Quando o Peixe Morde a Isca (Parte 2)

“… Eu ouvi de Nainiae.”

Enquanto Riley estava tomando a cerveja de açúcar negro, uma voz suave, mas severa, podia ser ouvida de longe. Estava vindo de uma garota tendo um impasse contra Astroa. Foi da sacerdotisa sob o véu, Priesia.

“Narcóticos e experiências … Por acaso, o Grande Mago Astroa, você estava envolvido?”
“N-Narcóticos?”

Pela palavra “narcóticos” que estava incluída na pergunta de Priesia, o capitão dos guardas reais do Castelo de Solia que se intrometeu na situação foi agora olhar para Astroa com um olhar ameaçador em seus olhos.

“Haha. Como poderia ser?”

Astroa estava se encolhendo e encarando Nainiae como se ele estivesse tentando expressar para ela que ela o frustrou ao interferir com seu feitiço de teletransporte. No entanto, quando ele se virou para a sacerdotisa, ele arrumou sua expressão facial e sorriu amplamente.

“Isso não é absolutamente verdade. O mestre da Torre Mágica está envolvido com narcóticos? Ridículo.”

Fingindo ser inocente, Astroa respondeu e disse que ele não fazia essas coisas.
Seu sorriso de boa aparência e barba longa e grisalha, ocasionalmente soprando ao vento, o faziam parecer um homem que nunca faria essas coisas, não importava quem olhasse para ele.
No entanto…

“…”

Eles não foram suficientes para enganar Priesia.
Aparência sábia, ela era apenas uma garota bonita. No entanto, ela era uma sacerdotisa, a pessoa mais próxima dos céus e abençoada pela deusa Irenetsa.

“Nesse caso, eu gostaria de perguntar.”

Atrás do véu, os olhos de Priesia gradualmente mudaram de cor, de marrom escuro para dourado.

“Para a deusa Irenetsa, você pode jurar que está dizendo a verdade?”

Era o poder da sacerdotisa.
Seus olhos dourados, os olhos que podiam perfurar os outros e determinar a verdade e a mentira, estavam olhando para Astroa.

“Isso é …”

Astroa estava sorrindo como um homem bem-humorado, mas seu rosto estava lentamente endurecendo.
Era porque ele estava bem ciente de que mentir não era permitido na frente daqueles olhos e essa pergunta.

“Hm?”

Do outro lado da rua, de pé entre os guardas reais do Castelo de Solia, Riley olhava de um lado para o outro entre Astroa e Priesia. Intrigado, seus olhos estavam radiantes.

‘Isso é interessante também. É como um polígrafo? ‘

Essa era a garota que agia como uma garotinha atravessando a puberdade e jorrava palavras sujas em direção a ele no templo.
No entanto, nesse momento, ela estava exibindo bravura.
A existência chamada sacerdotisa era algo que Riley tinha sentimentos ruins em relação a sua vida passada. No entanto, sozinha, Priesia estava pressionando o grande mago que representava Solia. Observá-la em pé assim fez Riley pensar que ela tinha uma espinha dorsal bem forte.

“Você não vai responder? ”
“Eu vou perguntar de novo. Os narcóticos e experiências que Nainiae falou … É verdade que você foi o único que os orquestrou?”

Com uma expressão feroz no rosto, Priesia perguntou novamente.
Dessa vez, a questão não estava mais perguntando se ele estava “envolvido”.
Em vez disso, agora, a questão foi lançada para ele com uma suposição de que ele estava fazendo isso.

“Ugh.”

Astroa baixou a cabeça e expirou pesadamente depois de segurar por um tempo.
Por causa do poder que Priesia tinha como sacerdotisa, ele não podia mentir. Isso não foi tudo.
Ele também estava cercado pelos guardas reais do Castelo de Solia e pelos cavaleiros sagrados do Templo de Solia.
Como se isso não bastasse, embora ela fosse apenas um produto descartado da Torre Mágica, Nainiae, que estava no Sexto Círculo, estava interferindo em sua fuga.
Foi a pior situação.
Pensar no fato de que tudo isso foi por causa daquele “desgraçado marcarado” o deixou furioso.

