MCHHS: Capítulo 36


Capa MCHHS

Main Character Hides His Strength

Autores: Road Warrior (로드워리어)
Tradutor: Pyown

Altugius (2)

“Você, aí.”

Foi sem precedentes que Altugius fosse o primeiro a falar com Sungchul.

“…”

Mas Sungchul não respondeu a isso. Ele estava, ao invés disso, dedicando toda a sua atenção à leitura de seus livros.

“Você aí. Invocado.”

No segundo sinal, Sungchul levantou a cabeça e olhou para o velho Mago. Leonard Sanctum, que estava deitado em sua rede, ouviu a voz e começou a levantar o corpo para olhar também. Altugius começou a falar.

“Me parece que você passou todo o tempo aqui desde que foi admitido. Você tem um orientador?”

“Não, eu não tenho.”

Sungchul não se lembrava de ter ouvido falar de tais coisas. Um murmúrio suave saiu dos lábios de Altugius.

“Mesmo que a escola esteja em seu estado atual, não compartilhe essas informações básicas…”

Leonard parecia compartilhar essa opinião.

“Oh meu deus! Uma semana se passou e você ainda não escolheu um orientador?”

A voz alegre ecoou no salão vazio. Após um breve momento, Sungchul fez sua pergunta.

“O que é um Orientador?”

As sobrancelhas prateadas de Altugius tremiam levemente ao ouvir suas palavras. Não conhecer essas informações básicas que todos os calouros deveriam saber. Era uma prova condenatória que mostrava que a academia começou a desmoronar em seus próprios alicerces. Isso teria sido impensável quando Altugius, ou mesmo Leonard, eram calouros na Airfruit.

O Observatório ecoou com o riso de Leonard.

“Ó meu Deus. Um calouro que nem sabe o que é um Orientador. Estes são verdadeiramente tempos sombrios.”

Ele caiu de volta na rede e fechou os olhos, com um sorriso no rosto. Quando o silêncio voltou, Altugius olhou diretamente para Sungchul e falou baixinho.

“Peço desculpas, mas como eu disse antes, não tenho intenção de ensinar ninguém e, portanto, não posso ser Orientador de ninguém. Procure outra pessoa.”

“Compreendo.”

Sungchul falou indiferente e voltou a ler seu livro com foco intenso, como de costume. Implacável. Não havia uma visão mais alegre para um educador do que ver uma atitude tão estudiosa de um estudante brilhante, mas isso só fez Altugius queimar de ansiedade.

‘Esse cara… Talvez ele não esteja ciente das consequências de não selecionar um Orientador?”

Todos os calouros devem escolher um orientador dentro de dez dias, e aqueles que não encontrarem um orientador dentro de dez dias perderão o direito de ser um estudante. Inicialmente, essa era uma regra estabelecida para permitir que os professores trabalhassem juntos para expulsar alunos indignos que entrassem na escola usando métodos dissimulados, mas as circunstâncias haviam mudado. Se a academia estivesse funcionando normalmente, a orientação dos calouros teria sido organizada e, através da orientação, os estudantes teriam sido informados de todas as expectativas da academia em relação a eles.

No entanto, no estado atual, com o fluxo atrofiado de estudantes que tinham, as cerimônias de boas-vindas haviam sido eliminadas há muito tempo e não havia mais ninguém para ensinar. Se ele tivesse escolhido as escolas populares de Piromancia ou Criomancia, os assistentes teriam dado a ele os procedimentos apropriados, mas não havia tal serviço dentro da Escola de Cosmomancia.

Sungchul continuou a lutar com os livros por mais um dia no Observatório, sem saber o que estava prestes a acontecer com ele. As preocupações de Altugius só ficaram mais profundas.

Esse cara. Nesse ritmo, ele será expulso daqui a três dias.

O problema era que Leonard Sanctum, que prontamente deixou o Observatório durante a noite, estava quase maliciosamente segurando seu terreno. Ele só se levantaria da rede e deixaria o Observatório depois que Sungchul saísse. Suas intenções eram claras. Ele queria se livrar da presença irritante que havia aparecido no Observatório. E ele poderia fazer isso sem ter que sujar as mãos.

Uma situação semelhante ocorreu no dia seguinte. O homem esfarrapado, que nem sequer tinha uniforme, mergulhou na pilha de livros que se elevavam tão alto quanto ele. Ele não falou e se dedicou aos livros, exceto quando foi sair para o almoço.

