iLivro

Vale das Dez Mil Tribulações

 

— Mas como isso foi acontecer? Ela não deveria estar guardada em um lugar seguro? Como que essa pessoa conseguiu pega-la? — Perguntou Zorg.

— Nossos antepassados e seus descendentes, chegaram à conclusão de que os riscos em deixar as caixas guardadas em algum lugar seriam muito maiores do que se ela fosse mantida sempre com os dois membros mais fortes de nossa família. E assim foi feito. A Esfera do vazio ficava com seu avô enquanto o ovo ficava comigo. Logo, quando chegasse a hora, elas seriam passadas para cada um de vocês. — Disse Azemir.

— Mas infelizmente, enquanto seu avô investigava sobre o desaparecimento das crianças de nossa província, ele foi morto. — Disse Azemir enquanto cerrava os punhos.

— Mas pai, já se passaram dez anos desde que meu avô morreu, porque ainda não conseguimos recuperar a Esfera? — Perguntou Zorg.

— Não é como se nosso pai estivesse de braços cruzados todo esse tempo, eu mesmo venho o ajudando com as investigações já a algum tempo. Mas ao que tudo indica, o adversário com quem nosso avô se deparou é realmente formidável. Além de possuir força o suficiente para mata-lo, ele é simplesmente irrastreável. — Disse Agláxis.

— O que seu irmão disse é verdade. Dois dias antes de seu avô morrer, ele havia me dito que estava muito próximo de provar quem era o responsável por trás do desaparecimento das crianças de nossa província. E o que mais me intriga, é o fato de que não importava o quanto eu insistia para ele me contar quem era o suspeito, ele sempre negava.

— Ele dizia que não ousava dizer sem ter uma prova concreta, pois as paredes têm ouvidos. Ele apenas afirmava que quando essa informação viesse à tona, ela afetaria não só a nossa família, mas todas as sete famílias guardiãs e me instruiu a ficar preparado para um tempo de grandes mudanças.

— E o que faremos agora? — Perguntou Zorg.

— Bom, o destino trouxe você até nós filho. Eu acredito que enquanto fizermos a nossa parte, cedo ou tarde iremos nos deparar com o assassino de seu avô. Agora que você despertou e aparentemente tem algo grande lhe esperando no futuro, acredito que devemos nos focar em seu desenvolvimento, devemos nos focar em recuperar seus nove anos perdidos de treinamento, você precisa urgentemente recuperar essa diferença que há entre você e os jovens de sua geração. — Disse Azemir enquanto caminhava em direção de Zorg.

— Deixe-me inspecionar seu fluxo de Shakti, tem algo que vem me intrigando há algum tempo. — Disse Azemir enquanto colocava uma de suas mãos sobre o coração de Zorgnatron.

— Interessante. Filho, de acordo com o que você nos contou, hoje realmente foi a primeira vez que você tentou manipular o Shakti ou usou alguma habilidade? — Perguntou Azemir voltando a se assentar.

— Sim, antes disso eu não me arriscava a tentar por medo de afetar a minha vitalidade. Porque pai?

— Parece que a sua habilidade vai muito além do que apenas te ajudar com a alquimia e facilitar no aprendizado de novas habilidades. Você já deu uma olhada dentro de si? Percebeu que você já está no primeiro nível do Domínio Físico? — Disse Azemir com um sorriso no rosto.

— O quê? Mas como? Eu mesmo demorei 30 dias para dominar minha Habilidade Inata e chegar ao primeiro nível do Domínio Físico! — Exclamou Agláxis.

— Pois é! Esse deveria ser o tempo normal para qualquer manipulador. Quando você desperta sua habilidade, ela te conecta ao Mundo dos Imortais pela primeira vez e o Shakti começa a fluir dentro de você, então é como se você começasse no nível zero e ainda tivesse que treinar para chegar ao nível 1, e geralmente o tempo gasto é de 30 dias. Mas com seu irmão por algum motivo foi diferente, ele mal começou a manipular o Shakti e já alcançou o primeiro nível! — Disse Azemir de forma bastante empolgada.

