iLivro

Conhecendo a História

 

Zorg estava caído no chão, com sua respiração ofegante, ele luta para erguer seus olhos e procurar seus amigos, um pouco mais a frente, ele pôde ver seu irmão e seus dois companheiros caídos inconscientes no chão. Ao ver a figura de um homem robusto se aproximar lentamente de seus amigos, uma fúria incontrolável se acende e começa a queimar violentamente dentro de si.

— NÃO TOQUE NELES! — Exclamou Zorgnatron.

— Humpf garoto, você não está em condições de me dar ordens. — Bufou o homem.

— Se estou ou não em condições de dar ordens, isso quem decide sou eu. Se tem algo contra, eu estou bem aqui. Venha tirar satisfação comigo seu traidor! — Enquanto lutava para se manter consciente, Zorg tentava a todo custo desviar o foco do homem robusto para si, na esperança de que seu irmão e amigos pudessem escapar de alguma forma ou resistir até que seu pai chegue.

— Tolo! Acha mesmo que vai conseguir me atrair com uma provocação tão sem sentido como essa? Se não fosse por você, seus amigos não estariam nesta condição. Agora cale-se e arque com as consequências de se meter em meu caminho.

— Você é tão intrometido quanto seu avô, sempre se metendo onde não deve. Assim como matei seu Avô, hoje todos vocês morrerão. — Disse o homem enquanto levantava Agláxis, irmão de Zorgnatron pelo pescoço.

— Então foi você. FOI REALMENTE VOCÊ! SEU MALDITO, EU VOU TE MATAR! — Gritou Zorgnatron enquanto beirava a insanidade.

Usando suas últimas forças para se levantar, as chamas de fúria que antes queimavam dentro de seu peito, tornam-se chamas de ódio que consumiam tudo ao seu redor. Uma frieza incomum toma conta de seu consciente, como se a vida ou a morte não fizessem mais diferença.

— A caixa… — Disse Zorg calmamente enquanto fechava os olhos.

— O que você disse garoto? — Disse o homem robusto em um tom de surpresa enquanto jogava Agláxis de volta no chão.

— A caixa que estava com meu avô no dia em que você o matou, ela pertence a mim, irei pega-la de volta. — Disse Zorgnatron. Ainda de olhos fechados ele começou a concentrar todo o Shakti dentro de si e gritou:

— POPUROU, SAIA! — Nesse mesmo instante, uma tatuagem localizada em seu ombro esquerdo toma forma e sai de seu corpo.

— Popurou! Popurou! — Gritou a criatura de forma melódica.

— POPUROU, TRANSFORMAÇÃO! Djinn, O Senhor dos Trovões! — Gritou Zorgnatron. Instantaneamente uma forte luz começa a brilhar ao redor da criatura, enquanto ela começa a mudar de tamanho e de forma, uma grande quantidade de Shakti começa a fluir. A criatura que antes era do tamanho de um punho, agora era um ser totalmente diferente.

— ABSORÇÃO DA ALMA! — Exclamou Zorgnatron. — Os olhos da criatura que assumiu a forma de um Djinn brilharam e logo em seguida, Zorgnatron cai no chão como se estivesse morto.

— Excelente! É a primeira vez que usamos esta técnica, mas foi realmente um sucesso. — Pensou Zorgnatron.

Zorgnatron não estava mais em seu corpo, mas sim no da criatura que se transformara em um Djinn Elemental. Medindo quatro metros de altura, com olhos relampejantes, pele azulada e possuindo quatro braços, Zorgnatron exalava soberania.

— Popurou, mostre-me as habilidades que este Djinn possui. — Disse Zorg enquanto pegava seu corpo sem vida e o guardava em seu Anel de Fissura Branco.

— Sim Popurou!

— Garoto, que tipo de poder é este? — Disse o homem robusto enquanto dava um passo para trás.

— O poder para te matar. — Disse Zorg friamente.

