O Embate entre Lança e Escudo

 

Eles modificaram o jardim com o objetivo de abrir espaço para o nosso duelo.

Tochas foram estabelecidas ao redor do perímetro, e todos que estavam no banquete saíram para assistir os heróis lutarem.

Mas, é claro, todos já sabiam como iria terminar.

Eu era incapaz de atacar, e ainda assim lá estava eu; prestes a lutar contra o Herói da Lança.

Mas esta não seria uma batalha entre o Herói do Escudo e o Herói da Lança. Esta seria uma batalha entre Motoyasu e eu. Ele era tão orgulhoso. Eu não o suportava.

No entanto, qualquer um saberia qual seria a conclusão.

Todos gritavam suas apostas, e eu não conseguia entender nada graças ao ruído.

Em sua maior parte, o castelo havia sido preenchido por nobres e cavaleiros, mas tinham alguns aventureiros também. Alguns tinham lutado ao nosso lado durante a onda. Creio que seja normal apostar em uma situação como essa.

Então todos sabiam que eu iria perder e queriam ganhar dinheiro com isso.

Ren e Itsuki estavam assistindo do alpendre do castelo enquanto riam.

Eles provavelmente não podiam esperar para me ver perder.

Droga. Droga. Droga. Droga!

Todos eles, todos eles queriam se livrar de mim. 

Durante a batalha, eles me atingiram com chamas.

O mundo todo era meu inimigo. Todos eram inimigos que riam de mim.

Tudo bem. Tudo o que eu posso fazer é perder. Essa era a minha única opção. Mas eu não seria derrotado sem uma boa batalha.

Observe-me,  Motoyasu. Eu te odeio. Eu te ODEIO, mais do que você possa imaginar. Você não pode mudar isso.

“Está na hora do duelo entre o Herói do Escudo e o Herói da Lança! O duelo será encerrado quando um dos participantes for imobilizado ou admitir derrota.”

Eu revirei minha cabeça, estalei os dedos e me preparei.

“Quem venceria em uma batalha entre um Escudo e uma Lança?  Dá um tempo. Você já era.”

Motoyasu ergueu seu nariz e riu de mim.

Ugh, eu o odeio.

“Certo, então…”

Motoyasu, eu lhe mostrarei que vitória significa muito mais do que apenas vencer seu oponente!

 

Vitória significava alcançar seus objetivos. Porém, nossos objetivos eram diferentes desde o princípio. A melhor lança do mundo é aquela que mata seu oponente, mas o melhor escudo do mundo é aquele que protege seu usuário. O propósito das duas coisas não era o mesmo.

 

“Comecem!”

“AHHHHHH!”

Eu me preparei para um golpe e corri em direção ao Motoyasu. Motoyasu ergueu sua lança e correu em minha direção. Ele queria terminar isso com apenas uma apunhalada.

Subitamente,  estávamos muito próximos. Eu estava dentro de seu alcance, e ele jogou seu peso por trás da lança e tentou me estocar.

Enquanto eu soubesse de onde o ataque estava vindo, eu provavelmente poderia me defender.

“Estocada do Caos!”

A lança de Motoyasu imediatamente dividiu-se em várias lanças, e todas voaram em mim.

Uma habilidade! Ele realmente estava me pressionando.

Mas ele não conseguia impedir meu avanço. Eu protegi minha cabeça com o escudo e continuei correndo até ele.

Ugh… Suas lanças afiadas atingiram-me em dois locais: meu ombro e meu flanco.

Fora apenas um arranhão, elas tinham apenas roçado em mim, mas o ataque de um herói era muito mais forte do que aquele dos inimigos que tínhamos enfrentado até agora. Mas a habilidade tinha um tempo de recarga, aparentemente, e agora ele teria que esperar para utilizá-la novamente.

“Tome isto!”

Ele girou e impulsionou a lâmina de sua lança contra mim.

Era isto o que tornava lanças fracas. Elas eram ótimas para lutar a distância, mas uma vez que o inimigo se aproxime elas tornavam-se inflexíveis rapidamente.