Altugius esperou por essa oportunidade para alertar Sungchul sobre o perigo iminente, mas Leonard se levantou de sua rede a cada vez, para lembrar a Altugius sua presença. Ele sorriu brilhantemente do lado de fora, mas Altugius sabia de sua personalidade hedionda escondida por dentro. Se Altugius expressasse alguma preocupação por Sungchul, Leonard usaria isso como uma desculpa para tentar forçar Altugius a ensinar o Segredo da Cosmomancia que era mantido por Altugius. Isso seria absolutamente inaceitável.

Se o Segredo da Airfruit, guardado por gerações, caísse nas mãos dos Seguidores da Calamidade, a destruição do mundo só se aceleraria.

‘Está tudo bem só com eu sujando as mãos.’

Altugius permaneceu em silêncio no final e não se levantou.

Duas tardes passaram assim. Havia apenas um único dia no relógio. Mas Sungchul permaneceu fixo em seus estudos. Altugius não estava observando Sungchul por causa de sua mente brilhante, mas por sua incrível tenacidade. Uma pergunta surgiu em sua mente. Por que um Invocado do outro mundo seria tão apegado a um nicho de Magia? E assim, ele acabou perguntando diretamente.

“Aquele livro, você entende o que está lendo?”

A questão tinha um significado oculto por trás, revelando a intenção do velho. Leonard, que sabia disso, sorriu amplamente de novo.

“Professor está ficando muito travesso.”

Ele sabia sobre o livro que Sungchul estava lendo, e os livros dentro da pilha que estavam sobre Sungchul também. A bola estava agora no campo de Sungchul.

Sungchul, que estava olhando para baixo, lendo seu livro, levantou a cabeça, não muito depressa nem devagar demais, e olhou para Altugius. Houve um breve momento de silêncio em que Sungchul sacudiu a cabeça.

“Eu tenho cavado isso por uma semana agora, mas honestamente, eu não entendo isso nem um pouco.”

Um suspiro escapou dos lábios de Altugius. Não foi para repreender a ignorância de Sungchul, mas sim repreender sua incapacidade. Os livros que ele havia dado a Sungchul não deviam ser entendidos desde o começo. Eles requeriam conhecimento prévio e uma certa quantidade de intuição antes que seu conteúdo pudesse ser compreendido. Enquanto os pré-requisitos não tivessem sido atendidos, o leitor não poderia fazer nada além de se perder no labirinto de palavras. A resposta que Sungchul deu era a esperada.

‘Esse cara…’

O tempo que parecia estar se arrastando agora acelerou quando Altugius abriu a boca novamente.

“Por que você não me fez uma pergunta se não entendeu?”

Com essa pergunta, Sungchul fechou o livro e falou de maneira objetiva.

“Isso não é porque você ainda não é meu professor?”

Um sentimento de vergonha e raiva se agitou dentro de Altugius quando ele encontrou o olhar firme de Sungchul. Ele não expressou, mas suas entranhas estavam se contorcendo violentamente, e suas pernas pareciam bastante fracas. Altugius retornou sem dizer nada ao seu lugar. Ele podia sentir o olhar de Leonard queimando em suas costas, mas ele ignorou e pensou em Sungchul. Ele pensou em uma verdade conveniente, mas indesejável, que ele estava esquecendo.

‘Está certo. Ele estava na Casa das Recordações!

Naquela noite, Altugius Xero procurou sua neta que residia na Casa das Recordações e começou uma conversa com uma voz cheia de afeto em meio a inúmeros ouvidos espiando.

“Como está o novo aluno? Ele parece estar bem? Ele tem estado muito ocupado desde a última vez que o vi, e nem sequer tem seu próprio uniforme. Não importa se ele é um Invocado, que tipo de aluno da Airfruit não mantém essa etiqueta básica!”

O rosto de Sarasa, que esteve ouvindo a história de seu avô, ficou amargo.

Naquela noite, Sungchul encontrou uma convidada inesperada em seu quarto. Sarasa tinha puxado uma cadeira e estava esperando por ele em seu quarto.

“É hora de uma ‘educação ética’ especial, calouro.”

