MCHHS: Capítulo 79


Capa MCHHS

Main Character Hides His Strength

Autores: Road Warrior (로드워리어)
Tradutor: Pyown

Cruzados da Salvação (2)

Os Cruzados da Salvação montaram seu acampamento no centro do acampamento da Unidade Suicida. A comitiva era responsável pelo trabalho manual.

Desse lugar ouviam-se os sons das ferraduras sendo encaixadas e os gritos dos seus esforçados trabalhadora. Os Cruzados da Salvação, que tinham pouco mais a fazer, reuniram-se em pequenos grupos para conversas desocupadas ou perambularam pelos arredores. Alguns dos cruzados visitaram a tenda onde Sungchul realizou sua Alquimia. Três homens e duas mulheres, todos tão jovens, pareciam ter evitado por pouco a Maldição da Extinção. Um deles descobriu o caldeirão de Alquimia e chamou seus companheiros para a tenda.

“Hey, olhem aqui! Há um alquimista aqui!”

“O que? Há um Alquimista em um lugar como esse? Estranho.”

“Devemos ir verificar o que ele está fazendo?”

Sungchul estava bem diante deles, mas continuaram sem dar importância a ele. Foi por causa do número do prisioneiro preso ao seu casaco esfarrapado. Sungchul espiou os convidados indesejados e continuou o que estava fazendo. Ele estava fazendo um item alquímico de Nível 4 chamado Jarro da Purificação. Era um frasco criado a partir do barro encontrado no Reino Demônio misturado com o barro Kaulin encontrado mais ao sul.

O Jarro foi capaz de purificar a água em água potável, não importando o quão suja ou impura ela fosse. Era um item inestimável dentro do Reino Demônio, onde a água doce era difícil de encontrar. Não só isso, seu nível alquímico era quatro. No Outro Mundo, onde a Alquimia era menosprezada, era um nível significativo de dificuldade.

Whoosh Whoosh Whoosh

Sungchul continuou a cultivar as chamas sob o caldeirão de Alquimia pisando no fole sem expressão particular em seu rosto. O jarro dentro do caldeirão estava começando a tomar forma sólida enquanto era assado. Quando o jarro estava bem assado, Sungchul abriu a tampa. O vapor que esteve circulando dentro voou com um vigor terrível. Sungchul colocou uma colher dentro do caldeirão com o jarro e começou a mexer.

O ato de mexer foi mais para o propósito de permitir que a mana fluísse para o item Alquímico, que concedia ao item uma vida própria, ao invés de misturar os ingredientes. Ele não estava ciente disso a princípio, mas era conhecimento que ele adquiriu por prática contínua. A colher parecia tocar o jarro, mas isso não aconteceu. A colher simplesmente passava pelo jarro e agitava o fundo do caldeirão como se a colher e o jarro estivessem em planos separados de existência. Foi um pequeno milagre que ocorreu dentro de um caldeirão de Alquimia, mas não pareceu atrativo aos espectadores.

“Chato.”

“Eu pensei que poderia ser interessante, mas é um jarro inútil?”

“Eu pensei que ele estava fazendo uma bomba ou algo assim.”

“Parece barato.”

Cada espectador fez suas reclamações antes de sair da tenda.

“…”

O orgulho de Sungchul, para quem tudo estava indo bem recentemente, desmoronou. Isso afetou os resultados de forma má.

[Síntese Falhou!]

Com um puf, o jarro dentro do caldeirão quebrou em incontáveis ​​pedaços antes de se transformar em pó preto.

“Esses arrombados do caralho…!!”

O rosto de Sungchul ficou distorcido enquanto se dirigia para os membros dos Cruzados da Salvação.

“Woah~ acalme-se.”

Bertelgia sacudiu o corpo dentro do bolso e falou baixinho com ele.

“Fracasso é a mãe do sucesso! Um verdadeiro Alquimista deve ser capaz de criar a Pedra Filosofal mesmo no meio de um mercado movimentado.”

