iLivro

Alquimista (1)

A primeira Luta Classificatória chegou ao fim. Havia inúmeros zumbis e cadáveres humanos espalhados pelo chão. Isso havia sido relativamente fácil em comparação com alguns outros testes, mas ainda havia mais do que algumas baixas. Seus números foram reduzidos para abaixo de mil. A maioria dos ferimentos tinha vindo da última metade da luta, quando os zumbis conseguiram empurrar o grupo para a frente com seus números e devastaram os que estavam escondidos na retaguarda.

No entanto, a força geral dos Invocados também cresceu. Aqueles que contribuíram por matar os zumbis receberam status e recompensas bônus.

[A primeira Luta Classificatória terminou.] 
[Praça Blanche matou 852 criaturas.] 
[4º Lugar das 4 Praças Coloridas.] 
[Recompensas gerais serão baseadas no ranking da Praça.] 
[A Administração do Palácio da Invocação julgará as recompensas.]

Uma reviravolta inesperada de eventos ocorreu. Não, seria mais correto dizer que ele teve um breve lapso de memória. Até vinte e cinco anos atrás, as recompensas haviam sido distribuídas com base no mérito geral de uma praça. Ele refletiu sobre o motivo pelo qual ele poderia ter esquecido um detalhe tão crucial e encontrou uma resposta.

Praça Blanche sempre foi a número um. Nós não deixamos essa posição sequer uma vez. Era inimaginável pensar que as outras praças poderiam vencer a nossa. Deve ter sido por isso que eu escolhi essa praça sem pensar duas vezes.

Vinte e cinco anos atrás, muitas figuras famosas apareceram na Praça Blanche: aqueles com grande carisma, que lideravam o povo, os mais inteligentes que haviam formulado de forma inteligente como superar cada teste, e em seguida, os mais silenciosos que de forma decidida vinham para a frente; Sungchul era da terceira categoria.

Ele sempre esteve na linha de frente para proteger os outros e ficou mais forte sem querer. Rostos desbotados passaram pela sua mente. Alguns ainda estavam vivos, enquanto os outros estavam mortos. Os sobreviventes se tornaram grandes jogadores; cada um dos quais até agora tinha muita influência em sua própria área.

“…”

Seu devaneio foi interrompido por uma nova mensagem.

[A divisão de Recompensas para cada Praça está completa.] 
[Parabéns!  Você completou a primeira Luta Classificatória!] 
[Você se qualificou para a recompensa de Grau A.]

Recompensas Básicas:

2x Prova do Palácio 
1x Carne Fresca 
5x Maçã 
1x Semana de Rações Fornecidas

Recompensas de Seleção:

  1. Elixir Divino de Fuga
  2.  Pergaminho de Explosão
  3.  Lâmina do Mestre do Vento 
    [Por favor escolha]

As recompensas básicas eram tão vazias quanto ele esperava. No entanto, as recompensas de seleção chamaram a atenção de Sungchul. Elas eram bastante equilibradas em valor: o Elixir Divino de Fuga e Pergaminho de Explosão eram consumidos quando usados, mas por sua vez eram muito poderosos. O Elixir garantiu a sobrevivência de alguém durante a regra Come-Come, e Pergaminhos de Explosão foram poderosos durante a regra Alamo ou regra da Luta Até a Morte. A lâmina também foi útil para pessoas que confiavam em suas próprias habilidades. Aumentou a destreza e acrescentou um efeito de ataque crítico. Seria uma arma relevante para um iniciante até se formar no palácio.

Há vinte e cinco anos, Sungchul escolheu a Lâmina do Mestre do Vento. No entanto, dessa vez, Sungchul decidiu pelo Pergaminho de Explosão. A espada era inútil para Sungchul, e o Pergaminho de Explosão tinha mais utilidade do que o Elixir Divino de Fuga. O Elixir só foi eficaz contra criaturas demoníacas, mas o Pergaminho de Explosão também pode ser usado em humanos. Seria difícil, mas o Pergaminho de Explosão poderia ser usado para ferir seriamente os predadores durante a regra Come-Come.

Sungchul olhou através do pequeno pacote de recompensas. Provas do Palácio, comida e Pergaminho de Explosão. Ele guardou suas recompensas e retornou ao centro de treinamento. Como esperado, os pré-seletos estavam bem, e alguns até conseguiram entrar no ranking.

“Taeksoo, isso é demais!  Você ficou em terceiro lugar. Você conseguiu a maior pontuação entre nós!”

Os resultados do ranking podem ser vistos a partir de numerosas Pedras dos Records espalhadas pelo palácio. Sungchul olhou para os recordes por curiosidade.

[1. Ahmuge – 142] 
[2. Jungshik Chun – 100] 
[3. Taeksoo Kim – 85] 
… 
[6. Yuhoon Lee – 64] 
… 
[21. Yungjong Ha – 44] 
[22. Sungchul Kim – 35] 
[23. Ahram Park – 29]

Sungchul se permitiu um sorriso. ‘Ahmuge e Jungshik Chun. Eu nunca ouvi falar deles.

