iLivro

Armadura Bárbara

 

“Bem, se não é nosso pequeno Herói do Escudo. Já faz uma semana.”

Toda vez que voltávamos para a Cidade do Castelo nós visitávamos apenas os distritos comerciais.

O dono da loja de armas estava, por algum motivo, encarando Raphtalia com um olhar surpreso.

“Já faz um tempo, então talvez minha memória esteja me falhando… Mas você certamente tornou-se uma senhorita muito bela, não é? ”

“Huh? ”

Eu não fazia ideia do que ele estava falando. Aquele velhote estava proclamando absurdos.

“E você também está mais cheia agora. Da ultima vez que eu lhe vi, era apenas pele e ossos.”

“Ei, cuidado como fala! ”

Raphtalia estava esfregando as mãos uma na outra e rindo enquanto respondia.

Ugh, aquele tipo de atitude me enlouquecia. Fazia com que eu me lembrasse dela

“Hahaha! Você realmente a educou para ser fofa.”

“A eduquei? Ela apenas aumentou de nível.”

A uma semana atrás, ela estava no nível dez, porém agora estava no nível vinte e cinco. Presumo que os níveis estejam impactando sua aparência.

“Huh… Você não é mais tão amigável, não é garoto? ”

“Eu não faço ideia do que você está falando.”

Qualquer um olharia para ela e veria uma garota fofa com cerca de dez anos. Eu tenho alimentado ela bem ultimamente, então suponho que seu peso tenha aumentado um pouco.

Ela estava sempre reclamando sobre estar com fome, então toda vez que matávamos um monstro eu cozinhava um pouco da carne do mesmo para ela. Eu me preocupava até mesmo com o equilíbrio nutricional, por isso tentava usar o maior número possível de ervas e vegetais quando eu cozinhava para ela.

Ela havia parado de tossir. Os medicamentos que eu tinha dado a ela devem ter feito efeito.

“O que estiveram fazendo nesta semana que se passou? Apenas lutando? ”

“Um dos estalajadeiros me ensinou sobre modos a mesa, porque eu queria comer de forma apropriada, como o Sr. Naofumi.”

“Então está indo tudo bem, imagino eu.”

O velho parecia estar realmente vivaz.

Talvez eu pudesse usar esse humor para conseguir um desconto em nosso equipamento.

Continue lisonjeando-o, Raphtalia.

“Então, em que posso lhes ajudar hoje? ”

“Estamos pensando em obter equipamentos novos.” Eu disse apontando para Raphtalia. Ela subitamente franziu o cenho e agarrou meus ombros.

“Ah é? Eu pensei que estivéssemos aqui para conseguir equipamentos novos para VOCÊ? ”

“Eu sei, eu sei. Pode relaxar? Por que está tão agitada? ”

“Eu acho que você sabe o porque.”

“Eu só queria me preparar melhor para a onda, mas tanto faz.”

“Huh! Bem, acho que eu acabo de entender que tipo de cara você é, E o que a garota aqui quer dizer.”

Eu não fazia ideia do que esses esquisitos estavam falando. Nós já tínhamos decidido que iriamos comprar equipamento para mim.

“Entendi! Então vocês estão em busca de algo para melhorar a defesa, não é? Qual é o orçamento de vocês? ”

“Mantenha o preço abaixo de cento e oitenta peças de prata.”

Disse Raphtalia, antes que eu pudesse pronunciar uma palavra sequer.

Cara, esses dois realmente estão começando a me irritar. Se ela gastasse todo o meu dinheiro, não seríamos capazes de adquirir armas boas para ela!

“Bem… Por essa quantia, vocês podem comprar uma cota de malha.”

“Cota de malha?! Ha! ”

Antes que eu percebesse, esse poço de ódio e fúria começou a transtornar dentro de mim. Subitamente, eu estava triste por ter que comprar novamente um equipamento que eu já tive.

“Já que meu Garoto-Escudo a odeia tanto assim…”

Ele coçou seu nariz, entendendo de imediato a razão pela qual eu estava tão zangado. Ele começou a procurar por uma alternativa.

