MCHHS: Capítulo 75


Capa MCHHS

Main Character Hides His Strength

Autores: Road Warrior (로드워리어)
Tradutor: Pyown

Ecos (3)

Marakia observou Sungchul e seu livro vivo fabricando algo da sua prisão feita por ele mesmo. Sungchul pegou primeiro o caldeirão portátil de Eckheart em primeiro lugar. Geralmente era em uma forma em miniatura que caberia em um bolso, mas uma vez que um recurso oculto fosse ativado, aumentava para um tamanho enorme que até três adultos poderiam ter dificuldade para mover. Essa foi uma das invenções que Eckhart criou com base em sua teoria de como os Armazenamentos da Alma funcionavam.

Sungchul esmagou a pedra com um brilho verde do teto para o caldeirão Alquímico. Um Alquimista comum poderia requerer ferramentas como um almofariz ou um pilão, mas era desnecessário para Sungchul.

“Agora, continue esmagando essas pedras brilhantes em pó -yeyo!”

Bertelgia continuou falando ao lado dele.

“Por que você está imitando um Homúnculo?”

Sungchul, que não gostava particularmente dos homúnculos, olhou para Bertelgia enquanto perguntava secamente. No entanto, Bertelgia não deve ter se sentido particularmente ameaçada.

“Não é um homúnculo-yeyo! Eu estou imitando uma fada-yeyo!”

Ela continuou a imitar um homúnculo. Sungchul esmagou outra pedra brilhante com o aperto quando ele falou novamente.

“Se você continuar, eu vou colocar você de volta no armazenamento.”

Era uma voz calma, mas ele era um homem de palavra. Bertelgia imediatamente parou.

“O… ok-yeyo!”

Algum tempo se passou e uma quantidade considerável de pó verde incandescente foi acumulado dentro do caldeirão.

“E agora?”

“Ahem. As pedras brilhantes possuem sua própria poderosa mana. Em outras palavras, está emitindo luz por conta própria devido a sua mana abundante! Podemos aprender duas coisas disso! Você consegue adivinhar o que são?”

“…”

Sungchul estava prestes a dizer-lhe para ir direto ao ponto, mas ele internamente arrumou sua atitude e começou a contemplar a resposta à sua pergunta.

“As pedras brilhantes devem ser capazes de armazenar mana.”

“E a outra?”

“Mmm…”

“Por que elas emitem luz por conta própria?”

“Não só podem armazenar mana, mas também podem emitir a mana armazenada de alguma forma?”

“Exatamente!”

Bertelgia soltou um assobio quando voou ao redor de Sungchul uma vez.

“Bem, eu te dei uma dica no final.”

Sungchul pegou um punhado do pó de pedra incandescente e deu uma lufada. Foi para ativar a capacidade de avaliação dos alquimistas. No entanto, o pó já era um item alquímico criado através de alguns ingredientes e não um ingrediente por conta própria. Sungchul pegou uma das pedras brilhantes intactas e olhou para ela com um ar penetrante. Uma tela de informações sobre as pedras verdes e brilhantes apareceu diante dele.


[Pedra Brilhante (Verde)] 
Nível: 4 
Grau: B 
Atributo: Terra 
Tipo: Valioso 
Efeito: Uma joia capaz de emitir luz verde por conta própria


“É um item alquímico nível 4”.

Era um item de alto nível quando se levava em consideração que os alquimistas capazes de criar itens de nível 5 eram chamados de professores.

“Sim, correto. É um item alquímico de nível 4. Os ingredientes são bastante raros e o método de criá-los é bastante complexo. Olhando como eles foram capazes de preencher o teto com eles como estrelas no céu, eu suponho que as lendas sobre a raça Nahak não foram por nada.”

Quando ela terminou de falar, ouviu-se um riso agudo do outro lado do caldeirão. Era Marakia dentro da barreira.

“Nós, os Nahaks, somos uma das mais nobres das raças mortais. Este Reino Subterrâneo é apenas uma das inúmeras maravilhas que criamos. Para ser surpreendida por meras pedras brilhantes que servem apenas como decorações dentro deste palácio. Verdadeiramente absurdo.”

Ele era como um pássaro preso em uma gaiola, mas seu orgulho ainda tinha que cair. Ele havia perdido, mas a crença de que a raça Nahak não compartilhava essa perda permaneceu revestida de ferro em seu coração.

Bertelgia olhou para a figura zombeteira e respondeu sem rodeios.

“E daí? Eles caíram agora.”

“Caíram? A raça Nahak? Hahaha! Não me faça rir, sua lamentável humana em forma de livro.”

“Quem você está chamando de lamentável? Seu cérebro de passarinho!”

