iLivro

Narcóticos (Parte 4)

.
.
.

Foi na Solia Inferior.
Na hora em que havia uma lua pairando no céu, sons de gritos se espalharam e ecoaram pelos corredores dos esgotos.

“Uaaak! ”
“Kuuuaaak! ”

Wheeec!

Sempre que o som de uma lâmina cortando o ar era ouvido, os gritos seguiam imediatamente após os sons de carne serem cortados.
Os que gritavam eram os fracos sem qualquer poder ou força. Eles eram as pessoas em frangalhos que vivem na Solia Inferior. Em outras palavras, eles eram os sem-teto.

“Esse… esse desgraçado!  Quem é ele?! ”
“O que é que um desgraçado da nobreza está fazendo aqui? ”
“Esse louco desgraçado lunático! ”

O lado mais forte era o jovem mestre de uma família nobre usando um terno de cauda, ​​Aploc, o filho mais velho da Casa Erengium.
Enquanto babando, ele estava balançando a espada e andando entre os sem-teto.

“Seus filhas da puta!  Vocês acharam que poderiam fazer isso comigo?!”

Tendo atingido o pico dos sintomas de abstinência, Aploc gritou com uma voz estranha e matou outro homem.
Devido a uma invasão inesperada por um maníaco assassino, a Solia Inferior se tornou uma bagunça completa, muito parecida com a Praça Principal dois dias atrás.
Além disso, como essa era a Solia Inferior, onde nenhuma patrulha chegava, não havia sinais de que a ameaça fosse neutralizada.

“Não entrem em pânico!  Apenas façam ele cair no esgoto! ”
“Joguem tudo que puderem pegar!  Matem-o!”
“Desde quando as pessoas da Solia Inferior se esconderam diante dos nobres?  Matem-o! Esse louco desgraçado lunático!”

Os sem-teto que estavam fugindo em pânico começaram a mudar suas atitudes. A atmosfera entre eles gradualmente tomou um rumo violento.

“Se você for mordido, então morda mais forte.”

Foi por causa dessas famosas palavras de conselho que ficaram com o povo da Solia Inferior por um longo tempo.

“Olhe para os olhos daquele desgraçado. Não há outra resposta para isso!  Apressem-se e acabem com ele! ”
“Esse desgraçado é claramente viciado. Fatiem e piquem-o!

Os sem-teto começaram a jogar tudo o que podiam pegar.
A maioria das coisas que foram apanhadas tinham um pouco de excremento nelas, então elas eram viscosas.
Sons de coisas sendo jogadas continuaram e se sobrepuseram. Enquanto os sons continuavam, os movimentos de Aploc começaram a desacelerar visivelmente.

“Entreguem… eu disse, entreguem!  Minha droga … entreguem minha droga!”

Aploc balançou sua espada sem rumo e afugentou os sem-teto. No entanto, com todo o seu corpo coberto de excrementos, seu corpo não estava se movendo como ele queria.
Além dos sintomas de abstinência, ele também estava enfrentando um esgotamento de mana. A situação foi gradualmente caindo em direção ao pior.
Até mesmo a lâmina de aura, uma técnica da qual ele se orgulhava, não estava mais ativa.

“Uuuu. Entreguem!  Entreguem! ”
“Hey!  Já chega! ”
“Parem de jogar coisas nele!  Seria um desperdício matá-lo!”

No meio dessa luta de lama cheia de excrementos, os ataques de excrementos contra Aploc começaram a diminuir.
Era para ganhar dinheiro com ele.

“Ele é um nobre!  Poderíamos pedir um resgate ou vendê-lo como escravo. De qualquer forma, podemos ganhar muito dinheiro! ”
“Isso mesmo!  Mantenham-o vivo! ”
“Hey!  Parem de jogar merda!”

Claro, havia outros que sugeriam que eles deviam apenas acabar com ele.

“Hey! Seu retardado!  Um desgraçado como ele viciado em drogas não vai vender!  Apenas matem-o! ”
“É verdade seus desgraçados!  Ele nos mordeu primeiro, então por que deixá-lo viver?  Se vocês não conseguem lidar com o que virá a seguir, ele irá os despedaçar! ”
“Ainda assim, ele é um nobre!  Seria um desperdício matá-lo! ”
“Poderíamos pelo menos comprar alguns pães! ”
“Você não se lembra do que aconteceu com a Beta?  Não fique empolgado com alguns pães!”

No momento em que os excrementos dos sem-teto começaram a diminuir em número, Aploc, que agora estava coberto de lixo, começou a se mover e a cortar a cabeça de um sem-teto.

“Kuuuaaaku!”

Aploc agora tinha sangue em cima dos excrementos que o cobriam. Ele começou a rir,“hehe”, como uma pessoa louca enquanto perseguia outro sem-teto.

“Se vocês não entregarem as drogas, então o sangue … entreguem seu sangue! ”
“Como eu disse!  Nós realmente precisamos matar esse filha da puta!”