“É um pouco caro, considerando seu orçamento, mas talvez eu possa ser capaz de lhe arranjar uma armadura de ferro.”

Ele apontava para algo em uma parede distante.

Havia um conjunto completo de ferro malhado. Parecia o tipo de armadura que você veria sendo exibida em castelos.

No entanto, eu já sabia o que ele diria: a armadura era pesada, dificultava o movimento, se você cair não poderá levantar-se, e, se cair em um pântano, morrerá tentando sair. Também me alertaram de todas essas coisas no meu mundo.

“Se você for forte o bastante, ficará bem. Mas o principal problema é que esse conjunto não foi ‘despertado’.”

“Despertado? ”

“Sim, é um processo produtivo que permite que a armadura absorva o poder mágico do usuário para manter-se mais leve do que realmente é. Na verdade, é bem impressionante.”

“Entendo.”

Acho que isso significa que, neste mundo, armaduras que não eram ‘despertadas’ durante o processo produtivo eram praticamente impossíveis de serem utilizadas.

Não… Ele disse que se eu for forte o bastante, eu ficaria bem.

Mas eu não era muito forte.

“Parece que, se você removesse as partes mais pesadas, você poderia torna-la mais leve e mais barata…”

“Sabe, eu tinha certeza de que você diria isso.”

“Você me conhece tão bem.”

“Você pode comprar apenas o peitoral. Tornaria a armadura mais barata, mas não lhe protegeria muito bem.”

“Certo. Bem, eu preciso de mais defesa, mas se eu não puder me mover então não faria sentido adquirir uma armadura.”

Eu poderia me tornar uma parede impenetrável, mas se eu não pudesse me mover como eu defenderia Raphtalia? ”

E o processo de ‘Despertar’? Pergunto-me qual seria o preço da aplicação dele.

“Ou… Se você trouxer certos materiais, eu posso forjar algo customizado.”

“Ótimo. Eu adoro esse tipo de coisa.”

“Você parece o tipo de cara que adoraria… Eu acho.”

O dono desenrolou e estendeu uma folha de pergaminho que fora rabiscada com diagramas e listas de materiais.

“Eu não consigo lê-la.”

Eu não conseguia ler nada nesse mundo. O escudo estava traduzindo tudo para mim, então eu  nunca parei para pensar a respeito.

O dono pareceu preocupado enquanto lia o processo.

“Você precisara comprar um pouco do ferro e cobre barato daqui. Então trazer as peles de Usapils e Porcos-espinhos, além de penas de PikyuPikyu.”

“Eu já tenho as peles e as penas.”

Raphtalia, parecendo muito satisfeita consigo, retirou de nossa bolsa as peles e as penas. Estivemos usando-as para nos mantermos aquecidos a noite… Mas, fazer o que.

“Elas parecem um pouco surradas, mas nada que eu não possa utilizar.”

“E o que você pode forjar com essas coisas? ”

“Armadura Bárbara. Sua defesa é próxima de uma cota de malha melhorada. Porém é muito mais quente, e protege uma área mais ampla.”

“Hmm…”

Armadura Bárbara… Soava desagradável.

“Além disso, caso você traga alguns ossos, podemos adicionar efeitos mágicos á ela. Mas isso pode ser feito mais tarde, então apenas traga os itens necessários assim que você adquiri-los.”

“Obrigado. Isso será de grande ajuda. Certo, então vamos buscar um pouco de bronze e ferro.”

“Sim! Vamos! Vamos agora mesmo!”

Raphtalia quase explodiu com entusiasmo. Ela agarrou minha mão e me arrastou junto com ela.

“Por que você está tão agitada?”

“Porque agora você vai parecer um Herói de verdade. Precisamos nos apressar!”

“An… Bem, tudo bem.”

Suponho que, como ela havia dito antes, eu realmente me assemelhava á um aldeão comum. Não que a Armadura Bárbara fosse me deixar elegante – mas seria melhor do que nada. Nós visitamos o ferreiro e compramos um pouco de ferro e bronze.

