Mercador Viajante

 

No dia seguinte, nós fomos até a alfaiataria e a garota otaku estava esperando por nós na porta, um sorriso enorme estampado em seu rosto.

“Levou a noite toda, mas eu terminei! Eu acho que vocês vão gostar.”

Ela tinha ficado acordada a noite toda, mas ainda parecia vivaz – praticamente quicando nas paredes de animação. Ela correu para trás do balcão e retornou com as roupas da Filo em mãos.

Era basicamente um vestido branco de peça única, mas havia uma grande fita azul no meio. O vestido também era decorado com mais fitas azuis em alguns pontos para causar um contraste. Mesmo vendo pela primeira vez era possível distinguir que aquele vestido fora bem feito e aproveitava o máximo possível dos materiais.

Tinha uma estética que dizia ‘o simples é o melhor’, o tipo de roupa que escolhe o seu usuário.

“Mestre! Eu devo vestir isso? ”

“Sim.”

“Yay! ”

Ela arremessou para longe a capa e ficou completamente nua.

“Pare com isso.”
“Mas…”

Raphtalia a impediu,  e em seguida a guiou até os fundos da loja.

“Certo, agora tente se transformar em sua forma de monstro.”

Eu ouvi a voz da alfaiate ecoando na sala dos fundos.

“Por que? ”
“Se você não experimentar, a fita vai acabar se enfiando em você.”

“Oh não! ”

Aquela foi uma ameaça bem bizarra a se fazer.

Eu ouvi um baque ruidoso enquanto ela se transformava, e então…

“Pronto… Eu sabia que ficaria bonito.”

Ela parecia muito satisfeita consigo mesma.

“Certo, vamos indo.”

“Yay! ”

Todas as garotas saíram do quarto ao mesmo tempo, e eu pude ver a Filo pela primeira vez.

Ela já era um garota bonita antes, então as roupas realmente lhe faziam parecer um anjo.

Ela estava usando seu vestido branco de uma peça, juntamente com suas asas brancas e a enorme fita azul em seu peito, como destaque.

Ela parecia uma heroína anjinha 2D!

“Mestre! ”

“Huh? ”

“Como eu estou? ”

“A roupa combina muito com você.”

Essa garota otaku realmente sabia o que estava fazendo. Quem mais poderia ter inventado um design que funcionasse tão bem com a aparência da Filo?

“Ehehe.”

Filo parecia estar um pouco envergonhada, mas ela brincou com as pontas de seu vestido e girou algumas vezes.

Nós saímos da alfaiataria e decidimos voltar à Riyute. Para isso, precisávamos que Filo puxasse a nossa carruagem. Quando Filo se transformava em uma Filolial a maioria de suas roupas desapareciam, porém a fita azul permanecia como um colar ao redor de seu pescoço.

As roupas foram custosas, mas o esforço colocado em sua produção era óbvio.

“Oh, Herói do Escudo! ”

Nós estávamos saíndo da Cidade do Castelo quando encontramos por acaso a bruxa da loja de magia.

“Você está indo para Riyute? ”

“Sim.”

“Eu também estou indo para lá. Você se importaria de me conceder uma carona? ”

Ela estava sorrindo.

Nós estávamos indo para lá de qualquer forma, e além disso ela tinha feito todo o possível para nos ajudar antes, então não parecia certo recusar o seu pedido.

“Eu não posso garantir uma condução suave, mas você pode se juntar à nós quando desejar.”

“Eu andei nessa carruagem dois dias atrás.”

“Ah sim, verdade.”

Raphtalia tinha aprendido a combater seus enjôos ao permanecer observando o horizonte.

“Obrigado, Herói.”

A bruxa subiu na carruagem.

“Certo, Filo! Vamos indo, porém devagar.”

“Tudo bem! ”

Todos os pedestres paravam para observar a Filo enquanto passávamos. Eles provavelmentes não estavam acostumados a ver monstros capazes de fala. Nós prosseguimos lentamente pela rua, no bater rítmico dos pés da Filo.

Parecia que os últimos dias tinham sido tão ocupados… Quer dizer, eu sempre senti que meus dias me mantinham ocupado, mas senti isso ainda mais nestes dias mais recentes. E pensar que isso era tudo culpa da Filo.

Já a bruxa… Bem, eu gostaria de aprender magia, mas eu estava incerto de como ela responderia se eu lhe pedisse naquele momento.

E eu me sentia culpado por não estudar tanto quanto deveria.

A bruxa tinha nos cedido aqueles livros, então eu queria retribuir sua gentileza estudando a partir deles. Sim, eu teria que dedicar mais tempo à isso.

Diferente dos outros heróis, eu não sabia de tudo sobre este mundo. Então eu precisava aprender coisas novas o tempo todo. Ainda assim, eu precisava dar prioridade ao aprendizado do sistema de escrita e ao entendimento das receitas que eu havia adquirido. De outra forma, seria um desperdício.

“Huh… É tão leve.”

Filo bocejava enquanto caminhava, e agora havia começado a murmurar consigo mesma.

Haviam três pessoas na carruagem e ela estava reclamando porque estava muito leve?

Isso era bom. Eu tinha algumas ideias que gostaria de experimentar… E eu precisava de Filo para elas.

