Eles Chamam de Escravo

 

Uma… Duas… Três…

Eu trabalhei por duas semanas e consegui economizar quarenta peças de prata, o que significava que eu acabara de recuperar a quantia em dinheiro que eu havia arremessado no Motoyasu, no dia que ele me traiu, e um pouco mais.

Algo sobre esta situação me deixava desalentado. Quer dizer, meu poder de ataque limitava severamente a quantia de locais que eu poderia visitar.

Eu não machuquei ou algo do tipo, mas certa vez eu tentei visitar a floresta.

Acredito que se tratava de um Balão Vermelho. Eu estava o atingindo apenas com as mãos, e ele por sua vez estava me atacando de volta.  Eu devo ter espancado aquela coisa por cerca de trinta minutos ou mais, mas ele não demonstrou nenhum sinal de enfraquecer. Isso arruinou meu humor então eu saí da floresta, cabisbaixo.

Aquilo significava que eu não poderia deixar dos campos e, consequentemente, seria forçado a aumentar meus níveis apenas dentro deles, algo que fiz durante duas semanas. Eventualmente eu alcancei o nível quatro. Pergunto-me qual o nível que os outros heróis haviam alcançado. Não quero nem pensar.

Ainda havia um Balão Vermelho mastigando meu braço. A criatura apenas continuava, como se fosse capaz de alcançar meus ossos ou algo do tipo.  Eu tinha ido á floresta na semana anterior. Eu devo ter melhorado desde então. Eu tentei acertar o balão.

Meu ataque ainda era muito baixo.

Se meu ataque é muito baixo, eu não posso caçar monstros.

Se eu não posso caçar monstros, não posso obter experiência.

Se eu não posso obter experiência, não posso aumentar meu ataque.

Droga! Era um ciclo sem fim. Eu estava caminhando por um beco estreito. Um dos caminhos que levava para os campos.

 

Mas aquele dia seria diferente dos outros.

 

“Você parece preocupado, senhor.”

“Huh? ”

Um homem estranho se dirigiu a mim de um dos cantos do beco. Ele usava um chapéu de seda e vestia um fraque. Ele era um cavalheiro estranho não importava o ângulo: era absurdamente obeso e usava óculos bem polidos. Ele não se encaixava no mundo, mundo esse que se parecia muito mais com a Idade Média. Então ele se destacava dramaticamente dos seus arredores. Decidindo ignorá-lo, eu apressei meu passo.

“Você precisa de pessoas.”

Eu parei imediatamente. Ele sabia o que dizer para me fazer parar.

“Essa é a razão pela qual não consegue caçar monstros mais fortes.”

Tudo que ele havia dito me irritou.

“Não vejo como isso está relacionado com você.”

“Se eu lhe ajudar com seu recrutamento, talvez você tenha alguma chance.”

Eu não tinha o dinheiro, nem o desejo, de contratar um capitalista ganancioso.

“Membros de equipe? Hahaha, não. Eu lhe providenciarei algo muito mais útil.”

“Por exemplo? ”

O homem deslizou em minha direção.

“Interessado? ”

“Não chegue tão perto, verme.”

“Hahaha. Gostei de você, garoto. Tudo bem, vou te dizer.”

O cavalheiro estufou sei peito, fazendo-se parecer muito importante, girou sua bengala, e pontificou, “Um escravo! ”.

“Um escravo? ”

“Sim, um escravo.”

Um escravo… O que era isso mesmo? Eu ouvi dizer que eles existiram no mundo real, mas hoje em dia eles só apareciam de tempos em tempos em jogos e mangas (mais especificamente nas mídias em que alguém era invocado para outro mundo).

Simplificando, significava que você poderia possuir outras pessoas, da mesma forma que alguém possui móveis, e então poderia força-los a fazer trabalho manual para você. Eu sempre os imaginava sendo chicoteados.

De qualquer forma, escravos eram coisas vivas.

Isso significava que escravos eram comprados e vendidos aqui?