— Filho, quando você estava em seu quarto treinando, você se lembra de algo um pouco fora do comum ter acontecido? Eu sei que tudo foi uma experiência nova para você, mas tente se lembrar de algo que talvez merecesse um destaque para nos contar. — Disse Zafiryel.

— Bom, ainda é tudo muito novo para mim, então eu não sei o que deveria ou não ter acontecido. Mas teve um momento, logo depois de eu ter sentido o primeiro fluxo de Shakti dentro de mim, que eu me concentrei bastante para compreender como que funcionava o fluxo de absorção e distribuição de Shakti dentro de meu corpo. E nesse momento, parece que eu entrei em algum estado de concentração profunda e era como se nada em meu redor existisse, eu também perdi a noção de tempo, eu sentia como se tivesse passado apenas alguns minutos, mas quando eu abri os olhos deu para perceber que tinha passado bastante tempo, deve que umas duas a três horas, e foi logo depois disso que eu consegui usar a habilidade. Daí o resto foi tudo normal eu acho, eu usei a habilidade, fiquei exausto e desmaiei.

Azemir e Zafiryel se entreolharam, e por um curto período de tempo permaneceram em silêncio pensando.

— Bom… Já ouvi da parte de meu pai, que alguns anciãos de nossa família ao estudarem algumas técnicas avançadas de cura e suporte, acabaram entrando em um estado de iluminação e perdurando por longos períodos em meditação, e quando voltaram a si, eles conseguiram um grande avanço no estudo de suas habilidades e também na manipulação do Shakti. Mas esses períodos de meditação eram longos, alguns ficavam meses outros até anos.

— Certo! Vocês dois. Nós já passamos tempo de mais aqui em baixo, vão fazer alguma coisa, sua mãe e eu precisamos conversar. Esposa, desfaça as barreiras por favor.

— Sim. — Respondeu Zafiryel.

Assim como seu pai os ordenou, Agláxis e Zorgnatron saíram. Eles tinham muito o que conversar, além de estarem a um bom tempo sem se ver, Agláxis tinha um monte de perguntas que ele gostaria de fazer a seu irmão, e o mesmo valia para Zorgnatron. Os dois subiram no alto de uma torre e começaram a conversar.

Neste meio tempo, Azemir e Zafiryel decidiam qual o próximo passo a ser dado, o acontecimento de hoje pegou todos de surpresa e a vida de todos da família não poderia mais ser a mesma.

— Aahhh Zafiryel, o que faremos agora? — Disse Azemir enquanto se recostava na cadeira deixando sua cabeça cair para trás.

— Tenho que me manter firme na frente dos meninos, mas a verdade é que eu estou nervoso. Sabe, ver o nascimento do portador do Poder Original é o sonho de todos nós, muitos incluindo meu pai, morreram sem ver esse dia, e eu como todos os outros sempre desejei que esse dia chegasse, mas eu nunca esperava que isso iria acontecer logo comigo… sinceramente, eu sinto medo agora. — Disse Azemir enquanto fixava seu olhar no teto olhando para o vazio.

— Ora marido, não fique assim. Você além de sábio, é um ótimo pai. Tenho certeza que vai encontrar a melhor forma de treinar e desenvolver o nosso filho, você nunca me decepcionou e não vai ser agora que isso vai acontecer. — Disse Zafiryel enquanto se sentava no colo de Azemir abraçando-o e passando a mão em seus cabelos.

— Além do mais, nós somos uma família unida. Vocês sempre terão a mim e Agláxis para lhes ajudar, esse não é um caminho que vocês irão trilhar sozinhos.

— Rum. Você e seus carinhos. Você sempre sabe como me acalmar e confortar, não é? — Disse Azemir com um sorriso cheio de ternura no rosto.

