Kuork

Apenas Tradutores Errantes

iLivro

Chesswood (1)

“O que você fará?” Perguntou Jeremy, subordinado de Derek.

Derek havia investido em Ilya apostando na queda de Elsanad, mas os resultados se tornaram inesperados. Crockta acusou tanto a Ilya quanto a Elsanad.

“Espere um pouco.”

Derek estava escrevendo na mesa do escritório. Jeremy esperou. Derek escreveu algo por um tempo antes de largar a caneta.

“Desejo-lhe sorte … Vamos rezar para que as flores de Ashira floresçam em breve … Isso está ok?”

Os olhos de Jeremy se arregalaram. Foi porque houve um sorriso na voz de Derek.

“Eu acho que ambos são bons.”

“Se você acha que é ruim, então você pode me dizer.”

Jeremy assentiu e perguntou a Derek. “A pessoa é um homem ou uma mulher?”

“Um homem.”

“Então o primeiro seria melhor.”

“Mas ele é um elfo.”

“Então eu recomendarei o último.”

“Você é muito preconceituoso sobre gênero e espécie.”

Derek riu e pegou a caneta novamente. A frase sobre o florescimento das flores foi derivado de um poema épico. As flores de Ashira que decoraram uma guirlanda significaram uma marcha de vitória. Era para expressar boa sorte, mas de forma menos seca.

“Você sabe quanto tempo foi desde que eu tive que escrever uma carta para corrigir um problema inesperado?”

“Eu nunca vi isso acontecer.”

“Sim. Já faz tanto tempo que nem me lembro disso.”

Derek colocou a carta em um envelope e selou-a com cera de vela e entregou-a a Jeremy. “Muito interessante.”

“Isso é como você esperava?”

“Jeremy, a vitória só vale a pena se você encontrar um problema difícil e inesperado e conseguir saltar sobre ele.”

Jeremy foi mandado a enviar uma carta. O destinatário era um nome que ele não conhecia.

“Quem é esse?”

“Esse?  Meu novo fantoche.”

Derek riu. “Nosso guerreiro orc perturbou Arnin, então agora preciso de alguém para arruma-la.”

“Então…”

“Os bandidos foram limpos. No entanto, novos vilões sempre aparecem no mundo.”

Jeremy assentiu. Foi por isso que ele seguiu Derek. Jeremy nunca tinha visto lacunas em Derek. Ele respondeu como se tudo fosse o esperado e produzisse resultados de acordo com sua própria vontade.

Também era verdade para o incidente. Crockta fez as coisas de uma maneira que não esperava. Ilya, a quem investiram, era agora um criminoso e seria preso na prisão de Arnin. Derek disse que isso era inesperado, mas Jeremy não pensou assim. Derek tinha muitas precauções para o caso.

Na imagem maior, Derek ainda controlava tudo de acordo com sua vontade.

“Além disso, transmita as seguintes informações para Crockta.”

“Mesmo que ele quebrou o contrato?”

“De certa forma, eu estava errado.”

Crockta tinha colocado uma condição no contrato. Ele não faria nada que fosse contra a honra de um guerreiro.

“Eu não sabia que Ilya e Elsanad eram tão vilões, então suponho que seria de se esperar que Crockta fosse tão habilidoso.”

“Entendo.”

“Por favor. Dessa vez, espero que ajude um pouco a Crockta.”

Jeremy leu o nome do destinatário da carta novamente e assentiu. O destinatário era o administrador das Planícies de Arnin, Enyanis.

Agora que Ilya e Elsanad haviam caído, Arnin precisaria de um novo prefeito. Não importava quem eles eram. Enquanto ele aceitasse a ajuda de Derek, ele se tornaria o novo prefeito de Arnin. Os cidadãos ficariam entusiasmados com ele sem saber sua enganação. Esse era o mundo que Jeremy via.

 

***

Os dois políticos acabaram sendo criminosos. Houve uma indignação em toda a cidade. Eles desejavam um novo começo. Como houve muita emoção para um novo começo, novos políticos apareceram em Arnin e falaram sobre limpar o passado feio.