“Ugh. Ugh. Ugh…”

Astroa de repente baixou os ombros e começou a fazer sons de reprimir seu riso.
Ele estava encurralado.
Não importava o quanto ele atormentasse seu cérebro, era uma situação em que ele não conseguia pensar em uma saída.
Por isso, obviamente,

“… sim”

Respondeu Astroa.

“Sim. Eu sou o único que fez todos eles. ”
“…”
“Narcóticos… sim. No porão da Torre Mágica, eu fabricava narcóticos e os vendia para nobres. Com isso, consegui fundos para experimentos e realizei experimentos triviais… que não machucaram ninguém.”

“Não machucaram ninguém? ”

Nainiae estava em pé com as pessoas do Templo Sagrado. Tendo ouvido as palavras de Astroa, ela fez um punho cerrado. Estava começando a tremer.

“Astroa …”

Priesia estreitou os olhos e chamou seu nome.
Sua voz, e como ela omitiu seu título, transmitia sua raiva.

“Sim. Há algum problema?”

“…”

As unhas de Nainiae se enterraram em sua pele.
Ela não teria ficado tão zangada se fosse a única a ser explorada.

E a criança que eu acabei de trazer para o templo, aquela que estava presa dentro do laboratório e implorou para ser morta? O que aquela criança fez para merecer ser submetida a drogas e substâncias químicas dolorosas?

Era só quando Nainiae estava prestes a gritar de raiva.

“… Que grande filha da puta !!”

Um grito poderoso pode ser ouvido do outro lado da rua. Os ombros de Nainiae estremeceram.
A voz alta ecoou por toda a área.
A força da voz era incrivelmente poderosa, não apenas Nainiae, mas as pessoas do Templo de Solia e até mesmo os sem-teto da Solia Inferior dirigiam seus olhares para o homem.

“Narcóticos? Você fabricou narcóticos? Seu lunático desgraçado! Você tem alguma ideia de quantas pessoas choraram durante a Grande Guerra? Como você ousa!”

A voz era de um homem velho usando um terno de mordomo com várias insígnias da Casa Iphelleta. Foi Ian.

‘Ugh. Meus tímpanos… ‘

Era um grito tão incrivelmente alto que Riley, que estava de pé ao lado de Ian, estava gemendo com as orelhas cobertas.
Ele sentiu que seus ouvidos estavam prestes a ficar surdos com o grito inesperado.

“Aquele filha da p-…!”
“…”
“…”

Incapaz de esconder sua agitação, Ian estava respirando com dificuldade. No entanto, ele olhou para Iris e Sera e mordeu os lábios.

“… Desde antes, eu nunca gostei de magos desgraçados.”
“Ah, eu entendio…”

Como Ian disse em voz baixa, Riley respondeu um pouco mais tarde.
Desde os tempos em que ele foi tratado com o título de herói mercenário, Ian tinha profundo ódio pelos narcóticos.
Riley esperava que ele ficaria enfurecido com tudo isso, mas Riley nunca esperou que sua reação fosse tão intensa.

“Especialmente esse idiota. De todos os filhas da puta lá fora, esse desgraçado… Ele é o verdadeiro lunático de todos eles. Eles são todos lunáticos.”
“… Sim.”

Riley havia se esquecido do hábito de Ian por um longo tempo. Tendo lembrado, Riley respondeu quando ele assentiu.

“Jovem mestre.”
“Sim, sim? O que foi?”

Ian colocou a mão no cabo da espada que ele estava carregando em sua cintura.
O corpo inteiro do velho estava transbordando de aura com intenção de matar. Parecia que ele desembainharia a espada a qualquer momento.

