Yoo seres desse mundo! Trago a vocês mais um capítulo…. Dessa vez teve batalha, wuhuu!! Ou devo dizer “protótipo de batalha”? Bom eu nunca escrevi uma, então não tenho experiência alguma em escrever cenas de batalha (achei que seria mais fácil).

Caso tenha algum erro, dúvida ou sugestão, deixe nos comentários! Aproveitem a Leitura =)


 

images (1)

› Chance do certo ‹

 

Ângelo estava com uma aparência diferente do habitual. Seus olhos que eram beges e calmos haviam se transformado em um Dourado intenso e um Roxo vivo. A aura de um verdadeiro fanático por luta girava em torno dele junto com sua sede de sangue.

***

Perto dos portões da cidade de Kan, podia se ver o minotauro “batalhando” contras os guardas. Uma batalha unilateral, já que os guardas estavam sendo massacrados.

Ângelo havia tomado uma aparência diferente, mudando a cor de seus olhos. O poder mágico que estava emanando de seu corpo era exorbitante, facilmente ele seria classificado como um |Comandante Mágico|, por conta daquele poder.

— Um novo modo foi adquirido: [Herança de poder]

— (Não sei o que é esse novo modo, mas essa quantidade de poder faz-me sentir ótimo) – pensou enquanto olhava para suas mãos, admirando o poder.

Ângelo então desembainhou sua espada e avançou contra o minotauro. O minotauro percebeu seu movimento e teve Ângelo como novo alvo.

O minotauro arremessou seu machado, como um bumerangue, contra Ângelo. Por pouco ele conseguiu desviar, e recuou brevemente.

Ele sabia que não iria conseguir derrotar aquela besta sem saber informação alguma, então pediu ajuda para ›VS‹.

— ›VS‹, você poderia me mostrar o status do minotauro em minha frente?

— Sim senhor.

Poucos milésimos após as palavras de confirmação, Ângelo pôde ver uma tela semitransparente exibindo as informações sobre a besta.

Minotauro


Nome: ???

Raça: Minotauro

Profissão: ???

Nível: 7

Vida: 217/220 — Wir: 30/30

Força: 30 — Destreza: 27

Defesa: 22 — Vitalidade: 19

Inteligência: 10 — Sabedoria: 13

Agilidade: 10

Atributo Mágico: [Neutro]

Habilidades:

Maestria com Machado lvl.2 — Corpo Resistente lvl.2

Equipamento:

Arma – Machado de Aço Negro ✧✧✧ – DMG: 40

Armadura – ??? – Def: ???

Acessórios – ??? – ???

Ângelo analisou o status, e viu que apenas sua inteligência, sabedoria e agilidade eram maiores que a do monstro. Ângelo estava irritado com aquilo, mesmo tendo tanto poder não sabia como usa-lo.

Ele novamente avançou no minotauro, aproveitando que o mesmo estava sem seu machado. Desta vez Ângelo conseguiu desferir um golpe na perna direita do minotauro, mas sua espada fez apenas um corte raso.

Vendo aquilo o minotauro soltou um grito acompanhado de seu punho em direção a Ângelo. Ele recuperou seu machado e foi andando vagarosamente até Ângelo, que estava derrubado no chão pelo empurrão que havia tomado.

Quando estava em frente de seu alvo prestes a efetuar seu ataque, uma barreira impediu que o machado acertasse Ângelo.

Mayu — Quanto tempo pretende ficar parado aí?! – gritou para Ângelo .

Mayu tinha posto uma barreira para proteger Ângelo. Segundos depois, a barreira cedeu para os golpes do minotauro. Mas foi tempo suficiente para ele recuar e se agrupar com Mayu.

Ângelo — (Droga o que estou fazendo, tenho que achar uma maneira de derrotar esse monstro maldito) – pensou com raiva.

??? — “Ange!” – gritou chamando-o.

Ele escutou uma voz feminina o chamando, olhou para Mayu instintivamente.

— Que foi?! – gritou em direção à Mayu.

— Hã? Eu não o chamei – respondeu com uma cara irritada por ter gritado com ela.

A frase de Mayu só fez com que Ângelo ficasse confuso. Então ele escutou a voz novamente.

???— “Ange, sou eu, Nicole!” – disse com uma voz serena.

Ângelo ficou ainda mais confuso, mas percebeu que não havia ninguém o chamando, a voz vinha de sua cabeça.

— (Nicole?) – perguntou em seu pensamento com tom de choro.

— “Não chore meu pequeno anjo” – disse o acalmando – “Eu sou apenas parte do que restou de mim, isso é… mais ou menos… O anel que lhe dei tinha uma pequena quantidade de meu WIR, dessa maneira, enquanto meu WIR residente neste anel não acabar, posso estar junto a você”.