O nome do cidadão honorário Crockta também encheu a cidade. No entanto, o orc não queria a atenção e não apareceu na frente das pessoas. Havia uma resposta enorme para Enyanis, o elfo que o nomeou como cidadão honorário.

Uma estátua do cidadão honorário foi erguida na Praça Arnin. Era de um orc, não um elfo, nem um humano.

Eles não escreveram seu nome em respeito a sua vontade, mas todos os cidadãos de Arnin sabiam quem era o cidadão honorário. Era uma expressão de desejo dos cidadãos de um “cidadão honorário” aparecer novamente quando Arnin foi corrompida.

“Estou cansado.”

Crockta escondeu seu corpo por causa de sua popularidade. Um capuz cobriu o rosto, mas não conseguiu esconder o tamanho único de orc, então ele se absteve de sair o máximo possível.

“É porque você é o único orc em Arnin” disse Enyanis.

“Você está realmente saindo?”

“Eu tenho algo a fazer.”

“Que pena. Seria bom se você pudesse ficar mais tempo.”

Derek tinha fornecido inesperadamente informações a Crockta sobre o próximo destino. Crockta tomou conhecimento de outra base da Descongelada Balhae. O nome do destino era Chesswood.

Dessa vez, Derek não pediu nada. O mensageiro de Derek disse que Crockta poderia fazer o que quisesse. Era difícil para Crockta adivinhar as intenções de Derek, mas ele escolheu não pensar muito profundamente. Ele faria o que precisava fazer.

“Esse foi o primeiro lugar que vi você.”

Crockta e Enyanis estavam de pé nas planícies de Arnin, onde se encontraram pela primeira vez. Enyanis assentiu. Ele olhou para a rocha que Crockta deixou para trás. “Um guerreiro não ataca pessoas desarmadas”. A emoção que Enyanis sentiu naquele momento ainda era viva em sua mente.

O orc na frente dele era o tipo de pessoa que ele nunca encontrou antes. Muitas pessoas falaram sobre a justiça com a boca, mas foi a primeira vez que viu alguém agir diretamente por suas palavras. Ele estava ansioso para as ações do orc no futuro.

“Onde você vai?”

“Chesswood.”

“Chesswood …”

É a terra dos humanos.

E a palavra mais adequada foi “pandemônio”. Um lugar maldito. Mas se fosse esse orc, isso poderia resultar em algo bom.

“Boa sorte. Espero que cada passo que você tome esteja cheio de flores de Ashira.”

“Obrigado.”

Crockta não sabia o que queria dizer, mas parecia bom. De repente, um grito foi ouvido daqueles que caçavam os triters nas planícies.

“Wahh! Socorro!”

Um homem estava fugindo de um triter, mas Crockta não era aquele que se moveu. De repente, dezenas de flechas voaram pelo ar e perfuraram o triter. Era a habilidade da usuária Yurin, que se juntou à Unidade de Resgate das Planícies de Arnin após Crockta. Ela piscou quando notou o olhar de Crockta. Crockta assentiu.

Além de Yurin, outros NPCs e usuários usavam o casaco de resgate vermelho que simbolizava a Unidade de Resgate das Planícies de Arnin. Aqueles que não tinham a capacidade dependiam da unidade de resgate para ajudá-los com os triters. As Planícies Arnin foram preenchidas com muito calor.

“Essa é a sua herança.”

O número de pessoas que morreram caçando os triters diminuiu muito. Crockta contribuiu como cidadão honorário, aliviando as críticas a outras espécies.

“Bem, vamos viver e nos ver novamente.”

Era hora de ir. Crockta estendeu o punho da maneira orc. Enyanis também estendeu o punho. O cumprimento do orc era estranho, mas ele podia sentir alguma coisa. Algo pareceu ser levantado dele quando o punho atingiu a pele dura do orc.

As duas pessoas colidiram firmemente os punhos.

Crockta virou-se. O grande orc se afastou de Arnin. Ficou calmo após o grande orc ir.

“Phew.”

