iLivro

Viagem de Inverno

Depois de conversar com seu pai no escritório, as lembranças de Riley da vida passada e da vida presente estavam começando a ficar confusas. Riley percebeu que ele não estava mais em boas condições, então ele disse para sua mãe:

“Acho que vou ter que viajar por um tempo.”

Todo inverno, Riley sempre se barricou na biblioteca e gostava de ler livros em frente à lareira com chocolate. Agora, do nada, ele estava falando sobre ir viajar quando era inverno, não no verão. Iris inclinou a cabeça para o lado e perguntou:

“Viajar?”

“Sim. Agora que o Irmão Mais Velho Lloyd se tornou o sucessor… eu apenas… Por algumas razões, eu gostaria de ir desfrutar de uma viagem durante o inverno.”

Preocupado que sua mãe estivesse preocupada com ele, Riley não mencionou nada sobre os problemas com suas memórias. Ele apenas disse que queria organizar sua mente confusa.

“Claro, eu vou permitir, mas…”

Pensando que o que Riley acabou de mencionar deveria ser a confusão e a dúvida durante a puberdade que chegou tarde para ele, Iris assentiu sem objeções. Ela então observou seu filho com um olhar preocupado em seu rosto.

“Está frio, então você provavelmente não está indo para Rainfield, certo?  Onde você está planejando ir?  Você já decidiu um destino?”

Parecia que Iris estava preocupada. Ela fez várias perguntas ao mesmo tempo. Riley deu um sorriso desajeitado e pediu para ela fazer uma pergunta de cada vez.

“Eu não decidi um lugar em particular, mas para a direção geral, eu gostaria de tentar ir para o oeste.”

Oeste…

Era o lugar que eles tinham que ir para lidar com os negócios relacionados a Nainiaie.

“Para o oeste…”

Riley também não mencionou o assunto sobre Nainiae. Riley evitou o olhar da mãe e afastou os olhos lentamente.

“Não há necessidade de fazê-la se preocupar, então…”

Iris observava o filho que hesitava em olhá-la nos olhos. Parecia que ela estava achando isso suspeito, mas ela iluminou o olhar em seu rosto em breve e disse para Riley,

“Meu Riley … você não vai fazer algo como não entrar em contato como antes, não é?”

Por um momento, Riley não entendeu o que Iris estava tentando dizer. Ele perguntou cuidadosamente,

“Como antes?”

“Como o que aconteceu quando você estava em Rainfield.”

“Ah…”

Riley abriu a boca vagamente como alguém que acabou de se lembrar de algo. Riley se desculpou com Iris com um olhar envergonhado em seu rosto.

“Sinto muito. Durante esse tempo, houve uma circunstância que não pôde ser ajudada.”

“… Está tudo bem.”

Riley sorriu como um idiota. Observando seu filho, Iris acariciou a cabeça de seu filho como se ela simplesmente não pudesse se conter.

“Você só precisa ter certeza de não repetir o erro.”

“… Sim.”

Não repetir o erro… Tendo ouvido Iris, Riley assentiu com um olhar amargo no rosto. Iris finalmente encarou Riley. Ela sorriu gentilmente e disse:

“Se você repetir o mesmo erro?”

“…?”

“Quando isso acontecer, você precisa de coragem para procurar ajuda em outro … a coragem de pedir ajuda para não repetir o erro.”

Tendo ouvido seu gentil conselho, Riley, que estava vagamente abrindo e fechando a mão, relaxou o olhar amargo em seu rosto um pouco e assentiu.

“Sim.”

***

Na noite em que Riley disse a Iris que faria uma viagem, Iris pediu a Sera para vir. Iris olhou vagamente para a xícara de chá que Sera serviu antes de falar.

“Sera, você está ciente de que Riley vai viajar amanhã?”

“Ah sim!  Eu acho que definitivamente ouvi isso… ele estará indo para o oeste?  Nainiae me contou. Agora que eles têm permissão da Lady Iris, ela estará se preparando para que eles possam sair imediatamente amanhã. Existe algum problema?”

Dessa vez, Sera perguntou, e Iris respondeu com um pouco de hesitação.

“Eu tenho um favor a pedir.”

Assim que Iris disse isso, Sera ficou animada como se achasse tão inesperado, tão inesperado quanto o sol nascendo do oeste. Sera olhou para Iris e esperou que ela explicasse o favor.

“Quando Riley deixar a mansão amanhã, eu gostaria que você fosse com ele.”

“O que?  Eu também?”

Sera apontou para si mesma e perguntou de volta.

“Parece que Riley parece um pouco… instável. É por isso.”

“Jovem mestre instável?”

“Sim”

Iris assentiu. Com um olhar preocupado no rosto, Iris perguntou a Sera novamente.

“Você pode por favor fazer isso?”

“Eu vou ficar bem, mas … se eu fizer, não haverá ninguém ao seu lado?”

Agora, Sera também parecia preocupada. Iris respondeu imediatamente como se achasse que não havia necessidade de se preocupar.

“Está tudo bem. Eu pedi a Willa.”

“Para a Sra. Willa?”

Willa era a chefe de Sera.