— Estou pensando… Acho que a melhor opção que temos agora é se Zorg e eu saíssemos em uma jornada para treinar juntos. Não me importo em sacrificar meu tempo de treinamento para o crescimento de nosso filho. Ser o pai do portador do Poder Original é uma responsabilidade enorme, mas a responsabilidade que irá cair sobre os ombros dele no futuro será infinitamente maior que a minha. — Disse Azemir enquanto correspondia ao abraço de sua esposa.

— Nem sonhe em fazer isso! — Exclamou Zafiryel enquanto se levantava de forma violenta do colo de seu marido com uma expressão raivosa no rosto.

— E por que não? Você já parou para pensar que nosso filho além de estar com nove anos de atraso em seu treinamento, ele também tem um caminho difícil pela frente? — Disse Azemir enquanto também se levantava.

— E você já parou para pensar, em como que o Agláxis vai ficar vendo seu pai e irmão saindo juntos em uma jornada de treinamento e sendo deixado para trás?

— E outra. Se a habilidade de Zorgnatron realmente o permitir ter um crescimento acelerado, que é o que aparenta ser. Como vai ficar a cabeça de Agláxis vendo vocês dois voltarem de uma jornada que levou sabe-se lá quanto tempo, e além de ter ficado sozinho ele ter sido superado pelo irmão mais novo hein? — Disse Zafiryel de forma bem exaltada.

— Isso…

— Humpf, você só pensa pela metade mesmo, não é?

— Então eu devo levar Agláxis conosco? É isso o que você sugere?

— Á que bonito! Então você vai sair, levar nossos dois filhos e vai deixar sua esposa sozinha por sabe-se lá quanto tempo?

— Eu também vou com vocês. — Murmurou Zafiryel de braços cruzados fazendo biquinho.

— Haha… não seria mais fácil você ter me dado essa ideia antes, ao invés de fazer toda essa ceninha hein?

— E não seria mais fácil se você mesmo tivesse pensado ao invés de ter tido o pensamento egoísta de sair só você e Zorg? — Disse Zafiryel.

— Que seja, que seja. Faremos isso, vamos procurar os garotos e dar a notícia. — Disse Azemir.

— Tudo bem, então vamos. — Respondeu Zafiryel com um belo sorriso no rosto.

— Mas antes, só tem uma coisa que eu gostaria de te pedir. — Disse Azemir enquanto segurava sua esposa pelo braço.

— E qual é?

— Pegue meu Anel de Fissura Marrom, vá até a nossa tesouraria de recursos médicos e pegue todos os itens de cura avançada que tivermos. Não deixe nenhum para trás, apenas os que forem de baixo nível. O treinamento dos garotos será duro e você não deve interferir, a não ser quando for cura-los. Assim que terminar, me encontre no salão principal, estarei instruindo nossos servos sobre como agir durante nossa ausência.

Assim como foi lhe pedido, Zafiryel pegou todo o estoque de itens medicinais. Nesse meio tempo, Azemir reuniu todos os seus servos no salão principal e deu a cada um ordens específicas para serem cumpridas no período em que estiverem fora. Também enviou um de seus servos mais confiáveis para avisar Asdrael, pai de Zafiryel a respeito de sua viagem sem data para retorno.

Zorgnatron e Agláxis conversavam despreocupadamente no topo de uma torre sobre os mais diversos assuntos, até que seus pais chegaram.

— Filhos, temos uma notícia para lhes dar. — Disse Zafiryel com um sorriso no rosto.

— Estamos saindo em uma jornada de treinamento. — Disse Azemir.

— Como assim? Vamos sair do nada, assim tão de repente? — Perguntou Agláxis.

— E como vamos fazer quanto as minhas responsabilidades com a Associação dos Alquimistas de Gaia? Ainda não tive tempo de contar a vocês, mas eu acabo de me tornar o 4º no comando, não seria certo eu ficar muito tempo ausente. — Disse Zorg.

— Deixe eu lhes dizer uma coisa. — Falou Azemir em um tom bem sério.

— A responsabilidade que repousa em nossos ombros agora, são infinitamente maiores do que a disputa de um cargo na guarda imperial, ou a de um posto de comando nos Alquimistas de Gaia. O fato de Zorg ter despertado seu poder agora, significa que o Grande Mal a qual Abraziel nos avisou está próximo.

