Juntos Novamente

Voltamos para o castelo no país que Kizuna chamava de lar e esperamos que os outros voltassem. 

Não demorou muito para receber a notícia de que eles estavam de volta.

“Ok, mas Glass, você sabe o que estou tentando dizer, certo?” 

“Hum…”                                                                 

Glass estava sentada no estilo seiza e, aparentemente, sendo lecionado por Kizuna. L’Arc e Therese estavam ajoelhados atrás dela. Parecia que todos estavam em apuros.

“O que está acontecendo?”

“Hm? Você se lembra das coisas que ouvimos sobre as ondas há pouco tempo? Estou um pouco chateada com Glass por ter acabado de comprar e ir ao seu mundo para tentar matar você.” – disse Kizuna, cruzando os braços.

“Kizuna, não é tão simples assim. Eu senti que tinha que fazer isso pelo bem do mundo…”

“Claro que você fez. Você ouviu uma lenda, assumiu que era verdade, escorregou pelas fendas dimensionais durante uma onda e tentou matar os heróis que encontrou. Isso esta certo?” 

“Sim…”

Eu mal podia acreditar nos meus olhos. A severa e séria Glass parecida com um samurai virou o rosto para o chão de vergonha. 

Eu sabia que ela e Kizuna eram próximas, mas com certeza parecia que Kizuna era a chefe.

“Kizuna. Eu sei como você se sente, mas você não quer ouvir o nosso

lado da história? Huh?” Perguntou L’Arc.

“Sim, nós estávamos apenas tentando proteger este mundo que é tão querido para você…” interpôs Therese.

Kizuna não ficou impressionada. Ela estreitou os olhos e gritou: 

“Tudo bem então, me responda isso. Você consegue pensar em uma época em que armas vassalas de outro mundo vieram através das ondas para matar os heróis aqui?”

“Bem, hum…”

“Não pode me responder?” Kizuna retrucou. 

Todos viraram os olhos para longe.

Eles poderiam ter acabado de mentir. Mas eles se conheciam bem o suficiente para provavelmente não conseguirem escapar disso. A Glass em particular parecia que ela seria uma péssima mentirosa.

“Não, não, não consigo pensar em um momento que aconteceu. Não neste país ou em outro, embora não tenhamos conhecimento do que acontece em outras terras.”

Com base no que eu aprendi neste novo mundo, eu senti que era provável que quem quer que esteja no mundo do outro lado da onda tivesse sido responsável por acalmar as ondas.

“Não foi você, Glass, que disse que odiava a ideia de paz baseada nos sacrifícios dos outros? Como você pode dizer isso e depois correr para matar pessoas?”

“EU…”

Kizuna estava realmente interrogando ela. Eu gostei do som disso. Mas elas devem ter aproveitado o tempo juntas antes de Kizuna desaparecer. A casa de Kizuna deixou isso muito claro.

“Ok, escute. É verdade que proteger o mundo e prolongar sua vida é importante, mas isso não significa que você pode matar outras pessoas para fazer isso. Eu sei que as lendas estão escritas dessa maneira, mas você não acha que devemos procurar outra opção antes de nos apressarmos em algo assim?”

“Sim, mas fizemos toda a pesquisa que pudemos. E ainda…”

“Você não poderia encontrar outro caminho, então você escapou para matar os heróis? É isso? Se você não consegue encontrar um jeito, talvez deva continuar procurando! Mesmo que armas vassalas de outro mundo viessem atrás de nós, isso não nos dá uma desculpa para fazer a mesma coisa!” Kizuna gritou. 

Glass pareceu intimidada.

Eu não tinha imaginado o relacionamento deles assim…

Eles pareciam crianças sendo repreendidas por sua mãe. 

Minhas bochechas coraram. 

“Sr. Naofumi, você está sorrindo.”

“Do que você está rindo, Kiddo? Você está gostando muito disso?”

Raphtalia me disse, e L’Arc se juntou – mas Kizuna olhou para ele e ele recuou.

“O que há de errado com isso? Você tentou me matar e agora você está tomando uma palestra. O que não é para gostar?”