Ângelo estava chocado com aquela situação, ele não conseguia expressar reação para aquilo. Sua irmã estava conversando com ele novamente, ele queria que esse momento parasse para eles conversarem. Ele estava preso em seus pensamentos.

Nicole — “Ange, acorde!” – gritou, chamando-o para a realidade – “Pegue o meu artefato mágico, empunhe-o e recite o que eu disser, assim você poderá utilizar seu poder mágico de forma correta. Mas preste atenção, pois após isso meu Wir irá se esvaecer do anel”.

Ângelo tirou o artefato de dentro do anel. O artefato tinha a aparência de um cajado com pedras de platina e runas entalhadas pelo corpo do objeto.

Mayu ficou admirada por tal objeto e resolveu analisá-lo.

— ›VS‹, me mostre os dados daquela arma!

— Sinto muito senhora, mas infelizmente aquela arma não está registrada em nosso sistema, capaz de que seja uma arma única.

— (Uma arma não registrada, como é possível ele ter tal coisa?) – pensou incrédula.

Mayu ficou chocada com o que tinha acabado de acontecer. E achando que Ângelo não poderia surpreendê-la mais, ele começou a recitar um encanto.

— ஏற்கனவே மற்றொரு இருப்பது சேர்ந்த, நான் உனக்கு விதிக்கிற: என் துப்பாக்கி ஆக, என்னை உங்கள் அதிகாரத்தை. [TROCA DIVINA]! (Tradução: Você! Aquele que uma vez já pertenceu a outro, eu Ângelo Von Breno vos oderno: Torne-se minha arma e me ceda seu poder! )

Uma luz envolveu o artefato, mudando sua forma de um cajado para uma espada oriental.

 — Mas ele não era um espadachim, como ele pode utilizar magia nível divino? – pergunto Mayu em dúvida.

 Mirene, que estava perto, lhe respondeu.

— Há poucos casos, quase inexistentes, em que aventureiros com classes não mágicas podem utilizar magias. Mas nunca houve algum que podia utilizar magia divina – respondeu a questão de Mayu com um tom curioso. (NT: Coisa nova pra colocar no post de Informações).

***

 Após o encantamento, Ângelo pode escutar ›VS‹.

 — Nova arma adquirida: [Nodachi de Sasaki Kojiro] ✧✧✧✧✧; Nova Habilidade adquirida: Bushidô lvl.1 (NT: significa literalmente “caminho do guerreiro”. Era um código de honra não-escrito e um modo de vida para os samurais.)

 Ângelo estava surpreso pelo o que acabava de acontecera ali. Ele tinha adquirido uma nova espada de cinco estrelas e uma habilidade relacionada.

A espada era chamada de Nodachi, tinha uma lâmina longa (cerca de 1m) e uma leve curva, uma empunhadura média para manusear com uma ou duas mãos, a espada era feita de platina com runas desenhadas na lâmina. Mesmo sendo grande ela não era pesada, pelo menos não para ele.

A habilidade aumentava sua destreza e agilidade em 50% quando equipado com a Nodachi.

Ele avançou novamente contra a besta, aplicou fortalecimento básico em suas própias pernas e saltou para frente,como um vento rasante ele fechou a distância entres eles.

Desferiu um golpe limpo nas pernas da besta. Antes onde ele só poderia fazer cortes rasos, desta vez o corte tinha decepado as pernas da besta. Sangue jorrou para todos os lados e a besta foi ao chão, um berro podia ser escutado em toda a entrada da cidade Kan.

A besta irritada, tentou atingi-lo com seus braços, mas era impossível.

Insatisfeito com seu feito, Ângelo decepou os braços também, jorrando mais sangue e retornando a escutar o berro da besta.

Quando ia desferir o golpe final, ele hesitou olhando em direção ao garoto, que havia perdido a irmã para aquela aberração. Ele caminhou até o garoto e apontou uma adaga a ele.

— Vingue sua irmã, faça o que eu não tive a chance – disse em um tom sério ao garoto.

 O garoto tomou a adaga da mão de Ângelo e andou em direção onde o monstro estava. Debruçado no chão, sem pernas ou braços, a besta não poderia reagir a nada. Então berrou novamente temendo a morte.

Neko Boy — Você foi aquele que retirou a vida de minha irmã, apenas cale-se e pague por seus pecados! – disse gritando para a besta.

Após essas palavras, o garoto desferiu um golpe no centro da cabeça do minotauro, jorrando sangue em seu rosto e ao seu redor. Ele ajoelhou-se no chão e olhou para o céu.

 — Que Bastet (NT: Deus da cultura egípcia) a tenha minha querida irmã – disse sorrindo com lágrimas de felicidade escorrendo em seu rosto.

Vendo aquela cena, Ângelo lembrou-se de sua irmã que havia morrido e ele não pôde fazer nada. Ele sabia que tinha feito a coisa certa ao deixar o garoto vingar sua irmã.