“Eles não mentem e eles não traem seus mestres.”

Hmm…

“Escravos ficam sob uma poderosa maldição. Se eles contradisserem ou traírem seus mestres, eles devem pagar com as próprias vidas.”

“Hmm…”

Agora a história estava ficando interessante.

Se eles desobedecerem, eles morrem. De certa forma, isso era exatamente o que eu estava procurando: alguém que não me usasse, e alguém que não tivesse ideais egoístas.

Meu ataque era muito fraco. Eu precisava de alguém para me ajudar. Mas as pessoas me trairiam, então eu não ousava sequer pensar em paga-los. Eu não conseguia ninguém para me ajudar. Mas um escravo jamais me trairia, pois me trair significaria morte.

“O que você acha? ”

“Vou lhe ouvir.”

Ele sorriu. “Por aqui, senhor.”

 

Ele me guiou pelo beco, e logo eu percebi um aumento alarmante no número de pessoas suspeitas. O ar estava preenchido pelo som de gritos agressivos e de coisas frágeis se quebrando. Mas, sobretudo, o cheiro era terrível.

Aparentemente este mundo tinha um lado terrível também.

Era meio-dia, mas não havia luz alguma no local onde estávamos.  Viramos uma esquina e ali, no fim do beco, havia algo parecido com uma tenda de circo.

“Aqui mesmo, senhor.”

“Aham…”

O negociante de escravos continuou andando de forma macabra. Era quase uma caminhar saltitante, mas ele parecia permanecer mais tempo no ar. Ele me encaminhou na direção da tenda, erguendo a aba logo em seguida.

“Deixe-me apenas esclarecer algo. Se você estiver me enganando…”

“Ah, sim… Suas punições por meio de balões são deveras infames pela cidade. Você causará uma bagunça e depois fugirá, não é? ”

Então as pessoas já tinham começado a falar sobre mim. Ótimo. Era uma boa forma de punir grupos de pessoas ruins, e eu não deveria ficar surpreso se me tornasse famoso por isso.

“Para ser justo, existem aqueles que gostariam de ter um Herói, assim como você, como um escravo. Esse foi o meu propósito original ao me aproximar de você, mas desde então eu mudei de ideia.”

“Como assim? ”

“Bem, você atende todas as competências geralmente atribuídas aos meus clientes. TODAS as competências: tanto as boas quanto as más.”

“O que você quer dizer? ”

“De fato. O que eu estou querendo dizer? ”

Esse cara era escorregadio. O que ele queria de mim?

Houve um estrépito metálico, e então uma porta de aparência pesada se abriu.

“Uau…”

O interior era sombrio, e o cheiro de podridão pendia no ar. Também detectei o odor de animais. Não parecia ser um lugar muito agradável.

Havia um grande número de jaulas na sala, e formas humanas se moviam dentro delas.

“Agora, este bem aqui. Eu recomendo muito esse.”

Eu me aproximei da jaula que ele havia indicado.

“Isso não é um humano! ”

Dentro da jaula havia algo… Algo coberto por um pelo denso, com garras e presas afiadas. Para simplificar parecia um lobisomem, e uivava de forma similar.

“É um homem-besta. Por aqui nós os consideramos, na maior parte dos aspectos, como pessoas.”

“Um homem-besta? ”

Eu reconheci a ideia, já que personagens meio humanos e meio bestiais surgiam frequentemente nos jogos de fantasia.

“Eu entendo minha posição como herói e tudo o mais, mas ainda não sei muita coisa sobre este lugar. Pode me informar um pouco mais, por favor? ”

Diferente dos outros heróis, eu não sabia quase nada sobre esse mundo. Eu não sabia nem ao menos o que exatamente eu deveria saber.

Quando eu estava caminhando pela cidade eu percebi, ocasionalmente, algumas pessoas com orelhas caninas ou felinas empoleiradas no topo da cabeça. Toda vez que eu as via eu me lembrava de que realmente estava em um mundo de fantasia. Mas não parecia haver muitas dessas pessoas.