Acredito que a loja de armas devia ter algum tipo de acordo com o ferreiro, já que eu pude comprar os materiais por um preço menor do que estava esperando.

Além disso, o ferreiro ficou dizendo que iria diminuir o preço porque Raphtalia era tão fofa, e tão charmosa, e assim por diante. Ele ficava a encarando e sorrindo e, quando ela percebia, ela sorria e acenava de volta.

Isso me fez querer começar um sermão sobre o complexo de Lolita[1], mais especificamente sobre como era predominante neste mundo.

“Bem, isso foi fácil. Conseguimos o que precisávamos.”

“Você é tão trabalhador, Garoto-Escudo.”

“Claro, mas acho que todos os seus colegas tem complexo de Lolita. Eu gostaria de denunciar dois ou três deles.”

“Complexo de Lolita? Do que você está falando?”

“Você não entende? Achei que o escudo fosse traduzir essa expressão também.”

“Não, eu entendi. Eu apenas não conheço ninguém que se apaixonaria por garotinhas.”

“Todos ficam dizendo que vão diminuir os preços graças à fofura de Raphtalia.”

“Espere… Quer dizer que você ainda não percebeu? ”

“Não percebi o que? ”

“Ei… Não precisam discutir.”

Raphtalia estava meneando sua cabeça vigorosamente.

O velho suspirou profundamente, como se não conseguisse acreditar no que estava ouvindo, então estreitou seus olhos e olhou em minha direção.

“Eu terei terminado até amanhã. Faça-me um favor e aguarde pacientemente até então.”

“Que rápido. Eu imaginei que fosse levar pelo menos alguns dias.”

“Essa é quantia de espera normal para pessoas que eu não conheço, mas você? Você é o meu pequeno Herói do Escudo.”

“Suponho que eu lhe devo meus agradecimentos.”

“Hahaha, agora estou envergonhado.”

Agora eu me sinto idiota por ter expressado minha gratidão.

“Tudo bem, quanto custa uma armadura feita por encomenda? ”

“Incluindo o preço dos metais… Eu posso forjá-la por cento e trinta peças de prata. Eu vou até mesmo incluir as opções de modificação dentro deste mesmo preço.”

“Você está falando dos ossos? E eu preciso apenas trazê-los até aqui? ”

“Exato. Caso você os traga, eu aplicarei as modificações de graça. No entanto, esse é o preço mais barato que eu posso lhe oferecer.”

“Parece justo. Tudo bem.”

Eu peguei cento e trinta moedas de prata da minha bolsa e as entreguei a ele.

“Obrigado.”

“A propósito, quais armas podemos obter por noventa peças de prata? ”

“Quer dizer, para a moça? ”

“É.”

A espada que ela estivera usando estava agora completamente afiada. E nós ainda possuíamos a outra espada enferrujada. Eu a removi.

“Raphtalia.”

“Sim.”

Ela desembainhou a espada que estava em sua cintura e a colocou encima do balcão.

Eu tinha desenvolvido o habito de colocar a espada no Escudo de Amolar quando nós íamos dormir, para que estivesse sempre pronta de manhã. Ela se manteve muito afiada.

“Você tem um escudo muito bom aí. Eu quero um para mim.”

“É, mas eu não posso usar armas.”

Meu poder ofensivo era tão baixo que eu era basicamente apenas uma parede defensiva.

Se ele concordasse, eu teria lhe entregado o escudo naquele exato momento. Não que eu pudesse, mesmo que quisesse.

“Isso dificulta as coisas.”

Ele soltou uma risada profunda e vulgar que realmente me irritou. Eu mudei de assunto.

“Aquela espada velha e enferrujada parece muito melhor agora. Esse escudo tem algumas habilidades impressionantes.”

Ele parecia impressionado, e virou a espada em suas mãos enquanto a inspecionava.

“Certo… Hmm… Suponho que eu poderia vender para você uma espada mágica.”

Eu me lembrei de ter ouvido sobre isso. Era algo melhor do que o que ela usava antes.

