MCHHS: Capítulo 39


Capa MCHHS

Main Character Hides His Strength

Autores: Road Warrior (로드워리어)
Tradutor: Pyown

Casa das Recordações (1)

Como a passagem do tempo formava rugas na pele humana, prédios antigos também ganhariam histórias de fantasmas de arrepiar; estes eram como distintivos de honra para a estrutura que permaneceu por vários séculos. Pode ter sido inevitável que a Casa das Recordações, um prédio que havia sido erguido há mais de mil anos, fosse o foco de inúmeras maravilhas inexplicadas como os incontáveis ​​alunos que passaram por essas portas. Não havia muitos estudantes dentro da Academia, e o fluxo vital de novas admissões parecia ter secado, mas sete rumores medonhos circulavam dentro da Casa das Recordações.

A primeira maravilha foi em relação à porta imóvel no final do corredor do porão. De acordo com os boatos, era uma sala usada como prisão antes que a Casa das Recordações fosse reformada em um dormitório, e a sala em questão tinha sido usada como uma sinistra câmara de tortura semelhante a outras prisões. Dizem que muitos dos que foram torturados até a morte se tornaram fantasmas, e peregrinaram dentro da câmara desde então. Sungchul agora estava na frente do foco da primeira dessas histórias: A Porta Imóvel no Porão.

[Na noite do farfalhar crescente e no toque da meia-noite, a água enferrujada fluirá como sangue pelas fendas da porta imóvel, e uma missão começará.]

Havia uma nota de Christian dentro da mão de Sungchul. Ele leu a nota mais uma vez e esperou que a água enferrujada fluísse daquela porta infame.

Depois de algum tempo, um sentimento sombrio penetrou no ar, e uma voz escorregadia pôde ser ouvida.

“Uh… oo… oooo…”

Foi um lamento terrível, o suficiente para fazer qualquer homem mais fraco fugir.

“Não podemos… apenas voltar de volta?”

Bertelgia, que parecia ter muito medo, cavou fundo no bolso. Por outro lado, Sungchul não se incomodou enquanto continuava a observar as bordas dessa porta. Água enferrujada vermelho brilhante logo começou a fluir das bordas da porta como sangue.

Sungchul colocou a mão na maçaneta como se estivesse esperando. Havia um frio surpreendente que estava em volta. Ele podia ver palavras brilhantes aparecerem da maçaneta logo em seguida.

[O que, por favor diga, o obrigou a segurar esta maçaneta?]

Uma lista de opções seguidas.

[1. Curiosidade] 
[2. Coragem] 
[3. Idiotice]

Sungchul queria selecionar a terceira opção, mas escolheu a resposta ideal que lhe foi dada por Christian, que foi a primeira escolha.

[Curiosidade? A curiosidade pode ser a chama do conhecimento para magos brilhantes, mas seja cauteloso. A curiosidade muitas vezes leva à morte.]

Sungchul leu as palavras enquanto pegava seus ouvidos.

Depois de um momento, a água enferrujada, que fluía da porta, começou a flutuar por conta própria e escreveu palavras e símbolos vermelho brilhante sobre a porta, como se estivesse escrita em sangue.

[Responda-me isto: O que esta formação mágica está tentando transmitir?]

Havia apenas um propósito para a água enferrujada que mudava de forma: o exame das capacidades do desafiador. Examinou especialmente a intuição. Sungchul não teria sido capaz de entender as formas da água enferrujada há uma semana, mas ele não era o mesmo de antes. Ele entendeu o padrão subjacente e o significado por trás do movimento estonteante da água enferrujada e respondeu calmamente.

“Fortuna.”

Quando sua voz soou, a água enferrujada que dançava no ar queimou no nada, e outra mensagem apareceu diante dele.

[Você tem as qualificações para entrar pela porta.]

A porta começou lentamente a se abrir. O que ficava além dessa porta imóvel, temida pelos estudantes como câmara de tortura, agora se revelava a Sungchul. Ele se sentiu um pouco desapontado. Havia um único dêmonio amarrado por correntes metálicas além da porta. Tinha a cabeça de um carneiro e as asas de um morcego, o corpo de um humano e os cascos de um bode. Foi um baal.

Um Baal era conhecido por ser um grau mais alto que Balroq, mas ambos haviam encontrado um destino similar sem muita diferença para o martelo de Sungchul.

“Kekeke… um visitante muito esperado. Você veio na hora certa. Eu estava prestes a me cansar disso e fugir.”

O demônio preso falou. Após uma observação mais atenta, um dos olhos do demônio estava cego e sua força mágica parecia fraca. Ele parecia ter sido capturado depois de perder sua força devido a perder para um humano ou um demônio.

Sungchul olhou para o demônio com os olhos indiferentes e falou sem rodeios.

“…Vamos começar.”

Um sorriso distorcido se formou nos lábios do demônio e ele riu alto. Dezenas de correntes que algemavam seu corpo tremiam com todos os seus movimentos.

“Um humano com alguma coragem! Bom. Deixe o jogo do demônio começar!”