“…”

Sungchul cerrou os dentes quando saiu da tenda. Soldados não-comissionados próximos viram Sungchul e jogaram suas saudações.

“Hey! Alquimista! Está tudo bem?

“Mais ou menos.”

Sungchul foi em direção à parte de trás da tenda. Havia uma mesa preparatória separada do braseiro instalada aqui. Era uma cozinha privada que Sungchul às vezes costumava cozinhar. Ele vislumbrou ao redor de seus arredores antes de retirar os ingredientes do seu Armazenamento da Alma. Era o kimchi de mandrágora e o sangue drenado do cadáver da Besta Com Cara de Homem no Reino Demônio.

A carne da Besta Com Cara de Homem era duro como couro, e quando alguém mordeu-a, o abcesso dentro dela explodiu com sabor desagradável que tornava impossível comer. No entanto, sangue fresco de uma Besta Com Cara de Homem recentemente morta fez uma boa sopa.

Ele puxou os ingredientes em um balcão simples para o lado, em seguida, dirigiu-se para o armazenamento de alimentos com três poções curativas de baixo grau.

“O que? Outro comércio?

O gerente do armazenamento, prisioneiro número 132, espiou as poções de cura de Sungchul e entregou uma porção das rações. Linguiça, presunto e cadáver de uma ave desconhecida foram trocados por três poções de cura. Sungchul levou os materiais trocados para a sua própria tenda para começar a cozinhar.

Mesmo que fosse chamado de cozinhar, não havia muito a fazer.

Os ossos do pássaro da montanha eram cozidos para fazer caldo de carne e deixados a ferver enquanto a tampa do caldeirão alquímico era colocada de cabeça para baixo e usada como uma panela para cozinhar o sangue da Besta Com Cara de Homem.

Uma vez que o sangue foi cozido, até certo ponto, o Kimchi de Mandrágora, Linguiça e Presunto que ele recebeu anteriormente, e o estoque do Pássaro da Montanha foram adicionados e levados a ferver. Depois de ter fervido o suficiente, acrescentou as especiarias e ajustou o sabor. Essa era a versão do ensopado de linguiça da Frente de Batalha Demoníaca.

Infelizmente, a culinária de Sungchul não era popular dentro do quartel. Era porque a comida era temperada com especiarias que aqueles do Outros Mundo não conheciam. Suas opiniões poderiam ter mudado se tivessem dado uma chance, mas os soldados da Unidade Suicida não estavam se sentindo muito aventureiros quando se tratava de suas refeições.

Sungchul não os julgou por isso. Sua comida foi feita para o bem dele de qualquer maneira. No entanto, espectadores desconhecidos chegaram quando ele estava dando os toques finais. Ele brevemente se perguntou quem eles eram, mas rapidamente percebeu que eram os mesmos cinco membros que o observavam fazendo Alquimia.

“Huh? O que é isso, Alquimia?”

Uma garota sardenta com cabelos loiros olhou para o ensopado de linguiça borbulhante e fez sua pergunta.

“Chamar Alquimia…”

O fato de que a garota chamava sua digna culinária de alquimia significava que ela não via a comida de Sungchul como alimento.

“Seja o que for, cheira forte. Ele está fazendo algo perigoso?”

Um jovem loiro esguichando com pompeza apertou o nariz e fez uma expressão de nojo. Os companheiros ao lado dele tinham coisas a dizer também.

“Parece algum tipo de comida? Veja. Tem uma linguiça e presunto flutuando no líquido vermelho.

“Uwek”

A conversa entre os cinco caiu nos ouvidos de Sungchul. Sungchul sentiu humilhação em um nível que nunca havia experimentado antes.

‘Fazer tal julgamento de um prato de Chef de Alta Classe. Essa arrogância de mero nobres.’

A julgar estritamente pela capacidade, Sungchul estava um nível acima dos chefs reais médios. Chef em si era uma classe rara, e não apenas qualquer um poderia se tornar um Chef de Alta Classe que era uma raridade entre os chefs.