Normalmente, ele preferiria matar o inimigo antes que ele chegasse muito perto. Mas ele não poderia fazer isto porque meu escudo garantia-me defesa o bastante para sobreviver ao seu primeiro ataque.

Eu esquivei seu ataque, joguei todo o meu peso encima do escudo, e o empurrei para o chão.

Então ergui meu punho e o soquei no rosto.

Droga! Eu realmente não conseguia causar dano algum.

Aquele era o meu único ataque? Não, eu tinha algo a mais.

Motoyasu sorriu quando percebeu que meus ataques não surtiam efeito nele. Ele estava rindo de mim.

Por quanto tempo ele acha que vai poder zombar de mim?

Eu abri minha capa e pressionei minha arma secreta contra seu rosto.

“Ahh!”

Eles tinham queimado durante a chuva de fogo, mas eu recolhi mais alguns no caminho até o castelo.

“Mas o quê?!”

Hahaha… Motoyasu gritava, confuso.

O balão tinha mordido intensamente.

“Ai!  Ahhh!”

A mordida ocorrera em seu rosto perfeito.

É isso mesmo, eu não podia atacar por conta própria. Por isso eu carregava essas armas especiais programadas para atacar pessoas, e elas chamavam-se balões.

“Ahhhhhh!”

Eu posicionei dois em seu rosto, e mais alguns em suas pernas para impedi-lo de levantar-se. Então coloquei um em sua virilha como garantia.

“O que diabos são esses balões!”

A multidão gritava.

Como se eu me importasse!

Eu coloquei todo o meu peso no balão, e fiz com que os dentes estivessem perfurando sua virilha profundamente.

“O quê… Você! Eu vou acabar com você!”

“Se eu não posso vencer, eu devo pelo menos deixar-lhe o mais infeliz quanto possível. Vou começar com esse rosto que você usa para controlar as senhoritas, e então vou acabar com o seu amiguinho aqui embaixo também! Sem seu rosto e suas bolas, você não é nada!”

“O quê?  Aaaargh!”

“Você não vai levantar!”

Ele tentou alcançar os balões, mas eu segurei seus braços.

Eventualmente, ele conseguiu remover os balões de seu rosto, mas enquanto estivesse no chão ele não poderia utilizar sua lança. No momento em que ele tirou um dos balões de seu rosto eu coloquei outro, e isso me garantia mais tempo.

Eu não estava usando apenas balões, mas Eggugs também. E tantos deles que encontrar Motoyasu era como procurar uma agulha em um palheiro.

Eu apenas concentrei-me em fazê-lo sofrer o máximo possível.

Eu perderia de qualquer forma. Então eu queria traumatizá-lo o melhor que eu pudesse.

“Droga!”

Ele tentou se levantar, mas eu joguei todo o meu peso encima dele para mantê-lo preso ao chão, então empilhei mais balões.

Ei, se eu iria perder independente do que eu fizesse, tinha algo que eu gostaria de testar.

Eu transformei meu escudo no Escudo Cão Negro de Duas Cabeças.

Motoyasu era incapaz de aplicar qualquer força em suas lança naquele ângulo, então eu era capaz de evitar seus ataques fracos com este escudo.

O barulho de sua lança atingindo meu escudo era similar ao som de unhas riscando um quadro negro.

O efeito especial,‘Mordida Canina’, começou a funcionar, e as cabeças começaram a uivar e a morder Motoyasu.

Um temporizador surgiu para o efeito Mordida Canina.

Ele indicava que o efeito duraria trinta segundos, e as cabeças morderiam o inimigo durante todo esse período.

Normalmente essa habilidade causaria pouco dano enquanto também limitava os movimentos do inimigo, mas eu poderia utilizá-la desta forma também.

“Ah!”

Huh? Então aquilo estava realmente ferindo-o. Talvez eu pudesse vencer?

Neste caso, eu decidi testar outras ideias também.

“Escudo de Disparo Aéreo!”

