Solia Esquerda, Solia Inferior (Parte 2)

.
.
.

Templo de Solia.
Usando os poderes imbuídos pela Deusa Irenetsa, eles fornecem tratamento para aqueles que estão doentes e feridos, bem como fornecem profecias para desastres que ainda estão por vir.

“Ho, que lugar chique.”

O primeiro lugar que eles decidiram fazer o tour era aqui.
Iris já havia recebido tratamento do sacerdote do templo Solia antes, então foi um tour e uma visita para agradecê-lo ao mesmo tempo.
Riley franziu a testa enquanto ele esticava o pescoço e olhava para o teto alto do templo.

‘Templos, huh …’

O templo.
Um lugar para aqueles que pegavam emprestado os poderes dos deuses.
Riley não gostava desse lugar.

“Parece que a atmosfera é a mesma daquela época.”

Riley estava lembrando dos templos que ele viu em sua vida anterior.
Para aqueles que eram novos para os templos e nunca tinham ouvido falar deles antes, não importava visitá-los … Mas para Riley, que tinha todas as memórias de sua vida anterior, os templos o lembraram mais de lembranças ruins do que boas.

‘Será que esse templo tem um ajuntamento daqueles que servem e seguem a deus, a ponto de serem zelosos o suficiente para não hesitarem em se queimarem também?’

Embora os nomes dos deuses que eles serviram fossem diferentes, o que Riley estava pensando era correto.
Esse templo continha os sacerdotes e paladinos que se esforçavam para cumprir os desejos do seu deus.
Foi também o lugar onde a sacerdotisa recebeu as palavras de Deus.

“… Huuh, parece que a doença ficou muito melhor do que antes? Essa não é uma doença tão fácil de se recuperar.”
“É assim mesmo?”

“Bem, é uma coisa boa de qualquer maneira. Parabéns Lady Iris. Parece que Irenetsa lhe deu suas bênçãos.”
“Obrigado, Arcebispo Libesura. A propósito, há alguma coisa que lhe diga respeito?”
“Bem, a única preocupação é que nossa sacerdotisa acabou de chegar à puberdade.”
“Oh nossa…”
“Hahaha … Bem, seu filho era apenas um bebê quando eu o vi pela última vez, mas ele se tornou um bom homem, pelo que parece.”

O arcebispo já havia viajado para a mansão Iphelleta para tratar Iris antes.
Quando os olhos de Libesura se encontraram com Riley, Riley se virou lentamente e se afastou.

“Jovem Mestre, aonde você vai?”
“Parece que a conversa deles vai demorar um pouco. Eu só quero dar uma olhada.”

Quando Riley começou a andar, Ian fez gestos para dizer a Sera que estava saindo e seguiu Riley de perto.

“Parece que foi construído bem.”
“Existem inúmeros sacerdotes que viajam por toda parte para visitar o templo de Solia. Não é de admirar que você pense assim.”

Ian concordou com Riley enquanto ele acariciava sua barba.
Dentro do templo de Solia, do chão aos pilares e ao teto, havia belas decorações feitas por mestres artesãos, de tal forma que tudo para o que olhavam merecia grandes elogios e louvores.

“Hm?”

Quanto tempo eles andaram dentro do templo?
Quando Riley encontrou a grande estátua dentro dos jardins internos do templo, ele parou e olhou ao redor da área.

“…”

A estátua …
Parecia ser modelada para ser parecida com a Deusa Irenetsa, uma estátua de uma mulher com os olhos fechados.
Riley olhou profundamente para a estátua, em seguida, desviou os olhos para baixo.

“Quem é…”

Ian inclinou a cabeça quando encontrou alguém que estava usando um vestido que lembrava um vestido branco.
Ela parecia bastante especial em comparação com outras pessoas, ajoelhada e rezando ao contrário dos outros sacerdotes que simplesmente se amontoavam ao seu redor.

“Ah?”

Parecia que ela os notou.
Essa pessoa parou suas orações e se virou para olhar para Riley.

“Olá?”

Ela parou de se ajoelhar em ambos os joelhos, levantou-se e fez saudações com uma leve reverência.
Ela era uma garota com um véu cobrindo o rosto.

“… Ah, olá?”

Ian, que estava tão absorvido pela aura dela que olhou em branco até que ele pudesse responder rapidamente.

“…”

Mas Riley simplesmente olhou para a garota como se ele não gostasse dela.

