Kuork

Apenas Tradutores Errantes

iLivro

Eu estava sem nada para fazer, então resolvi terminar de escrever o sétimo capítulo; Foi um capítulo rápido(e com bastante diálogo), já que no próximo vou encaminhar nossos amigos para Mitaras. Espero que gostem do capítulo.

Caso tenha algum erro, dúvida ou sugestão, deixe nos comentários! Aproveitem a Leitura =)


Chegada a Nefa

Chegando a Nefa fomos parados pelos guardas, que guardavam os portões.

— Parem! Para entrar na cidade é cobrada uma taxa de 2 pratas por pessoa.

Desci da carruagem, peguei os ladrões – que foram arrastados pelo caminho – e os joguei em frente ao guarda.

— Eu peguei estes dois, eles estavam com uma garotinha, que havia sido sequestrada. Eu perguntei para ela onde morava e ela disse que era em Nefa. Não temos dinheiro o suficiente para entrar na cidade. Então, se tiver como nos deixar apenas entrar para entregar a garota e pegar a recompensa, caso exista uma, por esses dois inúteis; como eles são aventureiros, tenho de leva-los para a GA, para que retirem seus direitos de aventureiro.

Na verdade, eu só queria poupar dinheiro. 2 pratas não fariam nenhuma diferença para mim, mas eu não iria pagar para outras pessoas.

— Já que é assim, você pode entrar.

Para não deixar o trabalho do guarda ser em vão, dei para ele 5 pratas.

— Obrigado – agradeceu ele pelas moedas.

Entrei novamente na carruagem e entramos em Nefa. Pela janela, da carruagem, podia se ver uma movimentação intensa, áreas comerciais movimentadas, bares cheios, mulheres de cabarés nas portas convidando para entrar, entre outras coisas. A cidade era realmente muito animada, passava uma energia positiva.

Pedi para que o senhor da carruagem nos deixasse em frente a GA, após isso nos despedimos dele e entramos na GA.

Ao entrar na GA, tive a mesma sensação quando entrei pela primeira vez na GA de Kan, só que dessa vez era bem mais movimentado.

Nefa era a cidade com mais aventureiros no continente Frit e a segunda com maior comércio, sendo a primeira Mitaras.

Aproximei-me da recepção, com os dois ladrões amarrados, enquanto Mayu estava procurando algo para comer no bar da GA.

— Boa tarde, em que posso lhe ajudar…– disse a recepcionista diminuindo o tom ao ver os ladrões amarrados.

— Eu vim entregar esses dois, aparentemente, eles são aventureiros.

— Qual foi a ocorrência?

— Eles tinham sequestrado uma garotinha elfa, por coincidência, eles passaram perto do meu acampamento e eu os capturei.

— Bem, irei chamar a gerente do 1º piso, por favor, aguarde.

A cara de raiva e frustração dos ladrões eram explicitamente visíveis.

— Garoto, quando nós conseguirmos sair, e nós vamos, vamos te caçar até os confins do inferno.

— Eu estarei esperando ansiosamente por isso – disse com um sorriso sarcástico.

Minhas palavras só os deixaram mais irritados. Após alguns minutos, a gerente havia chegado.

— Boa tarde, senhor…

— Von Breno.

— Sr. Von Breno, em que posso lhe ajudar?

— Eu só vim entregar estes dois. Eles cometeram um sequestro, eu os peguei e os trouxe até aqui. E se por algum caso houver alguma recompensa por eles, eu aceitarei de bom grado – disse sorrindo.

— Bem, você já pegou a ‹ TAG › deles?

— Sim, aqui estão.

Eu entreguei as TAGS para a gerente, ela as analisou com um artefato e viu as informações dos dois.

— Yuki e Kashi. Se eu não me engano eles estão no quadro de procurados, espere apenas um momento que eu irei verificar.

Ela entrou em uma sala e saiu com um saco de mão, que poderia ser minha recompensa.

— Obrigado por esperar, eles realmente eram procurados Rank D, aqui está sua recompensa. Esses dois ficaram sobre nossa custódia a partir de agora, obrigado por seus serviços Sr. Von Breno.

— Eu que agradeço.

Ela os levou para uma sala que ficava embaixo da GA e eu fui para onde os outros estavam.

— Você completou dois pedidos de Rank D, você pode subir para o Rank E. Por favor, vá até a GA mais próxima e peça para uma recepcionista atualizar seu Rank.

Eu tinha atingido os requisitos para me tornar um Rank E, dei meia volta e fui até a recepcionista que estava livre.

— Olá, em que posso lhe ajudar?

— Eu gostaria de atualizar meu Rank.

— Você poderia me emprestar sua ‹TAG›?

— Aqui está.

Ela analisou minha ‹TAG› com o mesmo artefato de antes e depois utilizou outro. Após o uso do segundo artefato, minha ‹TAG› ficou com a cor de um Opala Preto (NT: Opala Preto é uma pedra preciosa e não o carro).

— Parabéns! Você acaba de se tornar um aventureiro Rank E. Você pode pegar pedidos, do quadro da guilda, de até um Ranks acima do seu.