“Suspiro… Glass é dura o suficiente, mas você é outra coisa, Naofumi.” Kizuna suspirou, batendo a palma da mão contra a testa. 

Eu não discordei. 

L’Arc assentiu com a palestra, mas continuou a olhar para mim. Eu podia ver de onde ele vinha, mas não havia necessidade de me preocupar. 

Eu não me considero um defensor da justiça.

“No mínimo, agora que estou de volta, estou firmemente contra esse plano seu para ir a outros mundos e matar seus heróis!”

“Um…”

“Entendido?!” 

“Sim… sim!”

“Isso vale para L’Arc e Therese também!”

“Certo, sim. Bom, eu realmente não queria brigar com o Kiddo.”

“Destruir outro mundo para salvar o seu próprio não é realmente o nosso estilo, de qualquer maneira.” 

“Muito bem. E felizmente chegamos a essa conclusão antes de sermos realmente capaz de derrotar Naofumi.” – disse Glass.

L’Arc olhou para Therese e depois para mim. Ambos pareciam felizes.

Se eles olhassem para mim assim, então só havia uma coisa a ser dita: 

“Então você não deveria ter tentado me matar em primeiro lugar.”

“Cale a boca, Kiddo! Pare de tentar agir legal!”

“L’Arc!” Kizuna gritou, e L’Arc imediatamente fechou a boca. 

Kizuna poderia realmente comandar um quarto.

Nós nos conhecemos por acidente, mas eu estava com inveja de sua presença dominante. É assim que os heróis sagrados devem ser. Ou isso ou ela era boa demais para o trabalho.

“E, Glass, por favor, pense sobre isso. Você sabe que eu posso lutar contra monstros, mas não com pessoas. O que você acha que aconteceria se alguém com uma arma vassala de outro mundo viesse para mim?”

“…”

Glass não respondeu. Eu pude ver o porquê.

Kizuna não poderia lutar contra as pessoas. Se alguém com uma arma vassala vier atras dela, ela teria que recuar e depender de seus amigos. 

Mas os heróis foram convocados para as ondas. Ela estava realmente sendo convocada para a morte?

“Glass, acho que há uma razão para os heróis sagrados serem convocados para as ondas.”

“Uma razão?”

“Sim. Nós somos convocados para as ondas quando podemos ser mortos lá. Isso me faz pensar que talvez não precisemos lutar nas ondas. Eles nos chamam porque precisam de nós. Se isso é verdade, então talvez seja porque o mundo ganha mais tempo até a próxima onda se os heróis pararem, ou talvez possam impedir a fusão dos mundos.”

“…”

“Eu não sei se estou certo. Mas com base no que você está dizendo, se os heróis existem para proteger o mundo, então não deve haver qualquer razão para eles lutarem nas ondas. E, no entanto, não é dever dos heróis fazer exatamente isso?”

Kizuna murmurou que ela não estava lutando nas ondas, porque ela estava presa no labirinto. Então ela agarrou a mão de Glass.

“Eles não escrevem sobre isso nas lendas. Mas eu não acredito. Eu não acredito que devemos proteger nosso mundo destruindo outro. Nós não podemos fazer isso.”

“… Entendido. Peço desculpas.”

Glass se virou para mim e abaixou a cabeça. 

Eu não conseguia pensar em uma razão para ficar bravo com eles. Eles estavam claramente fazendo o que achavam certo, e eles eram melhores do  que os idiotas que me chamaram para Melromarc, apenas para me conduzirem a uma armadilha.

Eu sabia que eles eram pessoas boas. Depois que Kizuna desapareceu há muito tempo, o estado de sua casa foi o suficiente para provar isso. Eles protegiam seus amigos. Ficou claro que eles se importavam.

Eu estava com um pouco de inveja do relacionamento deles.

Se Raphtalia tivesse sido escolhida por uma arma em nosso mundo e eu tivesse desaparecido, ela teria feito o mesmo por mim?

Eu olhei para ela. Raph-chan estava subindo em sua cabeça de seu ombro.

“O que é?”

“Eu posso entender como Glass se sente, então eu não vou mais dizer.”