Sungchul recordou o rosto da mulher que ele havia visto durante a batalha. Eles haviam competido pelo monstro bônus, e ela tinha sido bastante habilidosa. Pode ser que o nome dela estivesse entre os dois listados lá.

Sungchul continuou na lista até que outro nome chamou sua atenção.

‘Ahram Park. Apenas 29.’

A cabeça de zumbi que ele havia jogado durante o combate havia atingido Ahram na cabeça, e embora não fosse intencional, Ahram caiu inconsciente e seu cajado de invocação do Lobo Espiritual foi roubado.

Sungchul pôde ver o rosto desapontado de Ahram no canto do centro de treinamento. Ele continuou a operar habilmente a pedra dos recordes.

[Você gostaria de ver os recordes anteriores?]

Sungchul visualizou “Sim” em sua mente e as mensagens à sua frente mudaram.

[Ranking Histórico]

[1. William Quinton Marlboro – 301] 
[2. Shamal Rajput – 275] 
[3. Sungchul Kim – 256] 

Olhando para os recordes, ele não pôde deixar de coçar a cabeça.

‘William … Shamal … Esses nomes nostálgicos. Até meu nome está nos recordes. Eu me pergunto o que aconteceu?  Não é muito mais fácil estabelecer recordes mais altos do que antes?’

Não havia pessoas privilegiadas no passado; todos tiveram que enfrentar as criaturas demoníacas que se aproximavam. Ele esperava que pontuações muito melhores surgissem em comparação ao passado, mas a realidade não refletia suas expectativas. Ou os Pré-Seletos tinham pouca motivação para se esforçarem muito quando estavam estragados por seus patrocinadores, ou talvez as gerações atuais de Invocados pudessem ter piorado em qualidade.

Sungchul sentiu-se satisfeito com o que viu quando retornou ao centro de treinamento. Vários Pré-Seletos estavam admirando suas recompensas. No entanto, havia rostos escuros entre eles. Os Pré-Seletos que não recebiam recompensas, apesar de terem sido concedidos privilégios e vantagens, não podiam fazer nada a não ser inclinar a cabeça como seus companheiros celebravam.

“Kim Hyung!  Venha aqui!”

Yungjong gritou sem qualquer cuidado do outro lado do grupo e caminhou até Sungchul. Ele segurava uma garrafa de vidro transparente contendo um líquido em sua mão direita. Foi o Elixir Divino de Fuga.

“Kim Hyung tem um também, certo?”

Sungchul sacudiu a cabeça.

“Não.”

“O que?  Por quê?”

“Como assim por quê?”

“Eu vi que Kim Hyung também matou mais de 30 deles. O que você escolheu?  Você ignorou seu guia e escolheu outra coisa?”

Sungchul simplesmente assentiu e Yungjong saltou em choque.

“Cara… você tem coragem. O meu disse que você poderia morrer na próxima Luta Classificatória sem um. Aquele Come-Come ou algo assim.”

“Não se preocupe comigo.”

Depois de ouvir Yungjong, Sungchul olhou para os outros no grupo e viu que eles provavelmente escolheram a mesma coisa. Seus Guias provavelmente os incitaram a obter o item que garantia sua sobrevivência na rodada Come-Come. Deve ser por isso que aqueles sem as recompensas pareciam tão sombrios.

“Uuu … merda…”

Até mesmo Ahram, que normalmente era cheio de energia, também se sentou em um canto e roeu suas unhas. Ele até perdeu seu cajado que era sua segurança contra falhas.

Havia outros que também foram marcados para a morte entre seu grupo. Sungchul reconheceu um deles; era a garota que estava toda vestida de roupas de marca que tinha sido amigável ​​com o homem que foi executado pelo Homúnculo no primeiro dia.

Sunghae Bae.

Ela não conseguiu matar um único zumbi. Não era porque sua força estava em falta; sua arma era melhor que a média dos Pré-Seletos. Sua pontuação era 0 porque ela não conseguia reunir coragem para atacar seus inimigos. Poderia ter sido por desgosto, ou poderia ter sido por medo. Não importava o motivo, o resultado era que agora ela precisava se preocupar com o futuro imediato.

Sungchul sentiu o olhar dela por um tempo agora. Ela ficava olhando para ele de vez em quando. Ela não podia se aproximar dele porque Yungjong estava fazendo um tumulto tão grande ao lado dele.

Anteriormente, ela havia desprezado os dois. A razão era que os homens feios, anti-sociáveis ​​e tímidos eram o alvo perfeito para a zombaria. As coisas eram diferentes agora; embora sua personalidade glamourosa e seu status como filha de uma família rica no Velho Mundo lhe tivessem dado um ingresso de ouro, nada disso tinha qualquer valor, devido à pontuação fracassada que ganhou nessa rodada. Mesmo os ‘amigos’ que se socializaram com ela durante as refeições agora a excluíram completamente.

Pouco depois, Sunghae finalmente se aproximou de Sungchul.