Apenas um momento atrás, o homem estava completamente preto por estar coberto de fezes, mas agora ele havia se transformado em um monstro coberto de sangue. Os sem-teto da Solia Inferior assentiram como se tivessem chegado a um acordo.
Embora brigassem entre si o tempo todo, em tempos como esses, demonstravam grande cooperação.
Embora só tivessem jogado excrementos até aquele momento, daquele momento em diante chegava a hora de algo mais cruel.

“Matem-o.”
“Vamos apenas matá-lo.”

Certo sobre quando todos eles se decidiram e estavam se movendo em direção a Aploc para matá-lo, algo inesperado aconteceu.

“… Martelo de Ar.”

Wooowhooosh!

Um objeto semelhante a uma parede translúcida apareceu ao lado de Aploc. Logo acelerou e esmagou seu corpo inteiro.

“Uuk, kheeerck?!”

Junto com o som de ossos em seu corpo inteiro sendo esmagados, o corpo de Aploc voou para longe como uma pipa que tinha acabado de cortar sua corda e tinha sido presa em uma parede de esgoto.
Tendo testemunhado seu corpo sendo jogado por algo invisível, os sem-teto da Solia Inferior pararam seus movimentos e olharam um para o outro.

“…O que é isso?”

Um dos sem-teto murmurou.
Logo, uma resposta poderia ser ouvida.

“… De agora em diante, se houver alguém que dê um passo à frente, eu vou queimar você pessoalmente.”

Whaarurururuck!

Com o som de algo queimando, os sem-teto viraram seus olhares na direção do som.
Parecia que uma mana azul-clara estava se acumulando e pulsando, e havia um homem velho que se revelou enquanto colocava as coisas ao seu redor em chamas.

“O que…? ”
“É Astroa? ”
“O que?  O patrão da Torre Mágica?”
“Aquele velhote?  O que ele está fazendo aqui de repente?”

Os sem-teto que não sabiam da conexão entre a Solia Inferior e a Torre Mágica inclinaram as cabeças para o lado.
Apenas os poucos que sabiam a verdade começaram a fugir da cena em silêncio.

“Seu pequeno rato…”

O rosto de Astroa parecia agitado como se ele estivesse prestes a explodir imediatamente.
Usando a magia de vento, ele se livrou dos cadáveres dos sem-teto e excrementos que estavam atrapalhando, e caminhou em direção ao local onde Aploc caiu. Astroa disse com uma voz furiosa

“Você achou que eu não saberia? ”
“… Uuuk.”

Entre os obstáculos que agora foram jogados para o lado, Astroa avançou enquanto pegava um pedaço de grama.
Por causa do choque em todo o corpo, Aploc não conseguiu controlar seus músculos. Ele mal virou a cabeça para Astroa que estava se aproximando.

“…?”

E logo …
Depois de perceber o material que estava na mão de Astroa, os olhos de Aploc começaram a se contorcer rapidamente.

“Eu era atencioso e até te dei um desconto para as coisas que você queria, mas você fez algo assim e me traiu…”
“Ah…”

Astroa estava mostrando a grama que ele queria muito. Astroa então começou a balançar suavemente o pedaço de grama como se fosse um leque.
Através do fedor repugnante da Solia Inferior, o leve cheiro da grama chegou a fazer cócegas na ponta do nariz de Aploc. Através da carnificina sangrenta, Aploc mal estava suprimindo seus sintomas de abstinência, mas agora, ele alcançou o limite.

“Ah, uuuu, ahhhh! ”
“É isso que você quer?  É esse o motivo pelo qual você anda correndo como um rato usando uma máscara?”

Aploc assentiu como um louco.
Talvez fosse porque ele estava fora de si, mas parecia que ele não ouviu nada que Astroa disse no final.

“Mas então, o que devo fazer?  É uma vergonha.”

Astroa deu um sorriso. Ele enfiou a mão no bolso com a outra mão e tirou um distintivo que parecia semelhante ao de Aploc.

“Acontece que você deixou cair isso e foi embora.”
“…?! ”

A grama que Aploc queria subiu em chamas bem na frente dos seus olhos.

“Ah, ah!”

Depois que a grama se transformou em cinzas e se espalhou no chão, Aploc não sabia o que fazer quando tocou o chão. Embora toda a sua mão estivesse suja de cinzas, ele continuou a cavar o chão como se acreditasse que isso traria de volta o que ele queria.

“Humm?”

Astroa estava olhando para o estado tolo e patético de Aploc, mas então ele apertou os olhos.
Porque seu braço foi cortado e porque ele estava furioso por ter sido cortado, seu cérebro não estava funcionando muito bem, mas agora, ele começou a funcionar novamente.

‘O que é isso?  Algo não está certo?’

Astroa era um homem que nunca havia experimentado nenhum perigo sério em sua vida, mas agora, pela primeira vez em sua vida, Astroa percebeu que algo estranho estava acontecendo.

‘Aquele desgraçado… ele era fraco assim?’

***

Foi depois do jantar.
Ian estava voltando para o hotel, mas de repente parou de andar e disse:

“… Eu… eu acho que vou ter que parar no Castelo de Solia por um momento.”
“No Castelo de Solia? ”

As três pessoas que estavam andando na frente dele viraram a cabeça e olharam para Ian.