Alguém se aproximou de Enyanis, que estava olhando fixamente. Era Jeremy, que havia sido enviado por Derek. Jeremy assobiou enquanto ele estava ao lado de Enyanis.

“Phew. Esse orc é realmente assustador.”

Enyanis o encarou. Jeremy virou-se. Ambos já haviam conversado um com o outro. Jeremy perguntou:“De qualquer forma, você se decidiu?”

“Você definitivamente manterá a promessa?”

“Claro. Nós o ajudaremos.”

“Eu não sabia que um mero emprestador de dinheiro teria tanto dinheiro.”

“Meça suas palavras. Derek é mais do que isso.”

Enyanis assentiu. “Ok.”

“É um acordo.”

“Mas tenha isso em mente. Eu posso receber fundos políticos de você, mas não vou fazer nada injusto.”

“Em breve veremos.”

Jeremy sorriu. Todos eram assim no começo. “Então, outras pessoas virão e falarão sobre o resto. Eu tenho que ir.”

“Você vai com Crockta?”

“Ele não precisa saber.”

Jeremy olhou na direção em que Crockta foi. Derek disse que estava bem, mas Jeremy não tinha certeza. Ele observaria atentamente o orc.

 

***

Ian desconectou.

Ele verificou a hora e viu que ele estava jogando há muito tempo. O estranho era que ele não se sentia tonto nem cansado. Seu corpo estava revigorado, como se ele tivesse uma boa noite de sono.

Ele olhou para trás no jogo anterior. Ele estava imerso, como se ele fosse Crockta. As coisas que aconteceram no lugar chamado Arnin realmente o deixaram furioso.

Graças a Arnin, seus pontos de conquista aumentaram tremendamente. Apesar de acusar uma NPC de alto nível como a prefeita, ele pareceu ter sido elogiado por sua influência no mundo de Lorde Ancião. À medida que seus pontos de conquista aumentaram, seu nível também aumentou.

Agora, não havia muita gente jogando Lorde Ancião, que poderia ignorá-lo.

Ele saiu para a sala de estar e ligou a TV. [Lorde Ancião News] estava passando, um programa que contou brevemente notícias sobre o mundo de Lorde Ancião. Havia também notícias sobre a substituição da prefeita de Arnin. Os detalhes não foram revelados, mas mencionou que a prefeita de Arnin e o candidato a prefeito foram presos após a acusação de um cidadão.

“Umm …”

Ele verificou o telefone e viu que era uma hora ocupada no café. Ele tinha deixado Han Yeori no comando. Uma imagem dela olhou para ele com ressentimento em sua cabeça. Ele precisava prestar uma pequena atenção a ela.

Ian deixou sua casa e dirigiu para o café. Depois de estacionar o carro e entrar no café, ele ouviu a comprimento da nova empregada, Yoo Sooyeon.

“Bem-vindo!  Esse é o Café Reason.”

Foi uma voz alegre que iluminou o humor daqueles ouvindo. Ian assentiu. Han Yeori ensinou-lhe bem. Han Yeori confirmou a aparência de Ian e disse:“É o chefe.”

“……!”

Havia algo estranho. A expressão de Yoo Sooyeon afundou quando ouviu as palavras de Han Yeori. Parecia que perdeu toda sensação de animação. Era uma distinção sutil, mas Ian podia senti-la claramente. Han Yeori olhou para Ian e apontou para um canto.

Ian virou-se para onde ela estava apontando.

“……!”

Ian ficou surpreso novamente. Uma mulher familiar estava elegantemente sentada com as pernas cruzadas enquanto bebia uma xícara de café.

Ela era Ji Hayeon, herdeira do Grupo Myeongsong. Ela já tinha visto Ian e estava sorrindo para ele. Os homens de terno que Ian tinha visto fora do café eram por causa dela.

Ian se aproximou. Ji Hayeon falou primeiro. “Você esteve ocupado esses dias?”

“Eu acho que Hayeon-ssi esteve mais ocupada do que eu.”

“Está certo. Estive ocupada, mas tive um tempo.”

Ela tomou um gole do café. Era como uma cena de um filme.