“O Reino de Melromarc tende a considerar humanos como criaturas de ordem hierárquica mais alta do que estes outros tipos. Aqui pode ser um lugar bem difícil para homens-besta e semi-humanos viverem.”

“Huh…”

Claro, eu havia visto semi-humanos e homens-besta pela cidade mas, de acordo com o que o negociante de escravos estava dizendo, eles geralmente eram aventureiros ou comerciantes ambulantes. Então, aparentemente, eles eram discriminados, sendo capazes de obter apenas os trabalhos mais simples.

“Certo. Mas o que exatamente são esses semi-humanos e homens-besta? ”

“Semi-humanos são muito parecidos com humanos por fora, mas internamente funcionam de forma diferente. Eles são considerados um tipo de humano. Homens-besta são tecnicamente um tipo de semi-humano, um tipo cujas características bestiais são particularmente poderosas.”

“Entendi. Então eles estão na mesma categoria.”

“Exatamente. E pelo fato de que, pelo menos neste país, semi-humanos são considerados apenas levemente diferente de monstros, a vida deles por aqui é difícil e não é incomum que caiam na escravidão.”

Eu acho que qualquer mundo tem seu lado obscuro. E já que eles não eram tecnicamente humanos, tornaram-se a raça perfeita para ser escravizada.

“E também, os escravos daqui tem uma característica específica…” O negociante de escravos estalou seus dedos ruidosamente. No momento em que ele o fez, uma aura mágica surgiu ao redor de seu braço e, ao mesmo tempo, algum tipo de formato no peito do lobisomem começou a brilhar.

O lobisomem começou a uivar de dor, como se algo estivesse restringindo seu peito. O negociante de escravos estalou os dedos mais uma vez e o formato brilhante no peito do lobisomem lentamente desapareceu.

“…Ativar a punição é tão fácil quanto estalar os dedos.”

“Que conveniente, ” Eu sussurrei, meus olhos no lobisomem, agora estatelado com o rosto para cima, no chão de sua jaula. ”Eu poderei fazer isso também? ”

“Naturalmente. Pode até mesmo ser preparado de tal forma que o estalar dos dedos não seja necessário. Pode ser anexado diretamente a sua Magia de Status.”

“Huh…”

Parecia muito conveniente mesmo.

“No entanto, uma cerimonia é necessária. As informações do mestre devem ser compartilhadas e absorvidas pelo escravo.”

“Para que o escravo sempre possa compreender as intenções de seu mestre? ”

“Você tem uma cabeça muito boa encima destes ombros.”

O negociador de escravos sorriu de forma sinistra.

Ele me deixou desconfortável.

“Parece bom para mim. Quanto custa esse aqui? ”

“Você deve entender o quão útil um homem-besta é em uma batalha. Naturalmente, isso afeta seu preço.”

Sem dúvidas rumores sobre minha situação financeira já tinham alcançado esse cara. Não importa o que ele dissesse, eu não ia simplesmente jogar dinheiro por aí. Pense assim: ele sabia que eu estava em apuros, e então se aproximou de mim. Ou seja, havia uma boa chance de que ele iria tentar arrancar o máximo possível de mim.

“Que tal quinze peças de ouro? ”

“Eu não sei nada sobre o preço de mercado, mas suponho que você esteja me oferecendo um bom negócio? ”

Uma peça de ouro aparentemente valia cerca de cem peças de prata.

Havia uma razão pela qual o rei nos providenciou peças de prata, não ouro. As peças de ouro valiam tanto que eram muito difíceis de trocar. Era muito mais fácil comprar e vender em prata, então a vasta maioria do comércio local usava prata, não ouro.

“Mas é claro.”

“…”

O negociante de escravos respondeu meu silêncio com um profundo sorriso.