Se fosse possível, eu queria ter o tipo de relacionamento que Kizuna tinha com seus amigos. Não era nada mais do que um desejo, mas eu ficaria feliz se a Raphtalia sentisse o mesmo de mim como da Kizuna.

“Contanto que você não tente mais me matar, eu certamente não vou brigar com você.”

“Kiddo…”

“Naofumi…”

“Ótimo. Então todos nós podemos ser amigos, certo?” Kizuna disse, estendendo a mão para mim.

Eu joguei fora. 

“Eu não gosto desse tipo de coisa.” 

Eu não era do tipo que ficava com os olhos nublados por causa da amizade sentimental. 

Quer dizer, eu gostava desse tipo de coisa em jogos e mangás, mas eu não  tinha tido experiências positivas suficientes nesses mundos para justificar o salto de fé que esse tipo de relação exigia.

“De qualquer forma, podemos continuar trabalhando juntos. Eu tenho algo que tenho a fazer e certamente posso usar a ajuda.”

“Está certo. Você não queria recuperar o poder que foi roubado da besta de proteção do seu mundo?”

“Exatamente. É por isso que viemos aqui para fazer o cara com o livro das armas vassalas, Kyo, pagar por todo o caos que ele trouxe para o nosso mundo.”

Eu não esqueci. Eu tenho que vingar a Tartaruga Espiritual – vingar a morte de Ost.

Raphtalia assentiu, assim como Rishia e Glass e depois L’Arc e Therese. Todos foram muito solenes.

“Kizuna, eu posso te dizer isso sem dúvida, Kyo não está mais apto para segurar o livro. As armas vassalas que seguramos começaram a exigir sua derrota e subjugação.” – explicou Glass.

“Bem, se ele fez tudo o que você diz, é claro que ele precisa ser cuidado. Se suas armas estão exigindo isso, então eu não vou ficar no caminho. Naofumi, eu vou ajudar você – então, por favor, permita que nossa cooperação compense o dano que Glass e seus amigos tentaram infligir a você no passado.”

“O que importa se eu os perdoar? Nossos objetivos são os mesmos. Se não pararmos Kyo, este mundo também estará em perigo.”

Havia uma boa chance de que Kyo estivesse tramando algo com o poder que ele tinha tirado da Tartaruga Espiritual. Ele provavelmente tinha que fazer algo antes que pudesse usá-lo como quisesse. 

Nós tinhamos que encontrá-lo antes que ele pudesse fazer isso. 

Porra… Nós não estávamos mais perto de realizar o nosso objetivo do que estávamos quando nós passamos pelo portal pela primeira vez.

“Entendido, garoto? Tudo isso está bem, mas olhe – todos estão aqui juntos pela primeira vez para sempre. Sabe quanto tempo a Kizuna está desaparecida? Vamos sair e celebrar esta noite!” 

L’Arc bateu palmas, e os atendentes ponderando sobre o castelo começaram a correr.

Parecia que eles estavam se preparando para uma festa.

Todo o castelo entrou em ação quando ele bateu palmas. Quanta autoridade o L’Arc tem aqui?

De repente, lembrei-me do rei referenciando um jovem mestre. Poderia ser?  

“Ei, jovem mestre” – eu gritei.

L’Arc se virou para mim, estremecendo. 

“O que? Como você sabe disso?!”

“Eu pensei que eles estavam falando sobre você. Você é uma pessoa muito importante, não é?”

“Não que eu goste. Eu prefiro minha liberdade!”

Eu só tinha ouvido um pouco de Kizuna, então eu não sabia como ela acabou encontrando o L’Arc. Seu pai era o rei e provavelmente morreu, e o país foi entregue a um príncipe menos do que digno.

L’Arc parecia o tipo de pessoa que a população se mobilizaria.

O país parecia estar indo muito bem, então talvez seu reinado estivesse indo bem para o país.

Ele provavelmente tinha pessoas boas trabalhando para ele. Ele era carismático o suficiente para atrair pessoas boas. 

Eu me pergunto se a busca de Kizuna no passado teve algo a ver com isso.