Na verdade, Sungchul havia gasto um esforço considerável para se tornar um Chef de Alta Classe e tinha grande orgulho de suas próprias receitas; e aqueles cinco se atreveram a zombar da comida de Sungchul.

Bertelgia podia sentir algo grande borbulhando dentro de Sungchul e começou a tremer fortemente enquanto ela sussurrava suavemente.

“Aguente. Woaaah~ Relaxe.

No entanto, as palavras de Bertelgia não alcançaram os ouvidos de Sungchul. Sungchul se virou para o grupo de cinco. Uma aura incrivelmente pesada emanava de sua pessoa, e os cinco saltaram da súbita mudança de atmosfera. Sungchul abriu lentamente a boca.

“Por que não provam?”

Ele segurava uma concha com o guisado da Besta Com Cara de Homem com pedaços de presunto e linguiça dentro.

“Vão em frente e comam um pouco.”

Os rostos dos cinco congelaram com a súbita sugestão de Sungchul. Sungchul continuou insistindo.

“Hey. Por que vocês não dão uma provinha antes de fazer um julgamento? Vejam se tem bom gosto ou não.”

Apesar da repetida insistência de Sungchul, o grupo de cinco permaneceu distante.

“Vamos embora.”

O jovem loiro falou friamente antes de se virar para sair. Os outros quatro seguiram o exemplo sem questionar. Vozes insensíveis podiam ser ouvidas de suas costas.

“Como alguém poderia comer algo assim?”

“Nem cães comeriam essa lama.”

Sungchul não se deixou perturbar. Ele apenas sorriu para si mesmo.

“Como ousam rejeitar a comida de um Chef de Alta Classe. Eles perderam uma oportunidade das suas vidas.”

Sungchul voltou ao seu lugar e engoliu o ensopado em sua concha com um só gole. O sangue coagulado explodiu com sabores salgados e derretia em sua língua como tofu macio, enquanto a linguiça e o presunto que tinham uma textura mastigável enchiam seu estômago. O kimchi de Mandrágora complementou bem a sopa com um sabor profundo de vinagre. Foi verdadeiramente uma festa de sabores em sua boca. Sungchul tinha uma expressão satisfeita no rosto.

“Eu dou 87.”

No entanto, sua classe não classificou isso tão bem.

[Essa receita é… 34 pontos.]

‘Eu não sei quem está administrando essa classe, mas eu realmente quero ver seu rosto apenas uma vez.’

Sungchul pensou para si mesmo quando tirou um licor forte de seus suprimentos e bebeu. O sabor irrompendo da sua boca se misturou com a bebida forte que se movia em seu estômago. Foi celestial.

‘Eles rejeitaram algo tão bom. Eles são verdadeiramente lamentáveis.’

Sungchul que estava jantando dessa maneira sentiu o olhar de alguém. Ele se virou para ver se os cinco de antes haviam retornado, mas era alguém inesperado.

‘Esse cara é…’

A curiosidade surgiu em seus olhos. Seus visitantes eram um homem loiro que era o chefe dos Cruzados da Salvação, e uma mulher loira que se parecia com ele.

“Eu pensei que eu cheirei algo forte. Parece que foi a comida de um Invocado.”

O jovem aproximou-se de Sungchul e depois olhou para o ensopado de linguiça fervendo na tampa do caldeirão com um olhar penetrante. Sungchul não respondeu e continuou a olhar para ele.

O jovem parecia novo e delicado, mas seus olhos eram ousados ​​e prudentes.

‘Parece que ele tem alguma coragem. Eu não sei como vai ser na realidade.’

Sungchul desviou o olhar para a garota que estava de pé atrás do jovem o protegendo. Ela tinha um cabelo louro igualmente pálido e olhos azuis penetrantes, e ela já estava olhando para Sungchul. No momento em que seus olhos se encontraram, Sungchul se lembrou de uma lâmina recém-afiada de uma faca.