“Meus olhos veem tudo. Mesmo essa forma lamentável e patética escondida sob o disfarce do que é visível.”

“Oh é? O que você vê?”

Bertelgia bufou e, quando o fez, Marakia esboçou um sorriso sinistro e olhou-a com ar penetrante. Sua íris roxa continha várias formações mágicas complexas e exóticas que se arrastavam entre si até que uma delas subiu à superfície e permaneceu fixa no lugar. Foi o Olho Que Tudo Viu, que viu através de todas as coisas.

Agora vamos ver.

Ele primeiro olhou para Bertelgia. Uma figura fraca permanecia por trás de sua aparência como um grande livro. Era uma garota humana de baixa estatura. A garota tinha os olhos fechados e estava curvada como um feto.

‘Então essa é a verdadeira forma do livro. Ela deve estar escondendo sua verdadeira forma no espaço entre a realidade e o mundo dos mortos e interagindo com o mundo projetando uma aparência falsa. Verdadeiramente uma técnica mágica complexa e criativa para um mero humano. Eu a louvo.’

O olhar de Marakia voltou-se para Sungchul em seguida, mas no momento em que seu Olho Que Tudo Vê se aproximou de Sungchul, seu bico ficou frouxo.

‘O… o que é isso… ?!’

Toda força em seu corpo o deixou, e ele sentiu bastante traumatizado para lhe dar um breve ataque cardíaco. Marakia imediatamente se virou. Foi porque ele viu dentro do corpo do homem algo que os mortais foram proibidos de ver. Seu coração ainda não mostrava nenhum sinal de se acalmar.

“Hey, humano.”

Depois de um bom tempo, Marakia falou com uma voz trêmula. Sungchul, que mexia o caldeirão com uma colher grande, voltou o olhar para Marakia. Marakia ficou tenso quando seu olhar se encontrou e falou com uma voz sonora.

“Apenas o que você está planejando?”

“Do que você está falando?”

“O que você está planejando carregando esse fardo horrível em sua carne?”

“…”

Sungchul ficou em silêncio, mas os olhos de Marakia ficaram ferozes e continuaram com o questionamento.

“Você. Você esteve diante de um deus, não foi?”

Sungchul finalmente respondeu com uma voz calma.

“O que você está tentando dizer?”

Marakia riu fracamente e moveu levemente a asa restante. Quando uma única pena preta caiu lentamente no chão, ele falou de novo.

“Eu? Eu não tenho muito a dizer. Eu fui apelidado de o Rei Final, mas eu ainda era indigno de estar diante de um deus. Embora eu saiba uma coisa.”

Marakia falou em voz baixa cheia de pavor.

“Que todos os que ficam diante de um deus encontram um fim trágico.”

“…”

“O pecado de ver o que os mortais nunca deveriam ver. O pecado de ouvir o que não deveria ser ouvido. Finalmente, o pecado de tentar falar do que não deve ser falado. É um ensinamento secular que aqueles que cometem esses pecados enfrentarão um castigo divino muito pior do que a morte e a punição se estenderá por toda a eternidade.”

Marakia começou a rir como um louco quando terminou. Sungchul continuou a agitar o caldeirão silenciosamente enquanto ria, e uma luz brilhante começou a sair do caldeirão logo depois.

[Sucesso na Síntese!]

Sungchul tirou o produto final do caldeirão. Era um cristal negro que parecia ser feito da própria escuridão. O cristal sem brilho era frio como gelo e pesado como um pedaço de ferro. Bertelgia abordou o produto final e começou a observá-lo. Logo seu julgamento foi feito.

“Ahem. Muito bom. Eu só lhe ensinei os métodos básicos e você conseguiu fazer um item de nível 4. ”

Sungchul imediatamente começou a inspecionar o cristal negro em sua mão.


[Cristal Negro] 
Nível: 4 
Grau: C 
Atributo: Fogo 
Tipo: Ferramenta Mágica 
Nota: Se disperso como um pó, os feitiços que passam por ele serão amplificados.


“Então foi assim.”

Ele olhou para o Cristal Negro enquanto falava.

“É assim que é. A alquimia não é apenas para fazer algo novo, mas também transformar algo em outra coisa.”

Sungchul olhou para o Cristal Negro em sua mão mais uma vez. O cristal brilhante que estava brilhando brilhantemente agora tinha uma superfície preta fosca que parecia absorver toda a luz. Levou apenas um simples processo alquímico para produzir a característica polar oposta desse objeto. Sungchul achava que o processo alquímico consumiu quantidades significativas de mana, mas ele tomou isso como um teste de sua nova habilidade mágica.