— Passaremos na Associação de Alquimistas e eu mesmo falarei com o Presidente. Quanto a você Agláxis, após seu treinamento, se ainda quiser entrar para guarda imperial, eu lhe garanto que não terá problemas. Agora, o mais importante é cuidar do desenvolvimento de vocês. Vocês me entenderam?

— Sim senhor! — Disseram Zorg e Agláxis ao mesmo tempo.

— Ótimo, todos os preparativos para nossa viagem já estão prontos, também cuidei para que seu despertar continue um segredo. Quanto mais tarde essa informação vazar melhor, como ainda não sabemos quem são nossos inimigos, devemos assumir o fato de que eles podem estar entre nós.

Logo, todos partiram. Tendo chegado a Associação dos Alquimistas a noite, Azemir aceitou o convite do Elder Konner para passarem a noite em seu estabelecimento. Enquanto seus filhos dormiam Zafiryel, Azemir, Elder Konner e o Presidente da Associação passaram a noite conversando e acertando alguns detalhes. Com tudo pronto, eles partiram ao amanhecer.

— Pai, aonde vamos agora? — Perguntou Agláxis.

— Para o melhor lugar onde alguém que possua a natureza elétrica poderia treinar.

— E onde seria? — Perguntou Zorgnatron.

— O Vale das Dez Mil Tribulações. — Disse Zafiryel

— Não é este um dos lugares mais perigosos de nosso continente? Deveríamos mesmo estar indo para lá? Se o que eu cheguei a ouvir de lá for verdade, na situação atual de Zorg ele será incapaz se quer de entrar lá. — Disse Agláxis de forma extremamente preocupada e apreensiva.

— Me diga filho, se você tem uma tocha acesa em sua mão e eu também tenho outra acesa, o que aconteceria se nós juntássemos as nossas tochas? — Indagou Azemir.

— Bom, o fogo de uma acrescentaria ao fogo da outra e sua chama cresceria em tamanho e luminosidade. — Disse Agláxis.

— Exato. O Vale das Dez Mil Tribulações é um lugar onde existe uma forte concentração de Shakti elétrico. É um lugar desolado que até hoje mantém-se sem explicação, por possuir uma atmosfera pesada, tempestades constantes e violentas descargas elétricas intermitentes, para muitos este lugar é um verdadeiro campo de tribulações onde muitos perderam a vida. Mas para nós, este lugar é um verdadeiro campo de treinamento onde ainda mais Shakti Elétrico será adicionado a nossa natureza. — Disse Azemir.

— Mas é claro, sem mim por perto todos vocês morreriam em um piscar de olhos. Hahahaha… — Disse Azemir de forma bem despreocupada enquanto dava uma chave de braço em cada um de seus filhos ao mesmo tempo de forma bem brincalhona.

— Aqui, pegue isto Zorg. Quero que você estude esta técnica até chegarmos ao nosso destino. Ela se chama,Manto de Absorção Elétrica, é uma técnica defensiva focada em eletricidade capaz de suportar grandes descargas elétricas. Apesar de ser uma técnica do 1º nível do Domínio Físico, quando dominada ela é muito útil, permitindo o usuário se especializar na defesa de um único elemento, fazendo com que a eficácia e a absorção de danos sejam ainda maiores. A maioria dos garotos de nossa família levam em média cinco dias para dominar essa técnica, mas acredito que com sua habilidade você será capaz de compreende-la em mais ou menos três dias. — Disse Azemir

— Pode deixar, farei o meu melhor. — Respondeu Zorg.

A viagem durou três dias inteiros, Zorg e Agláxis iam montados no Lince das Sombras enquanto seus pais seguiam a pé tendo Azemir liderando o caminho e Zafiryel cuidando da retaguarda. Durante toda a viagem Zorg estudou e treinou sua nova técnica, coisa que não foi muito difícil para ele. Logo no primeiro dia de estudo ele havia compreendido totalmente a parte teórica da nova habilidade, começando a exercer a prática no segundo dia.