— Obrigado.

Dei meia volta e fui em direção aos outros, novamente.

— O que aconteceu Ange? – pergunto Mayu curiosa.

— Nada de mais, apenas atingi os requisitos para me tornar um Rank E.

— Hoh, parabéns Ange-sama!

— Obrigado Shiro.

— Agora… o que devemos fazer? Daqui a pouco irá ficar de noite, querem tentar procurar por uma carruagem para nos levar para Mitaras ou procurar por uma pousada?

— Eu sinceramente estou muito cansada, então eu voto pela minha família pela pousada.

— Eu também estou cansado Ange-sama.

— Então está decidido. Mayu se importa de ir com Shiro procurar por uma pousada? Eu vou levar a Mary até o local responsável por pessoas perdidas.

— Tudo bem. Eu já vim a Nefa antes, então vamos ficar na pousada que fica atrás do prédio da Guilda.

— Okay, quando eu terminar eu irei encontrar vocês lá.

Saímos da GA e seguimos caminhos diferentes.

Perguntei para um guarda onde ficava o local que eu estava procurando, ele me explicou detalhadamente, tornando fácil de achar.

Entrei junto com Mary no prédio e fomos até a recepção.

— Boa tarde.

— Boa tarde, em que posso lhe ajudar?

— Eu resgatei esta garotinha de alguns bandidos, sabe se alguém está procurando por ela?

— O senhor poderia me dizer o nome dela?

— Mary.

— Mary, Mary, Mary… Achei; Mary Faren, elfa, cabelos longos cor de platina, olhos azuis e tem nove anos, coincide com essas informações?

Olhei para Mary e ela assentiu com a cabeça.

— Sim.

— O senhor gostaria de esperar pelos responsáveis junto dela ou deixá-la sobre nossa guarda?

— Se não for incomodo, gostaria de deixa-la em sua guarda.

Olhei para Mary, ela estava chorando, talvez de felicidade, talvez de tristeza.

— Não chore Mary, quem sabe nós nos encontremos de novo, quando você se tornar uma linda moça.

— V-você promete?

— Prometo.

Eu não sabia o que ia acontecer, mas acabei prometendo mesmo assim.

— Então quando a Mary crescer e ficar bonita, ela vai se casar com Ange!

— Estarei esperando por isso.

Deixei Mary com a recepcionista e saí do prédio.

Fui em direção à pousada que Mayu havia falado. Quando entrei, vi Mayu e Shiro sentados em uma mesa, tomando um ensopado de legumes.

— Obrigado por me esperar…

— Ah, Ange-sama, bem vindo de volta.

— Bem vindo de volta Ange.

— Obrigado, reservou os quartos?

— Sim, um quarto para duas pessoas e um para Shiro.

— Por que não pediu um quarto para três pessoas?

— Eu não queria incomodá-los…

— Incomodar com o que?

— Sabe… aquilo…

— Aquilo?

— Noite passada, devido a minha raça, eu escutei vocês dois. Desculpem-me por isso.

Naquele momento o rosto de Mayu ficou corado de maneira, absurdamente, rápida. Eu também fiquei envergonhado, mas não deixei transparecer.

— Tudo bem Shiro, não é culpa sua – falei sorrindo – A culpa é da Ma-chan, que fica gritando.

— M-m-minha?!?

— Sua.

— Ora seu filho de uma…

Antes de ela terminar a frase, eu aproximei minha boca ao seu ouvido e sussurrei:“Se comporte, se não, você não irá ganhar a recompensa da noite”.

Com essas poucas palavras, Mayu se calou e seu rosto corou novamente.

Status Ângelo

Nome: Ângelo Von Breno

Idade: 15 anos

Raça: Humano

Posição Social: Nobre

Título: Pequeno Anjo; O Trapaceiro

Profissão: Aventureiro

Nível: 11

Classe: ‹Espadachim›

Rank: E

Vida: 800/800 — Wir: 5000/5000

Força: 35 — Inteligência: 30

Defesa: 25 — Vitalidade: 28

Destreza: 55 — Sabedoria: 20

Agilidade: 49

Atributo Mágico:[Neutro],[Trevas],[Terra]

Modo:[Herança de Poder]

Habilidades:

Esgrima lvl.4 — Artes Marciais lvl.3

Sobrevivência lvl.2 — Vontade inabalável lvl.MÁX

Bushidô lvl.3

Magias:

Fortalecimento mágico lvl.2 – Troca Divina lvl.MÁX

Equipamento:

Arma:

Nodachi de Sasaki Kojiro(✧✧✧✧✧) – Dmg: 155+5% de bônus da classe.

Armadura:

Roupa de Couro Leve(✧) – Def:10

Acessórios:

Anel do Infinito (✧✧✧✧✧) – Itens: 7/∞


Notas Finais:

Espero que tenham gostado do capitulo.

›Escrito por: KooZ

›Revisado por: Não Revisado

›Formatado por: KooZ

Anterior› ‹Capítulos› ‹Próximo

Comentarios em MD: Capítulo 7

Categorias