“Jovem Mestre? Onde está sua resposta?”
“Por quê?”
“Bem …”

Ian olhou entre a garota de véu e Riley nervosamente.
A atmosfera parecia tensa.
Os sacerdotes e os paladinos que estavam por perto estavam de olho em Ian e Riley, encontrando falhas em suas maneiras.

“Bem, se ela quiser uma resposta diga a ela para mostrar seu rosto primeiro.”

Apesar dos olhares que recebeu, Riley tomou sua decisão.
Os olhares ardentes agora se tornaram tão afiados que quase podiam cortar …

“J-Jovem Mestre … Ela parece ser de alto nível no templo.”
“Eu sou um filho importante de uma família importante também?”

A garota riu da conversa de Ian e Riley.

“Você é muito engraçado.”

A garota, que olhou para Riley com interesse, cumprimentou-o e moveu as mãos para o véu.
O pano branco que escondia seu rosto estava levantado com um balanço, exibindo o queixo, depois o nariz e finalmente a testa.
Era uma aparência digna de uma anjo.

“Huk!”

Ian prendeu a respiração.

“Sacerdotisa Priesia!”

Ian corou quando ele abaixou o rosto para longe da bela garota.
Era para ser cortês.

“Perdoe-me, não ter percebido.”

Ela era uma sacerdotisa.
Embora ela parecesse ainda mais jovem que Riley, ela era uma dos membros mais importantes do templo junto com o arcebispo Libesura.

“Jovem Mestre, onde estão suas saudações. É a sacerdotisa! A sacerdotisa. A sacerdotisa mais jovem em Solia na história!”

Ian rapidamente deu seu conselho para Riley, que ainda estava de pé franzindo a testa sem se curvar.
A sacerdotisa de Solia, Priesia.
Apenas um olhar para ela foi o suficiente para fazer quaisquer seguidores devotos de Irenetsa derramarem lágrimas de felicidade.

“Esse lugar também tem o hábito de merda de louvar a sacerdotisa também?”
“Oque?”
“Não, eu estava apenas falando comigo mesmo.”

Riley fechou os olhos.
A sacerdotisa.
Riley realmente não gostava dos seres chamados de “sacerdotisas”.
Em vez disso, ele os desprezava e os odiava do fundo do seu coração.

“Você foi escolhido pela espada sagrada.”

Recebendo as palavras dos deuses …
Foi a sacerdotisa que fez Riley segurar a espada sagrada.

“Pegue a espada.”

‘Derrote o lorde demônio. Esse é o seu caminho, no qual vamos acreditar.”

‘Nós te imploramos. Herói.’

.
.
.

‘Por que diabos eu aceitei naquela época?’

Lembrar o passado fez com que o humor de Riley caísse ainda mais.
Isso causou arrepios em sua espinha.

“… Olá. Senhorita Sacerdotisa.”

Ele devolveu sua saudação com um rápido movimento de sua mão direita e se virou sem hesitação.

“J-Jovem Mestre? Onde você está indo? Você precisa deixar uma boa impressão na sacerdotisa!”
“Que impressão? Só de olhar para ela me irrita.”

Riley discordou quando ele respondeu o que ele estava pensando em retorno aos sussurros de Ian.
Ian baixou o queixo atordoado.

“…Oque?”

Foi a sacerdotisa.
A mulher escolhida pelos deuses.
Sua beleza era o suficiente para enlouquecer qualquer um que a visse, mas olhar para ela o irritava?
Ian não conseguia compreender nada.

“Vamos voltar, mãe deve ter terminado a conversa agora.”
“…Oque!”

Quando Riley tentou voltar ao caminho de onde ele veio, Priesia, que estava olhando em branco para Riley e Ian, gritou para eles.

“Huk ?!”

Ian engasgou com a visão da sacerdotisa que estava caminhando rapidamente em direção a eles com as mãos segurando a saia.
Foi um ato que o fez sentir como se fosse um pecado simplesmente respirar o mesmo ar que ela.

“Oque.”
“…?”

Como Priesia chamou Riley, ele parou e franziu a testa em completa frustração, então lentamente se virou.
No momento em que Riley estava olhando para ela, seu rosto se acalmou um pouco.
Apenas mal reprimindo sua raiva era o melhor que ele podia nesse momento.

“Você está…”

O que ela está tentando dizer?
É como da última vez?
Riley manteve seu silêncio, enquanto seus pensamentos eram que ele estava pronto para ficar completamente louco se ela pedisse algo como segurar a espada sagrada e ir matar o lorde demônio.

“… Você é impotente?”
“…”

A pergunta inesperada deixou uma careta no rosto de Riley.

Comentários