Demi-Humanos

Nós invertemos os turnos de vigília, e logo a manhã já tinha chego.

A tarde, já havia novos problemas.

Nós estávamos caçando Usapils.

“Ah…”

A faca que eu havia dado a Raphtalia se quebrou com um estalar notável.

“Aqui, pegue.”

Eu não tinha muitas escolhas, então entreguei a ela minha faca de trabalho. Ela a pegou e matou o Usapil que me mordia.

“Me desculpe.”

“Nada dura para sempre. Só está quebrada. Não é nada demais.”

Era apenas uma faca barata e eu nunca havia nem mesmo a afiado.

“Vamos voltar para a cidade.”

“Certo.”

Nós tínhamos acumulado uma bagagem considerável. Após dividi-la entre nós dois, partimos para a cidade.

Eu estava agora no nível onze, assim como Raphtalia.

No caminho de volta para a cidade encontramos alguns monstros, mas Raphtalia foi capaz de liquida-los rapidamente com a pequena faca de serviço.

Uma vez na cidade, vendemos todos os nossos medicamentos e espólios e acabamos recebendo setenta peças de prata.

“Pergunto-me o que aconteceu.”

“Com a faca?”

Raphtalia e eu estávamos comendo em uma barraca de comida.

Parecia que tínhamos dinheiro o bastante para sobreviver. Se eu pudesse cozinhar mais carne de Usapil, poderíamos comer de graça. Isso removia um pouco da pressão.

Eu não sabia para onde iria a seguir, mas sabia que precisávamos adquirir um equipamento melhor e continuar a aumentar nossos níveis.

“Ei, vamos até a loja de armas.”

“Tudo bem.”

Eu ouvi um estômago roncar atrás de mim.

“Estou com fome.”

“Você não acabou de comer?!”

O que era isso, puberdade?! Quantas vezes ela precisava comer todos os dias?

“Ha…”

A nossa Curva de Engel[1] estava começando a ficar absurda. Se não fossemos caçar, ela poderia acabar comendo uma casa ou algo do tipo.

 

“Cara, o que eu quero dizer é o seguinte: Nos dê o melhor equipamento que você tenha por sessenta e cinco peças de prata. Adicione uma faca de serviços também.”

O dono da loja de armas deu um tapa em sua testa.

“Acho que também é minha culpa, vendendo-lhe algo tão barato… Mas ainda assim, você deve cuidar de suas armas.”

“Desculpe-me. Eu estava a usando como se fosse ‘Imaculada por Sangue’. Má ideia, hein?”

Certo, os Balões, o Loomush e o Eggug eram praticamente inanimados. Claro, os Eggugs tinham um líquido dentro deles com o qual você devia tomar cuidado. Mas os Usapils sangravam, e isso deve ter afetado a faca. Além disso, nós nunca havíamos a limpado ou afiado então isso deve ter feito com que ela quebrasse ainda mais rapidamente.

“Mas sabe, fazem apenas três dias desde a ultima vez que eu vi vocês dois. Vocês parecem muito mais saudáveis.”

“Você acha?”

Raphtalia disparou contra o dono um sorriso profissional. O que ele estava querendo dizer?

“Hm? E você parece tão feliz.”

“Eu estou!”

Esse era o momento perfeito para barganhar.

“Ei, coloque a maior parte daquelas sessenta e cinco peças no preço da arma.”

“Mas e você?”

“Eu estou bem.”

“Sério?”

Raphtalia olhou para mim, confusa.

“Parece que eu preciso de algo?…”

Mesmo depois de todas as batalhas pelas quais nós passamos, eu não tinha me machucado sequer uma vez. Porém, os outros heróis tinham me avisado sobre isso. Escudeiros eram fortes no começo, mas começam a ficar para trás uma vez que os níveis aumentam.

Então eu não iria gastar nossos recursos em mim até que tivéssemos chegado ao ponto em que os inimigos comecem a me ferir.

“Hmm…”

Raphtalia agia como se não entendesse o que eu estava dizendo. Ela estava abraçada com a bola que eu havia lhe dado.

“Bem, isso só pode ser o destino, não é? Eu vou te oferecer um bom acordo.”

“Apenas diminua um pouco os preços.”

“Eu já estou te oferecendo o menor preço possível. Se eu não o fizesse você utilizaria seus balões contra mim, não é?”

Então as pessoas realmente estavam espalhando boatos sobre mim. Não que isso me incomodasse – essa fofoca era particularmente vantajosa.

“Eu apenas retribuo o tratamento que eu recebo na mesma moeda.”