“Você sabe que eu não posso pagar por isso, então começou com o mais caro, não é? ”

“Sim, bem, eu sei que você será um ótimo cliente de uma forma ou outra. Eu seria um negociante ruim se não começasse com os nossos melhores itens.”

Esse cara era viscoso.

“Para que esteja melhor informado, por favor verifique as referências do escravo.”

Ele segurou um pequeno cristal em minha direção. Eu percebi um ícone brilhante, e logo palavras surgiram diante de meus olhos.

 

Escravo de Batalha: Nível 75

Raça: Homem-Lobo

 

As informações continuavam, descrevendo as várias habilidades do escravo.

Nível 75… Isso era quase vinte vezes o meu próprio nível.

Se esse cara estivesse na minha equipe, minha vida definitivamente seria mais fácil.

Eu poderia acabar me tornando mais forte do que os outros heróis.

No entanto, eu não tinha como saber se aquilo justificava o preço ou não.

Ele não parecia muito saudável, e poderia acabar se tornando um peso. Pergunto-me se era essa a razão para que o preço estivesse tão baixo?

“Ele costumava lutar no Coliseu. Porém acabou ferindo sua perna, então eles iam descarta-lo. Foi então que eu me intrometi e o comprei.”

“Não me diga…”

Então se tratavam de bens danificados. Nesse caso, seu nível não importava.

“Certo, eu lhe mostrei o meu melhor. Agora diga-me senhor, em que tipo de escravo o senhor está interessado? ”

“Um barato e que não esteja quebrado.”

“Nós temos escravos especializados em batalha ou trabalho manual. Ou, se minha intuição estiver correta…[1]

“Eu não fiz nada com ela! ”

“Heh, heh, heh, sim, bem… Não é da minha conta. Mas qual é a sua preferencia? ”

“Isso é loucura. Qualquer coisa que não seja uma escrava sexual, por favor.”

“Heh… Suponho que os rumores eram realmente falsos então? ”
“… Eu já disse que não fiz nada com ela.”

Eu podia dizer o que quisesse. Eu não fiz nada mesmo.

O que eu precisava era de alguém que pudesse atacar monstros para mim. Só isso. Se eles tinham outras habilidades ou não, não importava.

“Você tem algum gênero preferido? ”

“Acho que masculino seria melhor, mas não ligo.”

O negociante de escravos coçou seu queixo. “Eu tenho um, mas acredito que não será bom para os seus… Prazeres pessoais.”

“Não me importo com isso.”

“O nível também não é muito alto.”

“Se puder lutar, aumentaremos de nível juntos.”

“Boa resposta… Especialmente vinda de você, que parece não confiar em outras pessoas.”

“Escravos não são pessoas, não é? Se estou aumentando os níveis de um mero objeto, não é diferente do que faço com meu escudo. Além disso, estarei aumentando os níveis de algo que não vai me trair.”

“Você me pegou.” Ele disse, reprimindo um risinho. “Nesse caso, por aqui.”

Nós caminhamos pela loja, cujos ambos os lados continham várias jaulas alinhadas. Eventualmente os gritos e cheiros foram desaparecendo, e nós entramos em uma área mais calma da loja.

… Ou foi o que eu havia pensado.

Eu olhei ao meu redor apenas para encontrar jaulas cheias de crianças e idosos semi-humanos. Eles pareciam miseráveis. O negociante de escravos continuou me guiando até fazer uma parada súbita.

“Estes são os escravos mais baratos que eu posso lhe oferecer hoje, senhor.”

Ele estava apontando para um grupo de três jaulas.

A primeira tinha um homem dentro, mas ele tinha orelhas de coelho, e um de seus braços estava torcido em uma direção estranha. Parecia ter cerca de vinte anos. Também parecia ser praticamente a definição exata de um escravo.

A próxima jaula continha uma garotinha de cerca de dez anos. Ela era inacreditavelmente magra, e seus olhos pareciam aterrorizados. Ela estava tossindo. Ela também tinha orelhas parecidas com a de um cachorro que estavam amarradas em sua cabeça, além de uma cauda longa e redonda.