Os olhos da garota Lich tinham um brilho azul…

Sungchul sentiu que a visita repentina da garota era bem estranha, mas permaneceu em silêncio e esperou que ela continuasse. Sarasa segurou algo em direção a Sungchul.

“Você. Você conseguiu isso? Você não conseguiu?”

Era um manual oficial do estudante, feito de pele de cordeiro. Havia o nome do seu dono escrito na primeira página deste manual bem usado, claramente parecendo gasto com todas as suas bordas desgastadas.

[Sarasa Xero]

“Ho?”

A curiosidade surgiu nos olhos de Sungchul, mas ele não expressou nada e simplesmente assentiu em resposta.

“Eu não recebi uma coisa dessas.”

Sarasa suspirou e falou novamente.

“Eu lhe empresto este, mas leia a ‘Atitude do Calouro’ que está escrito na segunda página cuidadosamente.”

Ele não conseguia entender o raciocínio por trás de suas ações, mas não parecia haver nenhuma hostilidade. Também depois de ler tantas frases de texto indecifrável, ele se sentiu atraído a ler algo legível pela primeira vez. Sungchul fez obedientemente como Sarasa pediu.

<Atitude de Calouro>

[1. Como estudante da Airfruit, vou manter minha dignidade.] 
[2. Não me envolverei em conflitos desnecessários.] 
[3. Eu não vou comer demais.] 
[4. Vou devolver os livros da biblioteca antes da data prevista.] 
[5. Eu vou sempre manter uma atitude respeitosa em relação aos meus professores. Eu não vou desprezá-los, independentemente de seus pensamentos.] 

Sungchul desviou os olhos depois desse ponto e olhou para Sarasa.

“Eu não sinto a necessidade de ler isso com tanto cuidado.”

“E se houver algo mais importante escrito na parte inferior?”

Sarasa cruzou os braços e falou com uma voz presunçosa. Ele moveu seu olhar para o manual mais uma vez. Havia outra passagem abaixo da “Atitude do Calouro”, escrita tão finamente como grãos de areia.

<Importante! Coisas que os calouros precisam fazer>

[1. Receber um uniforme d Alfaiate Bington] 
[2. Receber uma designação de dormitório do Jorgbart Envelhecido] 
[3. Completar o curso básico de etiqueta do professor Robert Danton] 
[4. Participar da Orientação de Estudantes Sênior] 
[5. Selecione uma escola no escritório do registrador] 
[6. Selecione um Professor de uma das escolas / realizar apresentações] 
[7. Assistir a cerimônia de boas-vindas do primeiro ano] 
[8. Selecionar um orientador responsável]

O olhar de Sungchul parou na parte sobre o Orientador. Havia cinco estrelas ao lado da parte com as palavras “Expulsão!” escrito ao lado dele.

“Você agora sabe o que você fez de errado?”

Os olhos de Sarasa brilharam quando ela subitamente se levantou do assento.

“Você está se referindo a escolher um Orientador?”

Quando Sungchul perguntou, Sarasa sacudiu a cabeça com força e apontou para a primeira parte do caderno.

“Não. Não vestir um uniforme!

“…”

“Mesmo que a escola esteja desmoronando, como pode um estudante da renomada academia Airfruit se vestir assim? As roupas são a civilidade mínima em relação aos outros, o que revela a própria natureza. Não admira que o Vovô estivesse me incomodando.

“Quem é seu avô?”

“Quem você acha? É o professor Altugius Xero. Você não ouviu falar da figura lendária que cuidou do cão louco do vice-capitão da Guilda dos Assassinos que estava causando tumulto em nosso campus?”

“Ah, está certo?”

Sarasa começou a concordar com a resposta de Sungchul e continuou a falar. Ela continuou a falar, mas suas palavras poderiam ser condensadas em uma única frase: “Use um uniforme.” No entanto, Sungchul estava mais interessado em outra parte.

“O que devo fazer se nenhum professor da minha escola concordar em se tornar meu orientador?”

“É assim que acaba se você não usar uniforme. Bem, você deve então solicitar um professor de uma menor. É claro, só depois de você ter recebido o uniforme do Alfaiate Bington!”

No dia seguinte, Sungchul visitou o Escritório de Admissão. O Assistente de Residência estava esperando dentro.

“Onde está o Alfaiate Bington?”