“Então você vê, jovem mestre, eu vou continuar chamando você de

‘jovem mestre’ desde que você me chame de ‘Kiddo’.”

“Tudo bem, Nao… fu… mi.” 

“Hm.”

Ele disse meu nome, mas parecia muito irritado com isso.

Então ele se virou e choramingou: 

“Não, parece tudo errado! Você é o Kiddo, não o ‘Naofumi!’.”

“Isso não faz nenhum sentido, jovem mestre!”

“Eu não me importo, Kiddo! Vocês estão cansados por agora. Vou ligar para você quando tudo estiver pronto. Kizuna e Glass, vocês duas reservam um tempo para se readaptar.” L’Arc latiu, nos arrastando para fora da sala.

O que vem a seguir? Eu olhei para Raphtalia.

“L’Arc gosta de comemorar, não é?” Perguntou Ethnobalt. 

Ele ficou em silêncio todo o caminho de volta para o castelo, mas agora ele sorriu e falou. 

“E ainda assim, acho que ele está certo. Nós devemos nos divertir hoje à noite. Kizuna, bem vinda de volta.”

“… Obrigada. É bom estar de volta… com todos vocês.” – disse Kizuna, olhando para todos. 

Ela parecia prestes a começar a chorar.

Quanto tempo ela ficou presa naquele labirinto? Eu não sabia exatamente, mas deve ter sido muito tempo. Ela retornou a um lugar que achava que nunca  mais veria. Se eu não tivesse tido tanta sorte, poderia ter acabado preso, assim como ela.

“Uma festa? Eu quero ficar em paz!” – gritou Filo. 

“Rafu!”

Filo e Raph-chan alegremente pularam sobre meus ombros. Eu deixo elas. Então eu me virei para encarar Raphtalia e Rishia.

“Eles estão certos. Nós devemos nos divertir hoje à noite. Para ser sincera, estou exausta.”

“Feh… Que maravilhoso se reunir com velhos amigos!”  Sim, eles estavam certos.

Eu não estava separado da Raphtalia há tanto tempo, mas eu senti sua ausência começando a cobrar seu preço, então eu pude entender como Kizuna deve ter se sentido.

Glass parecia tão feliz em ver Kizuna novamente. Ela estava radiante como uma criança. Eu não pude deixar de sorrir também.

“Por enquanto…” 

“O que?”

Eu olhei para a katana desembainhada nas mãos da Raphtalia.

“Kizuna, eu sei que todo mundo está muito feliz agora, mas você não acha que Raphtalia deveria embainhar a katana?”

“Oh sim.” – disse Kizuna, virando-se e voltando para nós. 

Quando ela fez, ela deixou Glass de pé lá com a mão estendida. Glass fez uma cara muito desapontada – parecia estranho para ela.

Eu estava começando a pensar que ela poderia ser lésbica.

“Então vamos a uma loja que conheço e fazer uma. Eles são muito bons.” Se estivéssemos em Melromarc, eu teria feito o velho fazer isso, mas  estávamos presos em outro mundo, então decidi adiar o julgamento de Kizuna.

“OK.”

Kizuna nos levou para fora do castelo e para a cidade em sua base.

“Bem, se não é Kizuna! Quanto tempo tem sido?!”

Kizuna nos levou a um ferreiro movimentado no meio da cidade.

Era dirigido por uma mulher muito musculosa e masculina com uma pedra preciosa vermelha no peito. Ela deve ter sido uma das pessoas de cristal.

A pedra preciosa de Therese estava em sua testa, então acho que pessoas diferentes tinham suas pedras preciosas em lugares diferentes.

“Eu ouvi de Glass que você estava desaparecida. Eu estava preocupada com você! Agora a Glass pode finalmente relaxar um pouco. Quando você desapareceu, todo mundo teve um tempo difícil tentando consolá-la.”

“Romina, talvez possamos guardar isso para mais tarde” – disse Glass rapidamente, tentando encerrar a conversa o mais rápido possível. 

Eu sempre achei que Glass era legal e reservada, mas ela estava começando a se parecer mais com uma pessoa normal.

“Esta é a Romina. Ela é a melhor ferreira que eu conheço.” 