“Ian-ssi, você quer um café?  Ou você está cansado de cafés, depois de ter um café? ”

“Na verdade não.”

“Você comeu?”

Houve muitas perguntas. Ian sorriu e balançou a cabeça. “Não.”

“Então você quer ir jantar juntos?  Vou comprá-lo para você.”

Ian balançou a cabeça novamente. A expressão de Ji Hayeon tornou-se mal-humorada. “Desculpe, vou jantar com outra pessoa mais tarde.”

“Quem?”

Ele olhou para Han Yeori em vez de responder. Ela estava fazendo uma bebida para um cliente. Ela parecia indiferente, então ele iria comprar sua deliciosa comida.

“É assim entre vocês dois?”

“É apenas um relacionamento de chefe e empregada.”

“Hrm …”

Ela olhou para Ian como se estivesse desconfiada. Ian apenas encolheu os ombros. A conversa entre os dois teve uma pausa. Ji Hayeon parecia estar pensando em alguma coisa enquanto hesitava antes de abrir a boca.

“Você joga Lorde Ancião?”

Ian olhou para ela.

Recentemente, ele descobriu que Corporação Ancião Saga era uma afiliada do Grupo Myeongsong. Portanto, ele não sentiu que sua pergunta era estranha.

“Sim.”

“Entendo.”

“E quanto a Hayeon-ssi?”

“Eu não. Umm … talvez Ian-ssi também não devesse jogar.”

Ela poderia ser chamada de acionista de Lorde Ancião. Ian inclinou a cabeça. “Existe um problema?”

“Nenhum, apenas …”

Sua voz parou.

O pai de Ji Hayeon, Ji Eunchul, não permitiu que sua família jogasse Lorde Ancião.

Era devido à segurança. Era um segredo que o sistema central de Lorde Ancião não era devidamente controlado. Mesmo que o sistema de proteção do usuário nas cápsulas garantiu a segurança dos usuários, Ji Eunchul proibiu estritamente qualquer acionista de jogar.

Foi uma questão que envolveu a reputação do Grupo Myeongsong, então a empresa estava usando todos os meios possíveis para encontrar Yoo Jaehan, o único homem que poderia resolvê-lo. No entanto, ele não foi encontrado em nenhum lugar.

Ji Hayeon não conseguiu explicar isso a Ian, então ela riu como uma piada.

“As pessoas não se tornam violentas depois de jogar?  Huhu.”

Ela olhou para outro lugar. Um dos guarda-costas do café estava apontando para o relógio. Era quase a hora do próximo compromisso. Ela queria cancelá-lo para jantar com Ian, mas parecia que hoje não iria dar. Ela suspirou. “Eu fui rejeitada hoje. Você não gosta de mim?”

“Isso é impossível.”

Ian riu. “Eu vou jantar com você na próxima vez.”

“Ok, é uma promessa. Que tal um dia depois de amanhã?

“Ok.”

“É uma promessa.”

Ji Hayeon levantou-se do seu lugar. “Então, eu vou ver você depois de amanhã.”

“Sim.”

Ela deixou o café com seus gestos únicos e elegantes.

Ian dirigiu-se ao balcão depois de vê-la. Yoo Sooyeon cumprimentou Ian. Ela tinha sido ajudada por Ian, e tornou-se visivelmente mais brilhante desde que ela começou a trabalhar a tempo parcial. Han Yeori olhou para Ian.

“Chefe-nim, o que você quer?  Um expresso? ”

Era uma voz sombria. Ian riu. “Yeori.”

“Sim.”

“Vamos fechar mais cedo hoje, e venha comigo para uma boa refeição.”

“Ohh, realmente?”

Sua expressão mudou em um instante.

“Sim.”

“Ah, você não tinha um compromisso com ela?”

“Não.”

“Posso comer algo caro?”

“Pode.”

Han Yeori assentiu. A porta automática do café abriu e alguns clientes entraram. Han Yeori cumprimentou-os rapidamente.

“Bem-vindos. Esse é o Café Reason.”

Ela novamente retornou ao seu eu animado normal. Ian começou a rir.

Comentarios em PTO: Capítulo 40

Categorias