depois que ela terminou irritada como uma sogra, subiu as escadas em alguns movimentos leves e desapareceu na escuridão.

No silêncio que voltou ao ambiente, Sungchul olhou na direção em que Sarasa havia desaparecido por mais algum tempo.

“Um morto-vivo que ainda não aceitou sua própria morte…”

Sungchul começou a andar no primeiro andar para pegar o quarto.

Logo, ele encontrou um quarto vazio no final do corredor que ele alegava ser o seu.

Era um quarto bagunçado que estava cheia de poeira e teias de aranha, como Sarasa havia avisado, mas Sungchul não se importava.

No mínimo, tinha paredes e um telhado que o protegeria do vento e da chuva, e também uma cama em que ele pudesse descansar.

“Eu vou fazer uma limpeza amanhã.”

Próximo dia.

Sungchul foi liderado pelo Assistente de Residência para se dirigir ao prédio da escola de Cosmomancia.

O prédio de Cosmomancia estava localizado precariamente na beira de um penhasco íngreme na região norte, a área mais alta, dentro da fronteira entre a montanha rochosa e as muralhas do castelo que cercavam a Academia Airfruit.

“Costumava haver um elevador operado magicamente que nos levaria ao topo, mas por alguma razão, não está mais operacional!”

Sungchul e o Assistente de Residência tiveram que subir cuidadosamente um precário lance de escadas esculpidas na parede do penhasco.

Houve até uma parte quebrada da escadaria onde os visitantes tiveram que fazer um salto potencialmente fatal para chegar ao outro lado. O Assistente de Residência mal conseguiu atravessar e gritou orgulhosamente

“Agora! A vez de um discípulo! Hora de mostrar sua coragem! Humanos que têm pernas mais longas e, portanto, poder de salto superior ao meu, devem ser capazes de fazer isso! Ser incapaz de fazer isso significaria que você é um humano tolo!”

Sungchul saltou sobre a abertura levemente, fazendo o Assistente de Residência comer suas próprias palavras.

O sorriso no rosto do Assistente de Residência desapareceu tão rapidamente quanto veio.

“Ah… eu acho que é como esperado de um formando do Palácio da Invocação. Em um nível completamente diferente de um residente médio. Bem, não é como se houvesse algum residente para vir mais aqui.”

Depois que eles subiram o íngreme conjunto de degraus que pareciam uma parede de pedra, eles finalmente chegaram ao prédio da escola Cosmomancia localizado no pico da montanha.

O prédio era uma estrutura de pedra de tamanho médio, e sua característica definidora era o grande telescópio preso à cúpula redonda no topo.

“Agora é hora de entrar, discípulo!”

Sungchul deixou o Assistente de Residência e abriu caminho pelas portas pesadas para entrar no prédio da escola de Cosmomancia.

A primeira coisa que chamou a atenção dele foi o interior cor de jade.

Outra parte era que todo o interior do prédio consistia de um pequeno número de pilares, sem paredes ou pisos que separassem as salas, e um espaço aberto com o teto abobadado no centro.

Assim, qualquer som produzido no prédio seria amplificado e qualquer pessoa no prédio poderia se ver em todos os momentos.

Dentro de um prédio que mais parecia uma catedral do que um prédio acadêmico, Sungchul viu dois homens.

Um deles era um homem idoso, cujos cabelos e barba estavam quase na metade do caminho para ficarem brancos.

As rugas gravadas por sua idade não exalavam a sensação de dignidade, mas sim a sensação de teimosia. Seus lábios bem fechados tinham um “peso” que não parecia abrir tão facilmente.

A outra pessoa era um jovem andrógino que parecia magnânimo, em contraste com o velho.

Ele estava deitado em uma rede amarrada entre dois pilares e lendo um livro grosso como se fosse uma revista.

A primeira pessoa a responder à aparição de Sungchul foi o jovem.

“Quem é? Parece que um convidado chegou.” Levantou-se da rede e aproximou-se de Sungchul.

“Como você acabou aqui?”

Sungchul olhou para o velho atrás do jovem e respondeu brevemente.

“Eu vim para receber a tutela.”

O jovem sorriu amplamente.

“Já faz um tempo desde que tivemos um recém-chegado.”