“Eu sou Naofumi Iwatani.”

“Meu nome é Raphtalia. É um prazer conhecê-la.” 

“Filo!” 

“Rafu!”

“Eu sou Rishia. É bom conhecê-la.”

“Sempre bom conhecer novos clientes. Espero ver mais de vocês!” O ferreiro lembrou-me do velho da loja de armas em Melromarc.

“Se nós lhe trouxermos materiais e dinheiro, você pode nos fazer coisas novas?”

“Muito bem – embora me reserve o direito de jogar fora obnóxio clientes!”

“Você acha que eu sou desagradável?”

“Hmm…” Romina coçou o queixo e me olhou cuidadosamente. 

“Na verdade, acho que nos daremos muito bem.”

“Boa.”

Havia algo de atraente para mim sobre a profissão – sobre a ideia de encontrar potencial em materiais e depois usá-los para fabricar armas e ferramentas personalizadas.

“Pessoas que podem entender a personalidade do Sr. Naofumi o descobrem com um único olhar. Estou com um pouco de ciúmes.” – disse Raphtalia.

“Do que você está falando?”

Ela deveria saber agora que eu gostava de ferramentas personalizadas.

“Assim? Tenho certeza que você passou por algo diferente de uma introdução.” 

“Naturalmente. Temos muitos materiais que gostaríamos que você visse.”

“Além disso, precisamos de uma bainha para sua katana.” – disse Kizuna, deixando cair uma pilha de itens no balcão.

“Ah, eu vejo… Oh, ei, isso é muito bom!” Romina disse. 

Então ela olhou para a katana de Raphtalia. 

“Bem, bem… Você olharia para isso?”

“Sim, é a katana das armas vassalas.”

“Eu não esperava ver isso! Tudo bem então, eu vou te fazer uma bainha para isto.”

“Obrigada.”

“Não tem problema, estou muito feliz de ver isso. Eu tenho novos clientes, novos materiais para trabalhar… O que mais um ferreiro poderia querer?”

“Obrigado.”

Romina começou a medir a katana e a esboçar alguns esboços rápidos.

“Naofumi, por que você não tem Romina fazendo-lhe alguns escudos ou armaduras?”

“Boa ideia.”

“Ei, isso me lembra. Você não tem uma armadura do seu mundo?”  Aposto que Romina adoraria ver armadura de outro mundo.

“Hm? Sim, eu ainda tenho…”

Ela provavelmente estava falando sobre a Armadura Bárbara +1? que tinha acabado de bater na luta com a Tartaruga Epiritual.

Eu tirei pedaços dele que eu tinha guardado na minha bolsa e os coloquei no balcão.

“Talvez ela pudesse ver suas coisas também, Rishia. Talvez ela possa fazer algo bom para você.” – eu disse, pegando o Filo kigurumi de Rishia e colocando-o no balcão ao lado das minhas coisas. 

“Deve ter sido difícil para você, lidar sem o seu kigurumi.”

“Feh…”

Raphtalia olhou para Rishia e começou a dizer:  “Não é como se ela fosse tão dependente disso…” Ela parou e piscou. 

“Ok, talvez ela estivesse.”

“Fehh?!”

Era difícil simpatizar com a surpresa dela. Afinal, Rishia foi quem disse que ela usava para que ninguém pudesse vê-la chorar.

“O que são esses? Eles fazem alguma coisa?” – disse Romina, levantando nossa velha armadura e os encarando com desconfiança.

“Hey, Filo.”  “O quê?”

“O que aconteceu com suas garras?” 

“Elas se foram!”

Eu suspirei… Não foi culpa dela. Ela foi capturada e transformada em um show secundário.

Ela poderia ter escapado se a deixassem com suas garras – isto é, se ainda estivessem em condições de trabalho.

Eu ainda tinha as Garras do Cachorro Karma no meu escudo, então eu as tirei e as coloquei no balcão também. 

Quando chegaram ao balcão, descobri que não consegui ler nenhuma informação sobre elas.

“Essas coisas podem ter parado de funcionar quando cruzamos o mundo.

Acha que pode fazer alguma coisa sobre isso?”