Quando nós chegamos em Riyute a bruxa me entregou vinte e cinco peças de prata.

“Por que está me pagando? ”

“Pela carona.”

“Ah… Obrigado.”

Talvez pudéssemos ganhar dinheiro desta forma?

Riyute ainda estava envolvida em reparos. Eu verifiquei a estalagem, e o estalajadeiro nos cumprimentou amigavelmente.

“Certo, vamos iniciar o treinamento de resistência contra enjoos da Raphtalia. Também conhecido como: transporte de madeira.”

Nós aceitamos ajudar a carregar madeira em troca de carne.

“Huh?! ”

Raphtalia parecia chateada. Bem, ela teria que resistir ao seus enjoos o dia todo.

“Nós vamos ser carregados pela Filo de agora em diante, então você precisa se acostumar.”

“Pfft. Tudo bem.”

“Filo, você vai puxar a carruagem.”

“Certo! ”

Aparentemente, Filoliais realmente gostam de puxar carruagens. Seus olhos brilhavam, e ela parecia muito animada.

“Ahn… Você está planejando alguma coisa? ”

“Sim, eu estava pensando em me tornar um mercador viajante. O governador local sugeriu isso à

mim.”

“Um mercador viajante? ”

“Sim. Nós não temos muitos produtos, mas eu me concentraria na produção de medicamentos e transporte. Nós poderíamos cobrir uma área grande.”

“Hm…”

Raphtalia não parecia muito interessada. Para ser justo, não é como se eu estivesse confiante de que nós teríamos sucesso. Mas nós estávamos prestes a começar a viajar novamente de qualquer forma, então parecia uma ideia natural.

“Isso significa que, se nós realmente começarmos a transportar bens, a Filo vai precisar correr em sua velocidade máxima. Logo, eu não posso permitir que você fique enjoada o tempo todo.”
“Eu entendo isso, mas…”

“Ah, qual é. Eu conheço um lugar suave que deve ser fácil para começarmos. Você pode começar a se acostumar lá.”

“Você conhece um lugar assim? ”
“Sim.”

E então, quando começamos a trabalhar, eu coloquei a Raphtalia em um local que ela não sentiria enjoos… Nas costas da Filo.

“Mestre, você pode montar alí quando quiser… Mas por que eu deveria permitir que ela montasse? ”

Filo resmungou consigo mesma enquanto Raphtalia montava em suas costas.

“Eu concordo. Isso é tão embaraçoso.”

Quando Filo estava em sua forma de Rainha Filolial ela se assemelhava à uma coruja gigante, o que tornava o ato de sentar em suas costas um pouco ridículo.

“Está confortável? ”

“Sim, muito bom.”

Talvez por ser esta a sua ‘forma verdadeira’, Filo parecia muito contente.

“Certo então, vamos lá! ”

“Yay! Eu vou ajudar muito! Eu vou ser tão útil quanto a Raphtalia! ”

“Isso não é uma competição! ”
“Mas eu não vou perder! ”

Filo, com Raphtalia em suas costas, começou a puxar a carruagem.

O peso da carruagem e dos passageiros deveria ser alto, mas não o bastante para a Filo, aparentemente. Eu gastei o resto de meu tempo na estrada com o livro aberto, estudando o sistema de escrita e tentando traduzir o livro de receitas intermediárias.

O barulho rítmico dos passos da Filo era excelente para que eu me absorvesse no mundo erudito e obtuso dos conjuntos de caracteres da língua estrangeira. Mas foi então que eu ouvi…

“Por que? Por que nesta forma? ”

“Huh? Porque eu quero que o Mestre fique satisfeito! ”

“Ele vai ficar bravo. É melhor você parar.”

“Mas o Mestre… O Mestre gosta de pessoas como você, não é? ”

Huh? Eu ergui a cabeça apenas para ver a Filo de volta em sua forma humana, ainda com Raphtalia em suas costas. Raphtalia parecia extremamente desconfortável enquanto conversava com a Filo, tentando convencê-la a voltar à sua forma anterior.

Alguns aventureiros passaram pela rua, apontaram em nossa direção e começaram a sussurrar entre si.

“Pare com isso! As pessoas vão começar rumores! ”

Eu já era capaz de ouvir os boatos que seriam criados: eu comprei uma escrava e a fiz montar uma garotinha, e então forcei ambas a puxarem a minha carruagem pela rua. Isso não refletiria nem um pouco bem na minha reputação.

“Sério? Qual é o problema? ”

“Não puxe a carruagem em sua forma humana.”

“Ceeeerto.”

Ela acenou com a cabeça, desapontada, e retornou à sua forma de monstro. Deve ter sido entediante para ela, ou coisa do tipo.

Raphtalia não estava enjoada ainda, o que era bom. Era hora de aumentar um pouco a velocidade.

“Certo, Filo! Vamos mais rápido! ”
“Yay! ”

Raphtalia soltou um ganido, se agachou e agarrou com força as penas da Filo.

Agora devemos chegar mais rapidamente ao nosso destino.

Nós passamos as próximas horas trabalhando na prática de prevenção de enjoos da Raphtalia.

Comentarios em TNY: Volume 2 Capítulo 10



15

Índice×