“Agora, agora, humanos!  Vocês podem pegar alguma doença desagradável dos zumbis e cadáveres ali!  Vamos trabalhar para movê-los rápido, rápido! ”

Os Homúnculos trouxeram uma carroça de cabras para carregar os cadáveres. Sungchul se juntou à limpeza e começou a jogar os corpos na carroça, um de cada vez.

“Hey.”

Ele podia ouvir uma voz hesitante, mas familiar, atrás dele. Sungchul se virou e encarou Sunghae. Ele não era a confrontou, mas também não demonstrou nenhum calor. Sunghae sentiu-se tensa ao receber esse tipo de indiferença.

‘Eu… porque eu tenho que… implorar para ele…’

No entanto, isso era uma questão de vida ou morte. Sunghae canalizou todas as suas forças para formar algo semelhante a um sorriso em seu rosto quando ela disse:

“Olá.”

“O que você quer?”

Não havia nem um segundo para desperdiçar com tal mulher. Sungchul respondeu de maneira muito brusca.

Sunghae já se sentia muito frustrada, e agora ela só conseguia rastejar ainda mais. Ela evitou o olhar frio de Sungchul e falou seu discurso ensaiado.

“Hum… eu sinto muito pelo primeiro dia. Foi tudo porque fiquei tão chocada e assustada… não devo ter sido eu mesma.”

“E você está aqui porque?”

Sungchul rapidamente a cortou. Sunghae sempre sentiu que, em todos os seus anos de popularidade, ela conhecia melhor do que a maioria os animais chamados “homens”. É por isso que ela entendia que esse homem não se importava em entretê-la nem por um instante; essa conversa foi impossível desde o começo. Sunghae sentiu um suor frio escorrendo pelas sua costas.

“Se é tudo, então.”

Sungchul se virou e começou a caminhar em direção a outra pilha de cadáveres. Ela rapidamente bloqueou seu caminho e falou em tom zombeteiro.

“Você também é um homem, certo?  Um jovem ainda. Que tal ter alguém como eu?”

Ela abandonou seu orgulho e se jogou aos pés dele. Sungchul continuou olhando para ela com olhos frios e falou com franqueza.

“Para o que?”

“Para de fingir. Eu vou apenas dizer isso corretamente; Ajude-me.”

“O que você quer?”

Sunghae olhou para o cajado amarrado às costas de Sungchul. O cajado mágico de disparo de energia, Luz do Luar. Com isso, ela pode ser capaz de superar sua determinação fraca e aumentar sua pontuação. Foi por isso que ela se aproximou de Sungchul.

“Esse cajado. Deixe-me usá-lo e farei qualquer coisa que você pedir.”

Quando ela terminou, ela desabotoou o topo da sua camisa. Seu decote espreitou tentadoramente por baixo de seu sutiã preto.

“Você deve estar se segurando a muito tempo, certo?  Eu posso fazer isso agora se você quiser.”

As pessoas que passavam olhavam para ela com choque e nojo, mas ela não tinha mais para onde se virar.”

“Se eu puder levar seu cajado … não importa o que alguém diga.”

No entanto, Sungchul não mostrou qualquer resposta. Ele olhou para o decote de Sunghae com a mesma indiferença que Warren Buffet olharia para o ouro. De repente, Sunghae começou a se sentir nervosa.

‘Esse desgraçado… ele ficou por aí com aquele bagre porque ele é na verdade…?!’

“Senhorita.”

Sungchul finalmente falou, e Sungha abotoou a blusa de volta.

“Sim?”

Ele falou indiferente enquanto apontava para sua metade inferior.

“Eu devo elogiar sua coragem, mas a minha não aguenta mais.”

Ele rapidamente se virou e saiu. A mente de Sunghae estava girando em caos.

“Rejeitada por um desgraçado como aquele … aquele maldito caipira desgraçado!”

Ela não sabia que não tinha se lavado há algum tempo e agora cheirava tão mal, ou melhor dizendo o pior. No entanto, Sunghae era uma mulher resistente. Ela o alcançou novamente e bloqueou seu caminho mais uma vez.

“Mova-se.”

Sungchul não teve nenhuma compaixão nesse momento. A confiança de Sunghae não pôde deixar de desmoronar sob seus olhos frios, juntamente com sua intenção de matar que a fez explodir em arrepios. Lágrimas começaram a escorrer de seus olhos, e sua voz saiu pesarosa.

“Por favor … por favor, esse cajado … deixe-me usá-lo… por favor…”

Sunghae se agarrou a ele desesperadamente.

“O que você vai me dar?”

Sungchul se virou. Não foi por causa de alguma simpatia meio mal-humorada, mas para verificar se havia alguma coisa que valesse a pena, que ele poderia tirar dessa mulher.

“O-o que você quer?”

Quando ela perguntou, ele falou em um tom diferente, apontando acima de sua própria cabeça.

“Pergunte a ele. Pergunte o que ele pode me oferecer.”

Magos não queriam que suas cargas morressem. Pode-se dizer que seu Mago guia pode estar tão desesperado quanto Sunghae. Sungchul lembrou o rosto desesperado de Krill e riu para si mesmo.

Comentarios em MCHHS: Capítulo 10

Categorias