“Eu sei que não é o meu lugar para fazer isso, mas por favor, posso ir?”
“Ir?”
“Para desgraçados lunáticos, uma boa surra é como remédio. Tomando emprestado o nome da Casa Iphelleta, eu gostaria de dar uma surra naquele desgraçado. Ele merece punição de cima. Não seria o suficiente para matá-lo, fritando-o em uma frigideira cheia de merda. Ele é um pedaço de mer-…”
“… ”
“… Ahem. Você vai me permitir, certo?”

Olhando para Ian com seus olhos ardentes, Riley não sabia o que fazer. Ele olhou para sua mãe e Sera.
A mãe de Riley e Sera também apenas deram de ombros. Seus olhos estavam dizendo que elas não sabiam o que fazer também.

“Uh, isso é…”

Enquanto Riley ficou sem fala e não foi capaz de tomar uma decisão, sons de várias espadas sendo tiradas de todos os lados podiam ser ouvidos.
Foi dos cavaleiros reais do Castelo de Solia.

Pela sua aparência, a partir de sua capa, sua armadura, até mesmo a espada que ele estava segurando, o capitão dos cavaleiros reais se destacou entre todos os cavaleiros reais. O capitão apontou a espada para Astroa e disse:

“Fabricar ou distribuir narcóticos dentro de Solia é o crime mais sério de todos. Por isso, terei que pedir-lhe que nos acompanhe ao Castelo de Solia. Não resista! Por favor, coloque essas algemas de supressão de mana.”

A mana sentida de Astroa parecia estar em um nível alarmante.

“… Ha, haha.”

Aquele que quebrou o silêncio que veio após as palavras do capitão foi Astroa, aquele que foi avisado.
Enquanto rindo, ele deu de ombros. Astroa cobriu o rosto com a mão direita e deu uma olhada para todas as pessoas que o cercavam. O olhar em seu rosto expressava como ele os via. Ele achava que o impasse era ridículo.

“Você acabou de dizer que vai me prender?”

Retrucou Astroa.
Nenhuma resposta pode ser ouvida.
Até pouco tempo atrás, sua barba grisalha parecia envelhecida e graciosa, mas agora, até sua barba parecia aterrorizante.
Ele começou a exalar uma aura com intenção de matar.

“Por acaso, você esqueceu? Eu sou um grande mago da magia do Sétimo Círculo.

Astroa virou a cabeça.
Não importava onde ele olhasse, todos olhavam para ele com os mesmos olhos.
Todos estavam olhando para ele com o tipo de olhos que alguém encarava alguém perverso.
Embora não estivesse aparecendo, os olhos de algumas pessoas estavam cheios de medo.

“Eu sou o único em Solia com a magia do Sétimo Círculo. Se você fosse prender um grande mago como eu e então Rainfield ou Ansirium declarassem guerra a Solia … então o que você pretenderia fazer?”

À sua pergunta, mais uma vez, nenhuma resposta pôde ser ouvida.

“Não há nada de bom que saia de fazer um inimigo de mim. Estou errado? Senhorita sacerdotisa?”

Dessa vez, a cabeça de Astroa virou-se para Priesia.
Como se estivesse desapontado por não poder ver o olhar no rosto dela sob o véu, os cantos da boca do grande mago estavam se levantando.
Parecia que ele estava pensando que a situação estava mudando a seu favor.

“… Certamente, isso seria um problema.”

Priesia respondeu.
Ao ouvirem a sua resposta, os cavaleiros reais e os sacerdotes do templo baixaram as mandíbulas com olhares vazios.

“De fato, certo?”

Astroa puxou o canto da boca e sorriu como se ele percebesse isso. Ele imediatamente apontou para Nainiae e disse:

“Quanto àquele produto descartado, bem, já que foi um erro da Torre Mágica, eu vou cuida-lo para vocês. Então…”
“Isso é, se não fosse pela ‘mensagem divina’ que foi enviada para mim recentemente.”
“… Oque?”