O escudo manifestou-se encima do estômago de Motoyasu, e seu peso ajudou a mantê-lo preso.

Essa era uma nova forma de usar esta habilidade!

“Me… Me solte!”

“Você não é incrivelmente poderoso? Venha me pegar, seu covarde!”

Espero que ele tenha pensado muito antes de me desafiar, imaginando que eu não teria como contra-atacar.

Eu ergui o Escudo Canino e esperei até que Motoyasu virasse seu rosto em minha direção. Então enfiei as duas cabeças caninas em seu rosto.

O efeito foi ativado, e ambas as cabeças se grudaram em seu rosto.

“Ahhhhhhh!”

Ah, droga… O efeito do Escudo de Disparo Aéreo se dissipou.

“Escudo Prisão!”

“Ugh!”

Agora ele estava preso em uma larga gaiola. Ele jamais seria capaz de escapar enquanto se sacudia no chão. Eu arremessei mais balões e Eggugs nele.

Eu poderia vencer! Ele nem mesmo tinha experiência em batalha contra outros seres humanos, não é?

O Escudo Prisão partiu-se. Mas o tempo de espera para ativar o Escudo de Disparo Aéreo também tinha terminado, então eu ativei outro escudo aéreo no mesmo instante.

Os balões continuaram a mordê-lo, e toda vez que eu encontrava uma abertura eu me jogava contra ele usando a Mordida Canina. Eu poderia vencer!

“Admita sua derrota logo! Você pretende vencer com esse tipo de tolice?!”

“O que o Herói do Escudo está fazendo com o Herói da Lança?!”

A multidão começou a se alvoroçar. Mas eu não ligava. Por que eu deveria dar ouvidos a pessoas que apenas ouviram em silêncio enquanto eu era traído?

“O Herói do Escudo vai vencer?”

“Não, não pode ser…”

Eles estavam enlouquecendo.

“Ouviu isso,  Motoyasu? Desista. Você já perdeu!”

“Desistir? Ha!”

“Então eu vou lhe manter preso até que você não suporte mais! Eu realmente estou vencendo!”

Eu olhei na direção do rei. Ele estava assistindo a luta, já que ele seria o juiz. Porém ele observava como se estivesse planejando algo. Mas o que seria?

Tudo o que eu poderia fazer era continuar atacando o rosto e os membros de Motoyasu.

Se eu não continuasse, não seria claro quem estava vencendo.

Ou foi isso que eu pensei…

“Argh!”

Alguém me empurrou com força por trás, e eu cambaleei.

Eu olhei ao redor,  desorientado,  enquanto buscava pelo atacante.

Então eu a vi,  aquela mulher!  Myne!

Ela estava se ocultando na multidão, mas seu braço estava estendido e a palma de sua mão estava apontada em minha direção.

Deve ter sido algum tipo de magia de vento.

Acredito que era uma magia chamada ‘Sopro de Vento’, e seu efeito disparava um punho de ar na direção do alvo.

Era um punho feito de ar então, obviamente, era transparente. A não ser que você estivesse procurando pelo ataque propositalmente,  dificilmente você o enxergaria.

Myne mostrou a língua para mim.

“Aaaaaaaarrrrrrrrghhh!”

Meus gritos foram ofuscados pelos de Motoyasu, que já tinha se levantado, e então realizou seu súbito contra-ataque.

Ele estourou os balões e apontou sua lança em minha direção.

Meus balões tinham acabado. Tudo o que eu poderia fazer seria utilizar o escudo de contra-ataque.

Mas que covarde!

O restante da batalha foi bem unilateral.

Tudo o que eu podia fazer era utilizar a Mordida Canina contra ele.

Finalmente, após receber muitos de seus ataques, eu tombei no chão e Motoyasu, que respirava com dificuldade, colocou a ponta de sua lança contra o meu pescoço.

“…Eu… Eu venci….”

Sua aparência estava muito pior do que após a onda de destruição, mas ele virou-se para a multidão e anunciou sua vitória.

Comentarios em TNY: Volume 1 Capítulo 22



15

Índice×