Uma formação mágica floresceu nas pontas dos dedos do demônio, e uma única mesa apareceu entre eles. Um único dado e três copos tinham sido colocados em cima da mesa. O demônio virou o copo e colocou um dado dentro antes de começar a misturar os copos com movimentos praticados. Provocou intriga nos olhos de Sungchul.

“É um jogo de memória.”

Foi escrito na nota de Christian que seria um jogo de dados, mas Sungchul sabia que era um jogo de memória.

“Agora. As regras são simples. Vou misturar os copos e você adivinha a localização do dado. Se você acertar a localização correta, eu recompensarei você.”

O demônio olhou para Sungchul, com arrogância em seus olhos quando ele apresentou seu desafio.

“Você aceita?”

Sungchul assentiu. Assim que ele aceitou, a mão do demônio que segurava os copos moveu-se com fluidez e tentou confundir os olhos. O dado logo parou e o demônio fez sua pergunta.

“Agora. Qual copo tem o Dado do Destino?

Não foi uma questão difícil. Sungchul apontou para o copo central. Quando o demônio ergueu o copo, segurou o dado.

“Muito bom. Para um humano, de qualquer maneira. Ser capaz de ver através do grande engano de Crustes!”

O demônio sacudiu os punhos como se estivesse frustrado. Suas correntes tremeram violentamente e fizeram uma barulheira alta.

“No entanto, uma promessa é uma promessa, então eu te recompensarei”

Quando o tilintar das correntes acabou, o demônio apontou o dedo com uma unha afiada atirando em direção a Sungchul.

[Que grande desafiante! Você ganhou a aposta contra o Demônio Crustes!]

Recompensa: +1 Poder Mágico

Como demônio, uma raça com alta afinidade em magia, a recompensa não era a Intuição, mas o Poder Mágico. Era insuficiente para uma aposta contra um demônio, mas havia mais por vir. Crustes sorriu e falou amigavelmente.

“Na verdade, cometi um erro dessa vez. Faz tanto tempo que meus dedos ficaram todos torcidos. Por que você não tenta de novo? Dessa vez, aposto 2 do meu Poder Mágico. Claro, você, um humano, não precisa apostar nada.”

Uma oferta tentadora. Não havia razão para recusar. Sungchul assentiu mais uma vez, e o segundo jogo começou. Os resultados foram outra vitória para Sungchul.

“Como esperado, é exatamente como Christian disse.”

O demônio aprisionado no porão da Casa das Recordações foi um dos que haviam caído no reino humano após serem derrotados durante uma luta interna entre os Demônios dentro do seu reino. Esse Demônio, Crustes, foi concedido um espaço secreto dentro do dormitório entre estudantes em troca de ajudar Magos, e levou uma vida lamentável enganando os estudantes.

Os métodos do Demônio não eram tão diferentes dos truques tradicionais que os vigaristas usariam. Ele perderia alguns jogos para os estudantes para aumentar sua ganância e abaixar sua guarda antes de devorar suas almas através de uma única aposta maciça.

[Após o quarto jogo, por favor, saia rapidamente da sala. O Demônio ficará extremamente irritado se você não o fizer!]

Christian avisou-o para ir apenas até a quarta aposta que não exigia nenhum risco para o aluno. Foi porque o Demônio exigiria que os alunos apostassem alguns dos ganhos após o quinto jogo.

“Como poderia uma coisa tão humana acontecer! Para Crustes perder quatro vezes consecutivamente !!!

As correntes metálicas balançaram ruidosamente sem reservas, e o corpo do Demônio tremeu de raiva.

“10 de Poder Mágico. Vamos colocar 10 de Poder Mágico em jogo para a próxima aposta! Eu não posso deixar você sair assim!”

Sungchul ganhou exatamente 10 de Poder Mágico nos quatro jogos. Mesmo com a consideração de que o status era fácil de ser aumentado devido ao seu número inicialmente baixo, não seria um exagero chamá-lo de uma recompensa de primeira classe para uma missão comum.

“Ao invés de chamar isso de uma missão comum, parece que isso é apenas um jogo simples como o Demônio disse.”

A maioria das missões são classificadas como missões comuns.

Missões são uma coleção de provações e recompensas criadas por seres abençoados com a permissão daqueles que controlam o mundo; Deuses e Deuses Menores. Aqueles que criaram missões foram chamados de anfitriões da missão, e a dificuldade dos testes e o tamanho das recompensas foram relativos à força do anfitrião da missão. Existências lendárias, como a dos Sete Heróis, poderiam criar missões de alto nível, como objetivos, mas as existências menores só poderiam criar missões adequadas ao seu nível. No entanto, essa aposta do Demônio teve uma recompensa excessiva para ser considerada uma missão de baixo nível. Isso significa que essa missão não foi configurada como outras missões e foi criada de uma forma que poderia prejudicar o anfitrião da missão, dependendo de seus resultados.

“Agora, humano! Você se atreve a jogar por 10 de Poder Mágico? Se sim, venha e tente a sua sorte.”