Ele colocou a mão para frente e se apresentou a Sungchul.

“Sou um Mago inexperiente tentando aprender Magia de Cosmomancia do grande Altugius, Leonard Sanctum.”

“… Sungchul Kim.”

Sungchul revelou seu nome ao segurar a mão do jovem.

“Oh gee, que nome aterrorizante. Você é um formando do Palácio da Invocação por acaso?”

Sungchul assentiu.

“Entendo. Um formando do Palácio da Invocação. Achei estranho que tivéssemos um recém-chegado tão de repente, então essa é a sua história. Desculpe por arrastar as coisas. Eu acredito que o professor está esperando, então vamos entrar.”

Leonard educadamente abriu um caminho.

Sungchul não tinha opinião sobre Leonard.

Ele não tinha nada para avaliá-lo além de seu nome de família extraordinariamente respeitável.

No mínimo, ele não era tão grosseiro a ponto de encarar repetidamente qualquer característica específica de Sungchul, nem misturar qualquer auto-elogio sutil em suas palavras.

Sungchul aproximou-se do velho que estava sentado em cima de uma pilha de pedras arrumadas como uma árvore.

“Eu vim para receber tutela.”

Sungchul não era inferior ao velho, mas ele decidiu baixar a cabeça dessa vez.

Essa era a atitude apropriada de alguém que procurava aprender.

O velho olhou para Sungchul com olhos teimosos, depois do qual ele apontou para o ar e invocou um único livro.

Ele havia tirado um livro do seu Armazenamento da Alma.

O velho entregou o livro grosso para Sungchul e falou com uma voz clara e penetrante.

“Sou um velho aposentado sem nada para ensinar. Lamentavelmente, você escolheu o erro de muitas escolhas possíveis, e o resultado foi a infelicidade de me encontrar. Tudo o que posso te dar é este livro.”

O velho ofereceu o livro novamente.

“Eu me tornei velho e meus braços não têm força. Rapidamente tome isso.”

Assim que Sungchul recebeu o livro, o velho virou as costas para Sungchul e acendeu um cachimbo.

“Depois de uma semana, você terá a oportunidade de mudar de curso. Você não deve desperdiçar seu tempo, elevar seus status básicas lendo esse livro deve ajudá-lo a alcançar o caminho desejado depois disso.”

Essas foram suas últimas palavras.

Não foi um julgamento, nem uma tentativa de avalia-lo. Ele não tentou mais falar com Sungchul.

E parecia que ele não iria mais ouvir nada do que ele tinha a dizer…

‘Altugius Xero, foi? O velho já se isolou do mundo.’

Ele havia encontrado uma resistência inesperada.

Sungchul ouviu de Christian que o professor de cosmomancia, Altugius Xero, era um homem rabugento e meticuloso, mas nunca esperou que o homem tivesse chegado a ponto de renunciar ao seu dever como professor.

“…”

Sungchul, que ainda segurava o livro, estava em uma encruzilhada.

Leonard retomou seu lugar na rede e observou Sungchul com um sorriso perplexo.

Atualmente, o número de estudantes que vieram para buscar a Cosmomancia já era uma minoria severa, mas quando se encontraram com Altugius, que rejeitou até mesmo essa pequena minoria, eles se afastaram sem hesitar.

Usando os padrões deste mundo, os Invocados ali chegariam a uma decisão semelhante.

Como ele poderia esperar aprender alguma coisa com um professor que se recusasse a ensinar?

Mas algo surpreendente ocorreu.

Ao contrário de todos os outros recém-chegados antes dele, o jovem de cabelos escuros que usava uma jaqueta de campo e jeans desgastados sentou-se onde ele estava e começou a ler o livro dado a ele pelo professor.

Supunha-se que ele rapidamente ficaria entediado e iria embora, mas Sungchul não mostrou nenhum sinal de mudança tão cedo.

Neste prédio onde até mesmo o menor dos sons foi amplificado, o som de cada página girando foi claramente transmitido aos ouvidos de todos.

Uma vez que Sungchul chegou à trigésima página, o velho finalmente se virou para olhar mais de perto o misterioso estudante que estava sentado diante dele.

Comentários