“Você sempre descobre uma forma de conseguir o que quer, hein?”

“Você me conhece tão bem.”

“Eu consigo adivinhar só de olhar para você. Você é bem mais empreendedor do que os outros Heróis.”

“Vou aceitar isso como um elogio.”

“Mas então…”

O velho coçava seu queixo enquanto encarava Raphtalia.

“Talvez esteja na hora de você parar de usar facas. Acha que esta apta a usar uma espada?”

“Você acha que eu consigo?”

“Você parece capaz! Mas talvez começar com uma espada curta seja melhor.”

Ele caminhou até um canto da loja e começou a remexer uma caixa.

“Huh.”

“Eu vou usar uma espada?”

“Parece que sim.”

“Vou dar uma olhada nas instruções para aprender a usá-las.”

O velho voltou, e ele carregava consigo um peitoral de couro surrado.

“Aqui nós temos uma espada curta de ferro e um peitoral de couro.”

Ele entregou a ela a espada e encaixou o peitoral sobre suas roupas.

No mesmo momento, um ronco alto veio do estômago de Raphtalia.

“De novo não!”

“Ei, ela é um demi-humana, certo? E também é uma criança, ou seja, você deve esperar esse tipo de coisa enquanto os níveis dela aumentam.”

O que supostamente isso deveria significar? Eu não conseguia entender, mas aparentemente demi-humanos viviam perante regras diferentes.

“Sério? Bem, você fique aqui e preste atenção nestes ensinamentos. Eu vou buscar um pouco de comida para você, tudo bem?”

“Tudo bem!”

O velho atrás do balcão começou a rir ao ouvir nossa conversa.

“Certo, pode ir. Eu vou ensinar a ela os básicos enquanto você estiver ausente.”

Eu saí da loja e armas e fui até a feira.

O dono da loja de armas estava dizendo que os demi-humanos deviam pagar pelo aumento de seus níveis com comida a mais? Que criaturas estranhas.

Mas os status dela estavam aumentando, e ela estava ficando mais forte. Isso era bom.

Ainda assim, eu não seria capaz de investir todos os meus fundos em alimentos.

Eu comprei um pouco de comida e corri de volta para a loja de armas. O dono estava no meio de sua lição para Raphtalia sobre como usar sua nova espada.

“Está vendo?”

“Obrigado!”

Raphtalia continuou enfiando comida em sua boca e o dono da loja continuou ensinando-a sobre como atacar com a espada, e como se esquivar de ataques eminentes.

Parecia que eles estavam progredindo.

“Você gostaria de participar?”

“Eu vou apenas assistir. Obrigado.”

“É, sua defesa é alta então não importa. Mas se você perder o equilíbrio em batalha estará em sérios problemas.”

…O dono disse, logo em seguida encerrando sua lição. Nós pagamos a conta. Então o homem me entregou um pedaço de pedra branca.

“O que é isso?”

“É uma pedra de amolar. Sua nova espada também não é ‘Imaculada por Sangue’. Se você não realizar uma manutenção periódica vai quebrar igual a ultima.”

“Não me diga…”

O escudo começou a reagir, então permiti que ele absorvesse a pedra.

“E-Ei!”

 

Escudo de Amolar: Requisitos Atendidos

 

Huh? Esse era um nome engraçado.

No entanto, suponho que ainda seja um escudo.

Eu deveria tentar absorver mais minérios de agora em diante…

Ah, entendo. Essa não é uma nova linha evolutiva do escudo, mas sim o resultado da combinação do Escudo Ovo Do Céu e do Escudo Usacarne. Talvez porque a pedra de amolar é indispensável para as mesmas armas da mesma forma que talheres como a faca são indispensáveis para cozinhar.

O poder de defesa era praticamente o mesmo do Escudo Ovo. Aparentemente, permitir que o escudo absorvesse um Usapil morto antes que ele fosse dissecado resultaria em um ‘Escudo Usapil’, que possuiria um maior valor defensivo.

 

Escudo de Amolar

Habilidade Bloqueada

Bônus de Equipamento – Amolação Nível 1

Efeito Especial – Afiação Automática (8 Horas)

Consumo – (Grande)

 

‘Efeito Especial’?

Eu verifiquei a janela de ajuda.

 

Efeito Especial

Efeitos Especiais são efeitos que surgem apenas quando a arma especificada é equipada pela primeira vez. Diferente dos efeitos de equipamento, estes efeitos não podem ser aprendidos para uso posterior, então seja cuidadoso e utilize-os apenas quando estiver confiante de que eles serão uteis.

 

Igual aos outros jogos e seus efeitos.