“Não poderia ser…”

Tendo testemunhado seu rosto sério, Sera inclinou a cabeça para o lado com uma expressão de estranheza no rosto.

“Não importa o quanto eu pense sobre isso, algo é suspeito sobre as pessoas da Casa Erengium.”
“O que você quer dizer com suspeito? ”

Ouvindo as palavras de Ian, Iris colocou um ponto de interrogação em seu rosto e perguntou.

“Sera provavelmente descobriu a maior parte … Parece que as pessoas daquela Casa estavam lidando com algo que não deveriam ter.”
“Lidando com algo que eles não deveriam ter? ”
“Estou falando de narcóticos.”
“Oque? ”

Iris cobriu a boca com a mão e foi para trás.
Parecia que ela não estava esperando que narcóticos surgissem na conversa.

“A verdade é que há dois dias em Solia, durante o dia do torneio, tive um confronto com o jovem mestre mais velho da Casa Erengium. Ele mostrou suas habilidades … mas desde então, senti que algo era suspeito.”

A coisa que era suspeita sobre eles era agora evidente de como a partida do segundo jovem mestre da Casa Erengium foi hoje.
O espadachim que empunhava duas espadas, aquele que era o mais forte candidato a vencer o torneio, perdeu sem ser capaz de lutar. No entanto, Apolion, aquele que derrotou aquele espadachim que empunhava duas espadas, perdeu na partida seguinte de uma maneira que era muito pior do que o espadachim que empunhava duas espadas.

‘Isso faz algum sentido?’

Enquanto Ian pensava sobre isso, não fazia sentido.
Havia um problema.

“É por isso que acho que devo ir ao castelo e fazer uma investigação de antecedentes da Casa Erengium. Esse é um assunto importante” disse Ian com uma cara séria.

Foi compreensível.
Há 20 anos, durante os dias da Grande Guerra, quando Ian trabalhava como mercenário, a causa da guerra não era outra senão narcóticos.
Ian estava preocupado com a Grande Guerra acontecendo novamente.

“Vou apenas fazer um relatório e voltar. Por favor esperem no hotel…”

Ian estava prestes a levantar a mão e convencer Riley e Iris, mas suas palavras foram interrompidas no meio.

“…Eu quero ir também.”

Foi porque Riley começou a falar no meio.
Ouvindo essas palavras, o rosto de Ian ficou cheio de pânico.

“Oque? ”
“Vamos todos juntos também. Mãe, está tudo bem? ”
“Está tudo bem comigo, mas…”

Iris respondeu a Riley e depois olhou para Sera para descobrir como ela se sentia sobre o assunto.
Pela aparência de Sera, parecia que ela não era contra isso em particular.

“Contudo…”

Ian hesitou.
Era porque Ian estava esperando que seu jovem mestre dissesse que era incômodo, ou que ele estava cansado e depois iria direto para o hotel. Agora que Riley disse que queria ir junto, Ian não podia acreditar no que acabou de ouvir.

Riley olhou para Sera e disse:

“Sozinha, você não acha que será demais?”

Ele estava falando sobre a proteção de Riley e Iris sozinha sem Ian.

“Se eu voltasse, provavelmente não conseguiria dormir de qualquer maneira…”

Riley, que teve muito sono quando o torneio estava em pleno andamento, encolheu os ombros.
Ian deu um olhar vazio para Riley. Era porque o canto dos lábios de Riley estava ligeiramente levantado para cima, indicando que Riley estava tramando algo.

“…”

Ian não podia acreditar nisso, mas depois de trocar alguns olhares com Riley, Ian logo abaixou a cabeça e depois de um tempo respondeu,

“…Compreendo. Vamos todos juntos.”

Algo não estava certo, mas ainda assim, o jovem mestre que Ian conhecia era alguém que, no fundo, sempre soube cuidar bem do seu pessoal.
Ian estava certo de que Riley não estava fazendo algo ruim. Na frente de todos, Ian liderou o caminho para o Castelo de Solia.

“Ah, espere … espere um minuto.”

Antes que eles pudessem dar alguns passos, os passos de Ian pararam porque Riley agarrou sua manga.

“O que foi, jovem mestre?”

Ian se virou para Riley e perguntou.

“Antes de irmos…”
“…? ”

Apenas um momento atrás, os quatro estavam a caminho do hotel. O lugar em que os quatro estavam agora era a praça principal.
Por causa dos ataques mágicos que Nainiae despejou na cena, algumas das lojas ou vendas estavam fechadas, mas a maioria dos vendedores ambulantes ainda estavam abertos e vendendo alimentos ou bebidas.
Riley olhou para um desses vendedores ambulantes e continuou:

“Tudo bem se eu comprasse algumas cervejas de açúcar negro e as trouxesse comigo? ”
“…Oque? ”

Como Riley fez a sugestão ao sorrir largamente, Ian, Sera e até Iris não puderam deixar de trazer pontos de interrogação em seus rostos.

“É só que estou com um pouco de sede.”

Por causa dos olhares vazios das três pessoas para ele, Riley explicou o motivo enquanto coçava a parte de trás da sua cabeça.

Comentarios em TLS: Capítulo 44

Categorias