Por ser uma técnica do 1º nível do Domínio Físico, ela não desgastava tanto seu corpo quanto a técnica Luva do Trovão. Zorg mantinha a técnica ativa o máximo que seu corpo lhe permitia, e enquanto descansava, ele tratava de se concentrar em seu interior e estudar como que a natureza elétrica interagia com seu Shakti e se espalhava em seu corpo.

— Chegamos, assim que descermos esta montanha entraremos no Vale das Dez Mil Tribulações. — Disse Azemir.

— Meu Deus! — Exclamou Zorgnatron.

— Eu não te disse? Eu não estava brincando quando falei que esse lugar é um dos mais perigosos de nossa província. — Disse Agláxis.

— Não se preocupem. Assim que entrarmos seu pai irá proteger a todos nós com uma barreira de alto nível, enquanto estivermos dentro dela, nada poderá nos prejudicar. — Disse Zafiryel com um sorriso no rosto irradiando segurança, enquanto colocava as mãos no ombro de cada um de seus filhos.

O Vale das Dez Mil Tribulações é sem dúvida um lugar fora do comum. Composto por um enorme vale e rodeado por uma cadeia de montanhas, era completamente coberto por densas nuvens negras que desencadeavam toda a fúria dos Deuses com incontáveis descargas elétricas, deixando o local no mais puro caos e destruição, todo o lugar emanava uma forte sensação de morte e desamparo.

Assim que entraram, centenas de raios contendo uma enorme quantidade de Shakti elétrico foram descarregados em sua direção. Se não fosse por Azemir estar com eles, nenhum dos presentes incluindo Zafiryel sobreviveriam a esta tormenta.

Após uma hora de viagem pelo vale, Azemir chega a seu destino. Era um lugar que a muito tempo atrás ele e seu pai treinaram. O lugar possuía um pequeno lago rodeado de cristais púrpura que atraiam todos os raios para si, em seu derredor dezenas de grandes rochas formavam um abrigo natural.

— Este lugar foi um antigo campo de treinamento para seu avô e eu. Devido ao grande risco que este lugar representa, meu pai só me trouxe aqui no dia em que eu alcancei o Domínio Espiritual, então tenham em mente que o treinamento de vocês não será fácil.

Não permitirei que vocês morram, mas irei permitir que vocês sofram. Não serei complacente com nenhum de vocês, enquanto treinarmos, eu serei seu inimigo, um inimigo sempre quer matar seu adversário e é para este tipo de situação que eu quero que vocês estejam preparados. Não entrem em uma batalha apenas para sobreviver, entrem para matar.

Ao terminar de falar, Azemir se dirige até Zorg e Agláxis, ele utiliza uma técnica para selar seus pontos vitais tornando-os resistentes contra eletricidade. Claro que com a força da energia que emanava deste lugar eles não estariam 100% salvos, mas os riscos de morte foram reduzidos consideravelmente.

Logo em seguida, Azemir caminha em direção ao lago. Assim que ele chega ao centro, o treinamento começa.

— O primeiro teste de vocês será conseguir chegar até mim, aquele que conseguir, estará pronto para passar para próxima parte.

— Zorg, você será o primeiro venha cá. — Falou Azemir

— Sim pai! — Exclamou Zorgnatron.

Imediatamente Zorg ativa o Manto de Absorção Elétrica e caminha em direção a Azemir. Sua empolgação era tanta, que ao invés de caminhar pela água, ele dá um salto da margem caindo em uma área mais à frente.

— FILHO! — Gritou Zafiryel.

Assim que Zorg entrou em contato com a água, ele começou a convulsionar, todo seu corpo tremia, saia fumaça e sua boca começava a espumar, uma enorme quantidade de Shakti elétrico invadia violentamente seu corpo, seus pés começaram a ficar pretos e logo, todo o seu corpo estava semicarbonizado.

Comentarios em OSZ: Volume 2 Capítulo 9

Categorias