Sungchul não planejou ignorar completamente o conselho de Sarasa. Não havia muitas pessoas no campus, mas a moda de trabalhador que ele estava usando atualmente era inegavelmente evidente. No entanto, o Assistente de Residência deu-lhe uma resposta inesperada.

“Aluno! Você está se referindo a Bington? Por que você está procurando por um humano que foi demitido há muito tempo?”

“Então, e os uniformes? Eu não tenho que usar um?

“Os uniformes têm que ser comprados com fundos pessoais de um vendedor de roupas externo com base em sua preferência pessoal!”

Ele já havia falhado no primeiro objetivo que um calouro deve alcançar. Sungchul avançou para o próximo objetivo registrado no manual de Sarasa. Ele descobriu que muitas coisas que Sarasa experimentou foram removidas ou estavam desaparecidas.

“Que orientação é essa quando não há alunos? Além dos graduados do Palácio que mal conseguiram entrar, o resto é de grau inferior, ou da Geração da Calamidade!”

Desamparado, Sungchul seguiu para o próximo destino que ele havia escolhido para si. Escola de Alquimia, Casa da Maleabilidade.

Ao contrário da Escola de Cosmomancia, o nome era apropriado, embora o prédio em si não fosse uma estrutura, mas sim uma tenda em colapso.

“…”

Ele abriu a tenda e entrou. Vários estudantes que não podiam ser vistos em nenhum outro lugar se reuniram aqui. Muitos deles pareciam ter vinte e poucos anos. Eles eram da Geração da Calamidade.

“O que o trás aqui?”

Um estudante aproximou-se do visitante desconhecido e perguntou com cautela. Sungchul não hesitou em declarar seu propósito.

“Eu vim procurar um Orientador.”

Um homem com olhos afundados saiu de dentro da tenda enquanto coçava a cabeça.

“Um calouro? Hm É uma convocação.

Ele olhou diretamente para Sungchul, depois sorriu, revelando seus dentes amarelados.

“Você. Você não teria recebido a missão de Eckheart no Palácio da Invocação e se tornado um Alquimista, não é mesmo?”

Quando Sungchul acenou com a cabeça, ele bateu os joelhos de tanto rir enquanto segurava a barriga por algum tempo.

“Oh… meu estômago. Não houve nada para se rir recentemente, mas finalmente encontrei algo que valha a pena rir. De qualquer forma, você está procurando um Orientador? Está bem então. Eu sou Basil Philrus. Terei prazer em ser seu Orientador.”

Ele pediu os detalhes pessoais de Sungchul antes de abrir sua Rede Mágica em toda a escola e ler os registros de Sungchul.

“Oh meu deus, você tem um nome tão aterrorizante. De qualquer forma, você ficou muito perto. Mais um dia e você teria que arrumar suas coisas e ir embora!”

Ouvindo todas as informações, Sungchul lembrou-se de Altugius no Observatório de Cosmomancia e depois no rosto de Leonard.

“O professor é uma coisa, mas me pergunto por que esse cara não me disse nada disso.”

Essa questão foi resolvida, mais ou menos, no dia seguinte.

“Hey. Sr. Calouro. Você não pode entrar aqui.

Leonard bloqueou a entrada com um sorriso brilhante. Quando Sungchul perguntou o motivo, Leonard ficou com uma expressão triste ao simpatizar com as desgraças de Sungchul enquanto falava.

“É porque você foi expulso. Você receberá as notícias em breve… mas, para explicar, você ainda precisa encontrar um professor para aceitá-lo dentro de dez dias da sua admissão, em outras palavras, você não encontrou um orientador.”

“Se é apenas o Orientador, então já encontrei um.”

Sungchul falou com firmeza. Foi por um breve momento, mas os lábios de Leonard se contorceram de uma forma estranha.

“Você encontrou um?”

Leonard olhou para trás.

“Ele não.”

Sungchul disse.

“O professor de alquimia, Basil Philrus.”

“Ah … é isso?”

O descontentamento no rosto bonito de Leonard era claramente visível, mas Sungchul não se importou. Ele passou por Leonard, que estava de cabeça baixa, e sentou-se em seu lugar habitual para começar a ler a pilha de livros. Altugius soltou um suspiro abafado de alívio enquanto fechava os olhos e ouvia o som amplificado das páginas girando no Observatório.

Comentários