Então se fosse um efeito do tipo ‘Dragão’ você poderia esperar um resultado realmente espetacular ao equipá-lo. Eu acho que deve funcionar mais ou menos dessa forma.

Eu rapidamente troquei de escudo.

“Woah! O que foi isso?!”

O Escudo de Amolar era um pouco mais amplo do que o Escudo Pequeno. Consistia em ser uma larga pedra branca.

Mas era coberto por sulcos gravados em sua superfície. Alguns eram pequenos. Alguns eram grandes. Alguns pareciam ter o formato perfeito para que fosse possível deslizar uma folha de papel para dentro deles.

“Ei, seu idiota! Escute o que estou dizendo!”

‘Afiação Automática (8 Horas)’ e ‘Consumo – (Grande)’. Pergunto-me o que esses dois itens significam?

Se for como o nome está dizendo, suponho que signifique que a habilidade será útil por certo período de tempo específico…

“Ei!”

“O que foi, velhote?”

“Qual é o problema desse escudo?”

“Você já o viu antes! É o Escudo Lendário.”

“Eu nunca ouvi falar sobre, e nunca o vi.”

“Sim, você o viu. Ele era um Escudo Pequeno na época.”

“Então por que é uma pedra de amolar gigante agora?”

“Porque eu permiti que o escudo absorvesse a pedra de amolar que você me entregou. Qual é, cara.”

“…”

Ele me encarou como se eu fosse uma causa perdida, como se não entendesse uma palavra do que eu dizia.

“Eu ouvi dizer que as Armas Lendárias eram imbuídas em poderes misteriosos. É isso que os boatos queriam dizer?”

“Os outros heróis não lhe contaram?”

“Eu não os vejo já faz algum tempo. E você é o único que eu vi fazer algo como isso.”

Nós provavelmente devíamos ter mencionado isso antes, mas quem tem tempo o bastante para lidar com tais jovialidades quando um destino terrível iria recair sobre nós em apenas uma semana? Aparentemente os outros heróis estavam mantendo segredos para obterem uma vantagem.

Bem, eles ganharam minha desconfiança.

…Mas, em defesa deles, não havia necessidade de sair por aí exibindo suas habilidades. Presumo que eles estavam sendo eficientes.

“Por que você está tão preocupado?”

“Bem, aqui diz afiação automática por oito horas, com consumo grande. Parece que vai manter sua espada afiada automaticamente.”

Porém, eu não sabia o que exatamente seria consumido.

“Hmm…”

O dono pegou uma espada velha e enferrujada de trás do balcão e a enfiou por uma das fendas em meu escudo.

“Vou lhe entregar este equipamento destroçado. Você pode realizar testes nele.”

“Certo. Obrigado.”

Um ícone surgiu no meu campo de visão. Dizia ‘Afiando’.

Eu me sentia pesado, e meus ombros pareciam sobrecarregados.

Eu examinei minha janela de status e percebi que havia um valor para SP. Não tinha mudado até o momento, mas agora estava diminuindo lentamente.

Eu havia adivinhado que estava relacionado aos pontos de habilidade[2], mas o fato de que era gasto em atividades como essa me surpreendeu.

“Certo, vamos indo.”

“Vamos partir?”

“Sim.”

Eu coloquei minha mão sobre a cabeça de Raphtalia e caminhei em direção à porta.

Eu precisava focar em aumentar meus níveis e então conseguir comida o bastante para satisfazer o estômago de Raphtalia.

“Ei, velho.”

“O que foi? Esqueceu algo?”

“Há uma masmorra na cidade do outro lado da floresta. Você conhece algum local habitado por monstros cuja força seja similar aos da masmorra?”

Eu estendi meu mapa barato e apontei para a masmorra a qual aquela mulher havia mencionado.

Achei que seria bom perguntar. Porém eu não era obrigado a acreditar no que quer que ele me dissesse.

“A cidade em si, e a estrada que leva a ela, possuem monstros mais parecidos com os da masmorra do que com os das florestas ao redor.”

“Certo. Vou visitá-la.”

Precisávamos nos concentrar em aumentar nossos níveis, e em conseguir dinheiro, antes que o dia profetizado chegasse.

[1] N/T: ‘Curva de Engel’ é o nome dado a uma ferramenta que descreve, em formato de gráfico, as despesas de uma família relacionadas ao rendimento familiar. Simplificando, é uma ferramenta utilizada para descobrir o quão bem o dinheiro de determinada família está sendo gasto.

[2] N/T: SP é uma sigla para ‘Skill Points’, ou ‘Pontos de Habilidade’.

Comentários