‘Irmãos são parecidos apesar da idade.’

Sungchul terminou de julgar os convidados indesejados quando o jovem que estava observando sua comida começou a falar.

“Hmm. Essa sopa vermelha e esse cheiro provocante. É semelhante à comida que servem na Ordem dos Cavaleiros de Sangue de Ferro.”

“…”

“A comida não tinha bom gosto e eu me forcei a comê-la, mas era bem apimentada e marcante. Eu senti como se estivesse olhando para o coração da Ordem. Tudo pisca sem nada para mostrar.

“O que você quer dizer?”

Sungchul bebeu outra dose de álcool enquanto ele respondia. Mesmo os cães devem ser deixados sozinhos durante as refeições. Ele não estava se sentindo hospitaleiro como esses convidados indesejados estavam zumbindo ao redor dele durante sua refeição.

O canto dos lábios do jovem levantaram-se quando a mão da garota atrás dele alcançou o cabo de sua lâmina. Uma espessa aura de hostilidade voou para fora dela. O jovem acenou com a mão na direção dela.

“Sophia. Pare. Eu sou o único errado aqui.”

Ele inclinou ligeiramente o pescoço em direção a Sungchul para expressar sua desculpa por seu comportamento desrespeitoso.

“Peço desculpas, soldado desconhecido. Senti o cheiro de comida estranha e, sem saber, ultrapassei meus limites.”

Pedir desculpas a um soldado sem nome que até Aaron Genghis, o chefe da Unidade Suicida, tratou como um inseto. Foi uma ocorrência incomum. Esse cara estava crescendo para Sungchul. Sungchul pegou uma concha e ofereceu uma porção da sopa para o jovem.

“Não apenas peça desculpas com as palavras, prove um pouco.”

Na ação repentina de Sungchul, o jovem congelou brevemente.

“Irmão.”

A mulher atrás dele tinha uma expressão preocupada e se aproximou dele. Ela olhou para Sungchul com um olhar gelado e gritou.

“Seu Invocado! Quem você acha que ele é que você pode enfiar o seu monte de merda na direção dele?”

Sua lâmina já estava puxada no meio do caminho. Sungchul olhou para a espada brilhante e puxou a concha com um sorriso.

“Não coma, se você não quiser.”

O rosto da mulher ficou desdenhoso depois de ouvir suas palavras.

“Esse desgraçado…”

O jovem conteve a garota mais uma vez.

“Sophia. Se contenha. Quanto tempo você pretende permanecer histérica?”

Ao contrário da garota fumegante, o jovem sentou-se ao lado de Sungchul com uma expressão relaxada no rosto.

“Eu poderia provar um pouco?”

Sungchul esboçou um leve sorriso e entregou uma tigela pequena cheia do ensopado. O jovem fez uma expressão misteriosa no rosto enquanto olhava o conteúdo.

“Não será tão bom se ficar frio.”

Sungchul disse.

“Irmão. Você não pode comer isso.”

A garota se opôs, mas a jovem sorriu e engoliu o prato de Sungchul em um único gole. No entanto, sua atitude era como aquela de alguém se forçando a tentar comer algo que não fosse comida. Parecia que ele estava fazendo algo imprudente como um jovem.

O jovem que tinha o ensopado na boca começou a mastigar algumas vezes antes que o rosto dele se transformasse em pedra. A garota que estava assistindo a cena ficou pálida.

“Irmão!”

Naquele momento, o jovem soltou uma exclamação suave.

“Huh…?!”

Sungchul cruzou os braços e fez uma expressão presunçosa no rosto ao observar a mudança.

‘Eu fiz isso. Não há como ter um gosto ruim.”

O jovem que tinha uma expressão misteriosa no rosto olhou para trás com uma expressão feliz e falou com uma voz alegre.

“É bom!”

O clima mudou completamente.

Comentários