“Uma espada ‘Imaculada por Sangue’, certo? ”

“Ah, claro. Posso adicionar isso gratuitamente. Além disso, eu posso ver que você está dando o seu melhor.”

Ele era um cara legal. Parando para pensar ele tinha me ajudado consistentemente desde o começo.

“Muito obrigado…”

Eu lhe agradeci sinceramente.

“Tudo bem, garoto. Seu olhar está mais parecido com aquele que você me mostrou na primeira vez que nos conhecemos. Isso é bom. Você me mostrou algo bom.”

Ele pareceu satisfeito, e então entregou a espada de ferro para Raphtalia.

“Qualquer um pode se tornar mais forte se possuir armas mais poderosas. Mas se suas habilidades não estiverem à altura, eu me sentiria mal pela arma. Eu sei que vocês dois não vão desperdiçar esta. Boa sorte e continue assim, garota.”

“Obrigado! ”

Os olhos dela estavam brilhando enquanto ela deslizava a espada para dentro da bainha em seu cinto.

“Tudo bem então, voltem aqui amanhã por volta deste mesmo horário.”

“Certo.”

“Muito obrigado! ”

“Já pode sair.”

E então nós saímos da loja de armas.

Uma vez do lado de fora, por meio da observação da posição do sol, percebemos que estava na hora de almoçar.

Nada do que eu comia tinha qualquer tipo de gosto, mas eu ainda ficava com fome.

Depois de todas as compras, nós tínhamos dez peças de prata restantes. Uma semana inteira de trabalho se foi, fácil assim!

Fazer o que. Se a nova arma for muito melhor, então eu poderia considerar isso um investimento. E havia muitas formas de se obter dinheiro.

“Ei, quer ir naquele restaurante em que fomos da ultima vez? ”

“Nós podemos? ”

“Claro, e você pode comer o que quiser.”

“Ah, pode parar! Eu não sou mais uma criança.”

Ela estivera tão feliz o dia todo, mas seu humor alterou-se quase que instantaneamente.

Por que crianças sempre tentam agir como adultos?

Acho que ela estava entrando em sua fase rebelde.

“Tudo bem, tudo bem, já entendi. Mas você ainda quer comer. Então vamos.”

“Sr. Naofumi, você realmente não escuta, não é? ”

“Tanto faz, você não precisa fingir que é adulta. Vamos logo… Quer dizer, você quer comer, não quer? ”

“E daí? Você acha que é tão poderoso, e que pode simplesmente ser legal comigo e vai ficar tudo bem? Eu não preciso da sua caridade! ”

Ah… Mais uma criança zangada.

Nós entramos no restaurante que possuía o cardápio infantil.

“Bem vindos! ”

O pessoal tinha se tornado muito mais receptivo. Eles nos guiaram até uma mesa.

Pergunto-me se a causa era o corte de cabelo que eu tinha feito na Raphtalia. O cabelo dela estava em uma situação bem ruim na ultima vez que tínhamos vindo aqui.

“Eu vou querer a refeição mais barata. Ela vai querer o lanche infantil com a bandeirinha encima.”

“Sr. Naofumi! ”

A garçonete olhou para o cardápio, e então seu olhar revezou entre Raphtalia e eu. Ela parecia estar em uma situação desconfortável.

“Na verdade, eu vou querer a refeição mais barata também.”

“Ah, certo.”

“O que deu em você? Você realmente não gosta? ”

“Eu já falei, estou bem.”

“Hmm…”

Bem, eu teria que deixá-la fazer o que ela quisesse.

Essa era a minha responsabilidade, afinal. E eu tinha dito a ela que ela poderia pedir o que quisesse.

[1] N/T: ‘Complexo de Lolita’ é um termo utilizado para descrever a atração sexual por garotas mais jovens geralmente por parte de homens adultos mais velhos (porém não limitados a tal). A origem da expressão reside em um romance erótico de 1955 intitulado ‘Lolita’, escrito por Vladimir Nabokov.

Comentarios em TNY: Volume 1 Capítulo 18

Categorias