Pensando em sua dura chefe das empregadas, Sera engoliu em seco.

“Ela disse que tem algum tempo livre agora desde que Lloyd foi declarado como o sucessor.”

No meio da frase, parecia que ela pensou em Ryan que foi expulso da mansão. Iris mostrou um rosto sombrio por um momento antes de continuar.

“De qualquer forma, Sera. Por favor, estou contando com você. Ian está muito carente de detalhes. Quanto a Nainiae, ela ainda tem coisas que ela não é tão experiente. Eu me sinto desconfortável com apenas Nainiae e Ian acompanhando Riley.”

Comparado ao mordomo que servia a Riley, Sera tinha uma personalidade inteligente e rápida. Iris pensou em tê-la indo junto com Riley e a todos seria útil.

“Sim, eu entendo.”

Sera descobriu o que Iris estava tentando dizer. Ela apertou os punhos e assentiu.

“… A propósito, o que você quer dizer com o Jovem Mestre Riley, não parecendo tão estável? ”

“Ah, isso é…”

Iris tinha um olhar misterioso em seu rosto enquanto pensava muito sobre algo. Iris disse:

“Eu realmente acho que ele está passando pela… puberdade.”

“Puberdade?  Jovem mestre está?”

“… Sim.”

Sera riu depois de ouvir o que Iris disse como se entendesse. Sera disse que iria cumprir a tarefa que lhe foi dada e deixou o quarto de Iris.

“…”

Depois que Sera saiu do quarto, Iris deu um olhar vazio para o espaço vazio enquanto se perguntava se não deveria ter contado honestamente a Sera sobre a puberdade. Ela pensou sobre isso por um longo tempo antes de adormecer.

***

“Srta. Sera, estamos prestes a sair em breve!”

Foi logo antes do almoço. Sera, que agora estava indo com eles na viagem, não estava em lugar nenhum. Nainiae gritou na frente do quarto de Sera para chamá-la.

“Ah, espere só um minuto!  Só um minuto!  Estou quase pronta!”

Parecia que ela tinha muita bagagem. Sua bolsa parecia que poderia rasgar a qualquer momento. Levando a bolsa nas costas, Sera respondeu ao chamado de Nainiae e correu para o jardim.

“Deus, geez.”

“Sera, você está tentando se mudar e se estabelecer em uma nova casa?”

Havia algumas empregadas e mordomos lá para ver o grupo de Riley partir. Tendo notado o tamanho da bolsa de Sera, eles riram ou estalaram suas línguas. Sera, que estava forcejando por causa da bolsa, retrucou.

“Não há nada de errado em estar completamente preparada. Por que vocês não se importam com os seus próprios assuntos?”

“Claro, você é uma especialista, não é?”

Sera foi até a esquina do jardim. Tendo notado que a área parecia não ter preparado nada para a viagem, Sera inclinou a cabeça para o lado.

“Desculpe-me … vamos hoje, certo?”

Não havia nada.

Para ser mais preciso, Sera olhou para Riley e Nainie vagamente olhando para a parede do jardim. Ian também estava apenas segurando o queixo, imaginando o que era aquilo.

“Jovem Mestre, se você estiver viajando, não deveria preparar uma carruagem?  Precisamos verificar as condições das rodas e dos cavalos também antes de ir… Também… ”

“Não. Não há necessidade. Nós vamos caminhar até lá.”

Tendo ouvido Riley interrompendo Sera e afirmando que eles estariam viajando a pé, Ian e Sera tiveram seus olhos transformados em bolas enormes.

Eles tinham um bom motivo. Não era outro senão Riley, que apenas propôs viajar a pé nesse inverno frio. Por isso.

‘Ele realmente está passando pela puberdade.’

Sera erroneamente acreditou agora que Riley realmente deveria estar passando por um período tempestuoso. Sera sorriu orgulhosamente e assentiu.

“Claro, o oeste é muito longe, então eu não planejo apenas caminhar.”

“Agora que penso nisso, não acho que você mencionou exatamente onde pretende ir?  Você vai viajar a pé sem um destino específico?”

Embora a viagem fosse para Nainiae, Riley não mencionou isso. Ele respondeu um pouco atrasado.

“Humm?  Ah, sim.”

“Jovem Mestre, vamos indo agora?”

Parecia que Nainiae acabou de preparar a coisa que Riley pediu. Nainiae, que tinha os olhos fechados e focada em alguma coisa, virou-se para encarar os outros e perguntou.

“Ir?  O que você quer dizer?”

“Ah, por acaso…”

Sera inclinou a cabeça para o lado. Parecia que Ian tinha um mau pressentimento sobre isso. Ele começou a irromper em suor frio.

Não era certo se Riley notou o olhar nos dois atrás dele. Riley apenas balançou a cabeça, e Nainiae se virou para a parede novamente enquanto ela dizia:

“Bem, então eu vou abri-lo.”

Nainiae acenou com o braço esquerdo em um grande movimento. O espaço ao redor dela começou a distorcer. A parede, que não tinha nada, de repente desenvolveu um buraco.