Se Sungchul conseguisse ganhar, ele poderia ganhar outros 10 de Poder Mágico. Foi uma oportunidade para ganhar 20 Poder Mágico durante a noite sem esforço particular envolvido da sua parte. No entanto, o Demônio nunca lidaria com uma barganha com tanta perda.

“No entanto, nem mesmo eu posso dar isso de graça. Eu apostei até agora, e agora você deve apostar algo também.”

“O que você quer que eu aposte?”

Quando Sungchul perguntou, o demônio falou com um sorriso sinistro.

“O que mais você tem a apostar, além da sua alma?”

Foi até agora bastante fácil para qualquer um escolher o copo correto prestando um pouco de atenção ao truque do Demônio. Era simples e direto. Uma pessoa ignorante poderia ter ficado embriagada com seus ganhos e entrado nesse desafio formidável, sem saber que essa tentação seria sua destruição.

“Eu vou fazer isso.”

No entanto, Sungchul entrou no jogo com uma mentalidade totalmente diferente do que os outros que foram sacrificados para o Demônio. Ele cruzou os braços e ativou seu Contrato da Alma – Olho da Verdade enquanto observava o Diabo.

“Você concordou?”

Slam!

A porta imóvel se fechou. A sala ficou tingida em um tom sangrento. O demônio sorriu e riu alto o suficiente para explodir o telhado.

“Começaremos? Humano? A aposta final, meus 10 Poder Mágico, ou sua alma?

As mãos do Demônio que seguravam os copos começaram a se mover. Foi rápido. Foi uma velocidade que foi além dos jogos anteriores, como o dado foi atirado entre as taças como uma bala, com a intenção de confundir os olhos.

“Kehahaha!”

O Demônio soltou uma risada alegre e acelerou o passo. No final, suas mãos e os copos começaram a se mover cada vez mais rápido até que só a imagem posterior pôde ser vista a olho nu, e a mesa de madeira começou a queimar devido à pura fricção de seus movimentos.

As mãos pararam depois de algum tempo enquanto uma parte da mesa continuava a queimar. O Demônio olhou para baixo em Sungchul com seu último olho restante e lhe perguntou opressivamente.

“Agora, humano. É a hora do destino. Escolha.”

O Demônio estava rindo. Era impossível escolher corretamente. Era porque essa era uma aposta que não poderia ser vencida, mesmo que a Deusa da Fortuna estivesse sorrindo para o humano. O dado não estava no copo, mas estava escondido dentro do aperto do Demônio.

‘Vou poder comer uma alma humana depois de tanto tempo.’

O Demônio estava lambendo os lábios em antecipação enquanto aguardava apressadamente a decisão.

“Agora, humano! Por que hesita? Eu não tenho muita paciência, sabe?”

Naquele momento, algo que o Demônio não tinha previsto ocorreu. Sungchul agarrou o pulso do Demônio.

“Cesse todos os movimentos.”

O último olho restante do Demônio encolheu-se de terror.

“Como ?!”

Ele não podia mover a mão. Foi algo que nunca havia acontecido antes. Apesar de seu status de demônio caído que havia perdido sua antiga força, ele ainda era uma existência cuja força não podia ser comparada à de um humano comum, mas agora havia sido superado tão facilmente.

“Kuwaaaa!”

O Demônio sentiu como se sua mão estivesse sendo esmagada, e então ele soltou seu aperto enquanto gritava de dor.

Roll…

O dado que estava escondido em seu aperto rolou sobre a mesa em chamas.

‘O-o que… esse desgraçado…’

O Demônio finalmente percebeu isso. Aquele que havia sido enganado nessa aposta não era o humano, mas sim ele mesmo. Sungchul olhou para ele com olhos que eram mais diabólicos do que os de um demônio e falou com firmeza, usando uma pesada intenção de matar.

“Mantenha sua promessa, Demônio.”

“C-como eu poderia recusar!”

Crustes desistiu do pouco poder mágico restante que restou a Sungchul. A mensagem alertando sobre o sucesso da missão surgiu.

[]

Recompensa: +10 Poder Mágico

Vendo que a mensagem estava em branco, o próprio Demônio não deveria ter esperado perder a quinta aposta. Sungchul falou em voz baixa com o demônio que estava olhando para ele com os olhos arregalados.

“Da próxima vez que eu vier te encontrar, será o dia da sua morte.”

As correntes que seguravam o demônio tremiam fracamente. Sungchul podia sentir o terror do Demônio através dos barulhos mansos das correntes enquanto ele estava na porta. A porta imóvel se abriu e Sungchul checou seus status enquanto saía pela porta.


[Status]

Força 999+ Destreza 853

Vitalidade 801 Poder Mágico 71

Intuição 58 Resistência Mágica 621

Resiliência 502 Carisma 18

Sorte 18


Há seis missões restantes na Casa das Recordações. Vou abordar os livros de Alquimia na Escola de Alquimia durante o dia e continuar as missões dentro da Casa das Recordações durante a noite. Meu limite de tempo é uma semana. Tenho que atingir meus objetivos em uma semana.

Não era coincidência que Sungchul tivesse conseguido essa força física divina. Ele sabia o que tinha que fazer para continuar crescendo.

Comentários