A mensagem divina.
Foi um oráculo que a deusa Irenetsa deu à sacerdotisa.
Ouvindo as palavras de Priesia mencionando uma mensagem divina, Astroa logo franziu o rosto sorridente e olhou para ela.

“Agora, o que você quer dizer com…”
“Não é o tipo de mensagem que seria permitida a ser contada para alguém com um coração sombrio. Para resumir… Astroa, significa que sua ameaça não vai funcionar.”

Depois de terminar o que tinha a dizer, Priesia ergueu o braço direito.
Com o gesto dela, como se todos estivessem esperando por isso, os cavaleiros sagrados do Templo de Solia direcionaram seus poderes sagrados para seus escudos e espadas e começaram a emitir luzes douradas.

“… Prendam-no.”
“Seu…!”

Naquele instante, os cavaleiros reais do Castelo de Solia começaram a se mover. Aqueles que podiam usar a técnica de Espada de Aura estavam empunhando espadas com uma aura azul e se aproximando rapidamente de Astroa.
Como esperado, talvez por serem guerreiros endurecidos, em vez de descrevê-los como correndo, descrever o movimento deles como voando era mais apropriado.

“… Barreira!”

Logo, todos os cavaleiros sagrados e reais que se aproximaram de Astroa começaram a balançar suas espadas.

Baam!

Cavaleiros sagrados e cavaleiros reais foram desviados por uma camada semi-transparente que apareceu na frente deles.
Espadas de aura e outros envolvidos em poderes sagrados penetraram profundamente sem serem desviados. No entanto, o problema era que eles não conseguiam romper a barreira.

“Kuk ?!”
“É uma barreira?”

Cavaleiros franziram os rostos.
Além disso, Astroa também se encolheu.

“Isso é defesa legítima.”

Porque ele lançou uma barreira e estava dentro, não deveria haver nenhum vento soprando nele, mas sua barba grisalha estava batendo como uma pipa em um festival.

“Graxa.”

Astroa lançou um feitiço.
Graxa, uma magia do Primeiro Círculo.
Ele instantaneamente eliminou a fricção no chão para fazer as pessoas na faixa efetiva escorregarem ou caírem.

“Uh?”
“Kuk!”

Porque de repente ficou escorregadio, alguns cavaleiros não foram capazes de suportar isso e caíram ou cambalearam para manter o equilíbrio.

“Pântano!”
“O que?”
“Droga. Meu pé… ”
“É um pântano! Saiam dele!”

Depois de lançar Graxa, Astroa imediatamente lançou Pântano, uma magia do Segundo Círculo, que transformou o solo em um campo de lama. Astroa também lançou Voar e levantou-se no ar.

“Mesmo que seja agora, que tal você tomar de volta o que você disse, Sacerdotisa Priesia? Se você tentar lutar comigo… muitas pessoas vão morrer.”
“…”

Priesia virou a cabeça e olhou para o rosto de Astroa.

“… Cura.”

Quando Priesia focou seu poder sagrado e distribuiu-o para os arredores silenciosamente, a área, que estava se transformando em uma bagunça completa junto com a água do esgoto começando a ser jogada na mistura, estava retornando ao seu estado original … e então ficou completamente limpa.
Tendo limpado o chão usando seu poder sagrado, Priesia disse:

“Sobre o que você acabou de dizer … Eu acredito que você terá que fazer uma correção em sua declaração desde que não parar você agora irá resultar em mais baixas.”
“Huh…”

Como se ele concluísse que a persuasão não era mais uma opção, Astroa completou o cântico que ele tinha começado a lançar quando ele subiu um tempo atrás. Com várias bolas de fogo do tamanho de um pedregulho invocadas atrás dele, Astroa olhou para baixo e disse:

“Bem, então, por favor, sinta-se livre para ir em frente e tentar.”

Astroa balançou a mão.
As bolas de fogo que ele invocou começaram a cair na Solia Inferior.

Comentários