“Agora. Marakia eu vou começar de novo. Vai ser diferente dessa vez.

“Me de o seu melhor ataque. Aquele que esteve diante de um deus.” Provocou Marakia de dentro da barreira.

Crunch.

O Cristal Negro foi esmagado em sua mão e se transformou em fragmentos. Sungchul acenou com a mão com os fragmentos para Marakia. Os fragmentos em sua mão se transformaram em pó e foram dispersos ao redor de Marakia.

“Não é nem engraçado. Você acha que alguma coisa vai mudar com um simples pó?”

Marakia continuou a provocá-lo, mas Bertelgia sacudiu levemente o corpo atrás de Sungchul e murmurou com raiva para ele.

“Pode doer um pouquinho mais dessa vez!”

O dedo de Sungchul foi estendido em direção a Marakia dentro da poeira do Cristal Negro.

“Brilho.”

Ele recitou o encantamento do feitiço em sua cabeça. Um feixe de luz contendo o poder do céu saiu da ponta do dedo em direção a Marakia. Não foi muito diferente de antes até este ponto, mas tudo mudou quando o feixe de luz começou a interagir com o pó preto flutuando no ar.

Quando a fina linha de luz passou pelo espaço entre as partículas do pó preto, ficou mais e mais brilhante à medida que se transformava poderosamente. Até mesmo Marakia pôde ver a mudança que ocorreu em um instante.

‘O que é isso? A magia está sendo amplificada de novo ?!’

O raio de luz atravessou sua barreira e atingiu-o diretamente.

“Kuuek!”

Marakia tentou se proteger com sua última asa restante, mas o raio penetrou na asa e atingiu seu corpo. Ele imediatamente sentiu um enorme trauma e dor percorrerem seu corpo, mas Marakia continuou a calcular o dano e a taxa de recuperação, mesmo com a dor.

‘Eu posso aguentar esse tanto, Eu posso aguentar!’

Sungchul também estava pensando a mesma coisa. Seu poder mágico foi amplificado através do cristal negro, mas não foi o suficiente para deixar Marakia de joelhos. Mesmo que a diferença entre vitória e derrota fosse fina, a diferença na consequência era dia e noite. Ele precisava de algo diferente. Algo mais para suplementar seu poder, mas algo para amplificar seu poder mágico neste momento não existia.

O raio de luz gradualmente se tornou mais fino. Isso significava que o efeito do brilho estava se esgotando. A presença sombria que foi contida dentro do corpo de Marakia continuou a curá-lo rapidamente, mesmo neste momento. Não seria suficiente para dobrar sua vontade, mesmo se outro Brilho fosse lançado.

Lamento profundo passou pelos olhos de Sungchul.

“Esse é o meu limite?”

Foi nesse momento que a magia de Sungchul foi drasticamente drenada, e uma mensagem brilhante apareceu diante de seus olhos.

[O Primeiro Eco]

Quando a mensagem apareceu, outro feixe de luz substituiu o feixe com mais força e ferocidade do que antes. Não foi causado por outra Aria. A magia se manifestou como se fosse senciente. Quando Sungchul a viu, ele instantaneamente lembrou de uma classe que ele havia deixado no fundo da sua mente. A classe Mago de Eco.

Um dos Sete Heróis da lenda, o eco de Vestiare superou a imensa lacuna do tempo e se manifestou no mundo através de Sungchul.

‘Isso é um eco… ?!’

Este novo feixe de luz que engoliu o feixe de luz atingiu criticamente a asa em recuperação de Marakia consecutivamente.

“O que é isso?!”

Os olhos de Marakia se arregalaram como pratos. Poderia ter sido diferente se houvesse uma pausa entre os ataques, mas era outro ataque antes mesmo do primeiro terminar. Isso foi além de qualquer uma das suas expectativas. Para piorar as coisas, Sungchul recitou outro feitiço em sua mente.

“Brilho.”

O dedo que já estava disparando um raio de luz disparou outro raio. Ele sentiu que sua mana atingiu o fundo do poço, mas Sungchul não cedeu. O feixe de luz que se desvanecia, o segundo raio nascido de dentro do primeiro e um terceiro novo feixe de luz atingiram o corpo de Marakia ao mesmo tempo. Quando todos os três Brilhos atacaram o corpo do rei aviário simultaneamente, até mesmo o ser chamado de Rei Final não poderia suportar por muito mais tempo.

“P-pare! Pare!!! Eu me rendo! Pare!!!”

Os gritos urgentes de derrota soaram no túmulo e a barreira desmoronou. Sungchul ficou diante do rei dos Nahaks parado indefeso de joelhos.

“Agora, eu vou ficar com aquilo que vim buscar.”

Comentários