Então cogitou a possibilidade de sua irmã ainda estar presente no seu consciente. Ele a chamou e chamou, mas não teve resposta. Com uma face triste, ele foi embora para a pousada.

Quando já estava chegando, uma voz pôde ser ouvida o chamando.

??? —C-com licença, eu queria te agradecer!! – disse o dono da voz se ajoelhando para Ângelo.

Era apenas o NekoBoy, querendo agradecer a Ângelo. Ele olhou para o garoto, deu um sorriso amargo e caminho em direção a porta da pousada.

Antes que ele pudesse entrar o garoto o chamou novamente.

NekoBoy — Senhor! – gritou o chamando – Você esqueceu isso. – disse mostrando um objeto.

O garoto tinha pegado a ‹Orbe Espiritual› do minotauro. Ele achou melhor dar a orbe ao seu benfeitor, que tinha o ajudado a se vingar do minotauro.

Ângelo guardou a orbe em seu anel e retornou para dentro sem demonstrar reação alguma. O garoto ficou lá, parado em frente a pousada sem saber o que fazer.

***

Ao entrar na pousada, Ângelo foi cercado por olhares, aquele que estavam presentes no salão da pousada começaram a sussurrar coisas entre eles. Como a pousada ficava no norte da cidade (NT: A entrada é o sul), eles não tinham ouvido os berros do monstro.

“O que diabos aconteceu com esse garoto?”

“Por que ele está coberto de sangue?”

“Ele não tem noção de como esta ridículo e assustador coberto de sangue?”

Ângelo escutou todos os comentários que ali foram feitos, mas os ignorou, já que não estava com paciência para se explicar.

— Senhora, você poderia levar uma sopa ao meu quarto? – perguntou à recepcionista mais jovem.

— S-sim senhor – respondeu com um certo temor.

Ângelo subiu para o quarto e foi tomar um banho. Ficou de frente para o espelho, que estava no banheiro, e viu a diferença em seu corpo.

Um de seus olhos tinham se tornado dourados como o sol e o outro era um roxo brilhante. Seus cílios também tinham tomado outra forma, como se fosse poucos espinhos saindo de seus olhos. Seu corpo havia se tornado um pouco mais alto e magro.

Ele ainda era um jovem de corpo esguio, rosto esbelto e uma pele branca. Mas sentia que algo estava diferente.

— ›VS‹ como desativo o modo [Herança de Poder]?

— O modo [Herança de Poder] é permanente , não há como desativá-lo senhor.

Ângelo ficou-se perguntando da onde teria surgido aquele modo, mas por estar cansado desistiu de saber de onde vinha.

Ele saiu do banho com uma toalha enrolada na cintura. A tirou para secar seu rosto, deixando seu membro exposto.

De repente a porta abriu, era Mayu entrando no quarto. Como ele estava com a toalha no rosto, não tinha visto ela entrar.

Mayu corou enquanto olhava para o “colega” de Ângelo.

— O-o-o…

Ângelo escutou alguns grunhidos e deu uma olhada a sua volta.

— Ah! Mayu bem vinda de volta – disse ele sem perceber a situação com um sorriso – Você queria dizer algo?

— O que diabos você está fazendo?! – gritou ela corada, tampando o rosto e apontando para o membro de Ângelo.

Ângelo percebeu o que tinha acabado de acontecer, ele corou e se cobriu rapidamente com a toalha. Mayu saiu do quarto e esperou Ângelo se vestir.

Ângelo


Nome: Ângelo Von Breno

Idade: 15 anos

Posição Social: Nobre

Título: Pequeno Anjo

Profissão: Aventureiro

Nível: 1

Classe: ‹Espadachim›

Rank: F

Vida: 150/150 — Wir: 5000/5000

Força: 30 — Inteligência: 30

Defesa: 20 — Vitalidade: 18

Destreza: 50 — Sabedoria: 20

Agilidade: 44

Atributo Mágico: [Neutro] , [Trevas]

Modo: [Herança de Poder]

Habilidades:

Esgrima lvl.2 — Artes Marciais lvl.2

Sobrevivência lvl.1 — Vontade inabalável lvl.1

Bushidô lvl.1

Magias:

Fortalecimento mágico lvl.1 – Troca Divina lvl.MÁX

Equipamento:

Arma › Nodachi de Sasaki Kojiro(✧✧✧✧✧) – Dmg: 150+5% de bônus da classe.

Armadura › Roupa de Couro Leve(✧) – Def:10

Acessórios › Anel do Infinito (✧✧✧✧✧) – Itens: 8/∞

Anterior› ‹Capítulos› ‹Próximo

 


Notas Finais:

Espero que tenham gostado do capítulo. Eu ia introduzir o Neko nesse cap, só que achei melhor fazer isso no começo do próximo.

›Escrito por: KooZ

›Revisado por: KooZ

›Formatado por: KooZ

Comentários