“Eu posso ser capaz de fazer algo com a armadura aqui, mas eu nunca vi nada parecido com o que esses kigurumi e as garras, então…” Romina murmurou para si mesma enquanto virava os artigos em suas mãos. 

Ela encontrou a pedra preciosa no centro da placa da armadura da bárbara e apontou para ela. 

“Fascinante! Esta é uma pedra central do Imperador Dragão.”

“Pedra central? Imperador Dragão? O que você quer dizer?”

“Parece exatamente o núcleo do Imperador Dragão que Kizuna derrotou há muito tempo. Deve haver um Imperador Dragão em seu mundo também.”

“Eu não sei. Sei que consegui isso quando derrotei um Dragon Zombie, então talvez sejam a mesma coisa.”

Na verdade, quando eu conheci Kizuna, ela disse que ela tinha sido originalmente convocada para derrotar um poderoso monstro chamado Dragon Emperor. Ela deve ter sido bem sucedida.

“Estes têm efeitos fantásticos. É melhor você cuidar disso.”

“Bem, a armadura é lixo, então não é bom para mim agora. É por isso que eu trouxe para você.”

“Um excelente ponto. O que é essa armadura chamada? Eu não posso

ler.” 

“Armadura Bárbara.”

“Certamente parece a parte.”

Acho que peguei as partes de um bando de bandidos… quero dizer – ei! 

“Pare com isso! Isso foi feito para mim por um homem muito talentoso!”

A verdade era que a armadura era realmente boa, mas seu nome a fez parecer pior do que realmente era.

“Há potencial aqui, então vou ver o que posso fazer.”

“Quanto vai custar? Se você não pode fazer isso, talvez nós não precisemos de você.”

“Sr. Naofumi, nós somos os únicos a fazer o pedido aqui. Por favor, seja um pouco mais educado…”

“Quem se importa com esse tipo de coisa? Ela é amiga da Kizuna, então não precisa ficar em cerimônia, não é? Se ela não pode fazer isso, ela vai me dizer isso!”

“Eu… eu suponho que sim…” Raphtalia suspirou.

Romina começou a rir. 

“Você é o homem de negócios, não é?”

“Naofumi é ainda melhor que Alto.”

“Mesmo? Esse homem é um monstro quando se trata de negócios.”

“Eu estava começando a suspeitar do mesmo, mas você realmente acha, Kizuna?” Glass perguntou, lançando um olhar desconfiado para mim.

“Sim, ele é melhor. Alto leva o longo caminho para uma venda segura, mas Naofumi pode vender a mesma coisa em pouco tempo e sem esforço. Ele realmente tem talento para isso.”

“Decida se você está me elogiando ou me insultando.”

Nós precisávamos de dinheiro, e nós não tínhamos tempo, então que outra escolha eu tinha, mas jogar um pouco de sujeira no leilão de água de cura da alma? Ela não se queixou disso na época.

Tanto faz. A verdade é que eu estava bem interessado em conhecer esse monstro de negócios sobre o qual elas estavam falando. Se ele se parecesse com o traficante de escravos, eu sairia correndo na outra direção.

Raphtalia suspirou e pareceu desapontada comigo – mas eu realmente não fiz nada de errado!

“Bem, não se preocupe muito com o dinheiro. Você é amigo da Kizuna, então farei o que puder para manter os custos baixos. Eu também recebo algum dinheiro da coroa.”

“Fico feliz em ouvir isso. Além disso, tente não destruí-lo demais.”

Eu cresci muito ligado à armadura. O cara velho que fez para mim foi a primeira pessoa a confiar em mim.

“Eu sei, eu sei. Mas o suficiente sobre a armadura – o que há com essa coisa louca?” – ela perguntou, segurando o Filo kigurumi.

“O que quer dizer louca?” 

Filo bateu as asas, indignada com a implicação. Ela deve ter pensado que estava sendo insultada. Não foi tão surpreendente que ela disse isso, no entanto. 

Ninguém neste mundo jamais viu uma rainha filolial, muito menos um kigurumi que se parecesse com uma.

“O que você está louco?”