Na terceira jaula havia um homem lagarto cujos olhos dardejavam violentamente de um lado da sala ao outro, como se procurassem alguém para matar. No entanto ele se parecia mais com um homem do que com um lagarto.

“Da direita para a esquerda, eles são: uma espécie de coelho com uma desordem genética, uma espécie de guaxinim que sofre de ataques de pânico e um mestiço, o homem lagarto.”

Então o ultimo era um mestiço.

“Todos eles parecem ter problemas severos.”

“Esses são os únicos que eu posso oferecer na sua faixa de preço. Se quiser algo ainda mais barato… Bem…”

O negociante de escravos olhou rapidamente para a parede atrás de nós. Meu olhar seguiu o seu.

Era possível distinguir, mesmo de longe, o cheiro de morte. O tipo de cheiro que habita funerais era forte, e vinha daquela direção. Também cheirava a podridão. Eu senti que ficaria enjoado só de olhar naquela direção.

“De quanto estamos falando? ”

“Da direita para a esquerda, 25, 30 e 40 peças de prata.”

“Hmm. Quais são seus níveis? ”

“5,1 e 8.”

Se eu quisesse um lutador forte, o homem lagarto seria a melhor decisão. Se eu estivesse preocupado com o preço, então o coelho com a doença genética seria a melhor opção. Todos eles pareciam muito magros.

O homem coelho tinha um braço inutilizado, mas o resto de seu corpo parecia bem. E eles todos pareciam extremamente infelizes… Mas isso todos os escravos da tenda pareciam.

 

“Por que estão todos tão quietos? ”

“Porque eles são punidos quando fazem barulho.”

“Faz sentido.”

Então, ele estava me mostrando escravos que eram bem treinados ou escravos que não poderiam ser treinados? Quer dizer, o homem lagarto parece alguém que seria bom em uma batalha, mas os outros não.

“Por que a do meio é tão barata? ”

Ela estava magra e assustada, mas parecia uma garotinha relativamente normal. Seu rosto não era bonito ou feio, simplesmente normal.

“Espécies de guaxinim não são populares com humanos. Se ela fosse algum tipo de raposa, eu poderia vendê-la por um preço bem alto.”

“Huh…”

Guaxinins eram animais muito parecidos com os tanukis[2]. Mesmo assim, ela parece tão humana que eu acredito que seria possível obter um bom preço por ela. Mas se guaxinins realmente não eram populares ela provavelmente não teria muito valor como escrava.

“Ela tem ataques de pânico durante a noite. É muito trabalhoso cuidar dela.”

“E isso é o melhor que você tem no seu estoque? ”

“Suas palavras realmente machucam.”

Ela não seria boa para o trabalho braçal, e o nível dela era o menor dentre os três.

Isso era bom? Eu não tinha tanta certeza.

Meu olhar se encontrou com o da garota-guaxinim. Foi só então, ao olhar nos olhos dela, que eu percebi como eu me sentia.

Sim. Essa coisa era uma mulher, o mesmo gênero daquela que me traiu. Eu olhei dentro de seus olhos assustados e imediatamente pensei no quanto eu queria controla-la. Eu pensei sobre como eu poderia simplesmente imaginar que eu havia transformado Myne em uma escrava… Se ela morresse, talvez até mesmo fizesse eu me sentir um pouco melhor.

“Tudo bem. Vou levar a do meio.”

“Uma escolha excelente, já que facilita a minha vida também.”

O negociante de escravos pegou uma chave e abriu a jaula dela. Ela saiu, e logo em seguida ele colocou uma coleira ao redor de seu pescoço. Ela deixou um leve grito escapar.

Eu olhei para ela, que estava tremendo de medo, e senti uma onda de satisfação se jogar sobre mim. Eu imaginei aquela outra mulher tremendo de medo da mesma forma que essa estava, e isso fez com que eu me sentisse ótimo.

