Treino físico(3)

Sentado na beira de um penhasco, cerca de dois metros longe de um grande tronco de madeira, seu olhar era tranquilo enquanto ele olhava para toda a vegetação em sua volta.

Ele não conseguia parar de pensar em como sua vida mudou em pouquíssimo tempo, em como encontrou a felicidade e a segurança que uma vez já sentiu.

“Como eu queria que esses dias nunca acabassem…”

Sua expressão antes tranquila revelava preocupação e tristeza.

“Sigh! ” Suspirava Ariel enquanto pensava no momento em que se separaria de seu mestre.

Levantando ele pegou suas duas cordas e a amarrou em seu corpo, e começou a andar enquanto arrastava a tora.

Já dentro da casa na montanha, Kanri estava fazendo seu líquido com ervas para que Ariel tomasse quando terminasse seu treino.

A porta abre e o garoto revela um sorriso que vai de orelha a orelha.

“Senhor Kanri eu terminei a parte de hoje! ” Sem esconder a satisfação em sua face, o ancião da à Ariel o copo com ervas.

“Muito bem garoto, você passou muito bem por essa semana,   mas ainda faltam praticamente 5 meses, tenho certeza que se você continuar dessa maneira irá ser bem sucedido” Disse ele enquanto colocava a mão na cabeça do garoto.

“Ops, já ia me esquecendo, tente ficar mais animado, quando seu treinamento chegar ao fim, vamos a Kotai comprar alguma arma para você.”

“Por que preciso de arma ancião? ”

“Sabe Ariel, nesse mundo apenas você ser um ótimo cultivador pode não ter um grande valor, como eu disse antes existem outros fatores adicionais que fazem alguém realmente poderoso, coisas como magias, pílulas, núcleos de bestas e monstros, artes marciais, vestimentas e é claro a sua arma.”

Existem vários tipos de armas e vestimentas, sendo elas normais, lendárias, magicas ou sendo compostas por minérios e matérias raras, em todo o continente Asui e talvez no mundo, era praticamente impossível encontrar um fortalecedor que não tivesse qualquer tipo de arma.

A intenção de Kanri era que Ariel pegasse gosto por qualquer tipo de armamento, além de aumentar a agilidade em suas mãos.

“Mas eu não quero que fique pensando muito nisso, iremos comprar uma arma básica a sua escolha apenas para deixar seu manuseio com armas mais eficaz, nesse momento você deve focar no seu treinamento, agora vá dormir e como sempre descanse bem, Boa noite.”

Kanri fechou seu sorriso acolhedor e apagou as velas da casa e também foi descansar.

Ao acordar Ariel prosseguia com a sua rotina diária.

Com o tempo mais de cinco meses já haviam passado, o treinamento estava perto do fim.

Há cerca de um mês Kanri deixou o corpo de Ariel mais pesado, além das suas vestimentas e seus braceletes, ele agora também estava usando uma tornozeleira em cada perna, pesando 5k cada uma, agora ele estava pesando 80k a mais.

“Vamos Ariel! Apenas mais alguns metros.”

Conforme o tempo aumentava, o jovem criava mais resistência, seu corpo ficava mais forte, e isso o levou a aumentar a jornada de seu treino. Se antes ele ficava no máximo quatro horas carregando a madeira sem descansar, nessa etapa de seu treinamento ele já conseguia cerca de seis horas.

“É estranho, eu já me acostumei com meu corpo mais pesado, esse treinamento do senhor Kanri é realmente formidável.”

“Pelo que ele me disse, o lugar onde você treina afeta totalmente a sua capacidade de adaptação e efetividade do seu treino, talvez seja verdade.”

Como Ariel vivia apenas com seu mestre, ele não tinha outra pessoa com quem conversar, então acabou desenvolvendo o hábito de falar sozinho mesmo sem perceber.

O treinamento chegava ao fim, como sempre, Kanri não parava de se surpreender com seu discípulo, uma criança que não parava independente das circunstâncias, mesmo sem nenhum motivo muito forte, sua tenacidade é grande e assustava o velho que o acompanhava todo dia.

Isso não apenas pelo fato de Ariel conseguir realizar seu treinamento perfeitamente e quase sem supervisão, mas também os ensinos que Kanri dava ao jovem, o jeito como Ariel conseguia conversar, depois de apenas cinco meses de lições era novamente assustador.

Todas as informações, sobre pessoas importantes, hierarquias, técnicas, bestas, monstros, geografia e historia do continente eram facilmente absorvidas por ele.

É como eu pensava, esse garoto esta destinado a ser alguém superior a todos que conheci.

Kanri pensava que qualquer pessoa com idade próxima a dele, no momento que conversasse com ele se sentiria intimidado assim como Kanri já se sentiu, parecia natural o jeito com que Ariel fazia isso, é claro que o garoto não estava ciente disso.

Gostaria de ver seu desenvolvimento ao aprender técnicas, hehe.

Faltava apenas uma semana até o termino do treino de Ariel, com isso em mente seu mestre iria propor algo a ele.

“Ariel, venha cá por um momento.”

“Sim mestre, o que foi? ”

Ele já está me chamando de mestre?

“Na verdade o seu treinamento praticamente acabou, essa ultima semana vai servir para você perceber como seu corpo mudou, e a diferença que faz sentir seu corpo leve como uma pena.”

“Leve como uma pena? ”

“Será difícil eu conseguir explicar isso para você, veja por você mesmo, a partir de amanhã quero que faça seus exercícios sem os pesos em seu corpo entendeu? ”

“Sem eles? Está bem senhor Kanri, farei como quiser.” Disse o jovem em plena concordância a seu mestre.

Ariel acabava de acordar, depois de tomar a bebida com ervas preparada por Kanri, ele tirou os pesos de seu corpo e foi para o lugar onde costuma começar seu treino.

No momento que ele começou a arrastar a tora, ele soltou um grito de felicidade.

Kanri soltava gargalhadas enquanto assistia a cena de longe.

“Meu… meu corpo está mais leve, parece que consigo voar, hahaha, isso é maravilhoso, 70k fazem tanta diferença.”

Enquanto começou a correr euforicamente carregando a madeira, ele começou a pensar no que ouviu de seu mestre. “Leve como uma pena.”

“Seria isso que eu tinha que entender? Me sinto totalmente diferente, mas é impossível me sentir leve como uma pena…”

Impossível? Não seja tolo garoto, você já conseguiu entender, apenas não percebeu isso. De acordo com Kanri, o que ele havia planejado tinha dado totalmente certo.

Ariel fazia seu treinamento o mais rápido possível, e antes entendeu que o trajeto que fazia em quatro horas agora foi feito e pouco menos de uma hora, e isso utilizando menos estamina.

Depois de mais algumas horas, ele voltou pra sua casa e encontrou seu mestre.

“Mestre Kanri terminei, obrigado por me fazer usar os pesos, eu consigo sentir a diferença entre antes e agora! ”

“Bom, bom, devo dizer que estou muito feliz e satisfeito com sua perseverança Ariel, e como prometido, assim que a manhã chegar, nós vamos para Kotai providenciar uma arma de seu gosto.”

“Sim mestre Kanri, vou descansar agora.”

Para Ariel a noite demorava, que tipo de arma ele escolheria? Como ele a usaria? Com esses pensamentos ele se banhou e colocou novamente os pesos fornecidos por Kanri, o jovem entendia os benefícios que ganhou após usa-los, pensando nisso ele acredita que se continuar usando poderia ganhar ainda mais benefícios.

Comentarios em ODDA: Capítulo 5



15

Índice×