“Oh ela? Ela se transformou por algum motivo quando cruzamos para este mundo. De onde viemos, ela parece o monstro em que o kigurumi se baseia.”

“Ah… eu vejo. Ela parece tão fofa e engraçada, mas você está dizendo que a verdadeira forma dela é…” Romina sorriu fracamente e se virou.

Eu não podia culpá-la. A forma de rainha filolial de Filo era uma visão estranha de se ver. Ela era enorme e imponente – muito mais do que um filolial normal.

“Independentemente disso, se este é um equipamento de outro mundo, eu gostaria que você me deixasse estudar um pouco. Com alguma sorte, posso fazer algo bom para você.” 

“Entendi. Boa sorte.”

Eu não tinha nada a perder, considerando que não poderíamos usar o equipamento no estado em que se encontrava. 

Se ela pudesse fazer algo útil com ele, isso provavelmente aumentaria nossas chances de sobrevivência a partir de agora.

Uma parte de mim ainda sentia que eu estava ajudando o inimigo a ficar 

mais forte, mas era a melhor opção que eu tinha.

“Precisa de mais alguma coisa?”

“Eu acho que é isso por enquanto, embora eu gostaria de ver que tipos de escudos você pode fazer também.”

Eu usaria apenas a Cópia de Arma para obter minha própria versão de qualquer escudo que ela fizesse, e então eu poderia vendê-lo para alguém ou dar a um dos membros do meu grupo.

“Claro, mas com tantas encomendas para trabalhar, não posso fazer tudo de uma vez. Nós provavelmente devemos cortar essa ordem aqui. Então eu posso trabalhar em outras coisas quando tudo isso for feito.”

“Que é razoável.”

“Ótimo! Eu tenho que dizer que estou muito feliz por trabalhar nisso. Eu estou tão entediada com os projetos que tive ultimamente. Isso realmente vai agitar as coisas para mim.”

Quem sabia que os ferreiros tinham tantas coisas para se preocupar? 

Quando voltássemos para o mundo de onde viemos, eu teria que pagar uma visita ao velho em sua loja de armas. 

Talvez ele estivesse entediado também. Além disso, ele definitivamente estaria interessado em ver a armadura bárbara depois que Romina trabalhar nela.

Se ela usasse pedras preciosas deste mundo, ele provavelmente ficaria feliz em vê-las.

Não é o tipo de coisa que os artesãos ficaram animados? Deixamos nosso equipamento com Romina e depois saímos de sua loja.

“O que devemos fazer agora?” Perguntei. 

Antes que alguém pudesse responder, o ar se encheu de explosões  crepitantes. Fogos de artifício explodiram no ar sobre o castelo.

O povo da cidade nas ruas olhou para as explosões coloridas e sorriu.

“Por enquanto, vamos aproveitar a comemoração que eles estão dando pelo o meu retorno. Isso não soa legal?”

Glass apertou a mão de Kizuna, sorriu e se curvou profundamente para mim.

“Muito obrigada por ajudar a nossa Kizuna em falta. Faremos tudo o que pudermos para ajudá-lo, mas, por enquanto, aproveite a comemoração.” Eu não ia discutir. Nós tinhamos que nos divertir às vezes, certo?

Era difícil relaxar em Melromarc, de qualquer forma, e não parecia que alguém aqui estivesse tentando se aproveitar de nós.

“Tudo bem então, vamos tirar a noite. Raphtalia, Filo, Raph-chan e

Rishia, vamos!”

“OK!”

“Parece tão divertido!” 

“Rafu!”

“Feh… O que devemos fazer primeiro?” 

“Olhe para todos os carrinhos de comida!” 

“Fehhh!”

“Qual é o problema?”

“Comida!”

“RAFUUUUU!”

Nós caminhamos em direção ao festival que estava enchendo as ruas da cidade.

Glass e Kizuna andaram atrás de nós, como se estivessem nos observando.

Ainda demoraria um pouco para conseguir o que nos propusemos a fazer – punir Kyo por seus erros. 

Mas, no momento, tentei me convencer de que não havia nada de errado em tirar uma noite de folga.

Comentários