O negociador de escravos pegou a garota, cuja coleira estava presa em uma corrente, e puxou ela atrás de nós enquanto voltávamos para a rua da qual viemos. Nós saímos da tenda de circo e então estávamos no beco novamente. O negociante chamou por algumas pessoas que surgiram imediatamente. Eles estavam carregando um jarro que parecia estar cheio de tinta. Eles transferiram um pouco da tinta para um prato o empurraram em minha direção.

“Herói, por favor, nos dê um pouco de seu sangue. Dessa forma o registro da escrava estará completo, e ela será sua.”

“Entendo.”

Eu pressionei um canivete contra a ponta de meu dedo. No momento em que eu o fiz, senti meu escudo reagir, mas eu não estava sendo atacado, então ele não me impediu de tirar meu próprio sangue. Aparentemente ele se comportava de forma diferente quando fora de batalha.

Eu esperei o sangue se aglomerar, e então deixei algumas gotas caírem dentro do pequeno prato. Um dos homens mergulhou seu pincel no líquido e então tirou o manto da garota para pintar a magia em seu peito.

“Ahh! Ahhhhhhhh! ”

O padrão em seu peito começou a brilhar, e subitamente eu percebi um ícone brilhante no canto de meu campo de visão.

 

Escravo Adquirido: Condições de uso a seguir-

 

Uma janela se abriu, e estava cheia de condições.

Eu rapidamente li as condições. Atacar-me durante o sono, ou qualquer tipo de ação que englobasse a recusa dos meus desejos seria punida imediatamente com dor.

E também, um ícone de membro de equipe surgiu do lado do menu de escravo, então resolvi verificar aquilo.

Escrava A. Eu não sabia seu nome, então era isso que dizia.

“Agora essa escrava é sua, Herói. O pagamento, por favor.”

“Claro.”

Eu dei ao negociante de escravos trinta e uma peças de prata.

“Você pagou dinheiro a mais, senhor.”

“Pela cerimonia. Você ia tentar arrancar mais um pouco de dinheiro de mim de um jeito ou de outro, não ia? ”

“…Você é muito sábio.”

Se eu incluísse o valor da cerimonia no valor total, seria mais difícil para ele reclamar. Eu gostaria de o ver tentar arrancar mais de mim agora.

“Muito bem. Você me ajudou a limpar um pouco meu estoque.”

“Só pra saber, quanto você cobra por esse processo todo? ”

“Haha, o preço da cerimonia é incluído no do escravo.”

“Claro que é.”

Ele riu, então eu ri também.

“Você é realmente diferente. Estou arrepiado.”

“Tanto faz.”

“Aguardarei ansioso por suas próximas visitas.”

“Tudo bem.”

Eu comecei meu caminho para fora, dizendo para a escrava me seguir. Então virei minhas costas para a tenda de circo.

A escrava seguiu atrás de mim, uma expressão melancólica em seu rosto.

“Certo então, vamos ouvir seu nome.”

Ela virou seu rosto e se recusou a responder.

Mas essa foi uma atitude estupida. Se a escrava desobedecesse minhas ordens, ela teria que pagar. E então a maldição da punição foi ativada.

Ela colocou as mãos em seu peito aparentando dor.

“Vamos lá, qual é o seu nome? ”

“Ra… Raphtalia…”

Ela disse seu nome em meio a tossidos, e a dor sumiu. Ela demorou alguns instantes para recuperar seu fôlego.

“Então Raphtalia será. Vamos indo.”

Eu peguei sua mão, e continuamos a atravessar o beco.

“…”

Raphtalia olhou para mim, sua mão entrelaçada na minha. Ela parecia aterrorizada, mas continuamos andando…

[1] N/T: Este diálogo pode parecer meio confuso, mas basicamente o negociante de escravos está fazendo referencia aos rumores do suposto estupro que Naofumi cometeu.

[2] N/T: Cão-Guaxinim Japonês.

Comentarios em TNY: Volume 1 Capítulo 9



15

Índice×