“A porta será mantida por cerca de um minuto, então precisamos entrar antes que o tempo acabe.”

Quando Nainiae mencionou a porta, o buraco, que era do tamanho de uma palma, começou a crescer. Ele girava como um vórtice e cresceu o suficiente para uma pessoa passar.

“Isso é…”

Pelo que Riley disse anteriormente, o buraco na frente deles definitivamente parecia uma magia de teletransporte.

“Por acaso … isso é… magia?”

Ian já ouviu falar sobre um feitiço que permitia viajar uma longa distância instantaneamente. Ian perguntou cuidadosamente, e Nainiae assentiu.

“Sim. É o teletransporte. Para facilitar o movimento, em vez de um círculo mágico no chão, fiz isso na forma de uma porta.”

O teletransporte era algo que Nainiae não era capaz de realizar antes. No entanto, ela não estava nem suando agora. Em vez disso, ela apenas casualmente explicou a magia que ela acabou de usar.

“Oh meu deus… o que é isso?”

“Ela disse que é… teletransporte.”

“Isso não é incrivelmente difícil de lançar?”

Testemunhando a visão sobrenatural acontecendo no canto do jardim, os poucos servos que vieram ver Riley e todos partirem tiveram seus queixos caídos enquanto olhavam para a porta.

“…”

Riley também vagamente olhou para a porta que Nainiae fez por um tempo. Ele então entrou rapidamente na porta.

“Ah, como o jovem mestre…”

Não era certo se Riley ouvia Nainiae. Ele não parou de andar. Em vez disso, ele atravessou a porta e desapareceu sem deixar vestígios. Ian engoliu em seco.

“B… Bem, então, vamos indo agora!”

Ao contrário de Riley, que foi sugado para a porta sem dizer nada para os outros, Nainiae se despediu de todos. Ela gesticulou para Sera e Ian a segui-la.

“Srta. Sera, Sr. Ian, por favor, venham rapidamente. Quando se fechar, vai demorar um pouco para abri-lo novamente. Terão um pouco de tontura no momento em que vocês atravessares, mas vocês não vão vomitar … Bem, então eu vou primeiro.”

Com isso como suas últimas palavras, Nainiae foi até a porta e foi sugada como Riley. Ela desapareceu sem deixar vestígios. Agora, só havia Ian e Sera. Eles começaram a olhar um para o outro.

“…”

“Vamos!  Eu… não é como isso vai nos matar, não é?! ”

Ambos estavam ali vagamente em frente à porta. Dos dois, Sera fechou os olhos com força e entrou.

Flash!

Soou como um redemoinho. Junto com aquele som, Sera também desapareceu, e Ian baixou os ombros.

“Uuuuu, Uuuuuuu…”

A porta estava ficando menor. Olhando para a porta, Ian ainda estava hesitando sobre se deveria entrar ou não.

“Hey, Sr. Ian?  Está prestes a fechar?”

“Tudo vai ficar bem se você não for?”

Os companheiros mordomos cuidadosamente vieram atrás dele e perguntaram a Ian. Ian gritou como um ouriço erguendo os espetos de agulhas.

“C… Calem-se!  Eu estou indo!”

***

“… Você está aqui. Onde está Ian?

Tendo passado pela porta, Riley estava esperando o resto chegar. Ele perguntou a Sera quem chegou mais tarde.

“O que?  Eu… não tenho certeza… acabei de chegar, então…”

Sera disse que não olhou para trás quando entrou pela porta. Nainiae olhou para a porta com um olhar preocupado. A porta foi gradualmente ficando menor.

“Com licença. Jovem Mestre, de alguma forma, estou tendo um mau pressentimento sobre isso.”

Parecia que Riley também estava pensando o mesmo. Ele calmamente observou e esperou que Ian se mostrasse pela porta.

“…”

Não era certo quanto tempo esperaram em silêncio.

Cinco segundos…

Dez segundos…

Quando cerca de 30 segundos se passaram, a porta que Nainiae fez ficou menor. Agora estava em um tamanho onde apenas uma criança pequena poderia passar.

“Uh?  Uhuh?

Sera observou a porta ficando menor. Preocupada e se perguntando se estava tudo bem em deixá-la assim, Sera olhou para Nainiae.

“N … Nainiae … poderia o Sr. Ian … ser arrastado pela magia da maneira errada e…”

Sera murmurou com cuidado. Nainiae balançou a cabeça e disse:

“A magia não falhou. Se falhou … o corpo do Sr.Ian teria sido transportado para cá todo misturado ou apenas uma parte de seu corpo teria sido transportada.”

Os resultados foram terríveis e horríveis só de pensar. Sera engoliu em seco.

“O fato de que nada está acontecendo significa…”

Embora se possa dizer que nada acontecer foi uma coisa boa… o problema era que nada, mesmo algo tão horrível, estava acontecendo.

“Sr. Ian?”

A porta que Nainiae abriu estava diminuindo enquanto pensavam sobre isso.

A porta era agora tão pequena que só um bebê poderia passar. Olhando para a porta encolhida… Sera murmurou vagamente o nome de Ian.

Comentarios em TLS: Capítulo 135

Categorias