— Hahaha se enxerga garoto! Acha mesmo que isso é o suficiente? Você pode ter mudado de corpo e de tamanho, mas seu Shakti é o mesmo. O que um pirralho no 1º nível do Domínio Espiritual pode fazer contra alguém no 8º nível como eu? — Disse o homem robusto enquanto assumia uma posição de batalha.

— ATIVAR QUEBRA DE LIMITE! ATIVAR REGENERAÇÃO DO TROLL! ATIVAR SANGUE POR SANGUE! — Gritou Zorgnatron dentro de si.

Uma energia sem limites começou a fluir de Zorgnatron, chamas elétricas azuis e chamas de sangue circulavam ao redor de seu corpo, Zorgnatron estava agora no 4º nível do Domínio Espiritual.

— Se continuar assim por muito tempo você vai morrer popurou. Sua alma não vai aguentar muito tempo popurou. — Disse Popurou enquanto dividia o mesmo corpo com Zorgnatron.

— Não vou morrer… pelo menos não até que eu consiga ver aquela garota novamente. Só preciso segura-lo até que meu pai chegue. Quanto tempo você acha que eu posso suportar Popurou? — Perguntou Zorg.

— Cinco minutos no máximo, popurou. — Disse Popurou.

— Será suficiente…
  …
Olá caro leitor, que bom que você está aqui!

Eu sou Zorgnatron o autor de “O Sétimo Zorgnatron”(Sim meu nome é igual ao do protagonista, mas foi pura coincidência eu juro)

Essa foi apenas uma prévia do que está por vir em nossa história,  como ela começa com nosso protagonista tendo apenas sete anos de idade e só passa a ter uma atmosfera mais parecida com o trecho que vocês acabaram de ler a partir do capítulo 05, que é quando nosso protagonista atinge a idade de 16 anos, essa foi a melhor forma que eu encontrei para mostrar a você novo leitor, o potencial desta história.

Devido ao fato de nosso protagonista ter apenas sete anos de idade, os primeiros capítulos têm uma narrativa um tanto quanto “infantil”(pois eu não poderia colocar um menino de sete anos falando como um de dezoito não é mesmo?) Mas não se preocupe, os capítulos iniciais não são cansativos. Eles possuem uma narrativa que ensina e ajuda o leitor a compreender o universo em que se passa a história, bem como o que é o Shakti e seus Domínios, assim você não irá demorar vários capítulos para se familiarizar com todos os elementos da história. Apenas quatro ^-^

Eu estou tentando fazer algo “original”, porém como é praticamente impossível fazer algo diferente de todo mundo, as vezes no começo serão encontradas algumas semelhanças com outras obras, mas na medida em que nosso protagonista evolui, a história vai tomando forma e vida própria.

No futuro, vocês entenderão que a cultura chinesa foi só o ponto de partida. O mundo em que se passa nossa história, é tão vasto e multicultural quanto o nosso em que vivemos. Quero passar para o leitor a imagem de um mundo grande e versátil como o nosso realmente é, Brasil tem a sua cultura, A Índia possui outra, A Rússia possui uma cultura mais diferente ainda e por aí vai. O mundo de nossa história também será assim!

Então é isso, espero que continuem a ler e mais ainda, eu espero que gostem. Não vai demorar muito para nossa história chegar neste ponto que vocês acabaram de ler, então entrem no continente de Wyzigun e embarquem nessa aventura junto de Zorgnatron!

PS: Eu gostaria de contar com o apoio de todos vocês. Peço para que divulguem e comentem sobre o que estão achando da obra e de cada capítulo, pois cada comentário realmente ajuda com a motivação,(é como se os comentários fossem o Xp do escritor kkkkk) e também me ajuda a saber o que vocês estão achando da história, além de também facilitar algumas decisões importantes no futuro, pois eu sempre leio e reflito em cima dos comentários. Por mais confiante que eu seja e por mais que eu acredite no potencial da história que está sendo desenvolvida, aquele friozinho na barriga não tem como não sentir, e são vocês quem me dirão se estou tomando as decisões certas ou não. Muito obrigado e até mais o/

Comentarios em OSZ: Volume 1 Capítulo 00

Categorias